A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministério da Defesa Nacional Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa I&D de Defesa Oportunidades para a Base Tecnológica e Industrial Luís.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministério da Defesa Nacional Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa I&D de Defesa Oportunidades para a Base Tecnológica e Industrial Luís."— Transcrição da apresentação:

1 Ministério da Defesa Nacional Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa I&D de Defesa Oportunidades para a Base Tecnológica e Industrial Luís Rebelo DGAED AIP, 30 Março 2009

2 Sumário Estratégia I&D de Defesa Modalidades de participação na I&D de Defesa Projectos actuais de I&D de Defesa Desafios/Oportunidades

3 Sumário Estratégia I&D de Defesa Modalidades de participação na I&D de Defesa Projectos actuais de I&D de Defesa Desafios/Oportunidades

4 Estratégia I&D de Defesa O que originou a Estratégia I&D de Defesa? Lacunas e Necessidades das Capacidades Militares das FAs Capacidade da BTID e do Sistema Científico e Tecnológico Nacional Áreas tecnológicas de interesse para a Defesa Posicionamento MDN/DGAED Necessidade de articular oportunidades, capacidades e interesses Estratégia I&D de Defesa

5

6 Perspectivas de Intervenção Plano I&D de Defesa Plano I&D de Defesa Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais Envolvente I&D Áreas Tecnológicas de interesse para a Defesa Capacidades Militares de Defesa Tecnologias Emergentes Objectivos Estratégicos Sustentar, Reforçar e Desenvolver as Capacidades Militares de Defesa Desenvolver a Base Tecnológica e Industrial de Defesa Cliente Facilitador Promotor

7 Estratégia I&D de Defesa Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais Plano I&D de Defesa Plano I&D de Defesa

8 Sumário Estratégia I&D de Defesa Modalidades de participação na I&D de Defesa Projectos actuais de I&D de Defesa Desafios/Oportunidades

9 Modalidades de participação na I&D de Defesa MODALIDADES DE PARTICIPAÇÃO em Projectos Nacional Cooperativos – Ramos + Entidades Tecido Científico e Tecnológico Entidades Tecido Científico e Tecnológico Ramos Internacional Cooperativos EDA – Consórcios – Entidades nacionais e Internacionais Acordos Bi/Multilaterais (Países EU + NATO) Cooperativos – Ramos + Entidades Tecido Científico e Tecnológico Entidades Tecido Científico e Tecnológico Ramos

10 Modalidades de participação na I&D de Defesa Modalidades Calend á rio Nacionais (para o bi é nio ) Apresenta ç ão das propostas at é ao final do ano 09 Internacionais (propostas Nacionais) (Para o ano econ ó mico de 2011) Apresenta ç ão de propostas ao MDN atrav é s dos CNC at é Maio 09 Avalia ç ão e Selec ç ão das propostas pelo MDN Maio 09-Outubro 09 Apresenta ç ão na EDA e forma ç ão de cons ó rcios das propostas seleccionadas Outubro 09-Mar ç o 10 Internacionais (resultante de convites de entidades estrangeiras a entidades nacionais no âmbito da EDA) (Para o ano econ ó mico de 2011) Apresenta ç ão de propostas ao MDN Outubro 09-Dezembro 09 Avalia ç ão e Selec ç ão das propostas pelo MDN Dezembro 09-Abril 10 Acordos Bilaterais (para o o ano econ ó mico de 2010) Apresenta ç ão das propostas at é ao final do ano 09 Calendário de Apresentação de Propostas

11 Modalidades de participação na I&D de Defesa I&T de Defesa Defence Research & Technology Portugal0,23%0,21% da Despesa Total em Defesa of total defence expenditure pMS EDA1,32%1,28% Benchmark proposto2% I&T de Defesa Colaborativo Europeu European collaborative Defence R&T expenditure Portugal11,92%10,26% da Despesa Total I&T de Defesa of total Defence R&T expenditure pMS EDA9,6%13,3% Benchmark proposto20% Benchmark I&D de Defesa Montantes de investimento previstos – Lei de Programação Militar 04/2006 Período de 2010 a Total 3,040 3,100 3,0933,000 24,473

