A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tecnologia na educação: reflexões, exemplos, prospecção Prof. Dr. Cesar Nunes - Núcleo de Pesquisa sobre Inovação Curricular – Fac. Educação da USP - Fundação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tecnologia na educação: reflexões, exemplos, prospecção Prof. Dr. Cesar Nunes - Núcleo de Pesquisa sobre Inovação Curricular – Fac. Educação da USP - Fundação."— Transcrição da apresentação:

1 Tecnologia na educação: reflexões, exemplos, prospecção Prof. Dr. Cesar Nunes - Núcleo de Pesquisa sobre Inovação Curricular – Fac. Educação da USP - Fundação de Apoio à Faculdade de Educação - Oort Tecnologia SMESP - Maio 2011

2 Diversificação em 20 anos Suplementar TIC Currículo TIC Complementar IntegraçãoImpregnação Currículo Relação entre as TIC e o currículo Vivancos, J. (2008) Tratamiento de la Información y Competencia Digital

3 Sabedoria digital – extensões digitais e ampliações Ampliação do nosso acesso a dados e informações Ampliação da nossa capacidade de fazer análises profundas Ampliação da nossa capacidade de planejar e priorizar Ampliação do nosso conhecimento sobre o outro Ampliação do nosso acesso a perspectivas alternativas

4 Informe Horizon Edição Iberoamericana 2010 Horizonte de implantação de um ano ou menos: Ambientes colaborativos Meios sociais Horizonte de implantação de dois a três anos: Conteúdos abertos Móveiswww.nmc.org

5 Ferramentas para o educador/ pesquisador – google docs, wikis

6 Ferramentas para o educador/ pesquisador – Foruns, blogs

7 Ferramentas para o educador/ pesquisador - comunidades

8 Ferramentas Web 2.0 com possibilidades de colaboração

9 Atividades abertas (com ou sem tecnologia) Schoenfeld (capítulo em Powerful Learning: what we know about teaching for understanding. Linda Harling- Dammond, Jossey Bass 2008). Alinhamento entre: FormaçãoPrática Materiais/ Recursos Avaliação

10 Atividades abertas O educador arquiteta as vivências que provocarão as reflexões (e desenvolverão o pensamento). Faz isso através de atividades muito bem planejadas! D. Wilson (Harvard 2009) – Three Phases of Learning: Learning in, from and for action Avaliação formativa (D. William – Keeping learning on track: Formative assessment and the regulation of learning) Ferramentas: rubricas, avaliação por pares...

11 Características da avaliação formativa (William) Boas questões, desafios Tarefas abertas – (L. Darling-Hammond – Powerful Learning: What We Know About Teaching for Understanding) Feedback Assegurar que os alunos entendem o que é necessário para ter sucesso Auto-regulação

12 Grupos heterogêneos Além do e-Learning – Marc Rosemberg

13 Contextos de aprendizagem Além do e-Learning – Marc Rosemberg

14 Encontrando o tempo Além do e-Learning – Marc Rosemberg

15 Tecnologia para ajudar a pensar mais e melhor Escola para o pensamento (John Bruer – Schools for Thought) Pensamento criativo, crítico, sistêmico, autônomo, metacognitivo Melhoria de idéias (Bereiter e Scardamalia – Knowledge Building – Compreensão: capacidade de pensar e agir flexivelmente com aquilo que se sabe (Perkins, Stone Wiske – Teaching for Understanding with Technology)

16 Ambientes colaborativos Do CSILE ao Knowledge Forum (Bereiter e Scardamalia)

17 Figura da apresentação de M. Scardamalia no KF Meeting 09/06 Visualização dos processos no Knowledge Forum

18 Rotinas de pensamento A Cultura do Pensamento na Sala de Aula - Tishman, Perkins e Jay - Ed. Artmed – 1999 Modelos, explicações, interações, comentários de retorno (feedbacks) Visible Thinking - g_html_files/VisibleThinking1.html g_html_files/VisibleThinking1.html g_html_files/VisibleThinking1.html

19 Provocando a reflexão

20 Provocando a reflexão

21

22 Rubricas (H. Andrade (2000)– Using Rubrics to Promote Thinking and Learning

23 Informações no ambiente colaborativo

24 Os modelos da escola

25 A dinâmica da colaboração (quem, como, e quantos colaboram!)

26 Avaliação por pares também é colaboração (e reflexão)!

27 Quando a colaboração é um dos objetivos! C.Nunes e R. Ikeda – Developing creativity, leadership and collaboration in a 1:1 Environment – apresentado no IKIT SI2009

28 Ferramenta para reflexão sobre a colaboração

29

30 Conclusão A tecnologia é ótima para atualização, aproximação com pares, recomendações, compartilhamento de recursos As ferramentas colaborativas nos permitem fazer hoje o que não podíamos antes (ensino mais individualizado, desenvolvimento do pensamento, competências, aproximação entre o formal e o informal...) Estamos num bom momento para desenvolver a cultura do pensamento (aprendizagem, avaliação, metacognição...)

31 FIM Cesar Nunes –


Carregar ppt "Tecnologia na educação: reflexões, exemplos, prospecção Prof. Dr. Cesar Nunes - Núcleo de Pesquisa sobre Inovação Curricular – Fac. Educação da USP - Fundação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google