A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Workshop sobre Avaliação Continuada 2007/2008/2009 Astronomia e Física CAPES Brasilia – 14 e 15 de junho de 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Workshop sobre Avaliação Continuada 2007/2008/2009 Astronomia e Física CAPES Brasilia – 14 e 15 de junho de 2010."— Transcrição da apresentação:

1 Workshop sobre Avaliação Continuada 2007/2008/2009 Astronomia e Física CAPES Brasilia – 14 e 15 de junho de 2010

2 Histórico e localização Ponta Grossa – região dos Campos Gerais-PR – 1 milhão de habitantes – 120 km de Curitiba – 310 km de Maringá – 540 km de Foz do Iguaçu e de São Paulo. O Departamento de Física da UEPG foi criado em Os cursos de Licenciatura e Bacharelado em Física foram criados em 1990 e O curso de Mestrado iniciou em defesas até dezembro de O curso de Doutorado iniciou em 2009.

3 Proposta do Programa Área de concentração: Física Linhas de Pesquisa: Física de Materiais Física Ambiental Física Teórica

4 Projetos de Pesquisa em andamento Física Ambiental Caracterização de minerais e matéria orgânica, e de propriedades físicas de solos. Simulação em ciência dos solos. Física dos Materiais Propriedades mecânicas e tribológicas de superfícies modificadas; Processamento e caracterização de materiais cerâmicos supercondutores; Fenômenos fototérmicos em fluídos complexos, Sensores eletroquímicos nanoestruturados com polímeros condutores e complexos metálicos. Física Teórica Caos; Plasma; Teoria de informação e Informação quântica.

5 Proposta Curricular/Mestrado REGIME DE CRÉDITOS 1 crédito = 15 hs Disciplinas obrigatórias (6 créditos) Mecânica Quântica I Eletromagnetismo I Física Estatística

6 Proposta Curricular/Mestrado Disciplinas Especializantes (4 ou 2 créditos) Mecânica Clássica, Física do Estado Sólido I, Eletromagnetismo II, Mecânica Quântica II, Física Aplicada a Solos, Métodos de Física Teórica, Propriedades Mecânicas dos Sólidos, Supercondutividade, Dinâmica de Fluídos em Meios Porosos, Dinâmica Não Linear, Espectroscopia Física, Prática de Docência em Ensino Superior de Física, Preparação e Caracterização de Materiais Supercondutores, Propriedades Mecânicas de Filmes e Superfícies Prática de Docência em Ensino Superior de Física (2 créditos) (obrigatória para os bolsistas)

7 Proposta Curricular/Mestrado Sobre os créditos - mínimo de 32 créditos: 18 créditos em Disciplinas Obrigatórias 6 créditos em Disciplinas Especializantes 2 créditos em Disciplina de Seminários 6 créditos da Defesa de Dissertação Sobre os pré-requisitos: Ser aprovado em exame de língua inglesa Ser aprovado no exame de qualificação de mestrado

8 Proposta Curricular/Doutorado REGIME DE CRÉDITOS 1 crédito = 15 hs Disciplinas obrigatórias (6 créditos) Mecânica Quântica II Eletromagnetismo II

9 Disciplinas Especializantes (6 ou 3 créditos) Mecânica Quântica Aplicada, Prática De Docência I, Prática De Docência II, Seminários I, Seminários II, Termodinâmica Aplicada, Computação Quântica E Informação Quântica, Dinâmica De Sistemas Não-Lineares, Eletroquímica I, Eletroquímica II, Física Do Estado Solido II, Físico-Química De Processos Superficiais, Mecânica Estatística De Processos Fora Do Equilíbrio, Mecânica Quântica IIi, Métodos De Caracterização De Materiais I, Métodos De Caracterização De Materiais II, Métodos De Estatística Experimental Em Física Ambiental, Óptica Quântica, Relações Solo-Água-Planta-Atmosfera, Técnicas Nucleares Em Física Ambiental, Técnicas Nucleares Em Física Ambiental, Tópicos Especiais Em Ciência Do Solo, Tópicos Especiais Em Fibra Óptica I, Tópicos Especiais Em Fibra Óptica II, Tópicos Especiais Em Física Dos Materiais I, Tópicos Especiais Em Física Dos Materiais II, Tópicos Especiais Em Física Teórica I, Tópicos Especiais Em Física Teórica II, Tópicos Especiais Em Supercondutividade I, Tópicos Especiais Em Supercondutividade II. Prática de Docência em Ensino Superior de Física I e II (2 créditos) (obrigatória para os bolsistas) Proposta Curricular/Doutorado

10 Sobre os créditos - mínimo de 84 créditos: 12 créditos em Disciplinas Obrigatórias 28 a 30 créditos em Disciplinas Especializantes 4 créditos em Disciplina de Seminários 40 créditos da Defesa de Tese Sobre os pré-requisitos: Ser aprovado em exame de língua inglesa Ser aprovado no exame de qualificação de Doutorado ter publicado (ou aceito para publicação) em revista indexada pelo menos um artigo contendo os resultados de pesquisa da tese de Doutorado Proposta Curricular/Doutorado

11 Próximo credenciamento em dezembro de 2010: 5 artigos indexados nos últimos 3 anos, para ingresso no programa é necessário possuir aluno para orientação além da produção científica, ter ministrado aula ou ter orientado nos últimos 2 anos. Inclusão da nota no Exame Unificado das Pós-Graduações em Física para seleção de bolsas. Mudanças no regimento: Física Estatística obrigatória, novas regras de credenciamento, novas regras para participação em bancas. Acompanhamento dos discentes semestralmente pela comissão de bolsas. Alterações recentes

12 Infra-estrutura de Ensino Anfiteatro com auditório para 40 pessoas, destinado às atividades de pós-graduação, seminários e colóquios com estrutura para transmitir e receber vídeos-conferências. 2 Laboratórios de informática, totalizando 60 m 2 de área, com aproximadamente 20 microcomputadores conectados à rede intra-institucional e à internet. Secretaria da pós-graduação, salas de professores, espaço para alunos nos laboratórios. Biblioteca do campus com acervo de aproximadamente exemplares. Wireless em todo o campus. Prioridade: construção de 800 m 2 destinados à Pós-Graduação.

