A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Wagner Soares de Lima Graduado em Administração – Ufal Pós-graduando em Gestão Pública – Ufal Graduado em Segurança Pública.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Wagner Soares de Lima Graduado em Administração – Ufal Pós-graduando em Gestão Pública – Ufal Graduado em Segurança Pública."— Transcrição da apresentação:

1 Wagner Soares de Lima Graduado em Administração – Ufal Pós-graduando em Gestão Pública – Ufal Graduado em Segurança Pública - PMAL Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca

2 Blog da turma admpub.wordpress.com Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca

3 Sistemas de Informações Gerenciais Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca SIG

4 Sistemas de Informações Gerenciais Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Introdução à visão sistêmica SIG Lição 01

5 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Texto Base LAUDON, K. C.; LAUDON, J. P. Sistemas de Informações Gerenciais: administrando a empresa digital. 5. ed. Prentice Hall Capítulo 1 pp Capítulo 1 pp

6 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Texto Base MELO, Ivo Soares. Administração de Sistemas de Informação. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, Capítulo 1, 2 e 3 pp Capítulo 1, 2 e 3 pp

7 (MELO, 2006) Elementos de Estudo Sistema Informação Uso gerencial Administração Pública

8 Sistema Sistema é um conjunto de elementos ou componentes que mantêm relações entre si (MELO, 2006)

9 Sistema Natural - Humano Pode ser um já existente na natureza ou um criado pelo ser humano para satisfazer uma necessidade, que é sua razão de existência (MELO, 2006)

10 Sinergia O esforço de dois ou mais indivíduos, trabalhando como uma unidade em direção a uma meta comum, é maior do que a soma dos esforços dos indivíduos trabalhando individualmente (William B. Cornell apud MELO, 2006)

11 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Sinergia Trabalho de X Trabalho de Y Trabalho individual

12 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Sinergia Trabalho de X Trabalho de Y 3 3 Trabalho conjunto 1,5

13 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Teoria Geral dos Sistemas (MELO, 2006) Função Expectativa de ação Objetivo Expectativa de resultado Missão Pessoas envolvidas

14 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Teoria Geral dos Sistemas (MELO, 2006) Estrutura Complexidade Dificuldade Movimento – DinâmicoEstáticoEquilíbrio dinâmico

15 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Teoria Geral dos Sistemas (MELO, 2006) MetodologiaAnáliseSíntese

16 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Teoria Geral dos Sistemas (MELO, 2006) Processamento Entrada Saída Retroalimentação

17 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Teoria Geral dos Sistemas (MELO, 2006) Elementos de entrada Consumidos Incorporam-se ao produto Custo direto Recursos físicos Usados, desgastando-se com o tempo Não se incorporam ao produto Custo indireto

18 (GOMES, Marcos Henrique) Tipos de Sistemas Aberto Troca com o meio, assim todo sistema que é alimentado, processa e devolve recursos e informações, classifica-se por aberto, pois o mesmo está em constante transformação Fechado Não realiza troca com o ambiente em que existe, não dependendo de outros sistemas para sua existência e não influenciando o meio em que está

19 (GOMES, Marcos Henrique) Tipos de Sistemas Simples Tem poucos componentes, e a relação ou interação entre os elementos é descomplicada e direta Complexos Tem muitos elementos que são altamente relacionados e interconectados

20 (GOMES, Marcos Henrique) Tipos de Sistemas Estável Sofre muito pouca mudança ao longo do tempo Dinâmico Sofre mudanças rápidas e constantes ao longo do tempo

21 (GOMES, Marcos Henrique) Tipos de Sistemas Adaptativo Sofre muito pouca mudança ao longo do tempo Não-adaptativo Não pode mudar em resposta a mudanças no ambiente

22 (GOMES, Marcos Henrique) Tipos de Sistemas Permanente Existe por um período de tempo relativamente longo Temporário Existe por um período de tempo relativamente curto

23 (MELO, 2006) Dado Informação Conhecimento Teoria da Informação [Cibernética]

