A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BRASIL: O CICLO DO OURO PROF. RICARDO SCHMITZ. PORTUGAL : SÉCULO XVIII VIDA ECONÔMICA DA COLÔNIA CENTRADA NO NORDESTE = CANA-DE-AÇÚCAR VIDA ECONÔMICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BRASIL: O CICLO DO OURO PROF. RICARDO SCHMITZ. PORTUGAL : SÉCULO XVIII VIDA ECONÔMICA DA COLÔNIA CENTRADA NO NORDESTE = CANA-DE-AÇÚCAR VIDA ECONÔMICA."— Transcrição da apresentação:

1 BRASIL: O CICLO DO OURO PROF. RICARDO SCHMITZ

2 PORTUGAL : SÉCULO XVIII VIDA ECONÔMICA DA COLÔNIA CENTRADA NO NORDESTE = CANA-DE-AÇÚCAR VIDA ECONÔMICA DA COLÔNIA CENTRADA NO NORDESTE = CANA-DE-AÇÚCAR A DESCOBERTA DO OURO EM MG ALIVIOU A COMBALIDA ECONOMIA PORTUGUESA A DESCOBERTA DO OURO EM MG ALIVIOU A COMBALIDA ECONOMIA PORTUGUESA PORTUGAL ERA MUITO DEPENDENTE DOS PRODUTOS MANUFATURADOS INGLESES PORTUGAL ERA MUITO DEPENDENTE DOS PRODUTOS MANUFATURADOS INGLESES A INGLATERRA ERA ALIADA MAS MANTEVE PORTUGAL SOB CONSTANTE SUBMISSÃO A INGLATERRA ERA ALIADA MAS MANTEVE PORTUGAL SOB CONSTANTE SUBMISSÃO

3 TRATADO DE METHUEN (1703) CONSOLIDOU A DEPENDÊNCIA LUSITANA EM RELAÇÃO À INGLATERRA CONSOLIDOU A DEPENDÊNCIA LUSITANA EM RELAÇÃO À INGLATERRA POR MEIO DELE, OS VINHOS PORTUGUESES GANHAVAM VANTAGENS ALFANDEGÁRIAS, MAS OBRIGAVA OS POR- POR MEIO DELE, OS VINHOS PORTUGUESES GANHAVAM VANTAGENS ALFANDEGÁRIAS, MAS OBRIGAVA OS POR- TUGUESES A COMPRAR MANUFATURADOS INGLESES SEM QUALQUER TAXA ADUANEI- RA. TUGUESES A COMPRAR MANUFATURADOS INGLESES SEM QUALQUER TAXA ADUANEI- RA.

4 A DESCOBERTA DO OURO O OURO SEMPRE FOI A GRANDE AMBIÇÃO PORTUGUESA EM RELAÇÃO À COLÔNIA O OURO SEMPRE FOI A GRANDE AMBIÇÃO PORTUGUESA EM RELAÇÃO À COLÔNIA MERCANTILISMO = METALISMO MERCANTILISMO = METALISMO IMPORTANTE PARA MANTER O COMÉRCIO COM A INGLATERRA IMPORTANTE PARA MANTER O COMÉRCIO COM A INGLATERRA OS ESPANHÓIS HÁ MUITO JÁ EXPLORAVAM METAIS PRECIOSOS NA AMÉRICA OS ESPANHÓIS HÁ MUITO JÁ EXPLORAVAM METAIS PRECIOSOS NA AMÉRICA

5 ÁREAS DE MINERAÇÃO NO SÉCULO XVIII: MINAS GERAIS, MATO GROSSO E GOIÁS

6 EXPORTAÇÕES DA COLÔNIA BRASILEIRA

7 A REGIÃO DO OURO OS PAULISTAS DESCOBRIRAM O OURO NA REGIÃO DE MG OS PAULISTAS DESCOBRIRAM O OURO NA REGIÃO DE MG ENCONTRADOS EM PEQUENOS PLANALTOS= AS CHAPADAS ENCONTRADOS EM PEQUENOS PLANALTOS= AS CHAPADAS ENCONTRADO TAMBÉM, EM MAIOR QUAN- ENCONTRADO TAMBÉM, EM MAIOR QUAN- TIDADE, NO LEITO DOS RIOS E RIACHOS= FAISQUEIRAS (POR CAUSA DO BRILHO DO SOL QUE REFLETIA NAS PEPITAS ) TIDADE, NO LEITO DOS RIOS E RIACHOS= FAISQUEIRAS (POR CAUSA DO BRILHO DO SOL QUE REFLETIA NAS PEPITAS )

