A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fundamentos Socioantropológicos da Educação CURSO: PEDAGOGIA Profª Ms.: Solange Brito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fundamentos Socioantropológicos da Educação CURSO: PEDAGOGIA Profª Ms.: Solange Brito."— Transcrição da apresentação:

1 Fundamentos Socioantropológicos da Educação CURSO: PEDAGOGIA Profª Ms.: Solange Brito

2 Eixo Temático: Sociedade, Educação e Cidadania Núcleo de Fundamentos, Organização e Gestão do Trabalho Pedagógico

3 Tema: Hibridismo Cultural na Educação Conteúdo: - Diversidade Cultural na Educação

4 DIVERSIDADE CULTURAL NA EDUCAÇÃO

5 Vivemos cercados por fenômenos Híbridos. A hibridização ou hibridismo é conceito central dessa perspectiva multicultural: a construção da identidade implica que as múltiplas camadas que a perfazem a tornem híbrida, isto é, formada na multiplicidade de marcas, construídas nos choques e entrechoques culturais. ANA CANEN (2005)

6 O hibridismo é sinônimo de diversidade cultural constante e presente socialmente. A sala de aula é um espaço multicultural que hierarquiza as culturas de acordo com a ideologia de cada um (professores e alunos) segundo as experiências apresentadas por cada um.

7 Cabe a escola encontrar ações que mudem o cenário atual com desenvolvimento do senso crítico e, neste sentido, o professor deverá conduzir as situações adequando-as à realidade do aluno, tendo consciência do seu lado ideológico e buscando produzir cidadãos mais críticos, conscientes e capazes de serem transformadores sociais, praticando sempre o multiculturalismo.

8 A mundialização acontece através de um processo de modernização das sociedades e de necessidades que levem os homens a buscarem novos processos culturais. O desenvolvimento humano sempre buscou a cultura como norteador, mas nem sempre se voltou ao respeito a diversidade nessa cultura. O hibridismo cultural veio para consolidar o desenvolvimento humano neste aspecto.

9 Educação Liberal: a "Escola Nova"

10 Décadas de 20 e 30 = várias discussões sobre educação e pedagogia; PEDAGOGIA TRADICIONAL X ESCOLA NOVA Os liberais democráticos eram os simpatizantes da Escola Nova voltados à democratização e transformação da sociedade através da escola. Reagiam ao academicismo e ao individualismo da educação tradicional, propondo a renovação das técnicas e a exigência da escola única (não dualista), obrigatória e gratuita (Aranha, 2006);

11 A Escola Nova ou Escolanovismo apresentou o caráter científico das novas técnicas, amparadas no conhecimento da Sociologia, Psicologia, Biologia e Pedagogia Moderna; Principais escolanovistas: Lourenço Filho (Ceará, 1923), Anísio Teixeira (Bahia, 1925), Francisco Campos e Mário Casassanta (Minas Gerais, 1927), Fernando de Azevedo (Distrito Federal, 1928) e Carneiro Leão (Pernambuco, 1928); Influência de John Dewey;

12 As idéias escolanovistas foram expandidas, mas nem sempre foi possível aplicá-las, ficando restritas a alguns locais; MANIFESTO DOS PIONEIROS DA EDUCAÇÃO NOVA (1932) = composto por 26 educadores, entre eles Fernando Azevedo e Anísio Teixeira. O documento defendia a escola obrigatória, pública e gratuita como dever do Estado a ser implantada em programa de âmbito nacional;

13 Em oposição aos escolanovistas estava a militância católica que acreditavam que a verdadeira educação deveria basear-se nos princípios cristãos. Lutavam pela instituição do ensino religioso nas escolas; Os escolanovistas foram derrubados na Constituição que instituiu o ensino religioso, embora facultativo.


Carregar ppt "Fundamentos Socioantropológicos da Educação CURSO: PEDAGOGIA Profª Ms.: Solange Brito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google