A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

II Fórum das CPAs das Instituições Públicas e Privadas do Ensino Superior de Pernambuco SINAES: Perspectiva institucional na avaliação do ensino superior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "II Fórum das CPAs das Instituições Públicas e Privadas do Ensino Superior de Pernambuco SINAES: Perspectiva institucional na avaliação do ensino superior."— Transcrição da apresentação:

1 II Fórum das CPAs das Instituições Públicas e Privadas do Ensino Superior de Pernambuco SINAES: Perspectiva institucional na avaliação do ensino superior

2 Comissão Própria de Avaliação - CPA A Comissão Própria de avaliação (CPA) é prevista na Lei n.º /2004, que instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES. Tem como atribuição a coordenação dos processos internos de avaliação da instituição, de sistematização e de prestação de informações solicitadas pelo Inep. Assume um papel preponderante no conjunto dos demais procedimentos avaliativos que compõem o SINAES. Possui como um dos principais referenciais o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

3 Comissão Própria de Avaliação - SINAES Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES SINAESENADECursos Avaliação Institucional Interna Avaliação Institucional Externa

4 CPA – Legislação Portaria Normativa 40, consolidada em dezembro/2010 Art. 61-D Será mantido no cadastro e-MEC, junto ao registro da instituição, campo para inserção de relatório de autoavaliação, validado pela CPA, a ser apresentado até o final de março de cada ano, em versão parcial ou integral, conforme se trate de ano intermediário ou final do ciclo avaliativo. Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

5 CPA – Legislação Portaria Normativa 40, consolidada em dezembro de 2010 Art. 17-G §º A exclusão do avaliador com base no inciso IV perdurará pelo prazo mínimo de 3 (três) anos e impedirá sua participação na Comissão Própria de Avaliação (CPA) de instituição pelo mesmo período. Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

6 CPA – Legislação Portaria Normativa 40, consolidada em dezembro de 2010 Art. 17-K Deverão estar disponíveis para análise pela Comissão de Avaliação previamente à realização da visita, além do formulário eletrônico de avaliação, outros documentos, que permitam considerar a instituição ou curso no conjunto, tais como: I - relatórios parciais e finais do processo de autoavaliação da instituição. Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

7 CPA e Avaliação Renovação de Reconhecimento de Cursos Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Art.35 – C Os cursos com CPC insatisfatório e as instituições com IGC insatisfatório em qualquer dos anos do ciclo deverão solicitar renovação de reconhecimento ou recredenciamento, respectivamente, no prazo de até 30(trinta) dias da publicação do indicado, na forma do art. 34, instruído com os seguintes documentos: I – plano de melhorias acadêmicas, contento justificativa sobre eventuais deficiências que tenham dado causa ao indicador insatisfatório, bem como medidas capazes de produzir melhora efetiva do curso ou instituição, em prazo não superior a um ano, aprovado pela Comissão Própria de Avaliação (CPA) da instituição, prevista no art. 11 da Lei nº , de 14 de abril de 2004;

8 CPA e PNE 2011/2020 Meta 12: Elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior para 50% e a taxa líquida para 33% da população de 18 a 24 anos, assegurando a qualidade da oferta. Meta 13: Elevar a qualidade da educação superior pela ampliação da atuação de mestres e doutores nas instituições de educação superior para 75%, no mínimo, do corpo docente em efetivo exercício, sendo, do total, 35% doutores. Estratégia 13.3) Induzir processo contínuo de autoavaliação das instituições superiores, fortalecendo a participação das comissões próprias de avaliação, bem como a aplicação de instrumentos de avaliação que orientem as dimensões a serem fortalecidas, destacando-se a qualificação e a dedicação do corpo docente. Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

9 Regras eliminatórias para a criação automática de avaliação 14ª regra: Para recredenciamento presencial ou EaD, é obrigatório ter relatório da CPA Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