24 (MELO, 2006) Dado Informação Conhecimento Dado Correntes de fatos brutos que representam eventos que estão ocorrendo na organizações ou no ambiente físico, antes de terem sido organizados e arranjados de uma forma que as pessoas possam entendê-las ou usá- las (LAUDON; LAUDON, 2004)

25 (MELO, 2006) Dado Informação Conhecimento Dado Expressão lógica de um fato isolado Fruto da análise do fato, mediante uma observação, denominada: coleta de dados. (MELO, 2006)

26 Dado Informação Conhecimento Informação Dados apresentados de forma significativa e útil para os seres humanos (LAUDON; LAUDON, 2004)

27 (MELO, 2006) Dado Informação Conhecimento Informação Resultado do processamento de dados, que é uma síntese. Expressão lógica global de um fato. (MELO, 2006)

28 Dado Informação Conhecimento A organização das informações processando a experiência de tomadas de decisões e novos dados obtidos a longo do tempo que influenciam a determinada atividade (GOMES, Marcos Henrique)

29 Sistema de Informação - SI [pt] [en] Information System - IS

30 Sistemas de Informação segundo Ivo Melo Todo e qualquer sistema que tem informações como entrada visando gerar informações de saída

31 [...] conjunto de componentes interrelacionados que coleta (ou recupera), processa, armazena e distribui informações destinadas a apoiar a tomada de decisões, a coordenação e o controle de uma organização Sistemas de Informação segundo os Laudon

32 (MELO, 2006) Sistemas de Informação Formal Informal (LAUDON; LAUDON, 2004) Apoiam-se em definições de dados e procedimentos aceitos e fixos para coletar, armazenar, processar, difundir e utilizar dados.

33 (MELO, 2006) Sistemas de Informação Formal Informal (LAUDON; LAUDON, 2004) Dependem de regras de comportamento não declaradas

34 (MELO, 2006) Sistemas de Informação Formal Informal (LAUDON; LAUDON, 2004) [Rádio peão] [Redes sociais]

35 (MELO, 2006) Sistemas de Informação Formais Manual Informatizado (LAUDON; LAUDON, 2004) tecnologia do lápis e papel O escriba

36 (MELO, 2006) Sistemas de Informação Formais Manual Informatizado (LAUDON; LAUDON, 2004) S istemas de I nformação por C omputador

37 Sistema de Informações Gerenciais - SIG [pt] [en] Management Information System - MIS

38 Sistemas de informação são mais do que apenas computadores [...] é preciso entender: a organização, a administração e a tecnologia de informação que são as bases de sua configuração Elementos envolvidos no Sistemas de Informação (LAUDON; LAUDON, 2004)

39 Elementos envolvidos no Sistemas de Informação (LAUDON; LAUDON, 2004)

40 Evolução da dependência das empresas aos sistemas de informação (LAUDON; LAUDON, 2004)

41 Com o tempo estes sistemas passaram a desempenhar papel de maior relevância na vida das organizações. Evolução da dependência das empresas aos sistemas de informação (LAUDON; LAUDON, 2004)

42 (MELO, 2006) Estrutura do Sistema Organização Formal (Organizacional) Funcional Informal (MELO, 2006) Presidente Diretoria Assessoria

43 (MELO, 2006) Estrutura do Sistema Organização Formal (Organizacional) Funcional Informal (MELO, 2006) EntradaEtapa 1Etapa 2Etapa 3Saída

44 (MELO, 2006) Estrutura do Sistema Organização Formal (Organizacional) Funcional Informal (MELO, 2006) EntradaEtapa 1Etapa 2Etapa 3Saída Enfoque sistêmico Aplicabilidade de SI

45 (MELO, 2006) Estrutura do Sistema Organização Formal (Organizacional) Funcional Informal (MELO, 2006) Líder Membro 1 Membro 2 Membro 3 Membro 4

46 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca da questão Questão 01: 013/02/questoes-011.docx 013/02/questoes-011.docx

47 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Obrigado Blog da turma: admpub.wordpress.com


Carregar ppt "Wagner Soares de Lima Graduado em Administração – Ufal Pós-graduando em Gestão Pública – Ufal Graduado em Segurança Pública."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google