A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GESTÃO FINANCEIRA EM ENTIDADES DO TERCEIRO SETOR Prof. Dr. Luiz Renato Ignarra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GESTÃO FINANCEIRA EM ENTIDADES DO TERCEIRO SETOR Prof. Dr. Luiz Renato Ignarra."— Transcrição da apresentação:

1 GESTÃO FINANCEIRA EM ENTIDADES DO TERCEIRO SETOR Prof. Dr. Luiz Renato Ignarra

2 INDICADORES DE DESEMPENHO FINANCEIRO Para funcionar as entidades do terceiro setor precisam de dinheiro – para adquirir ou alugar um local para suas instalações, para adquirir ou locar máquinas e equipamentos, pagar a folha de pagamentos, comprar insumos, pagar os impostos, etc. Assim, as entidades para funcionar precisam de um capital inicial.

3 RESULTADOS As empresas são organizações sociais que utilizam recursos para atingir objetivos. As empresas com fins lucrativos buscam o excedente entre a receita obtida e a despesa efetuada em uma determinada operação. O lucro representa a remuneração do empreendedor que assume os riscos do negócio.

4 RESULTADOS As organizações não lucrativas têm como objetivo final a prestação de algum serviço público, independentemente do lucro.

5 ERROS MAIS COMUNS NA CAPTAÇÃO DE FUNDOS Iniciar a entidade sem recursos suficientes para o seu bom andamento. Contar com receitas maiores ou mais rápidas que o provável Não prover uma opção para possíveis emergências financeiras Tomar empréstimos elevados e ficar refém dos juros e do pagamento da dívida

6 ERROS MAIS COMUNS NA CAPTAÇÃO DE FUNDOS Colocar ativos sob riscos desnecessários por não considerar outras alternativas Não contar com recursos financeiros para expandir os projetos da entidade Subestimar o valor necessário para as despesas Não se preparar para possíveis sobressaltos da conjuntura econômica

7 ERROS MAIS COMUNS NA CAPTAÇÃO DE FUNDOS Não prever os efeitos de desembolsos regulares, como pagamento de impostos Imaginar que a captação de recursos constitui a etapa mais difícil na implantação do projeto

8 G ERENCIAMENTO F INANCEIRO O gerenciamento financeiro preocupa-se com dois aspectos importantes: a rentabilidade e a liquidez. Os recursos financeiros devem ser lucrativos e líquidos ao mesmo tempo Estes são os dois objetivos principais das finanças: o melhor retorno possível do investimento (rentabilidade) e a sua rápida conversão em dinheiro (liquidez)

9 G ERENCIAMENTO F INANCEIRO As três atribuições do gerenciamento financeiro são: 1. Obter recursos financeiros para que a entidade possa funcionar ou expandir as suas atividades; a obtenção ou captação de recursos financeiros pode ser feita no mercado de capitais, através de empréstimos, etc.

10 G ERENCIAMENTO F INANCEIRO 2. Utilizar recursos financeiros para suprir as operações comuns da empresa, em vários setores e áreas de atividade, como compra de insumos, aquisição de máquinas e equipamentos, pagamento de salários, de impostos, etc. 3. Aplicar recursos financeiros excedentes, como aplicações no mercado de capitais ou no mercado monetário, aquisição de imóveis ou terrenos, etc.

11 G ERENCIAMENTO F INANCEIRO Entrada s EmpresaSaídas Captação de Recursos Financeiros Utilização de Recursos Financeiros Aplicação de Recursos Financeiros

12 G ERENCIAMENTO F INANCEIRO Entrada de recursos do mercado : Contas a receber Recursos próprios: integralização e aumento de aporte inicial Empréstimos e financiamentos Recebimento da venda de ativos imobilizados Desinvestimento do mercado de capitais, fundos, etc.

13 G ERENCIAMENTO F INANCEIRO Saída de recursos para o mercado : Contas a pagar (fornecedores) Pagamento de pessoal Pagamento de impostos Pagamento de empréstimos e financiamentos Pagamento de ativos imobilizados Aplicações no mercado de capitais, fundos, etc.

14 PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE GERENCIAMENTO FINANCEIRO 1. Controle de caixa : a tesouraria deve saber a todo momento o seu saldo bancário 2. Controle de conta corrente: é o extrato elaborado pela tesouraria por meio do movimento diário de caixa e bancos com créditos, débitos e respectivas datas,

15 PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE GERENCIAMENTO FINANCEIRO 3. Conciliação bancária: compara o extrato da tesouraria com o do banco para verificar pendências ou erros. 4. Contas a pagar: é o agendamento diário feito por segmento: fornecedores, tributos, despesas administrativas, comerciais e operacionais, provisões.

