A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aplicações da Ressonância Magnética Sel 705 FUNDAMENTOS FÍSICOS DOS PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aplicações da Ressonância Magnética Sel 705 FUNDAMENTOS FÍSICOS DOS PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS."— Transcrição da apresentação:

1

2 Aplicações da Ressonância Magnética Sel 705 FUNDAMENTOS FÍSICOS DOS PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS

3 Recapitulando Etapas : 1. Aplicar campo magnético estático 2. Selecionar corte aplicando campo magnético em gradiente 3. Aplicar pulsos de RF 4. Receber sinal de RF 5. Converter o sinal em imagem Mas para isso precisamos: 1. Aplicar campo magnético estático 2. Selecionar corte aplicando campo magnético em gradiente 3. Aplicar pulsos de RF 4. Receber sinal de RF 5. Converter o sinal em imagem 6. Para que possamos obter uma imagem do interior de determinada estrutura (IRM) de forma não invasiva

4 Aplicações - A IRM envolve a interação de ondas de rádio (e campos magnéticos estáticos) apenas com os núcleos dos átomos - Mas nem todos os núcleos de átomos respondem ao campo magnético. - Uma lista dos núcleos potencialmente adequados para IRM: 13 C Carbono 6 14 N Nitrogênio 7 17 O Oxigênio 8 1 H Hidrogênio 1

5 - Cada Molécula de água, contém 2 átomos de Hidrogênio e 1 de Oxigênio - O Corpo Humano é composto de aproximadamente 85% de água. - Daí o motivo da utilização da IRM em larga pela medicina. Aplicações

6 - No entanto, o corpo humano não é o único a possuir tal características, os frutos por exemplo também possuem em sua constituição, um percentual elevadíssimo de moléculas de água. - Ou seja, também é possível gerar IRM dos frutos. - Com isso, possibilitou-se o desenvolvimento de Pesquisas empregando Ressonância Magnética na Agricultura, onde os objetivos principais são: Determina o teor de óleo de sementes de milho, soja, girassol, amendoim, em apenas 1 segundo, sem destruí-las. Analizar se frutos contém algum tipo de inseto em seu interior Determinar se o fruto está maduro ou não Aplicações

7 IRM na Medicina

8 Cabeça do Paciente A Imagem - Devido as Bobinas de Gradiente, o equipamento de RM nos permite fazer imagens da estrutura desejada em formas de cortes em um sentido previamente especificado, como poderemos ver nos exemplos abaixo. - Para cada sentido escolhido, designimos um nome p/ o plano de corte da imagem. São eles : Sagital, Axial ou Coronal Coronal Sagital Axial

9 A imagem -Além da Bobina Gradiente, se torna necessário também para a aquisição da Imagem, as Bobinas de Rádio-Frequência. -São Responsáveis pela emissão e recepção dos sinais de rádio. Podemos classificá-las da seguinte forma: - Bobina Corporal :- está fica dentro do pórtico do magneto; circunda completamente o paciente, inclusive a mesa onde ele fica acomodado.

10 Obtenção da Imagem - Bobina de volume integral circunferenciais :- menores e separadas, também circundam a parte examinada... Ex: Bobina para Cabeça e a Bobina para membro. - Bobinas de superfície :- Estas são colocadas sobre a área a ser examinada. Geralmente, este tipo de Bobina, é utilizada para visualização de regiões mais superficiais... Ex.: Bobina para ombro. Principal vantagem, é o aumento da razão Sinal Ruído.

11 A Imagem - Parâmetros da Imagem Contraste do Objeto Para tratarmos deste assunto, usaremos os parâmetros de relaxamento já abordado; T1 e T2. Embora o Relaxamento T1 e T2 ocorram simultaneamente, estes são independentes entre si. Observe o tempo de relaxamento de alguns tecidos em T1 e T2

12 A Imagem - Parâmetros da Imagem Tecido Densidade Protônica T1 (ms)T2 (ms) LCE Subs. Cinzenta Subs. Branca Músculo Gordura Fígado Observe que o T1 é maior que os tempos de relaxamento T2 p/ qualquer tecido ou igual a ele. Geralmente são escolhido sequências de pulsos para acentuar a diferença entre os tempos de relaxamento de diferentes tecidos. O constraste entre os tecidos é atingido na IRM final por acentuação destas diferenças

13 A Imagem - Parâmetros da Imagem Imagens ponderadas em T1: Afim de maximizar a diferença na intensidade de sinal baseada em tempos de relaxamento T1. O TR da seqüência é encurtado. Uma sequüencia de TR curto e TE curto produz uma imagem ponderada em T1. Isso permite que estruturas com tempos de relaxamento T1 curtos sejam brilhantes (gordura, líquidos proteinogênicos) e estruturas com T1 longo sejam escuras (neoplasia, edema, inflamação, líquido puro) Imagens ponderadas em T2: A Imagem ponderada em T2 emprega uma seqüência de pulsos de TR longo e TE curto. Entretanto, quando TE é aumentado o contraste T2 aumenta, a razão sinal ruído geral diminui. As estruturas em uma imagem ponderada em T2 mostrarão inversão de contraste a partir das estruturas na imagem ponderada em T1. As estruturas com T2 longo apresentam-se brilhantes (neoplasia, edema, inflamação, líquido puro) As estruturas com T2 curto apresentam-se escuros (estruturas com ferro, como produtos de decomposição do sangue)

