A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Financeiro Os mercados financeirs e intermediários financeiros têm como principal função a) financiar os investimentos em infra estrutura b) canalizar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Financeiro Os mercados financeirs e intermediários financeiros têm como principal função a) financiar os investimentos em infra estrutura b) canalizar."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Financeiro Os mercados financeirs e intermediários financeiros têm como principal função a) financiar os investimentos em infra estrutura b) canalizar recursos financeiros para as classes inferiores c) transferir recursos dos agentes superavitários para os deficitários d) garantir o pagamento das transações comerciais e de dívida no mercado.

2 Sistema Financeiro Os mercados financeiros e intermediários financeiros têm como principal função a) financiar os investimentos em infra estrutura – isso só é realidade para o sistema de financiamento de longo prazo (mercado de capitais) b) canalizar recursos financeiros para as classes inferiores – sistema financeiro não é programa social. c) transferir recursos dos agentes superavitários para os deficitários d) garantir o pagamento das transações comerciais e de dívida no mercado. – isso é função dos bancos, não de todo o sistema O sistema financeiro visa transferir recursos de unidades superavitárias (aplicadores) para deficitárias (tomadores de empréstimos).

3 Sistema Financeiro Ao BACEN cabe a responsabilidade de: a) operar como um banco comercial, oferecendo empréstimos e financeiras. b) bloquear e desbloquear valores em contas e alertar posteriormente o Poder Judiciário. c) disciplinar a concessão de crédito consignado no mercado. d) supervisionar bancos multiplos, cooperativas de crédito e bancos de desenvolvimento

4 Sistema Financeiro Ao BACEN cabe a responsabilidade de: a) operar como um banco comercial, oferecendo empréstimos e financeiras. – não, ele regula e fiscaliza. b) bloquear e desbloquear valores em contas e alertar posteriormente o Poder Judiciário. – essa função é dos bancos. c) disciplinar a concessão de crédito consignado no mercado. – não só consignado, todas as linhas de crédito. d) supervisionar bancos múltiplos, cooperativas de crédito e bancos de desenvolvimento O BACEN é uma das superintendências do sistema financeiro, supervisiona as instituições do mercado de crédito. Além disso, também tem o controle da política monetária e de cambio, visando atingir a meta de inflação definida pelo CMN.

5 Sistema Financeiro No que diz respeito aos princípios gerais do Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas, as instituições participantes devem observar os seguintes princípios e regras: I.Nortear a prestação de atividades pelos princípios da liberdade de iniciativa e da livre concorrência. II.Coibir quaisquer práticas em que infrinjam ou estejam em conflito com as regras e os princípios contidos neste código, na legislação pertinente e nas demais normas estabelecidas pela ANBIMA III.Evitar adoção de práticas de concorrência desleal e de condições não equitativas, bem como quaisquer outras práticas que contrariamos princípios contidos no presente código. IV.Incentivar a publicação da emissão de valores mobiliários em mídias de grande circulação. Estão corretas somente as afirmativas: a) I, II e III b) I, II e IV c) III e IV d) I, II, III e IV

6 Sistema Financeiro No que diz respeito aos princípios gerais do Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas, as instituições participantes devem observar os seguintes princípios e regras: I.Nortear a prestação de atividades pelos princípios da liberdade de iniciativa e da livre concorrência. II.Coibir quaisquer práticas em que infrinjam ou estejam em conflito com as regras e os princípios contidos neste código, na legislação pertinente e nas demais normas estabelecidas pela ANBIMA III.Evitar adoção de práticas de concorrência desleal e de condições não equitativas, bem como quaisquer outras práticas que contrariamos princípios contidos no presente código. IV.Incentivar a publicação da emissão de valores mobiliários em mídias de grande circulação. – em momento nenhum a ANBIMA se preocupa com mídia. Estão corretas somente as afirmativas: a) I, II e III b) I, II e IV c) III e IV d) I, II, III e IV

7 Sistema Financeiro São exemplos de bancos multiplos: I.BACEN II.CVM III.BNDES IV.Bancos que possuem carteira comercial e de crédito imobiliário V.Bancos que possuem carteira comercial e de investimento VI.Cooperativas de crédito em geral VII.Bancos que possuem carteira de investimento e de crédito imobiliário Estão corretas somente as afirmativas: a) I, II e III b) IV e V c) IV e V e VII d) I, II, III, IV, V e VI

8 Sistema Financeiro São exemplos de bancos multiplos: I.BACEN II.CVM III.BNDES IV.Bancos que possuem carteira comercial e de crédito imobiliário V.Bancos que possuem carteira comercial e de investimento VI.Cooperativas de crédito em geral VII.Bancos que possuem carteira de investimento e de crédito imobiliário Estão corretas somente as afirmativas: a) I, II e III b) IV e V c) IV e V e VII d) I, II, III, IV, V e VI Bancos multiplos tem mais de uma carteira, desde que uma delas seja uma carteira comercial.

9 Sistema Financeiro Uma das principais funções da bolsa de valores é: a) oferecer aos investidores maiores opções de financiamento. b) possibilitar que pequenos e médios investidores aumentem a rentabilidade de sua carteira de investimentos c) permitir operações de arbitragem d) fomentar o mercado de capitais brasileiro

10 Sistema Financeiro Uma das principais funções da bolsa de valores é: a) oferecer aos investidores maiores opções de financiamento. b) possibilitar que pequenos e médios investidores aumentem a rentabilidade de sua carteira de investimentos c) permitir operações de arbitragem d) fomentar o mercado de capitais brasileiro A bolsa de valores serve para viabilizar o mercado de capitais. Trata-se do mercado secundário de títulos, que promove liquidez ao mercado primário.

11 Ética e auto regulação Segundo o código de ética da ANBIMA, integridade pressupõe: a) honestidade, sinceridade e lealdade, que não devem estar subordinadas a ganhos e vantagens pessoais. b) honestidade e sinceridade, que não devem estar subordinadas a ganhos e vantagens pessoais c) honestidade e lealdade, não havendo condecendência em relação ao erro inocente. d) sinceridade, não havendo condescendência em relação ao erro inocente.,

12 Ética e auto regulação Segundo o código de ética da ANBIMA, integridade pressupõe: a) honestidade, sinceridade e lealdade, que não devem estar subordinadas a ganhos e vantagens pessoais. – lealdade não faz parte dos princípios da ANBIMA. b) honestidade e sinceridade, que não devem estar subordinadas a ganhos e vantagens pessoais c) honestidade e lealdade, não havendo condecendência em relação ao erro inocente. – lealdade não faz parte dos princípios da ANBIMA. Também a ANBIMA não fala nada sobre como devem ser tratados erros, isso é decisão dos bancos. d) sinceridade, não havendo condescendência em relação ao erro inocente. ANBIMA não fala nada sobre como devem ser tratados erros, isso é decisão dos bancos.

