A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação de cursos de Pós-Graduação. Implantado pela CAPES em 1976 Objetivos: estabelecer.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação de cursos de Pós-Graduação. Implantado pela CAPES em 1976 Objetivos: estabelecer."— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação de cursos de Pós-Graduação

2 Implantado pela CAPES em 1976 Objetivos: estabelecer o padrão de qualidade exigido dos cursos de mestrado e de doutorado e identificar os cursos que atendem a tal padrão; fundamentar os pareceres do Conselho Nacional de Educação sobre autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento dos cursos; impulsionar a evolução de todo o Sistema Nacional de Pós-graduação, SNPG; contribuir para o aprimoramento de cada programa de pós-graduação; contribuir para o aumento da eficiência dos programas no atendimento das necessidades nacionais e regionais de formação de recursos humanos de alto nível; dotar o país de um eficiente banco de dados sobre a situação e evolução da pós- graduação; oferecer subsídios para a definição da política de desenvolvimento da pós- graduação e para a fundamentação de decisões sobre as ações de fomento

3 Abrange dois processos: Avaliação dos Programas de Pós-graduação realização do acompanhamento anual e da avaliação trienal do desempenho de todos os programas e cursos que integram SNPG. Resultados desse processo são expressos pela atribuição de uma nota na escala de "1" a "7" fundamentam a deliberação CNE/MEC sobre quais cursos obterão a renovação de "reconhecimento", a vigorar no triênio subseqüente. Avaliação das Propostas de Cursos Novos de Pós-graduação Os dois processos são alicerçados em um mesmo conjunto de princípios, diretrizes e normas, compondo, assim, um só Sistema de Avaliação, cujas atividades são realizadas pelos mesmos agentes: os representantes e consultores acadêmicos.

4 Quais são os critérios atuais? 4 quesitos 1.PROPOSTA DO PROGRAMA 2.CORPO DOCENTE 3.CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES 4.PRODUÇÃO INTELECTUAL 5.INSERÇÃO SOCIAL Cada curso está inserido em uma área nossa Engenharias I Pertencente à Grande Área das Engenharias, é composta, basicamente, por Programas de Pós-Graduação nas seguintes Sub- Áreas: Engenharia Civil, Engenharia de Construção Civil, Engenharia de Estruturas, Engenharia Geotécnica, Engenharia Recursos Hídricos, Engenharia Sanitária e Ambiental, Engenharia de Transportes e Engenharia Urbana.

5 QUESITO 1 - PROPOSTA DO PROGRAMA 0% QUESITO 2 - CORPO DOCENTE 20% QUESITO 3 - CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES 35% QUESITO 4 - PRODUÇÃO INTELECTUAL 35% QUESITO 5 - INSERÇÃO SOCIAL 10% 100% 2.1. Perfil do corpo docente, titulação,... (30%) 2.2. Adequação e dedicação dos DPs... (30%) 2.3. Distribuição das atividades... (20%) 2.4. Particip. dos doc. nas ativi. de ensino... (20%) 3.1. Quantidade de... dissertações defendidas no período de avaliação,... (30%) 3.2. Distrib. das orienta.... (10%) 3.3. Qualidade das Teses e Dissertações e da produção... (40%) 3.4. Eficiência do Programa na formação de mestres... (20%) 4.1 Publicações qualificadas do Programa por DP (50%) 4.2. Distribuição de publicações qualificadas em relação ao corpo DP (30%) 4.3. Outras produções consideradas relevantes,... (20%) 5.1 Inserção e... (45%) 5.2 Integração e cooperação... (35%) 5.3 Visibilidade... (20%)

6 1º relatório da Capes (2004 – 2006) Apreciação O Programa é novo (início em 2005), não teve ainda dissertações defendidas, e a Comissão recomenda a manutenção do conceito dado inicialmente (3).

7 Do último relatório Capes (2007 – 2009) Apreciação Programa novo com desempenho regular. Necessita melhorar em muitos pontos, especialmente na produção intelectual qualificada.