8 CONSEQUÊNCIAS DA DESCOBERTA DO OURO INTENSO FLUXO MIGRATÓRIO PARA A REGIÃO MINERADORA INTENSO FLUXO MIGRATÓRIO PARA A REGIÃO MINERADORA A POPULAÇÃO SALTOU DOS 30 MIL PARA OS 500 MIL HABITANTES ENTRE O INÍCIO E O FINAL DO SÉCULO XVIII EM MINAS GERAIS A POPULAÇÃO SALTOU DOS 30 MIL PARA OS 500 MIL HABITANTES ENTRE O INÍCIO E O FINAL DO SÉCULO XVIII EM MINAS GERAIS AUMENTO DO CUSTO DE VIDA AUMENTO DO CUSTO DE VIDA OCORREM VÁRIOS CONFLITOS PELA POSSE DAS MELHORES JAZIDAS OCORREM VÁRIOS CONFLITOS PELA POSSE DAS MELHORES JAZIDAS

9 GUERRA DOS EMBOABAS PAULISTAS REIVINDICAVAM A EXCLUSIVIDADE NO DIREITO À EXPLORAÇÃO DO OURO PAULISTAS REIVINDICAVAM A EXCLUSIVIDADE NO DIREITO À EXPLORAÇÃO DO OURO CHAMAVAM OS MIGRANTES DE INVASORES OU ESTRANGEIROS = EMBOABAS - PORQUE ANDA- CHAMAVAM OS MIGRANTES DE INVASORES OU ESTRANGEIROS = EMBOABAS - PORQUE ANDA- VAM DE BOTAS VAM DE BOTAS O PRINCIPAL CONFLITO OCORREU NO CAPÃO DA TRAIÇÃO, COM O MASSACRE DE VÁRIOS PAULIS- TAS O PRINCIPAL CONFLITO OCORREU NO CAPÃO DA TRAIÇÃO, COM O MASSACRE DE VÁRIOS PAULIS- TAS A REGIÃO FOI PACIFICADA EM 1709 A REGIÃO FOI PACIFICADA EM 1709

10 FORMAS DE EXPLORAÇÃO DO OURO LAVRAS: EXIGIAM MAIORES RECURSOS TÉC- LAVRAS: EXIGIAM MAIORES RECURSOS TÉC- NICOS PARA A ESCAVAÇÃO DA PROFUNDIDADE. PRECISAVA DE MAIS ESCRAVOS, FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS. NICOS PARA A ESCAVAÇÃO DA PROFUNDIDADE. PRECISAVA DE MAIS ESCRAVOS, FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS. FAISQUEIRAS: OPERAVAM COMO UMA PE- FAISQUEIRAS: OPERAVAM COMO UMA PE- QUENA EMPRESA, COM MENOS RECURSOS E PESSOAS. QUENA EMPRESA, COM MENOS RECURSOS E PESSOAS.

11 FAISQUEIRA LAVRA

12 A ADMINISTRAÇÃO FOI CRIADA A INTENDÊNCIA DAS MINAS COM A FINALIDADE DE DIRIGIR E FISCALIZAR A EXPLORAÇÃO DAS MINAS. FOI CRIADA A INTENDÊNCIA DAS MINAS COM A FINALIDADE DE DIRIGIR E FISCALIZAR A EXPLORAÇÃO DAS MINAS. ENCARREGADA, PRINCIPALMENTE, DA COBRANÇA DE IMPOSTOS SOBRE A ATIVIDADE MINERADORA ENCARREGADA, PRINCIPALMENTE, DA COBRANÇA DE IMPOSTOS SOBRE A ATIVIDADE MINERADORA AS CASAS DE FUNDIÇÃO ERAM ENCARREGA- AS CASAS DE FUNDIÇÃO ERAM ENCARREGA- DAS DE FUNDIR O OURO ENCONTRADO EM PEPI- DAS DE FUNDIR O OURO ENCONTRADO EM PEPI- TAS ( BARRAS ) MARCADAS COM O SELO REAL. TAS ( BARRAS ) MARCADAS COM O SELO REAL.