16 PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE GERENCIAMENTO FINANCEIRO 5. Contas a receber: é o agendamento da cobrança em carteira com a cobrança bancária. 6. Fluxo de caixa: é um resumo das contas a pagar e a receber e a projeção do saldo positivo ou negativo em caixa para efeito de aplicação ou obtenção de crédito

17 CÁLCULO DO INVESTIMENTO INICIAL Itens Investimento Fixo Quantidad e Valor Sede (aquisição ou luvas) Sede (reforma ou decoração Veículos Equipamento A Equipamento B Ferramentas e acessórios Móveis e utensílios Equipamentos de comunicação Equipamentos de informática Softwares

18 CÁLCULO DO INVESTIMENTO INICIAL Investimento FixoQuantidadeValor em R$ Uniformes Criação de logomarca Outros materiais Registro da empresa Subtotal 1 Capital de Giro Estoque inicial de materiais Mão de obra e encargos sociais Custos fixos Subtotal 2 Total

19 CAPITAL DE GIRO O capital pode ser fixo e de giro. Capital fixo: É constituído de ativos imobilizados e são efetuados a longo prazo, são estáveis e sofrem poucas alterações. É o caso de edifícios, instalações, máquinas e equipamentos, etc.

20 CAPITAL DE GIRO Capital de Giro: representa a quantidade de dinheiro que a entidade utiliza para movimentar suas atividades. Envolve estoques, dinheiro em caixa e em bancos, financiamentos a clientes por meio de contas a receber, salários, encargos, aluguel, contas de luz, água, telefone, etc.

21 CAPITAL DE GIRO O que aumenta a necessidade de capital de giro O que diminui a necessidade de capital de giro Vendas com prazos longos de pagamentoVendas à vista Cobrança ineficiente dos clientes em atraso Cobrança eficiente dos clientes Compras à vistaReinvestimento dos lucros Prazos menores para pagamento de fornecedores Prazos longos para pagamento de fornecedores Investimento elevado em estoqueMaior lucratividade do negócio Giro lento dos estoquesGiro rápido dos estoques Compra de ativos não operacionaisVendas de ativos desnecessários ao negócio Retiradas excessivasAumento do capital com recursos próprios

22 F LUXO DE C AIXA

23

24

25 R ESULTADO MENSAL

26 P ONTO DE E QUILÍBRIO PE = CF/ 1 – (CV/RT) PE = ponto de equilíbrio CF = custo fixo (independe do volume de produção) CV = custo variável (depende do volume de produção) RT = receita total

27 Í NDICES F INANCEIROS Os índices financeiros indicam como está a situação financeira da entidade, e a capacidade de honrar seus compromissos no prazo. Existem quatro grupos básicos de indicadores: liquidez, atividade, endividamento e lucratividade. Estes itens são calculados a partir dos itens do balanço patrimonial e das demonstrações de resultado Os índices de liquidez mostram se a entidade é capaz de saldar as suas dívidas.

28 Í NDICES F INANCEIROS Se uma entidade tem um índice de liquidez de 3, por exemplo, significa que ela pode saldar seus passivos circulantes com pequena parcela do ativo (33%), pois os mesmos são três vezes maiores que o passivo. Índice de Liquidez = ativo circulante / passivo circulante Os índices de endividamento demonstram, como o próprio nome diz, o grau de endividamento da entidade, ou seja, quanto do total de ativos é financiado pelos credores da empresa Índice de Endividamento = Passivo total/Ativo total

29 Í NDICES F INANCEIROS Os índices de lucratividade são: Margem bruta = lucro bruto / vendas Margem operacional = lucro operacional / vendas Margem líquida = lucro líquido / vendas ROI (retorno sobre o ativo total) = lucro líquido / ativo total

30 Í NDICES F INANCEIROS Rentabilidade = lucro anual médio/ aporte inicial É um índice fácil de calcular mas é impreciso porque ignora o valor do dinheiro em relação ao tempo Prazo de payback Mede o tempo necessário para a recuperação do capital inicialmente investido Payback = investimento/ lucro anual médio

31 Í NDICES F INANCEIROS Rentabilidade = lucro anual médio/ investimento É um índice fácil de calcular mas é impreciso porque ignora o valor do dinheiro em relação ao tempo Prazo de payback Mede o tempo necessário para a recuperação do capital inicialmente investido Payback = investimento/ lucro anual médio

32 Í NDICES F INANCEIROS Fluxo de Caixa Descontado Essa técnica comparam o valor presente dos futuros fluxos de caixa com o montante inicial investido Pode ser feita através de dois métodos: Valor Presente Líquido Taxa Interna de Retorno


Carregar ppt "GESTÃO FINANCEIRA EM ENTIDADES DO TERCEIRO SETOR Prof. Dr. Luiz Renato Ignarra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google