12 Sumário Estratégia I&D de Defesa Modalidades de participação na I&D de Defesa Projectos actuais de I&D de Defesa Desafios/Oportunidades

13 Projectos I&D - Nacionais

14

15 Projectos I&D – Cooperativos EDA

16

17 Sumário Estratégia I&D de Defesa Modalidades de participação na I&D de Defesa Projectos actuais de I&D de Defesa Desafios/Oportunidades

18 Apresentação de Projectos no âmbito da EDA ou através do mecanismo da Cooperação Bilateral Desenvolvimento de soluções suportadas em tecnologias de duplo uso Industrialização de Protótipos e demonstradores

19 FIM

20 Áreas tecnológicas de interesse para Defesa

21 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais DesenvolvimentoOrientação Objectivos Operacionais Objectivo – Promover a constituição de Comissões de Avaliação, destinadas a apoiar o processo interno de Análise e Avaliação das propostas técnicas de projectos I&D de Defesa, desejavelmente com a participação das FA. Objectivo – Definir o processo de identificação das prioridades I&D de Defesa. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D, orientadas por áreas tecnológicas prioritárias, através da acção dos Coordenadores Nacionais (CN). Objectivo – Promover a inclusão da componente I&D em Acordos Internacionais Bilaterais com países não representados na UE/EDA e NATO/RTO. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D com potencial para desenvolvimento cooperativo internacional. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D de Defesa, numa matriz cooperativa entre as FA e outros pólos de investigação da BTID nacional e SCTN. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D de Defesa no domínio da Transferência de Tecnologia ou de follow-on de projectos anteriores. Objectivo Promover a implementação de um processo Technology Watch, permitindo a integração de tecnologias emergentes no esforço associado à edificação das capacidades de Defesa. Objectivo – Promover a I&D de Defesa em tecnologias emergentes, com potencial aplicação em capacidades de Defesa existentes ou a desenvolver. Objectivo – Promover a constituição de Comissões de Avaliação, destinadas a apoiar o processo interno de Análise e Avaliação das propostas técnicas de projectos I&D de Defesa, desejavelmente com a participação das FA. Objectivo – Definir o processo de identificação das prioridades I&D de Defesa. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D, orientadas por áreas tecnológicas prioritárias, através da acção dos Coordenadores Nacionais (CN). Objectivo – Promover a inclusão da componente I&D em Acordos Internacionais Bilaterais com países não representados na UE/EDA e NATO/RTO. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D com potencial para desenvolvimento cooperativo internacional. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D de Defesa, numa matriz cooperativa entre as FA e outros pólos de investigação da BTID nacional e SCTN. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D de Defesa no domínio da Transferência de Tecnologia ou de follow-on de projectos anteriores. Objectivo Promover a implementação de um processo Technology Watch, permitindo a integração de tecnologias emergentes no esforço associado à edificação das capacidades de Defesa. Objectivo – Promover a I&D de Defesa em tecnologias emergentes, com potencial aplicação em capacidades de Defesa existentes ou a desenvolver.