8 QUESITO 1 - PROPOSTA DO PROGRAMA 0% QUESITO 2 - CORPO DOCENTE 20% QUESITO 3 - CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES 35% QUESITO 4 - PRODUÇÃO INTELECTUAL 35% QUESITO 5 - INSERÇÃO SOCIAL 10% 100% 2.1. Perfil do corpo docente, titulação,... (30%) 2.2. Adequação e dedicação dos DPs... (30%) 2.3. Distribuição das atividades... (20%) 2.4. Particip. dos doc. nas ativi. de ensino... (20%) 3.1. Quantidade de... dissertações defendidas no período de avaliação,... (30%) 3.2. Distrib. das orienta.... (10%) 3.3. Qualidade das Teses e Dissertações e da produção... (40%) 3.4. Eficiência do Programa na formação de mestres... (20%) 4.1 Publicações qualificadas do Programa por DP (50%) 4.2. Distribuição de publicações qualificadas em relação ao corpo DP (30%) 4.3. Outras produções consideradas relevantes,... (20%) 5.1 Inserção e... (45%) 5.2 Integração e cooperação... (35%) 5.3 Visibilidade... (20%) BBFB RBRR FFR BRR Como foi nossa última avaliação?

9 1. ENTENDER COMO SÃO OBTIDOS OS INDICADORES a regra do jogo 2. CONCENTRAR AÇÕES NOS INDICADORES COM MAIORES PESOS foco em parte do jogo O que podemos fazer?

10 ENTENDER COMO SÃO OBTIDOS OS INDICADORES a regra do jogo

11 Quesito 2: corpo docente

12 QUESITO 2 - CORPO DOCENTE 20% QUESITO 3 - CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES 35% QUESITO 4 - PRODUÇÃO INTELECTUAL 35% QUESITO 5 - INSERÇÃO SOCIAL 10% Como são obtidos? 2.1. Perfil do corpo docente, titulação,... (30%) 2.2. Adequação e dedicação dos DPs... (30%) 2.3. Distribuição das atividades... (20%) 2.4. Particip. dos doc. nas ativi. de ensino... (20%) BBFB A regra do jogo

13 Quesito 2: corpo docente conceito de Docente Permanente (DP) PORTARIA N o 1, DE 4 DE JANEIRO DE 2012 devem ter, majoritariamente, regime de dedicação integral à instituição - caracterizada pela prestação de quarenta horas semanais de trabalho - admitindo-se que parte não majoritária desses docentes tenha regime de dedicação parcial. PORTARIA N o 2, DE 4 DE JANEIRO DE 2012 Art. 1 o - O corpo docente dos programas desse nível de ensino é composto por três categorias de docentes: I - docentes permanentes, constituindo o núcleo principal de docentes do programa; II - docentes visitantes; III - docentes colaboradores.

14 A regra do jogo Quesito 2: corpo docente conceito de Docente Permanente (DP) PORTARIA N o 2, DE 4 DE JANEIRO DE 2012 Art. 2 o - Integram a categoria de docentes permanentes os docentes assim enquadrados, declarados e relatados anualmente pelo programa, e que atendam a todos os seguintes pré-requisitos: I - desenvolvam atividades de ensino na pós-graduação e/ou graduação; II - participem de projetos de pesquisa do programa; III - orientem alunos de mestrado ou doutorado do programa, sendo devidamente credenciados como orientador pelo programa de pós-graduação e pela instância para esse fim considerada competente pela instituição;

15 A regra do jogo Quesito 2: corpo docente conceito de Docente Permanente (DP) PORTARIA N o 2, DE 4 DE JANEIRO DE IV - tenham vínculo funcional-administrativo com a instituição ou, em caráter excepcional, consideradas as especificidades de áreas, instituições e regiões, se enquadrem em uma das seguintes condições especiais: a) quando recebam bolsa de fixação de docentes ou pesquisadores de agências federais ou estaduais de fomento; b) quando, na qualidade de professor ou pesquisador aposentado, tenham firmado com a instituição termo de compromisso de participação como docente do programa; c) quando tenham sido cedidos, por acordo formal, para atuar como docente do programa; d) quando, a critério do programa, o docente permanente não atender ao estabelecido pelo inciso I do caput deste artigo devido à não-programação de disciplina sob sua responsabilidade ou ao seu afastamento para a realização de estágio pós-doutoral, estágio sênior ou atividade relevante em Educação, Ciência e Tecnologia, desde que atendidos todos os demais requisitos fixados por este artigo para tal enquadramento.