10 1 Missão e PDI 2 Política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação e a extensão 3 Responsabilidade social da IES 4 Comunicação com a sociedade 5 As políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e técnico- administrativo 6 Organização de gestão da IES 7 Infraestrutura física 8 Planejamento de avaliação 9 Políticas de atendimento aos estudantes 10 Sustentabilidade financeira O Relatório da CPA deve considerar as 10 dimensões previstas no Art. 3º:

11 Sugestão de roteiro do relatório de autoavaliação Tem como finalidade apoiar o trabalho das CPAs, preservando a liberdade das mesmas de utilizarem outros modelos ou formas de apresentação que sejam mais abrangentes e compatíveis com suas identidades e estratégias de trabalho. Deve apontar o que foi totalmente realizado e planejado; O que foi parcialmente realizado, apontando as razões; O que não foi realizado, apontando as razões e as propostas para a solução; O que, embora não conste do PDI, foi realizado, justificando a não inserção no PDI. Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

12 Estrutura do relatório Há outro modelo de relatório adotado? Há similaridade com a proposta da Conaes? Foram abordadas as 10 dimensões? Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

13 Diretrizes para Autoavaliação Institucional Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Requisitos existência de uma equipe de coordenação participação dos integrantes da instituição Representação da sociedade civil compromisso explícito por parte dos dirigentes das IES informações válidas e confiáveis uso efetivo dos resultados

14 Atores envolvidos na Autoavaliação Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Ações da CPA Corpo técnico- administrativo Corpo discente Representante da Comunidade Dirigente Cursos (docentes)

15 Etapas da Autoavaliação Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES 1ª Etapa: Preparação Constituição da CPA Sensibilização Elaboração do Projeto de Avaliação 2ª Etapa: Desenvolvimento Levantamento de dados e informações Análise das informações/ Relatórios Parciais 3ª Etapa: Consolidação Relatório Divulgação das informações Análise crítica

16 Comissão Própria de Avaliação Cursos e Institucionais Instrumentos de Avaliação Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

17 CPA e Avaliação de Cursos Autorização, Reconhecimento e Renovação de Cursos Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Indicador 1.12 Média 3,32 MÉDIA Indicador 1.12 MODA 3 MODA

18 CPA e Avaliação de Cursos Autorização, Reconhecimento e Renovação de Cursos Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Indicador 1.12 Média 3,32 MÉDIA Indicador 1.12 MODA 3 MODA

19 CPA e Instrumento de Avaliação Institucional - Credenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Indicador 1.7 Média 3,45 MÉDIA Indicador 1.7 Moda 3 MODA

20 CPA e Instrumento de Avaliação Institucional - Credenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Indicador 1.7 Média 3,45 MÉDIA Indicador 1.7 Moda 3 MODA

21 CPA e Recredenciamento Ações preliminares: Leitura do PDI e analisar o(s) relatório(s) de autoavaliação da IES Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

22 CPA e Recredenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

23 CPA e Recredenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Indicadores 1.1 e 1.2 Média 2, MÉDIA Articulação e Implementação do PDI Moda 3 MODA

24 CPA e Recredenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Dimensão 8 – Planejamento e Avaliação, especialmente em relação aos processos, resultados e eficácia da autoavaliação institucional

25 CPA e Recredenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

26 CPA e Recredenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

27 CPA e Recredenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

28 CPA e Recredenciamento Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Indicadores – 8.3 Média 2,87 MÉDIA Coerência – autoavaliação e seus resultados Moda 3 MODA

29 Novo Instrumento de Avaliação Institucional Maior ênfase na avaliação interna; organizado em cinco eixos; contempla as dez dimensões do SINAES; caráter Inovador: inclui um Relato Institucional que compromete a IES com sua Autoavaliação, reforçando as ações da CPA e o planejamento e execução das ações propostas no PDI; reforça e promove o processo de avaliação interna; processos de autoavaliação como subsídio para tomada de decisão da gestão educacional.

30 Estrutura - Eixos Eixo 1: Planejamento e Avaliação Institucional (dimensão 8 do Sinaes, Planejamento e Avaliação). Eixo 2: Desenvolvimento Institucional (dimensão 1 do Sinaes, Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional; dimensão 3 do Sinaes, Responsabilidade Social da Instituição).