13 Ética e auto regulação Segundo o código de ética: I.Um profissional CFP deve ser objetivo na prestação de serviços profissionais ao cliente. II.Objetividade requer honestidade intelectual e imparcialidade III.Objetividade é uma qualidade essencial a qualquer profissional. Estão corretas somente as afirmativas a) I e III b) I e II c) III d) I, II e III

14 Ética e auto regulação Segundo o código de ética: I.Um profissional CFP deve ser objetivo na prestação de serviços profissionais ao cliente. II.Objetividade requer honestidade intelectual e imparcialidade III.Objetividade é uma qualidade essencial a qualquer profissional. Estão corretas somente as afirmativas a) I e III b) I e II c) III d) I, II e III Honestidade intelectual tem haver com ser preciso e justo.

15 Ética e auto regulação Sobre o princípio de competência, segundo o código de ética da ANBIMA, pode-se afirmar que: I.Competência para o profissional inclui a sabedoria para reconhecer suas limitações e em situações em que a consulta a outro profissional é apropriada. II.Um profissional CFP deve firmar o compromisso de continuação de aprendizagem III.Um profissional CFP, em virtude de ter conquistado uma certificação CFP, é considerado qualificado para planejamento financeiro. IV.Um profissional CFP é considerado mais competente que seu superior, se este último não possuir a certificação CFP Estão corretas somente as afirmativas a) III e IV b) I e II c) I, II e III d) I, II, III e IV

16 Ética e auto regulação Sobre o princípio de competência, segundo o código de ética da ANBIMA, pode-se afirmar que: I.Competência para o profissional inclui a sabedoria para reconhecer suas limitações e em situações em que a consulta a outro profissional é apropriada. II.Um profissional CFP deve firmar o compromisso de continuação de aprendizagem III.Um profissional CFP, em virtude de ter conquistado uma certificação CFP, é considerado qualificado para planejamento financeiro. IV.Um profissional CFP é considerado mais competente que seu superior, se este último não possuir a certificação CFP – não dá para afirmar que alguém não é competente por não ter CPA 10, apenas é possível afirmar que alguém é competente porque tem. Estão corretas somente as afirmativas a) III e IV b) I e II c) I, II e III d) I, II, III e IV

17 Ética e auto regulação Segundo o código ANBIMA de melhores práticas para fundos de investimento, as instituições participantes devem observar as seguintes regras de regulação e melhores práticas, exceto: a) cumprir todas as suas obrigações, devendo empregar, no exercício de sua atividade, o cuidado que toda pessoa prudente e diligente costuma dispensar à administração de seus próprios negócios, respondendo por quaisquer infrações ou irregularidades que venham a ser cometidas. b) desempenhar suas atribuições, buscando atender aos objetivos descritos no regulamento e prospecto do fundo de investimento, se for o caso, bem como a promoção e divulgação de informações a eles relacionadas de forma transparente, inclusive no que diz respeito à remuneração por seus serviços, visando sempre ao fácil e correto entendimento por parte dos investidores. c) manter a correta gestão dos ativos do fundo, de forma a garantir a rentabilidade aos cotistas sempre atendendo às disposições do presente código, o qual pode, após análise da diretoria da ANBIMA, equivaler às normas da comissão de valores mobiliários. d) evitar práticas que possam prejudicar a indústria de fundos de investimento e seus participantes, especialmente no que tange aos deveres e direitos relacionados às atribuições específicas de cada uma das instituições participantes, estabelecidas em contratos, regulamentos e legislação vigente.

18 Ética e auto regulação Segundo o código ANBIMA de melhores práticas para fundos de investimento, as instituições participantes devem observar as seguintes regras de regulação e melhores práticas, exceto: a) cumprir todas as suas obrigações, devendo empregar, no exercício de sua atividade, o cuidado que toda pessoa prudente e diligente costuma dispensar à administração de seus próprios negócios, respondendo por quaisquer infrações ou irregularidades que venham a ser cometidas. Correto, a responsabilidade é do banco. b) desempenhar suas atribuições, buscando atender aos objetivos descritos no regulamento e prospecto do fundo de investimento, se for o caso, bem como a promoção e divulgação de informações a eles relacionadas de forma transparente, inclusive no que diz respeito à remuneração por seus serviços, visando sempre ao fácil e correto entendimento por parte dos investidores. – correto, tem que cumprir o regulamento e ser fácil para o investidor entender. c) manter a correta gestão dos ativos do fundo, de forma a garantir a rentabilidade aos cotistas sempre atendendo às disposições do presente código, o qual pode, após análise da diretoria da ANBIMA, equivaler às normas da comissão de valores mobiliários. d) evitar práticas que possam prejudicar a indústria de fundos de investimento e seus participantes, especialmente no que tange aos deveres e direitos relacionados às atribuições específicas de cada uma das instituições participantes, estabelecidas em contratos, regulamentos e legislação vigente. – correto, a indústria de fundos tem que ser transparente.

19 Ética e auto regulação O código ANBIMA de regulação e melhores práticas ara fundos de investimento estabelece que a marcação a mercado a) deve ser realizada somente para os ativos mais valorizados do fundo. b) consiste em registrar todos os ativos, pelos respectivos preços negociados no mercado em casos de ativos líquidos. c) consiste em marcar a preçço corrente os ativos do fundo, descontando as depreciações envolvidas desde a aquisição, de forma a melhor precificar o valor do fundo. d) deve ser realizada para todo e qualquer ativo do fundo, descontando do valor de aquisição as especulações realizadas pelos cotistas, de forma a adicionar o efeito de mercado.

20 Ética e auto regulação O código ANBIMA de regulação e melhores práticas ara fundos de investimento estabelece que a marcação a mercado a) deve ser realizada somente para os ativos mais valorizados do fundo. b) consiste em registrar todos os ativos, pelos respectivos preços negociados no mercado em casos de ativos líquidos. c) consiste em marcar a preço corrente os ativos do fundo, descontando as depreciações envolvidas desde a aquisição, de forma a melhor precificar o valor do fundo. d) deve ser realizada para todo e qualquer ativo do fundo, descontando do valor de aquisição as especulações realizadas pelos cotistas, de forma a adicionar o efeito de mercado.