16 Quesito 2: corpo discente, teses e dissertações 2.1. Perfil do corpo docente, titulação, diversificação na origem de formação, aprimoramento e experiência, e sua compatibilidade e adequação à Proposta do Programa. 3 subdivisões: (próximos slides) 2.2. Adequação e dedicação dos DPs em relação às atividades de pesquisa e de formação do programa. 2 subdivisões: (próximos slides) 2.3. Distribuição das atividades de pesquisa e de formação entre os docentes do programa. D3A = docentes com três atividades / DP as 3 atividades: 1. Lecionou disciplinas na pós-graduação; 2. Participou de publicação em periódico A1, A2, B1, B2 ou B3; 3. Teve orientação concluída no período Contribuição dos doc. para atividades de ensino e/ou de pesquisa na grad.,... CH anual de discip. na Grad. / DP, em horas/ano. A regra do jogo

17 Quesito 2: corpo discente, teses e dissertações Item 2.1 Perfil do corpo docente, titulação, diversificação na origem de formação, aprimoramento e experiência, e sua compatibilidade e adequação à Proposta do Programa N o de DPs / total de docentes - TD Faz uma Análise Qualitativa do TD (Formação e experiência) (Para Programas 6 e 7) - Considera o número de Pesquisadores PQ do CNPq, por DP, por ano. A regra do jogo

18 Quesito 2: corpo discente, teses e dissertações Item 2.2 Adequação e dedicação dos docentes permanentes em relação às atividades de pesquisa e de formação do programa Considera o número de disciplinas ministradas na pós- graduação por DP, por ano Verifica qualitativamente a relevância dos projetos e a participação efetiva dos docentes, e a existência dos projetos de pesquisa aprovados junto aos órgãos de fomento. A regra do jogo

19 Quesito 3: corpo discente, teses e dissertações

20 QUESITO 2 - CORPO DOCENTE 20% QUESITO 3 - CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES 35% QUESITO 4 - PRODUÇÃO INTELECTUAL 35% QUESITO 5 - INSERÇÃO SOCIAL 10% 3.1. Quantidade de... dissertações defendidas no período de avaliação,... (30%) ORI 3.2. Distrib. das orienta.... (10%) PDO 3.3. Qualidade das Teses e Dissertações e da produção... (40%) QTD (70%), QTM (15%) e RPE (15%) 3.4. Eficiência do Programa na formação de mestres... (20%) TTM e TTD RBRR Como são obtidos? A regra do jogo

21 Quesito 3: corpo discente, teses e dissertações 3.1. Quantidade de teses e dissertações defendidas (ORI) = (Número de Mestres titulados + 2,5 X Doutores titulados) / Número de Docentes Permanentes, por ano Distribuição de orientações (PDO) = Número de DP que se envolveram na orientação de Mestres ou Doutores titulados / DP, por ano Qualidade das Teses e Dissertações e da produção de discentes autores da pós-graduação e da graduação... 3 subdivisões: QTD (70%), QTM (15%) e RPE (15%) (próximos slides) 3.4. Eficiência do Programa 2 subdivisões: TTM e TTD (próximos slides) A regra do jogo

22 Quesito 3: corpo discente, teses e dissertações Item 3.3 Qualidade das Teses e Dissertações e da produção de discentes autores da pós-graduação e da graduação Quantidade de publicações em periódicos (QTD) = (quant. de publicações em periódicos A1, A2, B1, B2 e B3 com discentes e egressos autores) / (quantidade de teses + 0,4 x quantidade de dissertações defendidas no período) Quantidade de artigos completos em anais (QTM)= (N o de artigos completos em anais A1, A2, B1 e B2 com discentes e egressos autores) / quant. de teses e dissertações defendidas no mesmo período Participação de membros externos em bancas (RPE) = % das bancas com representantes externos, preferencialmente com a participação de pesquisadores de destaque na área. A regra do jogo

23 Quesito 3: corpo discente, teses e dissertações Item 3.4 Eficiência do Programa Tempo Médio, em meses, de titulação dos bolsistas de mestrado (TTM) Tempo Médio, em meses, de titulação dos bolsistas de doutorado (TTD). A regra do jogo

24 Quesito 4: produção intelectual

25 QUESITO 2 - CORPO DOCENTE 20% QUESITO 3 - CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES 35% QUESITO 4 - PRODUÇÃO INTELECTUAL 35% QUESITO 5 - INSERÇÃO SOCIAL 10% 4.1 Publicações qualificadas do Programa por DP (50%) PQD1, PQD2 e PQD Distribuição de publicações qualificadas em relação ao corpo DP (30%) DPD 4.3. Outras produções consideradas relevantes,... (20%) FFR Como são obtidos? A regra do jogo