14 A Imagem - Parâmetros da Imagem Imagem Transversal com contraste por T1 Imagem Transversal com contraste por T2

15 A Imagem - Agentes de Contraste Atualmente, o agente de contraste mais popular para exames de RM, é o Gadolínio-DTPA (Gd-DTPA). Atualmente é ministrada uma dose de 0,2 ml/kg com a velocidade da injeção não excedendo 10 ml/min As vantagens do Gd-DTPA são: - menor toxidade e menos efeitos colaterais que o contraste iodado - O Contraste permanece no corpo da pessoal cerca de 60 min. O que nos da um bom tempo para a realização do exame.. (uma vez que um Exame de RM dura em torno de 40 a 50 min) Contra indicação: - Insifuciência renal.. Uma vez que o contraste é eliminado pela urina

16 RM - Riscos e Precauções A Energia liberada pelo IRM não ionizante, o que livra o paciente dos riscos ocasionadas pelas energias ionizantes No entanto o campo magnético gerado pela bobina do aparelho de RM representa alguns riscos... Ex: Torções de objetos Metálicos: - Estão completamente proibidas de fazer uma IRM, pessoas que tenham grampos cirúrgicos dentro do corpo, como por exemplo, pacientes com grampos em aneurismas intracrânianos. - Próteses metálicas dentro do corpo; - artefatos de metal como projéteis de arma de foro ou estilhaço de granada

17 RM - Riscos e Precauções Ex: Interferências Elétricas com Implantes Eletromecânicos: - Também são proíbidas de fazer os exames pessoas com marcapasso. - Outros dispositivos que podem ser afetados pela IRM são, cartões e fitas magnéticas, relógios analógicos. Interferências Elétricas com Funções Normais das Células Nervosas e fibras Musculares: - Os campos magnéticos induzidos por gradiente que se modificam rapidamente podem causar corrente elétrica nos tecidos. Estes podem ser suficientemente grandes para interferir com a função normal de células nervosas e fibras musculares Pacientes com Claustrofobia Aquecimento Local de Tecidos e Objetos Metálicos

18 RM - Riscos e Precauções - Apesar de não haver evidência de que exista qualquer risco para o feto, recomenda-se às gestantes realizar o exame após o primeiro trimestre de gravidez. Exames antes deste período podem ser realizados desde que o diagnóstico seja imprescindível à gestante

19 Distâncias Minímas recomendadas A Intensidade do Campo Magnético é inversamente prop. Ao cubo da distância

20 RM - Aplicações Médicas A seguir, serão apresentados os exames mais comuns feitos por IRM, serão também descritas as orientaçoes para o exame. O principal objetivo de um exame por RM é a boa qualidade da imagem em um limite de tempo aceitável Os exames mais comuns são:

21 RM - Aplicações Médicas Imagens do Encéfalo Cortes de Rotina: (Sagital, Coronal e Axial) Estruturas mais bem Demonstradas: (Subst. Cinzenta, Subst. Branca Tecido Nervoso, gânglios da Base, ventrílogo, tronco e encéfalo Patologia Demonstrada: Doenças da Subst. Branca, principalmente esclerose múltipla Agente de Contraste: Gd-DTPA com imagens ponderadas em T1 Bobina para Cabeça Padrão

22 RM - Aplicações Médicas Imagem transversal com contraste por T1, mostrando área hipo- intensa típica de AVC antigo. Imagem transversal com contraste por T2, mostrando área hiper- intensa típica de AVC recente.

23 RM - Aplicações Médicas Imagem da Coluna Cortes de Rotina: (Sagital e Axial) Estruturas mais bem Demonstradas: (Medula espinhal, tecido nervoso, discos intervertebrais, medula óssea, espaços entre as articulações interfacetárias, veia basivertebral, ligamento amarelo Patologia Demonstrada: Herniação e degeneração do disco, alterações do osso e da medula óssea, neoplasia, doença inflamatória e desmielinizante Agente de Contraste: Gd-DTPA com ponderação Posição do Paciente: Paciente deitado de costas, cabeça primeiro p/ coluna cervical e pés primeiro para coluna lombar

24 RM - Aplicações Médicas Imagens Sagitais da coluna lombar com contraste por densida de, mostrando protusão dos discos invertebrais l3, l4 e l4 -l5

25 RM - Aplicações Médicas Imagens do Membro e Articulação Cortes de Rotina: (Sagital, Coronal e Axial) Estruturas mais bem Demonstradas: (Gordura, músculo, ligamentos, tendões, nervos, vasos sanguíneos, medula óssea) Patologia Demonstrada: Disturbios da medula óssea, tumores dos tecidos moles, osteonecrose, rupturas de ligamento e tendão. Posicionamento no Aparelho: Cabeça ou pé primeiro, deitado de costas ou de barriga, Anatomia de interesse centralizada na bobina. Bobina centralizada no magneto principal.

26 RM - Aplicações Médicas Imagem Coronal com contraste por T1, Mostrando Ruptura do menisco medial Imagem Sagital com contraste por T1, Mostrando Ruptura do menisco medial

27 RM - Aplicações Médicas Imagens do Abdome e da Pelve Cortes de Rotina: (Sagital, Coronal e Axial) Estruturas mais bem Demonstradas: ( Fígado, pâncreas, baço, suprarenais, vesícula biliar, rim, vasos, órgãos da reprodução. Patologia Demonstrada: Tamanho do tumor e estadiamento de tumores, principalmente tumores pediátricos, tais como neuroblastoma e tumor de Wilms. Preparo para o exame: Neste caso, os pacientes podem ser instruídos a jejuar ou consumir apenas liquídos coados 4 hs antes do exame.

28 RM - Aplicações Médicas Abdomem Orientação axial Abdomem Orientação axial

29


Carregar ppt "Aplicações da Ressonância Magnética Sel 705 FUNDAMENTOS FÍSICOS DOS PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google