22 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais DesenvolvimentoOrientação Objectivos Operacionais Objectivo – Promover a constituição de Comissões de Avaliação, destinadas a apoiar o processo interno de Análise e Avaliação das propostas técnicas de projectos I&D de Defesa, desejavelmente com a participação das FA. Objectivo – Definir o processo de identificação das prioridades I&D de Defesa. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D, orientadas por áreas tecnológicas prioritárias, através da acção dos Coordenadores Nacionais (CN). Objectivo – Promover a inclusão da componente I&D em Acordos Internacionais Bilaterais com países não representados na UE/EDA e NATO/RTO. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D com potencial para desenvolvimento cooperativo internacional. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D de Defesa, numa matriz cooperativa entre as FA e outros pólos de investigação da BTID nacional e SCTN. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D de Defesa no domínio da Transferência de Tecnologia ou de follow-on de projectos anteriores. Objectivo Promover a implementação de um processo Technology Watch, permitindo a integração de tecnologias emergentes no esforço associado à edificação das capacidades de Defesa. Objectivo – Promover a I&D de Defesa em tecnologias emergentes, com potencial aplicação em capacidades de Defesa existentes ou a desenvolver. Objectivo – Promover a constituição de Comissões de Avaliação, destinadas a apoiar o processo interno de Análise e Avaliação das propostas técnicas de projectos I&D de Defesa, desejavelmente com a participação das FA. Objectivo – Definir o processo de identificação das prioridades I&D de Defesa. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D, orientadas por áreas tecnológicas prioritárias, através da acção dos Coordenadores Nacionais (CN). Objectivo – Promover a inclusão da componente I&D em Acordos Internacionais Bilaterais com países não representados na UE/EDA e NATO/RTO. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D com potencial para desenvolvimento cooperativo internacional. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D de Defesa, numa matriz cooperativa entre as FA e outros pólos de investigação da BTID nacional e SCTN. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D de Defesa no domínio da Transferência de Tecnologia ou de follow-on de projectos anteriores. Objectivo Promover a implementação de um processo Technology Watch, permitindo a integração de tecnologias emergentes no esforço associado à edificação das capacidades de Defesa. Objectivo – Promover a I&D de Defesa em tecnologias emergentes, com potencial aplicação em capacidades de Defesa existentes ou a desenvolver.

23 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais DesenvolvimentoCoordenação Objectivos Operacionais Objectivo – Promover a participação dos Coordenadores Nacionais nas apresentações da BTID nacional potenciando a divulgação de oportunidades. Objectivo – Promover a realização de seminários dirigidos aos parceiros I&D, da BTID nacional e do SCTN, nas diferentes áreas tecnológicas, sob a orientação e coordenação dos respectivos Coordenadores Nacionais (CN). Objectivo – Coordenar a representatividade nacional na matriz I&D de Defesa cooperativa, no âmbito dos programas de trabalho da UE/EDA e NATO/RTO. Objectivo – Promover a apresentação das propostas de projectos I&D, por parte dos parceiros I&D, numa janela de tempo compatível com o Ciclo de Decisão I&D. Objectivo – Promover o alinhamento dos esforços de I&D de Defesa das FA com o esforço I&D de Defesa Nacional. Objectivo – Promover a participação dos Coordenadores Nacionais nas apresentações da BTID nacional potenciando a divulgação de oportunidades. Objectivo – Promover a realização de seminários dirigidos aos parceiros I&D, da BTID nacional e do SCTN, nas diferentes áreas tecnológicas, sob a orientação e coordenação dos respectivos Coordenadores Nacionais (CN). Objectivo – Coordenar a representatividade nacional na matriz I&D de Defesa cooperativa, no âmbito dos programas de trabalho da UE/EDA e NATO/RTO. Objectivo – Promover a apresentação das propostas de projectos I&D, por parte dos parceiros I&D, numa janela de tempo compatível com o Ciclo de Decisão I&D. Objectivo – Promover o alinhamento dos esforços de I&D de Defesa das FA com o esforço I&D de Defesa Nacional.

24 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais DesenvolvimentoCoordenação Objectivos Operacionais Objectivo – Promover a participação dos Coordenadores Nacionais nas apresentações da BTID nacional potenciando a divulgação de oportunidades. Objectivo – Promover a realização de seminários dirigidos aos parceiros I&D, da BTID nacional e do SCTN, nas diferentes áreas tecnológicas, sob a orientação e coordenação dos respectivos Coordenadores Nacionais (CN). Objectivo – Coordenar a representatividade nacional na matriz I&D de Defesa cooperativa, no âmbito dos programas de trabalho da UE/EDA e NATO/RTO. Objectivo – Promover a apresentação das propostas de projectos I&D, por parte dos parceiros I&D, numa janela de tempo compatível com o Ciclo de Decisão I&D. Objectivo – Promover o alinhamento dos esforços de I&D de Defesa das FA com o esforço I&D de Defesa Nacional. Objectivo – Promover a participação dos Coordenadores Nacionais nas apresentações da BTID nacional potenciando a divulgação de oportunidades. Objectivo – Promover a realização de seminários dirigidos aos parceiros I&D, da BTID nacional e do SCTN, nas diferentes áreas tecnológicas, sob a orientação e coordenação dos respectivos Coordenadores Nacionais (CN). Objectivo – Coordenar a representatividade nacional na matriz I&D de Defesa cooperativa, no âmbito dos programas de trabalho da UE/EDA e NATO/RTO. Objectivo – Promover a apresentação das propostas de projectos I&D, por parte dos parceiros I&D, numa janela de tempo compatível com o Ciclo de Decisão I&D. Objectivo – Promover o alinhamento dos esforços de I&D de Defesa das FA com o esforço I&D de Defesa Nacional.

