A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nota Fiscal Eletrônica não é sinônimo de impressão à laser; Nota Fiscal Eletrônica não significa grandes investimentos, tampouco grandes mudanças no processo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nota Fiscal Eletrônica não é sinônimo de impressão à laser; Nota Fiscal Eletrônica não significa grandes investimentos, tampouco grandes mudanças no processo."— Transcrição da apresentação:

1 Nota Fiscal Eletrônica não é sinônimo de impressão à laser; Nota Fiscal Eletrônica não significa grandes investimentos, tampouco grandes mudanças no processo atual; MITOS SOBRE NF-e

2 Economia na folha impressa com impressora matricial; Manutenção do parque de impressoras; MITOS SOBRE NF-e

3 Impressão do Danfe em várias vias; MITOS SOBRE NF-e

4 Código de barras nas impressoras Matriciais; Flexibilização na Legislação para o campo do código de barras do DANFE; Software gratuito com opção para Formulário Contínuo. O QUE MUDOU ?

5 Utilizado para transitar com a Mercadoria; Impresso em papel Comum, exceto jornal; Tamanho Mínimo: A-4 (210 x 297 mm); Tamanho Máximo: Oficio II (230 x 330 mm); Folha solta ou Formulário Contínuo; Branco ou Pre-Impresso; Comprovante de Entrega(Canhoto). DANFE

6 Vias adicionais de acordo com a Legislação; Possibilidade de Impressão no Verso; Alteração do Lay-out por Regime Especial; DANFE

7 Manutenção do parque das impressoras; Utilização de Pré-impressos; Economia no custo de impressão; Maior dificuldade para falsificação; Possibilidade para adicionamento de vias para controles internos; Canhoto; Guarda do Arquivo Digital da NF-e - Contribuinte DANFE – FORM. CONTÍNUO

8 Modelo em Formulário Contínuo – Retrato Modelo em Formulário Contínuo – Paisagem DANFE – FORM. CONTÍNUO

9 1.Normal – Sefaz (Não é Contingência) 2.Contingência SCAN – Ambiente Nacional; 3.Contingência Eletrônica DPEC; 4.Contingência com uso do Formulário de Segurança. CONTINGÊNCIA

10

11 2. SCAN – Sistema de Contingência do Ambiente Nacional –Solicitação pela UF interessada; –Geração XML com alteração campo tp_emissão para 3; –Alteração série da NF-e; –Alteração do Número da NF-e; –Transmissão da NF-e, obtenção da autorização de uso; –Impressão do DANFE em papel comum. CONTINGÊNCIA

12 3. Eletrônica – DPEC (Declaração Previa de Emissão em Contingência) –Envio da Principais Informações; –Alteração campo tp_emissão para 4; –Gerar XML das NF-e em lotes; –Envio via Web Service ou via upload através de pagina WEB; –Impressão do DANFE em papel comum. CONTINGÊNCIA

13 3. Eletrônica – DPEC (Declaração Previa de Emissão em Contingência) –Após a cessação dos problemas o contribuinte deverá transmitir a NF-e emitidas em Contingência Eletrônica. CONTINGÊNCIA

14

15 4. Formulário de Segurança (FS-DA) –Problemas de Comunicação; –Impressão em Formulário de Segurança(FS- DA) em 2 vias; –Lavrar termo de ocorrência no livro mod. 6; –Transmitir as NF-e imediatamente após cessação dos problemas; CONTINGÊNCIA

16 4. Formulário de Segurança(FS-DA) –As gráficas poderão se credenciar, para revender FS-DA; CONTINGÊNCIA

17 Empresas –Epson; –Genoa; –VCP; –Gordinho Braune. APOIO


Carregar ppt "Nota Fiscal Eletrônica não é sinônimo de impressão à laser; Nota Fiscal Eletrônica não significa grandes investimentos, tampouco grandes mudanças no processo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google