31 Estrutura - Eixos Eixo 3: Políticas Acadêmicas (dimensão 2 do Sinaes, Políticas para o Ensino, a Pesquisa e a Extensão; dimensão 9 do Sinaes, Política de Atendimentos aos Discentes). Eixo 4: Políticas de Gestão (dimensão 5 do Sinaes, Políticas de Pessoal; dimensão 6, Organização e Gestão da Instituição; dimensão 10, Sustentabilidade Financeira). Eixo 5: Infraestrutura Física (dimensão 7).

32 Relato Institucional CPA e o Novo Instrumento Institucional É uma inovação na concepção do novo instrumento institucional e será avaliado no eixo 1 Planejamento e Avaliação. Estrutura: Relato avaliativo do PDI. Síntese histórica dos resultados dos processos avaliativos internos e externos da IES. síntese histórica do planejamento e das ações acadêmico- administrativas decorrentes dos resultados das avaliações. Devem constar no documento as informações que subsidiaram ou subsidiarão as melhorias na IES, a partir dos relatórios de avaliação interna e externa, representadas nas diversas ações institucionais decorrentes. Avaliação interna e externa: CARÁTER COMPLEMENTAR

33 EIXO 1 – PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL O Eixo 1 considera a dimensão 8 do SINAES (Planejamento e autoavaliação). O foco deste Eixo é a descrição e identificação dos principais elementos do processo avaliativo da IES, em relação ao seu PDI, aos relatórios elaborados pela CPA e demais documentos institucionais avaliativos, do período que constitui o objeto de avaliação. O relato institucional deve ter como foco a evolução acadêmica da IES.

34 NOVO INSTRUMENTO AUDIÊNCIA PÚBLICA Brasília 15 de março de 2013 CNE

35 CONTRIBUIÇÕES

36 CPA e Novos Indicadores Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

37 CPA e Novos Indicadores Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

38 CPA e Novos Indicadores Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

39 CPA e Novos Indicadores Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

40 CPA e Novos Indicadores Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

41 CPA e Novos Indicadores Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

42 CPA e Novo Instrumento e seus Requisitos Legais e Normativos Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

43 CPA e Avaliação in loco de Cursos Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Exigência de leitura prévia dos relatórios da CPA

44 CPA e Avaliação in loco de Cursos Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Reunião inicial com os dirigentes e coordenação do curso Atividades InternasVisita as InstalaçõesReunião com NDE Reunião com Estudantes Reunião com Professores Reunião com membros da CPA Atividades Internas Reunião de encerramento

45 Avaliação in loco de Cursos Reunião com os membros da CPA Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Finalidades: conhecer o processo de autoavaliação desenvolvido pela IES. Ações da instituição para desenvolver a autoavaliação dos cursos. retomar aspectos destacados pelos docentes e estudantes, em relação à proposta de autoavaliação, identificando coerência ou não com sua efetividade.

46 Avaliação in loco de Cursos Reunião com os membros da CPA Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Aspectos a serem destacados: Há uma CPA do curso ou uma subcomissão? Como foi o processo de construção do plano de autoavaliação no contexto do SINAES? Quais as dimensões avaliadas? Quais os instrumentos utilizados nas diferentes dimensões? Como ocorre a participação do corpo social nas diferentes avaliações? Como são divulgados os resultados? Quais são as ações de apropriação dos resultados. Como elas acontecem? Como são utilizados os resultados da autoavaliação no planejamento da IES? Como a CPA promove a articulação da autoavaliação com a avaliação externa?

47 CPA e Avaliação institucional externa Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Reunião inicial com os dirigentes Atividade interna da Comissão Visita às instalações Reunião com corpo técnico- administrativo Reunião com professores e pesquisadores Análise da documentação da IES Reunião com a CPA Reunião com Corpo Discente Reunião de encerramento

48 CPA e Avaliação institucional externa Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES A reunião com a CPA tem como objetivo conhecer o processo de autoavaliação desenvolvido pela instituição. Após ter ouvido a comunidade da IES a respeito da autoavaliação, deverão ser retomados, com a CPA, os aspectos destacados, a fim de identificar coerências entre a proposta de autoavaliação e a sua efetividade.