13 OS IMPOSTOS O QUINTO : ERA O PRINCIPAL IMPOSTO COBRADO; DEVERIA SER PAGA A QUINTA PARTE DE TODO OURO ENCONTRADO. O QUINTO : ERA O PRINCIPAL IMPOSTO COBRADO; DEVERIA SER PAGA A QUINTA PARTE DE TODO OURO ENCONTRADO. ( ), CONTRA O RIGOR TRIBUTÁRIO DAS CASAS DE FUNDIÇÃO REVOLTA DE FILIPE DOS SANTOS ( ), CONTRA O RIGOR TRIBUTÁRIO DAS CASAS DE FUNDIÇÃO CAPITAÇÃO : IMPOSTO COBRADO PELA QUANTIDADE DE ESCRAVOS UTILIZADOS NA EXTRAÇÃO DO OURO ( POR ESCRAVO ) CAPITAÇÃO : IMPOSTO COBRADO PELA QUANTIDADE DE ESCRAVOS UTILIZADOS NA EXTRAÇÃO DO OURO ( POR ESCRAVO )

14 PINTURA REPRESENTANDO A CONDENAÇÃO DE FILIPE DOS SANTOS BARRAS DE OURO

15 A DERRAMA CRIADA PARA COBRAR IMPOSTOS ATRASA- DOS CRIADA PARA COBRAR IMPOSTOS ATRASA- DOS ERA A OBRIGAÇÃO DE ARRECADAR AO MENOS 100 ARROBAS DE OURO (1.500 KG) ERA A OBRIGAÇÃO DE ARRECADAR AO MENOS 100 ARROBAS DE OURO (1.500 KG) ERAM CONFISCADOS OURO E OUTROS BENS ATÉ SE CHEGAR A QUANTIA DETER- MINADA ERAM CONFISCADOS OURO E OUTROS BENS ATÉ SE CHEGAR A QUANTIA DETER- MINADA OCASIONOU MUITA REVOLTA ENTRE OS COLONOS OCASIONOU MUITA REVOLTA ENTRE OS COLONOS

16 ECONOMIA DESENVOVLIMENTO SIGNIFICATIVO DAS ATIVIDADES COMERCIAIS DESENVOVLIMENTO SIGNIFICATIVO DAS ATIVIDADES COMERCIAIS AUMENTO NO PREÇO DOS ALIMENTOS AUMENTO NO PREÇO DOS ALIMENTOS ABERTURA DE ESTRADAS E ROTAS QUE ABASTECIAM A REGIÃO DAS MINAS ABERTURA DE ESTRADAS E ROTAS QUE ABASTECIAM A REGIÃO DAS MINAS NORDESTE ABASTECIA A REGIÃO COM ESCRAVOS, TABACO E AGUARDENTE NORDESTE ABASTECIA A REGIÃO COM ESCRAVOS, TABACO E AGUARDENTE SUL FORNECIA O COURO E O CHARQUE SUL FORNECIA O COURO E O CHARQUE

17 Mapa da articulação econômica da Colônia em torno da mineração

18 A NOVA SOCIEDADE SURGIDA DO OURO ACENTUADO CRESCIMENTO POPULACIONAL ACENTUADO CRESCIMENTO POPULACIONAL URBANIZAÇÃO URBANIZAÇÃO NOVAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS LIVRES NOVAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS LIVRES POSSIBILIDADE DE ASCENSÃO SOCIAL POSSIBILIDADE DE ASCENSÃO SOCIAL AUMENTO DA ATIVIDADE CULTURAL AUMENTO DA ATIVIDADE CULTURAL