25 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais DesenvolvimentoIntegração Objectivos Operacionais Objectivo – Promover o estabelecimento de acordos com outras estruturas governamentais do SCTN. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D no âmbito da Segurança e Defesa, potenciado soluções tecnológicas de emprego dual. Objectivo – Promover a integração dos programas de trabalho em I&D, das Universidades, Laboratórios, Institutos e Indústria, com a I&D de Defesa orientada para as áreas tecnológicas prioritárias. Objectivo – Promover o estabelecimento de acordos com outras estruturas governamentais do SCTN. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D no âmbito da Segurança e Defesa, potenciado soluções tecnológicas de emprego dual. Objectivo – Promover a integração dos programas de trabalho em I&D, das Universidades, Laboratórios, Institutos e Indústria, com a I&D de Defesa orientada para as áreas tecnológicas prioritárias.

26 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais DesenvolvimentoIntegração Objectivos Operacionais Objectivo – Promover o estabelecimento de acordos com outras estruturas governamentais do SCTN. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D no âmbito da Segurança e Defesa, potenciado soluções tecnológicas de emprego dual. Objectivo – Promover a integração dos programas de trabalho em I&D, das Universidades, Laboratórios, Institutos e Indústria, com a I&D de Defesa orientada para as áreas tecnológicas prioritárias. Objectivo – Promover o estabelecimento de acordos com outras estruturas governamentais do SCTN. Objectivo – Promover a apresentação de propostas de projectos I&D no âmbito da Segurança e Defesa, potenciado soluções tecnológicas de emprego dual. Objectivo – Promover a integração dos programas de trabalho em I&D, das Universidades, Laboratórios, Institutos e Indústria, com a I&D de Defesa orientada para as áreas tecnológicas prioritárias.

27 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais Sustentação Networking Objectivos Operacionais Objectivo – Promover o processo de networking, com os potenciais parceiros I&D, através dos Coordenadores Nacionais (CN), nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Promover e desenvolver relações com potenciais parceiros I&D nacionais (BTID e SCTN) nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Promover e desenvolver relações com potenciais parceiros I&D internacionais, nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Divulgar as oportunidades em I&D de Defesa (Nacionais e Internacionais) junto de potenciais parceiros I&D (nacionais e UE/EDA, NATO/RTO). Objectivo – Promover o processo de networking, com os potenciais parceiros I&D, através dos Coordenadores Nacionais (CN), nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Promover e desenvolver relações com potenciais parceiros I&D nacionais (BTID e SCTN) nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Promover e desenvolver relações com potenciais parceiros I&D internacionais, nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Divulgar as oportunidades em I&D de Defesa (Nacionais e Internacionais) junto de potenciais parceiros I&D (nacionais e UE/EDA, NATO/RTO).

28 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais Sustentação Networking Objectivos Operacionais Objectivo – Promover o processo de networking, com os potenciais parceiros I&D, através dos Coordenadores Nacionais (CN), nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Promover e desenvolver relações com potenciais parceiros I&D nacionais (BTID e SCTN) nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Promover e desenvolver relações com potenciais parceiros I&D internacionais, nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Divulgar as oportunidades em I&D de Defesa (Nacionais e Internacionais) junto de potenciais parceiros I&D (nacionais e UE/EDA, NATO/RTO). Objectivo – Promover o processo de networking, com os potenciais parceiros I&D, através dos Coordenadores Nacionais (CN), nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Promover e desenvolver relações com potenciais parceiros I&D nacionais (BTID e SCTN) nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Promover e desenvolver relações com potenciais parceiros I&D internacionais, nas áreas tecnológicas prioritárias para a Defesa. Objectivo – Divulgar as oportunidades em I&D de Defesa (Nacionais e Internacionais) junto de potenciais parceiros I&D (nacionais e UE/EDA, NATO/RTO).