21 Ética e auto regulação Segundo lei n. 9,613/98, o COAF, no ambito do ministro da fazenda, tem por finalidade: a) disciplinar, aplicar penas administrativas, receber, examinar e identificar as ocorrências de atividades ilícitas previstas nesta lei, sem prejuízo da competência de outros órgãos e outras entidades. b) identificar operações suspeitas dentro das movimentações financeiras pelos intermediários financeiros e rastrear junto aos bancos centrais mundiais as contrapartidas dos lançamentos internacionais daqui realizados. c) punir casos comprovados de lavagem de dinheiro, dentro das diretrizes estabelecidas pelo CMN. d) notificar a política federal nos casos de lavagem de dinheiro contra a união e divulgar para a sociedade em pelo menos duas mídias de grande circulação a ocorrência.

22 Ética e auto regulação Segundo lei n. 9,613/98, o COAF, no ambito do ministro da fazenda, tem por finalidade: a) disciplinar, aplicar penas administrativas, receber, examinar e identificar as ocorrências de atividades ilícitas previstas nesta lei, sem prejuízo da competência de outros órgãos e outras entidades. b) identificar operações suspeitas dentro das movimentações financeiras pelos intermediários financeiros e rastrear junto aos bancos centrais mundiais as contrapartidas dos lançamentos internacionais daqui realizados. – uma lei no Brasil não pode dar poderes e responsabilidades a um órgão em outro país. c) punir casos comprovados de lavagem de dinheiro, dentro das diretrizes estabelecidas pelo CMN. – o COAF não é poder judiciário, quem pune é o juiz. d) notificar a política federal nos casos de lavagem de dinheiro contra a união e divulgar para a sociedade em pelo menos duas mídias de grande circulação a ocorrência. – não somente contra a união, mas contra o sistema financeiro inteiro.

23 Ética e auto regulação De acordo com a circular 3.461, de 24 de julho de 2009, as instituições autorizadas a funcionar devem comunicar ao COAF na forma determinada pelo BACEN. I.As operações realizadas ou os serviços cujo o valor seja igual ou superior a R$ 10 mil e que considerando as partes envolvidas, os valores, as formas de realização, os instrumentos utilizados ou a falta de fundamento econômico ou legal. II.Os atos suspeitos de financiamento ao terrorismo. III.Os atos suspeitos de desvio de verbas da saúde IV.As operações realizadas ou os serviços prestados que, por sua habitualidade, seu valor ou forma, configurem artifício que ajude a burlar os mecanismos de identificação, controle e registro. Estão corretos somente os itens: a) I e IV b) I, II e III c) I, II e IV d) II e IV

24 Ética e auto regulação De acordo com a circular 3.461, de 24 de julho de 2009, as instituições autorizadas a funcionar devem comunicar ao COAF na forma determinada pelo BACEN. I.As operações realizadas ou os serviços cujo o valor seja igual ou superior a R$ 10 mil e que considerando as partes envolvidas, os valores, as formas de realização, os instrumentos utilizados ou a falta de fundamento econômico ou legal. II.Os atos suspeitos de financiamento ao terrorismo. – atos suspeitos de lavagem de dinheiro, não é necessário identificar se é terrorismo, prostituição, desvio de recursos públicos, etc. III.Os atos suspeitos de desvio de verbas da saúde – atos suspeitos de lavagem de dinheiro, não é necessário identificar se é terrorismo, prostituição, desvio de recursos públicos, etc. IV.As operações realizadas ou os serviços prestados que, por sua habitualidade, seu valor ou forma, configurem artifício que ajude a burlar os mecanismos de identificação, controle e registro. Estão corretos somente os itens: a) I e IV b) I, II e III c) I, II e IV d) II e IV O motivo que leva alguém a lavar dinheiro será investigado pela polícia federal. Os bancos e o COAF tem apenas que identificar as operações que tem lavagem de dinheiro.

25 Ética e auto regulação Para traçar o perfil do investidor os bancos devem realizar: a) uma entrevista com cada cliente que deseja realizar aguma aplicação financeira, perguntando sobre idade, valor disponível para aplicação, horizonte de tempo de investimento, finalidade da aplicação, tolerância ao risco e experiência com investimentos. b) um questionário com cada cliernte que deseja realizar alguma aplicação financeira, contendo questões sobre idade, valor disponível para aplicação, horizonte de tempo e experiência com investimentos. c) uma entrevista com cada cliente que desejar realizar alguma aplicação financeira,, perguntando a ele qual o seu perfil: consevador, moderado ou agressivo. d) um questionário com cada cliente que deseja realizar alguma aplicação financeira, no qual o cliente aponta qual o seu perfil de investimento: conservador, moderado ou agressivo.

26 Ética e auto regulação Para traçar o perfil do investidor os bancos devem realizar: a) uma entrevista com cada cliente que deseja realizar aguma aplicação financeira, perguntando sobre idade, valor disponível para aplicação, horizonte de tempo de investimento, finalidade da aplicação, tolerância ao risco e experiência com investimentos. – entrevista não tem como ser estruturado, questionário é estruturado e analisa com mais qualidade. b) um questionário com cada cliernte que deseja realizar alguma aplicação financeira, contendo questões sobre idade, valor disponível para aplicação, horizonte de tempo e experiência com investimentos. c) uma entrevista com cada cliente que desejar realizar alguma aplicação financeira, perguntando a ele qual o seu perfil: consevador, moderado ou agressivo. – o cliente não sabe o seu perfil, ele só acha que sabe. d) um questionário com cada cliente que deseja realizar alguma aplicação financeira, no qual o cliente aponta qual o seu perfil de investimento: conservador, moderado ou agressivo. – o cliente não sabe o seu perfil, ele só acha que sabe.

27 Noções de Economia e Finanças São contas que aumentam o PIB, exceto: a) gastos do governo em infra estrutura b) consumo pelos estrangeiros de produtos exportados pelo Brasil c) Consumo pelos brasileiros de produtos importados. d) petróleo extraído e refinado no Brasil e vendido fora do território nacional

28 Noções de Economia e Finanças São contas que aumentam o PIB, exceto: a) gastos do governo em infra estrutura – o governo compra b) consumo pelos estrangeiros de produtos exportados pelo Brasil – os estrangeiros compram c) Consumo pelos brasileiros de produtos importados. d) petróleo extraído e refinado no Brasil e vendido fora do território nacional – produto brasileiro vendido PIB é a soma de tudo que é vendido pelas empresas brasileiras. Logo, as famílias, o investimento das empresas, os gastos do governo e os produtos exportados compram produtos produzidos no Brasil, gerando o PIB.

