A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MSVM/2007 Quimioterapia antineoplásica engloba o tratamento do câncer com medicações/drogas, por via tópica, oral, parenteral, loco-regional. Potencialmente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MSVM/2007 Quimioterapia antineoplásica engloba o tratamento do câncer com medicações/drogas, por via tópica, oral, parenteral, loco-regional. Potencialmente."— Transcrição da apresentação:

1 MSVM/2007 Quimioterapia antineoplásica engloba o tratamento do câncer com medicações/drogas, por via tópica, oral, parenteral, loco-regional. Potencialmente todas as drogas antineoplásicas apresentam efeitos tóxicos que podem gerar sinais e sintomas, até lesões em orgãos ou sistemas.

2 MSVM/2007 O que é o câncer ? Inicia com uma célula que torna-se maligna, perdendo vários controles normais passando a: Multiplicar rapidamente Formar massas Invadir a região Atingir circulação, chegando a, e multiplicando em outros orgãos ou regiões(metástases).

3 MSVM/2007 Impacto do diagnóstico e tratamentos Perspectivas de doença incurável, com tratamentos tóxicos e vigilância por tempo imprevisível, causam agravos: Psicológicos Sociais Familiares Físicos

4 MSVM/2007 Modalidades de Tratamento Cirurgia RadioterapiaQuimioterapia Hormonioterapia Imunoterapia Alteradores da diferenciação Inibidores de vias proliferativas

5 MSVM/2007 Ação da Quimioterapia Antineoplásica Células malignas não possuem controles auto- reguladores como as células normais. A maior parte das células de um tumor maligno estão em divisão rápida. QT inibe multiplicação, invasão e metastatização. QT afeta multiplicação e crescimento tumorais. QT deve ter grande efeito anti-tumoral e toxidez mínima. Combinações podem evitar resistência mas: Aumentam espectro de efeitos colaterais porém com menor risco de efeitos letais.

6 MSVM/2007 Efeitos colaterais da Quimioterapia Tanto células normais quanto malignas multiplicam A Quimioterapia afeta células com alta taxa de multiplicação Tecidos normais apresentam alta taxa de multiplicação como: medula óssea, folículo capilar, mucosa GI, pele. Daí são efeitos colaterais comuns: pancitopenia, alopécia, estomatite e/ou mucosites Drogas tem efeitos colaterais variados. A gravidade também varia entre drogas(pp mielossupressão) Outros efeitos colaterais pode ser específicos de drogas ou classe. Náuseas e vômitos variam no padrão, início e duração. São causados pelo estímulo SNC e de nervos doo trato GI por drogas.

7 MSVM/2007 Leis da Terapêutica I – Se o que você está fazendo, está indo bem, mantenha. A QT é sempre tóxica mas raramente fatal. II - Se o que você está fazendo, não está indo bem, suspenda. III – Se você não sabe o que fazer, não faça nada, aguarde e observe. IV – Nunca faça um tratamento pior do que a doença, observe as intenções curativas vs paliativas. O objetivo é sobrevida máxima com melhor qualidade de vida possíveis.

8 MSVM/2007 Intervenções Minimizando efeitos colaterais e impactos: Psicológicos Sociais Familiares Físicos Paciente confiante e seguro

9 MSVM/2007 Como ? Existem vários estudos que pré definem efeitos colaterais dos quimioterápicos isolados ou combinados: Psicológicos: ansiedade, depressão, medo, cognição, etc Sociais: estigma, preconceito, econômico-financeiro, etc Familiares: medo, incerteza, preconceito, econômico-financeiros Físicos: sinais e sintomas de toxidez

10 MSVM/2007 Efeitos colaterais importantes SNC e periférico: sonolência, insônia, cognição, agitação, tremores, neuropatias periféricas e centrais, dores e parestesias). Hematológicos: anemia, leucopenia(infecções), plaquetopenia(sangramentos). Tegumentares: alopécia, mucosites, xerostomia/dermia, alergias, petéquias, púrpuras, vesicação até necrose, deterioração dentária e ungueal. Cardiovasculares: arritmias, insuficiência cardíaca, palpitações, dispnéia, vasculites, flebites. Pulmonares: fibrose pulmonar, edema alérgico, dispnéia, ativação de bronquites. Renais: uremia transitória, insuficiência renal aguda e crônica. Hepáticos: icterícia. GI: náuseas, vômitos, diarréia, constipação, anorexia, hiperorexia. Gonadal: infertilidade. Carcinogênese: longo prazo por lesão irreparável no DNA.

11 MSVM/2007 Conhecendo os efeitos colaterais: Orientar Orientar e Intervir Paciente e responsáveis confiantes e seguros Melhor aceitação e melhor qualidade de vida

12 MSVM/2007 Equipe multidisciplinar

13 MSVM/2007 Intervenções Ações da equipe multidisciplinar individualizada para cada paciente. Orientação individualizada Medicações pré, per e pós quimioterapia para alívio e controle dos sinais e sintomas da toxidez.

14 MSVM/2007 Câncer é uma das principais causas mundiais de morte. Quimioterapia antineoplásica é tóxica, porém é o único tratamento sistêmico disponível. Algumas neoplasias são curadas, poucas, mas há o aumento progressivo da sobrevida. A atual meta é transformar os cânceres de doenças letalmente progressivas, em doenças crônicas estabilizadas com quimioterapia. Acredite !!!

15 MSVM/2007 El que cree em Dios, no necessita que se lo expliquen. El que no cree en Dios, no hay forma de explicárselo. Dr Arturo Alvarado Universidad Central de Venezuela

16 MSVM/2007 Grato pela atenção !!! Bom dia para todos!!!


Carregar ppt "MSVM/2007 Quimioterapia antineoplásica engloba o tratamento do câncer com medicações/drogas, por via tópica, oral, parenteral, loco-regional. Potencialmente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google