49 CPA e Aspectos a serem destacados Avaliação in loco Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Como foi o processo de construção do plano de autoavaliação no contexto do SINAES? A CPA institucional atinge os cursos, promovendo a autoavaliação deles? Quais as dimensões avaliadas? Quais os instrumentos utilizados nas diferentes dimensões? Como ocorre a participação do corpo social nas diferentes avaliações? Como são divulgados os resultados? Quais são as ações de apropriação dos resultados? Como acontecem? Como são utilizados os resultados da autoavaliação no planejamento da IES? Como a CPA promove a articulação da autoavaliação com a avaliação externa?

50 Inserção do Relatório Passo a Passo Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

51 1° passo

52 2º Passo: Acessar lista dos Processos Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

53 3º Passo: Selecionar qualquer processo (exceto Reavaliação de Curso) Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

54 4º Passo: Clicar em Membros da CPA - Formulário Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

55 5º Passo: Clicar em Selecionar arquivo e fazer upload do relatório (Arquivo em PDF) Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

56 Para modificar membros da CPA Os membros de sua CPA devem ser cadastrados por meio do sistema e-MEC, seguindo os mesmos passos de inserção do Relatório de Autoavaliação. Ali será possível inserir ou alterar os membros clicando em cadastrar. Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

57 Para modificar membros da CPA Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

58 Demandas e Perspectivas em relação à CPA Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Produzir conhecimentos sobre a realidade da IES Compreender os significados do conjunto das atividades para melhorar a qualidade educativa e alcançar maior relevância social Identificar as potencialidades e as fragilidades

59 Demandas e Perspectivas em relação à CPA Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Aumentar a consciência pedagógica e capacidade do corpo docente e técnico- administrativo Fortalecer as relações de cooperação entre os diversos atores Tornar mais efetiva a vinculação da instituição com a comunidade Prestar contas à sociedade

60 Demandas e Perspectivas em relação à CPA Subsidiar o processo de avaliação Produzindo o Relatório Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

61 Contribuições e demandas em relação à CPA De grande importância no SINAES para concretizar o processo formativo, momento pós – avaliação Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

62 Contribuições e demandas em relação à CPA Implementar a Cultura da avaliação Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

63 Consequências da avaliação Informação Para a Sociedade Desenvolvimento de políticas públicas Para o Estado Desenvolvimento do seu PDI, revisão de sua missão, planos, métodos e trajetória Para a IES Orientação Para os Estudantes

64 Seminários Regionais para os Coordenadores das Comissões Próprias de Avaliação CPA sete encontros abrangendo todas as regiões do país: Brasília, Belo Horizonte, Florianópolis, João Pessoa e Salvador objetivo: promover a aproximação das CPAs com a Daes/Inep e CONAES intuito de enfatizar a relevância do papel das CPAs para a implantação e consolidação de uma cultura de avaliação do ensino superior novembro e dezembro de 2009 Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

65 Seminários Regionais para os Coordenadores das Comissões Próprias de Avaliação CPA as faculdades tiveram maior percentual participação foi de 84% de instituições privadas e 16% de instituições públicas 1240 representantes de IES de todo o país Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

66 Seminários Regionais para os Coordenadores das Comissões Próprias de Avaliação ALGUMAS CONCLUSÕES muitas IES ainda entendem a autoavaliação simplesmente como uma obrigação legal foi sugerido que o MEC estabelecesse uma política de retroalimentação das CPA foi relatada a importância dos membros da CPA adquirirem envolvimento institucional, conhecimento da legislação, conhecimentos de informática, e que sejam capacitados periodicamente frande dificuldade das comissões em relação à participação do representante da comunidade externa Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

67 Seminários Regionais para os Coordenadores das Comissões Próprias de Avaliação ALGUMAS CONCLUSÕES compreensão da avaliação como punição falta de apoio da direção/gestão falta de autonomia falta de estrutura física e apoio de recursos humanos e financeiros falta de participação efetiva de alguns segmentos representados (principalmente discentes e sociedade civil) Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