29 Noções de Economia e Finanças Possui maior peso no IGP-M o índice a) IPA – índice de preços no atacado b) IPC – índice de preços ao consumidor c) INCC – índice nacional da construção civil d) IPA e IPC possuem pesos semelhantes

30 Noções de Economia e Finanças Possui maior peso no IGP-M o índice a) IPA – índice de preços no atacado b) IPC – índice de preços ao consumidor c) INCC – índice nacional da construção civil d) IPA e IPC possuem pesos semelhantes O IPCA é calculado utilizando apenas preços ao consumidor. Já o IGP-M vale mais os preços do atacado.

31 Noções de Economia e Finanças A taxa SELIC meta pode ser denominada como a taxa: a) que remunera os títulos públicos federais. b) determinada pelo comitê de política econômica (COPOM), é a taxa-meta para o leilão do tesouro nacional c) de remuneração base para o FGTS d) definida pelo BACEN e ajustada a preços correntes

32 Noções de Economia e Finanças A taxa SELIC meta pode ser denominada como a taxa: a) que remunera os títulos públicos federais. – está é a taxa SELIC (também chamada de taxa SELIC over), quem determina é o mercado b) determinada pelo comitê de política econômica (COPOM), é a taxa- meta para o leilão do tesouro nacional c) de remuneração base para o FGTS – FGTS é corrigido pela TR (média da negociação de CDBs pré fixados dos bancos). d) definida pelo BACEN e ajustada a preços correntes – é definida pelo COPOM para bater a meta de inflação definida pelo CMN. O COPOM define a meta, o BACEN vai bater a meta definida no leilão de títulos públicos.

33 Noções de Economia e Finanças Pode-se dizer que a função do benchmark é de: a) Estabelecer uma meta de investimento que deve ser perseguida ao longo do período de investimento. b) estabelecer um parâmetro de referência para avaliar o desempenho de um ativo financeiro em relação ao desempenho de outros ativos. c) capitalizar os fundos de investimento de acordo com o nível de crédito da conjuntura econômica. d) prevenir os riscos excessivos nos investimentos de longo prazo realizados em renda variável.

34 Noções de Economia e Finanças Pode-se dizer que a função do benchmark é de: a) Estabelecer uma meta de investimento que deve ser perseguida ao longo do período de investimento. – não é uma meta, é uma referência, a aplicação pode preferir estar abaixo do índice. b) estabelecer um parâmetro de referência para avaliar o desempenho de um ativo financeiro em relação ao desempenho de outros ativos. c) capitalizar os fundos de investimento de acordo com o nível de crédito da conjuntura econômica. – não diz nada. d) prevenir os riscos excessivos nos investimentos de longo prazo realizados em renda variável. – não previne riscos excessivos, é apenas uma comparação.

35 Noções de Economia e Finanças A volatilidade de um ativo pode ser definida como: a) valor pago ao final de sua maturidade contábil. b) o grau médio de variação no preço desse ativo, com relação a sua média, em um determinado período de tempo. c) q oscilação da taxa de rendimento desse ativo, sendo elas sempre positivas e favoráveis ao investidor. d) a mudança de tendência do preço do ativo. Se ele estava numa tendência de valorização no longo prazo e em determinado dia se desvaloriza ligeiramente, trata-se então de um ativo volátil.

36 Noções de Economia e Finanças A volatilidade de um ativo pode ser definida como: a) valor pago ao final de sua maturidade contábil. – não existe um conceito assim b) o grau médio de variação no preço desse ativo, com relação a sua média, em um determinado período de tempo. c) oscilação da taxa de rendimento desse ativo, sendo elas sempre positivas e favoráveis ao investidor. – trata-se de oscilação do preço do ativo, mas nem sempre ela é positiva quando existe volatilidade. d) a mudança de tendência do preço do ativo. Se ele estava numa tendência de valorização no longo prazo e em determinado dia se desvaloriza ligeiramente, trata-se então de um ativo volátil. – volatilidade não trata de tendência, mas sim da instabilidade. Volatilidade é ligada ao mercado de ações, onde as altas e baixas do mercado são constantes.

37 Noções de Economia e Finanças Quanto a importância do mercado primário e secundário, podemos afirmar que: I.O mercado primário permite a capitalização de empresas junto ao público. II.O mercado primário permite o governo se financiar junto ao público. III.O mercado secundário é responsável por dar liquidez ao mercado primário. IV.P mercado secundário é responsável pela liquidação de títulos do mercado primário. Estão corretas as afirmativas: a) I e IV b) II e II c) II e IV d) I, II e III

38 Noções de Economia e Finanças Quanto a importância do mercado primário e secundário, podemos afirmar que: I.O mercado primário permite a capitalização de empresas junto ao público. II.O mercado primário permite o governo se financiar junto ao público. III.O mercado secundário é responsável por dar liquidez ao mercado primário. IV.P mercado secundário é responsável pela liquidação de títulos do mercado primário. – isso é função da CBLC Estão corretas as afirmativas: a) I e IV b) II e II c) II e IV d) I, II e III

39 Princípios de investimento Um cliente pede ao seu gerente de banco uma opção de investimento que lhe rende 20 pontos percentuais acima da taxa SELIC. Depois de um ano, o fundo rendeu 15%. Em relação a rentabilidade deste fundo, podemos afirmar que a rentabilidade: a) observada relativa foi de 15% b) esperada absoluta era de 80% c) esperada relativa a SELIC era de 20% d) esperada relativa a SELIC era de 120%

40 Princípios de investimento Um cliente pede ao seu gerente de banco uma opção de investimento que lhe rende 20 pontos percentuais acima da taxa SELIC. Depois de um ano, o fundo rendeu 15%. Em relação a rentabilidade deste fundo, podemos afirmar que a rentabilidade: a) observada relativa foi de 15% - a rentabilidade absoluta do fundo de ações foi de 15% b) esperada absoluta era de 80% - a rentabilidade absoluta do fundo de ações foi 15% e relativa do fundo era de 120% c) esperada relativa a SELIC era de 20% - 20 pontos percentuais a mais significa 100% + 20%. d) esperada relativa a SELIC era de 120%

41 Princípios de investimento Liquidez pode ser definida como: a) facilidade e rapidez de se transformar um investimento em moeda corrente, independente do valor convertido. b) facilidade e rapidez de se transformar um investimento em moeda corrente, com a menor perda de rentabilidade possível. c) capacidade de um investimento ter alta rentabilidade com o menor risco possível. d) capacidade de um investimento ter alta sem risco.

42 Princípios de investimento Liquidez pode ser definida como: a) facilidade e rapidez de se transformar um investimento em moeda corrente, independente do valor convertido. – quando se perde muito para vender rápido, o ativo tem alto risco de liquidez. b) facilidade e rapidez de se transformar um investimento em moeda corrente, com a menor perda de rentabilidade possível. c) capacidade de um investimento ter alta rentabilidade com o menor risco possível. – isso é o conceito de risco X retorno, não de liquidez. d) capacidade de um investimento ter alta rentabilidade sem risco. – não é o conceito de liquidez.