29 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais Sustentação Tecnologias de informação Objectivos Operacionais Objectivo – Promover o desenvolvimento de um suporte WEB, associado ao site do MDN, para apoio à divulgação das oportunidades I&D de Defesa. Objectivo – Promover o desenvolvimento de um portal de I&D de Defesa, associado ao site do MDN, com acesso privilegiado para parceiros I&D. Objectivo – Promover o desenvolvimento de um suporte WEB, associado ao site do MDN, para apoio à divulgação das oportunidades I&D de Defesa. Objectivo – Promover o desenvolvimento de um portal de I&D de Defesa, associado ao site do MDN, com acesso privilegiado para parceiros I&D.

30 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais Sustentação Tecnologias de informação Objectivos Operacionais Objectivo – Promover o desenvolvimento de um suporte WEB, associado ao site do MDN, para apoio à divulgação das oportunidades I&D de Defesa. Objectivo – Promover o desenvolvimento de um portal de I&D de Defesa, associado ao site do MDN, com acesso privilegiado para parceiros I&D. Objectivo – Promover o desenvolvimento de um suporte WEB, associado ao site do MDN, para apoio à divulgação das oportunidades I&D de Defesa. Objectivo – Promover o desenvolvimento de um portal de I&D de Defesa, associado ao site do MDN, com acesso privilegiado para parceiros I&D.

31 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais Sustentação Gestão de Informação Objectivos Operacionais Objectivo – Pesquisar e Identificar Clusters I&D dos países membros da EU, NATO e outros países com potencial interesse estratégico para a Defesa, para divulgação junto dos parceiros I&D nacionais. Objectivo – Actualizar a Base de Dados das capacidades tecnológicas dos parceiros I&D, através do procedimento ID-Tech. Objectivo – Elaborar um relatório sumário anual da actividade I&D de Defesa. Objectivo – Elaborar a revisão do Plano de I&D de Defesa. Objectivo – Pesquisar e Identificar Clusters I&D dos países membros da EU, NATO e outros países com potencial interesse estratégico para a Defesa, para divulgação junto dos parceiros I&D nacionais. Objectivo – Actualizar a Base de Dados das capacidades tecnológicas dos parceiros I&D, através do procedimento ID-Tech. Objectivo – Elaborar um relatório sumário anual da actividade I&D de Defesa. Objectivo – Elaborar a revisão do Plano de I&D de Defesa.

32 Desenvolvimento da Estratégia Objectivos Operacionais Eixos Estratégicos Vectores Operacionais Objectivos Operacionais Sustentação Gestão de Informação Objectivos Operacionais Objectivo – Pesquisar e Identificar Clusters I&D dos países membros da EU, NATO e outros países com potencial interesse estratégico para a Defesa, para divulgação junto dos parceiros I&D nacionais. Objectivo – Actualizar a Base de Dados das capacidades tecnológicas dos parceiros I&D, através do procedimento ID-Tech. Objectivo – Elaborar um relatório sumário anual da actividade I&D de Defesa. Objectivo – Elaborar a revisão do Plano de I&D de Defesa. Objectivo – Pesquisar e Identificar Clusters I&D dos países membros da EU, NATO e outros países com potencial interesse estratégico para a Defesa, para divulgação junto dos parceiros I&D nacionais. Objectivo – Actualizar a Base de Dados das capacidades tecnológicas dos parceiros I&D, através do procedimento ID-Tech. Objectivo – Elaborar um relatório sumário anual da actividade I&D de Defesa. Objectivo – Elaborar a revisão do Plano de I&D de Defesa.


Carregar ppt "Ministério da Defesa Nacional Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa I&D de Defesa Oportunidades para a Base Tecnológica e Industrial Luís."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google