68 Seminários Regionais 2013 Seminários Regionais sobre Autoavaliação Institucional e Comissões Próprias de Avaliação (CPA) Período: setembro/dezembro de 2013 Locais: Brasília/DF (17 e 18 de set.) Porto Alegre/RS (17 de out.) Belém/PA (23 de out.) São Paulo/SP (13 de nov.) Belo Horizonte/BH (27 de nov.) Salvador/BA (6 de dez.) Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

69 Seminários Regionais 2013 PARTICIPAÇÃO Ocorre de duas formas: COM APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS OU APENAS COMO OUVINTE. Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

70 Objetivos – Seminários Regionais Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES Proporcionar um ambiente de diálogo sobre as expectativas do INEP, CONAES e das CPAs em relação ao SINAES. Permitir um exercício de uma análise da auto avaliação institucional à luz das posições assumidas pelos próprios agentes das CPA Sensibilizar as CPAs quanto à preponderância da autoavaliação no novo instrumento de avaliação institucional externa Obter propostas. Oferecer subsídios à CONAES, para construção das novas orientações para a estrutura dos relatórios das CPA, com base no novo instrumento de avaliação institucional Promover a estabilidade no âmbito da autoavaliação, com publicações do INEP Analisar e debater as formas de inserção nas IES das diretrizes do SINAES Abordar o vínculo das CPAs com os órgãos governamentais Debater como idealizam e executam as CPAs sobre a produção periódica de relatórios Permitir o intercâmbio de experiências bem sucedidas de CPAs

71 Censo da Educação Superior Divulgado em 17/09/2013 Fontes: Mec/Inep e Mec/Capes

72 Censo IES

73 Censo Cursos

74 Censo Matrículas

75 Censo 2012 – Matrículas/Modalidade

76 Avaliações In loco em 2013– Até 18/09 Fonte: Sistema e-MEC Ato LegalQuantidade Autorização744 Reconhecimento de Curso1138 Renovação de Reconhecimento de Curso353 Reconhecimento de Curso EAD360 Autorização de Curso EAD34 Recredenciamento EAD212 Recredenciamento153 Recredenciamento Lato Sensu EAD5 Credenciamento54 Credenciamento EAD99 Credenciamento Lato Sensu EAD2 Total 3154

77 Avaliações In loco em 2013– Até 18/09 Conceitos ConceitoPúblicaPrivada Total ConceitoPúblicaPrivada 10,2%0,3% 21,7%1,6% 334,6%48,3% 455,6%46,0% 57,9%3,8%

78 Conceitos x Atos ConceitoCredenciamentoRecredenciamento

79 Conceitos x Atos Conc eito Credenciamento EaD Credenciamento Lato Sensu EaD Recredenciamento EaD Recredenciamento Lato Sensu EaD

80 Conceitos x Atos ConceitoAutorização Autorização EaD Reconhecimento de Curso Reconhecimento de Curso EaD Renovação de Reconhecimento

81 2774 IES (processos) deveriam postar o relatório de CPA em 2013

82 2063 IES postaram o relatório de CPA em 2013

83 711 IES não postaram o relatório de CPA em 2013

84 Reflexões sobre o processo de Avaliação Institucional Interna Empenhar-se em conseguir uma eficiente inserção institucional Pontuar as facilidades e fragilidades da atuação da CPA Promover a participação da comunidade externa Comparar a estrutura dos relatórios com a proposta da CONAES Refletir sobre finalidades e benefícios da autoavaliação Incentivar o fortalecimento da cultura de avaliação Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições da Educação Superior - DAES

85 Agradecemos pela atenção! Diretoria de Avaliação da Educação Superior Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES Diretora Coordenadora-Geral Coordenadora Pesquisador-Tecnologista


Carregar ppt "II Fórum das CPAs das Instituições Públicas e Privadas do Ensino Superior de Pernambuco SINAES: Perspectiva institucional na avaliação do ensino superior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google