43 Princípios de investimento Um investidor compra um título do tesouro prefixado com valor de face igual a R$ A alta dos juros representa para esse investidor: a) risco de mercado b) risco corporativo c) risco de crédito d) risco legal.

44 Princípios de investimento Um investidor compra um título do tesouro prefixado com valor de face igual a R$ A alta dos juros representa para esse investidor: a) risco de mercado b) risco corporativo – isso é o risco diversificável, ou não sistemático c) risco de crédito – risco de sofrer o calote, o que não é o caso. d) risco legal. – não é matéria do CPA 10. Taxa de juros, câmbio, crises, inflação são exemplos de risco de mercado. Não há como impedir ou diversificar. Aumento dos juros faz títulos e fundos pré fixados caírem.

45 Princípios de investimento É considerado risco de crédito a: a) probabilidade de o tomador de empréstimo querer ou não poder cumprir seus compromissos de dívida. b) probabilidade de não haver recursos disponíveis para empréstimo no mercado c) incerteza em relação à capacidade de pagamento dos juros da dívida contraída pelo tomador de empréstimo. d) incerteza em relação a mudanças na política tributária incidente em operações de crédito.

46 Princípios de investimento É considerado risco de crédito a: a) probabilidade de o tomador de empréstimo querer ou não poder cumprir seus compromissos de dívida. b) probabilidade de não haver recursos disponíveis para empréstimo no mercado – isso é risco de liquidez. c) incerteza em relação à capacidade de pagamento dos juros da dívida contraída pelo tomador de empréstimo – não só os juros, mas o empréstimo inteiro. d) incerteza em relação a mudanças na política tributária incidente em operações de crédito – risco de mercado Risco de crédito = não pagar a dívida.

47 Princípios de investimento Ao se adquirir uma ação raramente negociada na bolsa de valores, o comprador está assumindo principalmente o risco de: a) mercado b) liquidez c) crédito d) default

48 Princípios de investimento Ao se adquirir uma ação raramente negociada na bolsa de valores, o comprador está assumindo principalmente o risco de: a) mercado b) liquidez c) crédito d) default

49 Princípios de investimento Com base no conceito de horizonte de investimento, pode-se afirmar que não é aconselhável. a) adquirir títulos públicos com maturidade de um ano com um dinheiro que só deverá ser usado em dois anos b) adquirir ações hoje com o capital que deve ser utilizado no pagamento de parcela do veículo em uma semana c) optar por adquirir um imóvel hoje por um financiamento de médio prazo em vez de pagamento de aluguel. d) realizar os pagamentos das parcelas de uma dívida de médio prazo em vez de investir o mesmo capital no mercado de ações.

50 Princípios de investimento Com base no conceito de horizonte de investimento, pode-se afirmar que não é aconselhável. a) adquirir títulos públicos com maturidade de um ano com um dinheiro que só deverá ser usado em dois anos – isso é bom, a pessoa vai precisar do dinheiro depois que vencer a aplicação. b) adquirir ações hoje com o capital que deve ser utilizado no pagamento de parcela do veículo em uma semana c) optar por adquirir um imóvel hoje por um financiamento de médio prazo em vez de pagamento de aluguel. – aluguel não é investimento, logo a alternativa não tem resposta correta pelo ponto de vista de finanças. d) realizar os pagamentos das parcelas de uma dívida de médio prazo em vez de investir o mesmo capital no mercado de ações. – dívidas sempre tem juros mais elevados do que os recebidos com aplicações financeiras.

51 Princípios de investimento A respeito da diversificação de riscos, é correto afirmar que: a) sempre é possível diminuir o risco da carteira de investimento, aumentando a rentabilidade b) risco não diversificável pode ser reduzido caso tenha-se uma grande quantidade de ativos na carteira. c) o risco não sistemático pode ser diversificável. d) em uma carteira de títulos públicos brasileiros é possível mitigar o risco soberano.

52 Princípios de investimento A respeito da diversificação de riscos, é correto afirmar que: a) sempre é possível diminuir o risco da carteira de investimento, aumentando a rentabilidade - maior retorno tem maior risco. b) risco não diversificável pode ser reduzido caso tenha-se uma grande quantidade de ativos na carteira. – risco não diversificável é o risco de mercado, não tem como impedi-lo. c) o risco não sistemático pode ser diversificável. d) em uma carteira de títulos públicos brasileiros é possível mitigar o risco soberano. – o risco soberando de crédito existe um qualquer carteira de títulos, trata-se do risco país, o menor risco de crédito da economia, não tem como o risco de crédito ser menor que este.

53 Produtos Financeiros A respeito das ações, é incorreto afirmar que: a) no Brasil, as ações podem ser ordinárias ou preferenciais. b) a compra de ações representa um investimento em renda variável. c) sempre podem ser vendidas ou compradas. d) o proprietário das ações tem o direito ao recebimento de parte dos lucros gerados pela companhia.

54 Produtos Financeiros A respeito das ações, é incorreto afirmar que: a) no Brasil, as ações podem ser ordinárias ou preferenciais. b) a compra de ações representa um investimento em renda variável. c) sempre podem ser vendidas ou compradas. d) o proprietário das ações tem o direito ao recebimento de parte dos lucros gerados pela companhia. Nem sempre podem ser vendidas ou compradas, depende da empresa estar autorizada pela CVM.

55 Produtos Financeiros O ganho de capital é definido como: a) diferença positiva entre o valor da alienação e o valor da ação no primeiro dia útil do ano-calendário. b) p capital auferido em razão da posse de um bem, como ocorre com os juros sobre o capital próprio para os acionistas. c) a diferença positiva entre o valor de alienação e o valor de aquisição. d) o recebimento de receitas provenientes de um bem com baixo custo de aquisição.

56 Produtos Financeiros O ganho de capital é definido como: a) diferença positiva entre o valor da alienação e o valor da ação no primeiro dia útil do ano-calendário. b) o capital auferido em razão da posse de um bem, como ocorre com os juros sobre o capital próprio para os acionistas. c) a diferença positiva entre o valor de alienação e o valor de aquisição. d) o recebimento de receitas provenientes de um bem com baixo custo de aquisição. Diferença entre o valor de compra do título e de venda. Paga imposto de 15% para renda variável e segue a tabela de renda fixa

57 Produtos Financeiros O lastro de letras hipotecárias são: a) os créditos fornecidos por meio do crédito direto ao consumidor. b) os créditos advindos do empréstimo determinado pelo banco central. c) os créditos habitacionais concedidos pela instituição. d) os débitos advindos da captação via poupança e depósitos à vista. Letras hipotecárias servem para garantir a liquidez do mercado imobiliário, visto poupança ser uma fonte de captação de curto prazo e o crédito imobiliário ter longo prazo.