26 Quesito 4: produção intelectual 4.1. Publicações qualificadas do Programa por docente permanente. 3 subdivisões: PQD1, PQD2 e PQD3 (próximo slide) 4.2. Participação dos docentes em publicações de A1 a B2 (DPD) = Porcentagem de Docentes Permanentes que tiveram participação em periódicos A1, A2, B1 ou B2 no período Produção técnica, patentes e outras produções consideradas relevantes Esse item será avaliado pela comissão de forma comparativa entre os programas. Espera-se que cada Programa demonstre a existência dessa produção (patentes, protótipos, produtos, processos, softwares). A regra do jogo

27 Quesito 4: produção intelectual Item 4.1 Publicações qualificadas do Programa por docente permanente PQD1= {Periódicos [A1 + A2 x 0,85 + B1 x 0,7 +B2 x 0,5 + B3 x 0,2 + B4 x 0,10 + B5 x 0,05]} / DP PQD2 = {Anais [A1 x 0,1 + A2 x 0,075 + B1 x 0,05 + B2 x 0,020] + Livros e Capítulos [(até 2) x Livros Relevantes Internacional + (até 1) x Livros Relevantes Nacional + (até 0,5) x Capítulo Livro Relevante Internacional + (até 0,25) x Capítulo Livro Relevante Nacional]} / DP PQD3 = PQD1 + PQD2 Obs.: a quant. de artigos em periódicos B3+B4+B5 apresentados será saturada em 1 (uma) por DP. A quant. de artigos em anais de eventos apresentados pelos Programas será saturada em 3,5 por DP. A soma da pontuação dos capítulos de um mesmo livro não pode superar a pontuação de um livro completo A regra do jogo

28 Quesito 5: inserção social

29 QUESITO 2 - CORPO DOCENTE 20% QUESITO 3 - CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES 35% QUESITO 4 - PRODUÇÃO INTELECTUAL 35% QUESITO 5 - INSERÇÃO SOCIAL 10% 5.1 Inserção e... (45%) 5.2 Integração e cooperação... (35%) 5.3 Visibilidade... (20%) BRR A regra do jogo Como são obtidos?

30 Quesito 5: inserção social 5.1. Verificar a participação de membros do corpo docente e discente em ações que favoreçam a inserção e o impacto regional e/ou nacional Verificar a participação formal em projetos de cooperação entre programas com níveis de consolidação diferentes, voltados para a inovação na pesquisa ou o desenvolvimento da pós-graduação. Na participação, de forma geral, em programas de cooperação e intercâmbio formais e sistemáticos Verificar a transparência do programa na disseminação de informações, eletronicamente, tanto de dados atualizados sobre o funcionamento e a atuação do programa quanto deixar disponível, na íntegra, as teses e dissertações defendidas e aprovadas. A regra do jogo

31 CONCENTRAR AÇÕES NOS INDICADORES COM MAIORES PESOS foco em parte do jogo

32 Precisamos avançar no Quesito 4 Itens 4.1 e 4.2 Ênfase nos indicadores (professores): PQD1 periódicos DPD periódicos A1, A2, B1 ou B2 Como o corpo discente pode contribuir? Precisam avançar no Quesito 3 Item 3.3 Ênfase nos indicadores (alunos e professores): QTD periódicos A1, A2, B1, B2 ou B3 Importante: a participação do corpo discente na elevação do indicador QTD ajuda os professores na elevação do indicador PQD1 Foco em parte do jogo

33 Os alunos contribuem: defendendo a dissertação o mais rápido possível escrevendo, submetendo e aprovando artigos em periódicos com os resultados de suas pesquisas Não adianta a ânsia de escrever para congresso (o que ocorre por vezes ainda no primeiro ano de curso), se para o PPGRHS é melhor esperar o momento certo para submeter a um periódico de classificação Qualis (fator de impacto). Aos professores: Os indicadores mais importantes são obtidos pela inclusão do número de DPs no denominador do cálculo. Parece que quanto mais DPs, menor o indicador... mas com os DPs produzindo, esse efeito tende a desaparecer. Assim, a recomendação acima é válida para eles!

34 Foco em parte do jogo Novo site melhoramento do indicador 5.3. Visibilidade ou transparência dada pelo programa à sua atuação.


Carregar ppt "Avaliação de cursos de Pós-Graduação. Implantado pela CAPES em 1976 Objetivos: estabelecer."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google