19 O OURO E A CULTURA A PRODUÇÃO CULTURAL BRASILEIRA DO SÉCULO XVIII FOI MARCADA PELA MINERAÇÃO A PRODUÇÃO CULTURAL BRASILEIRA DO SÉCULO XVIII FOI MARCADA PELA MINERAÇÃO MINAS GERAIS ERA O CENTRO CULTURAL DA CO- LÔNIA MINAS GERAIS ERA O CENTRO CULTURAL DA CO- LÔNIA INFLUÊNCIA CULTURAL PORTUGUESA E FRANCESA INFLUÊNCIA CULTURAL PORTUGUESA E FRANCESA NOS MEIOS ACADÊMICOS INICIA UMA CONTES – NOS MEIOS ACADÊMICOS INICIA UMA CONTES – TAÇÃO AO COLONIALISMO TAÇÃO AO COLONIALISMO INFLUÊNCIA DO ILUMINISMO FRANCÊS INFLUÊNCIA DO ILUMINISMO FRANCÊS

20 LITERATURA DESENVOLVE-SE O ARCADISMO : DESENVOLVE-SE O ARCADISMO : ESTILO INSPIRADO NA NATUREZA, NA SIMPLICI – DADE E NO RACIONALISMO, MAS QUE ENALTECIA OS SENTIMENTOS AMOROSOS. TOMÁS ANTÔNIO GONZAGA E CLAUDIO MANOEL DA COSTA FORAM EXPOENTES DO ARCADISMO = AMBOS ENVOLVERAM-SE, NO FINAL DO SÉCULO XVIII, NA INCONFIDÊNCIA MINEIRA

21 AS ARTES PLÁSTICAS OS ARTISTAS ( A MAIORIA PADRES ) DE- SENVOLVIAM OS ESTILOS IMPORTADOS DA EUROPA : O BARROCO E O ROCOCÓ. OS ARTISTAS ( A MAIORIA PADRES ) DE- SENVOLVIAM OS ESTILOS IMPORTADOS DA EUROPA : O BARROCO E O ROCOCÓ. ALEIJADINHO É O PRINCIPAL ARTISTA BRASILEIRO DESSE PERÍODO. SUA ARTE ALEIJADINHO É O PRINCIPAL ARTISTA BRASILEIRO DESSE PERÍODO. SUA ARTE É UMA REELABORAÇÃO DO ESTILO BARROCO. É UMA REELABORAÇÃO DO ESTILO BARROCO.

22 Escultor, entalhador e arquiteto mineiro da arte barroca,arquiteto considerado o maior escultor do período barroco.

23 Aos 47 anos teve uma doença que não se tem exata certeza, mas tinha grandes indícios que fosse a lepra. Tal doença o impediu de andar e atrofiou seus dedos,mas como realmente havia nascido para desenvolver seus primorosos trabalhos artísticos prosseguiu sua carreira. Um escravo o ajudava,colocava ferramentas em suas mãos para que ele pudesse trabalhar sem se esforçar tanto.Suas obras desviam-se do estilo barroco português, apresentam inspiração religiosa,com influência bizantina e gótica.Suas estátuas dos 12 profetas, no átrio da igreja de Congonhas do Campo é motivo de atração. Suas obras são encontradas em Ouro Preto,Congonhas do Campo e Sabará e muitas outras cidades mineiras. SOBRE ALEIJADINHO

24 OURO PRETO abriga o maior conjunto homogêneo de arquitetura barroca no Brasil, representado pelas obras de Antônio Francisco Lisboa (Aleijadinho) e Manuel da Costa Ataíde


Carregar ppt "BRASIL: O CICLO DO OURO PROF. RICARDO SCHMITZ. PORTUGAL : SÉCULO XVIII VIDA ECONÔMICA DA COLÔNIA CENTRADA NO NORDESTE = CANA-DE-AÇÚCAR VIDA ECONÔMICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google