58 Produtos Financeiros Caso exista a necessidade do aplicador de CDB de realizar um resgate antecipado: a) o aplicador pode negociar com a instituição. b) o aplicador não pode resgatar antes do prazo. c) a instituição é obrigada a fazer o resgate. d) o aplicador pode recorrer ao fundo garantidor de crédito.

59 Produtos Financeiros Caso exista a necessidade do aplicador de CDB de realizar um resgate antecipado: a) o aplicador pode negociar com a instituição. b) o aplicador não pode resgatar antes do prazo. - não é proibido resgate antecipado. c) a instituição é obrigada a fazer o resgate. A lei não dá o direito ao resgate antecipado, o banco faz se quiser. d) o aplicador pode recorrer ao fundo garantidor de crédito. – isso só acontece se o banco falir.

60 Produtos Financeiros Normalmente, as debêntures são remuneradas de acordo com: a) taxa DI, índice de preços (IGP-M, IPCA) e taxas pré fixadas. b) taxa Selic e taxas pré fixadas. c) Taxa DI somente. d) taxas pré fixadas somente.

61 Produtos Financeiros Normalmente, as debêntures são remuneradas de acordo com: a) taxa DI, índice de preços (IGP-M, IPCA) e taxas pré fixadas. b) taxa Selic e taxas pré fixadas. – não é comum na taxa Selic. c) Taxa DI somente. – pode ser pré fixada + inflação d) taxas pré fixadas somente. – pode ser variação do DI. Debêntures podem ser pré fixadas, corrigidas por inflação 8% a.a. + IGMP E podem ser pós fixadas 110% do CDI. Atualmente, com os juros em queda, são mais comuns as pós fixadas. As pré fixadas tem risco de mercado (queda na taxa de juros). As pós fixadas tem mais risco num cenário de elevação da inflação, pois não corrigem a inflação.

62 Produtos Financeiros Em relação às notas promissórias, é correto dizer que: a) são comuns entre as empresas, as quais podem contrair empréstimos junto a bancos, colocando tais notas como garantia da dívida. b) são comuns entre os bancos, os quais podem contrair empréstimos junto a empresas, colocando tais notas como garantia. c) diferentemente de outros títulos de crédito, as notas promissórias não podem ser transferidas por endosso. d) não podem ser protestadas em nenhuma hipótese

63 Produtos Financeiros Em relação às notas promissórias, é correto dizer que: a) são comuns entre as empresas, as quais podem contrair empréstimos junto a bancos, colocando tais notas como garantia da dívida. b) são comuns entre os bancos, os quais podem contrair empréstimos junto a empresas, colocando tais notas como garantia. – bancos só podem emitir CDBs e CDIs c) diferentemente de outros títulos de crédito, as notas promissórias não podem ser transferidas por endosso. – podem ser transferidas por endosso, o cheque pode ser endossado. d) não podem ser protestadas em nenhuma hipótese – cheques podem ser protestados. Cheque é uma nota promissória, o que vale para o cheque, vale para as demais notas. Nota promissória pode ser oferecida para bancos ou no mercado de capitais, desde que autorizadas pela CVM.

64 Produtos Financeiros Um título público federal prefixado apresenta risco de mercado descrito em qual alternativa a seguir. a) aumento da taxa SELIC em razão da marcação a mercado b) Queda da taxa SELIC em razão da marcação a mercado c) aumento do índice de preços d) queda da taxa pré fixada

65 Produtos Financeiros Um título público federal prefixado apresenta risco de mercado descrito em qual alternativa a seguir. a) aumento da taxa SELIC em razão da marcação a mercado b) Queda da taxa SELIC em razão da marcação a mercado – aumenta o valor do título. c) aumento do índice de preços – trata-se de um risco de mercado, mas que não afeta títulos públicos pré fixados diretamente. d) queda da taxa pré fixada – essa taxa não existe Para um título pré fixado, se os juros aumenta, o valor do título cai.

66 Fundos de Investimentos Um investidor adquiriu cotas de um fundo de renda fixa que adota a conversão pela cota de fechamento de aplicação e resgate. Ocorre uma elevação na taxa de juros de mercado e ele pede regate imediatamente para evitar perda provocada pela desvalorização da cota. Esse investidor a) conseguiu evitar a perda b) não conseguiu evitar a perda c) não pode pedir resgate d) depende do horário do pedido do resgate, conseguiu evitar a perda

67 Fundos de Investimentos Um investidor adquiriu cotas de um fundo de renda fixa que adota a conversão pela cota de fechamento de aplicação e resgate. Ocorre uma elevação na taxa de juros de mercado e ele pede regate imediatamente para evitar perda provocada pela desvalorização da cota. Esse investidor a) conseguiu evitar a perda – apenas se fosse cota de abertura ele conseguiria evitar a perda b) não conseguiu evitar a perda c) não pode pedir resgate - fundo aberto pode d) depende do horário do pedido do resgate, conseguiu evitar a perda – fundo deve ser cotizado por dia, não por hora. Os fundos podem usar a cota de abertura ou de fechamento. A cota de fechamento evita que um investidor se beneficie, prejudicando outros. Na cota de abertura pode existir perda. Por isso, apenas fundos de curto prazo e referenciado podem usar esta cota. Renda fixa não pode A ANBID VISA PROTEGER O INVESTIDOR!

68 Fundos de Investimentos O fundo de investimento pode investir em títulos emitidos pela própria instituição financeira administradora. a) sem restrições b) de acordo com o disposto no regulamento c) limitado a 20% do PL do fundo d) limitado a 10% do PL do fundo

69 Fundos de Investimentos O fundo de investimento pode investir em títulos emitidos pela própria instituição financeira administradora. a) sem restrições b) de acordo com o disposto no regulamento c) limitado a 20% do PL do fundo d) limitado a 10% do PL do fundo O objetivo da Anbid é não prejudicar o investidor. Comprar títulos próprios pode gerar conflito de interesses.

70 Fundos de Investimentos É responsabilidade do administrador. a) contratar prestadores de serviços para o fundo de investimento b) aumentar a taxa de administração c) pagar imposto de renda sobre os rendimentos do fundo de investimento d) cobrir eventuais perdas que o fundo vier a ter, em função da política de investimento.

71 Fundos de Investimentos É responsabilidade do administrador. a) contratar prestadores de serviços para o fundo de investimento b) aumentar a taxa de administração - só com aprovação em assembleia de cotistas. c) pagar imposto de renda sobre os rendimentos do fundo de investimento – o cotista que paga, o administrador só recolhe na fonte. d) cobrir eventuais perdas que o fundo vier a ter, em função da política de investimento. – responsabilidade do cotista. O cotista é quem paga o IR, o administrador tem que apenas recolher.

72 Fundos de Investimentos O ____________ cria o fundo de investimento e o __________ deve implantar a política de investimento definida no ______________ a) gestor, administrador, termo de adesão b) administrador, gestor, regulamento c) distribuidor, administrador, prospecto d) administrador, custodiante, regulamento.

73 Fundos de Investimentos O ____________ cria o fundo de investimento e o __________ deve implantar a política de investimento definida no ______________ a) gestor compra títulos, administrador gerencia o fundo, termo de adesão cotista da ciência. b) administrador, gestor, regulamento c) distribuidor vendedor, administrador gerencia o fundo, prospecto explica o regulamento d) administrador gerencia o fundo, custodiante guarda os títulos, regulamento cria regras.

74 Fundos de Investimentos O valor da cota de um fundo de investimento é divulgado líquido de a) taxa de administração, taxa de performance, IR e IOF. b) taxa de administração, taxa de performance e outras despesas se houver c) imposto de renda d) taxa de performance e IOF.

75 Fundos de Investimentos O valor da cota de um fundo de investimento é divulgado líquido de a) taxa de administração, taxa de performance, IR e IOF. b) taxa de administração, taxa de performance e outras despesas se houver c) imposto de renda d) taxa de performance e IOF. O que é melhor para o cliente.

76 Fundos de Investimentos Um fundo multimercado deverá ter sua carteira composta por a) mínimo 80% em títulos públicos federais e máximo de 20% em ações b) mínimo 50% em títulos públicos federais e máximo de 50% em renda fixa c) títulos de renda fixa, renda variável e derivativos, de acordo com seu regulamento. d) máximo 80% em títulos de renda fixa e mínimo de 20% em ações

77 Fundos de Investimentos Um fundo multimercado deverá ter sua carteira composta por a) mínimo 80% em títulos públicos federais e máximo de 20% em ações b) mínimo 50% em títulos públicos federais e máximo de 50% em renda fixa c) títulos de renda fixa, renda variável e derivativos, de acordo com seu regulamento. d) máximo 80% em títulos de renda fixa e mínimo de 20% em ações Todo fundo deve seguir um regulamento. Não há limitações para multimercado. Deve apenas salientar CP (crédito privado, se houver) e alavancagem (se houver).

78 Fundos de Investimentos É fato relevante que deve ser divulgado a todos os cotistas de um fundo de investimento a) a premiação obtida pela revista Exame b) a obtenção de classificação por excelente grau de rating. c) o fechamento do fundo para resgates em função de falta de liquidez no mercado d) a quantidade de cotistas que detém mais de 1% do PL do fundo

79 Fundos de Investimentos É fato relevante que deve ser divulgado a todos os cotistas de um fundo de investimento a) a premiação obtida pela revista Exame – não altera a vida do cotista b) a obtenção de classificação por excelente grau de rating. – não altera a vida do cotista c) o fechamento do fundo para resgates em função de falta de liquidez no mercado d) a quantidade de cotistas que detém mais de 1% do PL do fundo - pode provocar problemas de liquidez caso existam poucos aplicadores com percentuais elevados do fundo, mas não o fato de vários cotistas terem mais de 1% do fundo. A Anbid quer proteger o cliente.

80 Fundos de Investimentos Um fundo de investimento com mais de 50% da carteira em risco privado deve a) ser distribuído apenas a investidores qualificados b) acolher a assinatura eletrônica do cotista no próprio termo de adesão. c) exigir valor mínimo de aplicação de R$ 25 mil d) conter a expressão crédito privado na denominação do fundo.

81 Fundos de Investimentos Um fundo de investimento com mais de 50% da carteira em risco privado deve a) ser distribuído apenas a investidores qualificados – qualquer pessoa pode avaliar o risco do crédito privado. b) acolher a assinatura eletrônica do cotista no próprio termo de adesão. – não pode ser eletrônica e é no termo de ciência do risco. c) exigir valor mínimo de aplicação de R$ 25 mil – não protege o investidor d) conter a expressão crédito privado na denominação do fundo. A Anbid quer proteger o investidor. O fundo deve avisar do risco

82 Fundos de Investimentos A assembleia geral de cotistas deve deliberar sobre. a) propaganda a ser vinculada em jornais e revistas b) alteração da política de investimentos taxas a serem pagas pelos cotistas. c) nível de risco aceitável a ser assumido pelo fundo d) setores da economia potenciais para compor parcela das ações

83 Fundos de Investimentos A assembleia geral de cotistas deve deliberar sobre. a) propaganda a ser vinculada em jornais e revistas – função do distribuidor b) alteração da política de investimento e taxas a serem pagas pelos cotistas. c) nível de risco aceitável a ser assumido pelo fundo – previsto no regulamento d) setores da economia potenciais para compor parcela das ações – decisão do gestor Além destes dois itens, a assembleia pode decidir sobre a troca do gestor e do administrador do fundo.

84 Fundos de Investimentos A alavancagem é uma estratégia de investimento mediante a qual o gestor aumenta os riscos da carteira em busca de rentabilidade superior à de mercado. Para implantar essa estratégia ele deve comprar a) Títulos emitidos por empresas do setor privado sem classificação da agência de classificação de risco. b) Ações com elevado potencial de retorno, selecionadas entre as menos negociadas c) Alongar o prazo médio dos títulos de taxa prefixada, ficando mais exposto ao risco de elevação da taxa de juros d) Contrato de derivativos, assumindo uma posição de risco maior do que o patrimônio do fundo

85 Fundos de Investimentos A alavancagem é uma estratégia de investimento mediante a qual o gestor aumenta os riscos da carteira em busca de rentabilidade superior à de mercado. Para implantar essa estratégia ele deve comprar a) Títulos emitidos por empresas do setor privado sem classificação da agência de classificação de risco. b) Ações com elevado potencial de retorno, selecionadas entre as menos negociadas c) Alongar o prazo médio dos títulos de taxa prefixada, ficando mais exposto ao risco de elevação da taxa de juros d) Contrato de derivativos, assumindo uma posição de risco maior do que o patrimônio do fundo Todas as estratégias aumentam o potencial de retorno e conseqüentemente o risco, mas alavancagem são operações com derivativos. Alavancagem é a única estratégia em que o investidor pode perder mais do que aplicou.

86 Fundos de Investimentos Um fundo investimento com menos de 67% em ações está sujeito à incidência do imposto de renda a) a cada 30 dias, ou no resgate, o que ocorrer primeiro b) no último dia útil de cada mês, ou no resgate, o que ocorrer primeiro. c) no último dia útil dos meses de maior e novembro, ou no resgate, o que ocorrer primeiro. d) somente no resgate

87 Fundos de Investimentos Um fundo investimento com menos de 67% em ações está sujeito à incidência do imposto de renda a) a cada 30 dias, ou no resgate, o que ocorrer primeiro b) no último dia útil de cada mês, ou no resgate, o que ocorrer primeiro. c) no último dia útil dos meses de maio e novembro, ou no resgate, o que ocorrer primeiro. d) somente no resgate Regra de come cotas.

88 Fundos de Investimentos Investidor mantém seus recursos em dois fundos de investimento – renda fixa e ações. No mês de novembro, percebeu uma mudança na quantidade de cotas do fundo de renda fixa, sem ter realizado resgates, enquanto do fundo de ações não ocorreu alteração e deseja saber de você porque. Você explica a) cobrou taxa de performance e o fundo de ações não b) cobrou imposto de renda (via come cotas) e o fundo de ações não, pois neste fundo a tributação ocorre apenas no resgate c) teve cobrança de IR – come cotas, mas houve problemas no sistema e por isso não foi cobrado o IR do fundo de ações. d) Teve uma valorização maior devido a marcação a mercado enquanto a cota do fundo de ações caiu.

89 Fundos de Investimentos Investidor mantém seus recursos em dois fundos de investimento – renda fixa e ações. No mês de novembro, percebeu uma mudança na quantidade de cotas do fundo de renda fixa, sem ter realizado resgates, enquanto do fundo de ações não ocorreu alteração e deseja saber de você porque. Você explica a) cobrou taxa de performance e o fundo de ações não b) cobrou imposto de renda (via come cotas) e o fundo de ações não, pois neste fundo a tributação ocorre apenas no resgate c) teve cobrança de IR – come cotas, mas houve problemas no sistema e por isso não foi cobrado o IR do fundo de ações. d) Teve uma valorização maior devido a marcação a mercado enquanto a cota do fundo de ações caiu.

90 Fundos de Investimentos O fundo de investimento pode investir em títulos emitidos pela própria instituição financeira administradora. a) sem restrições b) de acordo com o disposto no regulamento c) limitado a 20% do PL do fundo d) limitado a 10% do PL do fundo

91 Fundos de Investimentos O fundo de investimento pode investir em títulos emitidos pela própria instituição financeira administradora. a) sem restrições b) de acordo com o disposto no regulamento c) limitado a 20% do PL do fundo d) limitado a 10% do PL do fundo O objetivo da ANBIMA é não prejudicar o investidor. Comprar títulos próprios pode gerar conflito de interesses.

92 Fundos de Investimentos É responsabilidade do administrador. a) contratar prestadores de serviços para o fundo de investimento b) aumentar a taxa de administração c) pagar imposto de renda sobre os rendimentos do fundo de investimento d) cobrir eventuais perdas que o fundo vier a ter, em função da política de investimento.

93 Fundos de Investimentos É responsabilidade do administrador. a) contratar prestadores de serviços para o fundo de investimento b) aumentar a taxa de administração - só com aprovação em assembléia de cotistas. c) pagar imposto de renda sobre os rendimentos do fundo de investimento – o cotista que paga, o administrador só recolhe na fonte. d) cobrir eventuais perdas que o fundo vier a ter, em função da política de investimento. – responsabilidade do cotista. O cotista é quem paga o IR, o administrador tem que apenas recolher.

94 Fundos de Investimentos O ____________ cria o fundo de investimento e o __________ deve implantar a política de investimento definida no ______________ a) gestor, administrador, termo de adesão b) administrador, gestor, regulamento c) distribuidor, administrador, prospecto d) administrador, custodiante, regulamento.

95 Fundos de Investimentos O ____________ cria o fundo de investimento e o __________ deve implantar a política de investimento definida no ______________ a) gestor compra títulos, administrador gerencia o fundo, termo de adesão cotista da ciência. b) administrador, gestor, regulamento c) distribuidor vendedor, administrador gerencia o fundo, prospecto explica o regulamento d) administrador gerencia o fundo, custodiante guarda os títulos, regulamento cria regras.

96 Fundos de Investimentos O valor da cota de um fundo de investimento é divulgado líquido de a) taxa de administração, taxa de performance, IR e IOF. b) taxa de administração, taxa de performance e outras despesas se houver c) imposto de renda d) taxa de performance e IOF.

97 Fundos de Investimentos O valor da cota de um fundo de investimento é divulgado líquido de a) taxa de administração, taxa de performance, IR e IOF. b) taxa de administração, taxa de performance e outras despesas se houver c) imposto de renda d) taxa de performance e IOF. O que é melhor para o cliente.

98 Fundos de Investimentos Um fundo multimercado deverá ter sua carteira composta por a) mínimo 80% em títulos públicos federais e máximo de 20% em ações b) mínimo 50% em títulos públicos federais e máximo de 50% em renda fixa c) títulos de renda fixa, renda variável e derivativos, de acordo com seu regulamento. d) máximo 80% em títulos de renda fixa e mínimo de 20% em ações Todo fundo deve seguir um regulamento. Não há limitações para multimercado. Deve apenas salientar CP (crédito privado, se houver) e alavancagem (se houver).

99 Fundos de Investimentos É fato relevante que deve ser divulgado a todos os cotistas de um fundo de investimento a) a premiação obtida pela revista Exame b) a obtenção de classificação por excelente grau de rating. c) o fechamento do fundo para resgates em função de falta de liquidez no mercado d) a quantidade de cotistas que detém mais de 1% do PL do fundo

100 Fundos de Investimentos É fato relevante que deve ser divulgado a todos os cotistas de um fundo de investimento a) a premiação obtida pela revista Exame – não altera a vida do cotista b) a obtenção de classificação por excelente grau de rating. – não altera a vida do cotista c) o fechamento do fundo para resgates em função de falta de liquidez no mercado d) a quantidade de cotistas que detém mais de 1% do PL do fundo - pode provocar problemas de liquidez caso existam poucos aplicadores com percentuais elevados do fundo, mas não o fato de vários cotistas terem mais de 1% do fundo. A ANBIMA quer proteger o cliente.


Carregar ppt "Sistema Financeiro Os mercados financeirs e intermediários financeiros têm como principal função a) financiar os investimentos em infra estrutura b) canalizar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google