13 INFRA-ESTRUTURA DE PESQUISA INSTITUCIONAL (5 projetos CTINFRA) Laboratório Multiusuário com 500 m 2 de área com: AFM, espectrofotômetro de absorção atômica,, espectrômetro UV-VIS, difratômetro de raios-X, aparelho de espectroscopia microRaman, centrífuga refrigerada de alta velocidade, ultrafreezer. Sendo adquiridos sistema de ressonância magnética nuclear, sistema de analise térmica TG, DTA e DSC, máquina para produção de nitrogênio líquido, liofilizador e espectrofluorímetro. À disposição na Instituição: Microscópio eletrônica de varredura, difratômetro de raios-X, fluorescência de raios X, espectroscopia no infravermelho, sistema DSC, sistema DTA/TGA, sistema de dilatometria, medida de granulometria a laser, picnometria a laser, equipamentos de caracterização mecânica: durômetros, máquinas de ensaios de tração, flexão, compressão e de impacto, viscometria.

14 Infra-estrutura de Pesquisa Física de Materiais Laboratório de Óptica e Espectroscopia/DEFIS Laboratório de Supercondutividade/DEFIS Laboratório de Propriedades Mecânicas e de Superfícies/DEFIS Laboratório de Química Analítica e Química Inorgânica/DEQUIM Laboratório de Físico-Química/DEQUIM Laboratório de Química Aplicada/DEQUIM

15 Infra-estrutura de Pesquisa Física Ambiental Laboratório de Física Aplicada a Solos e Ciências Ambientais/DEFIS Laboratório de Agrometeorologia dos Cultivos/DESOLO Física Teórica Laboratório de Informação Quântica/DEFIS Laboratório de Computação Avançada/DEFIS Laboratório de Dinâmica Não-Linear e Sistemas Complexos/DEFIS/DEMAT

16 Infra-estrutura de Pesquisa Oficina Mecânica/DEFIS Laboratório Multiusuário/UEPG Sala com computadores/Laboratórios de pesquisa/DEFIS/CIPP Biblioteca UEPG/ Base de dados da CAPES INTERAÇÕES COM DIVERSAS OUTRAS IES DO BRASIL E EXTERIOR Diversos projetos em andamento (8 Universal CNPq, 5 Fundação Araucária, PROCAD, 2 PNPD, 3 INCTs)

17 Corpo Docente Nome do Docente TitulaçãoAnoDisciplina 2007 (G ou PG) Disciplina 2008 (G ou PG) Disciplina 2008 (G ou PG) Nível Bolsa CNPq Alcione Roberto Jurelo PPP Doutorado/Pós- doutorado G/1PG2G/2PG3G/2PG2* André Belmont Pereira P Doutorado/Pós- doutorado 1997/ Antonio Marcos Batista PPC Doutorado/Pós- doutorado G/1PG 2 Antônio Sérgio M. de Castro PPP Doutorado/Pós- doutorado 2002/2008 2G 2G/1PG- Carlos Eugênio Foerster PPP Doutorado/Pós- doutorado 1994/2002 3G3G/1PG2G/1PG2* Christiana Andrade Pessoa C Doutorado/Pós- doutorado 2001/2002 4G2 Fabiana Cristina Nascimento P Doutorado/Pós- doutorado 2002/2007 4G-

18 Corpo Docente Nome do Docente TitulaçãoAnoDisciplina 2007 (G ou PG) Disciplina 2008 (G ou PG) Disciplina 2008 (G ou PG) Nível Bolsa CNPq Fábio Augusto Meira Cássaro PPC Doutorado2002 3G/1PG 4G- Fernando Luis Semião da Silva PPP Doutorado/Pós- doutorado 2006/2007 3G 2G/2PG2 Francisco Carlos Serbena PPP Doutorado/Pós- doutorado 1995/2007 4G5G3G/1PG2* Gerson Kniphoff da Cruz PPC Doutorado1998 3G/1PG4G3G- José Tadeu Teles Lunardi PP Doutorado/Pós- doutorado 2001/ Jarem Raul Garcia C Doutorado/Pós- doutorado 2002/2005 4G Fundação Araucária Karen Wohnrath C Doutorado/Pós- doutorado 1999/2002 3G2 Luiz Fernando Pires PPP Doutorado G/1PG1G/1PG2

19 Corpo Docente Nome do Docente TitulaçãoAnoDisciplina 2007 (G ou PG) Disciplina 2008 (G ou PG) Disciplina 2009 (G ou PG) Nível Bolsa CNPq Marcelo Emilio PP- Doutorado2001 2G/1PG2G-- Pedro Rodrigues Júnior PPP Doutorado/Pós- doutorado 1994/2000 2G/1PG2G2G/1PG- Rosane Falate CCCDoutorado2006 3G 2G- Rosângela Menegotto Costa P Doutorado/Pó s-doutorado G- Sandro Ely de Souza Pinto PPP Doutorado/Pós- doutorado 2003/2006 3G/1PG 2G/2PG2 Sérgio da Costa Saab PPP Doutorado1999 3G/1PG4G2G/1PG- Sergio Leonardo Gómez PPP Dout./Pós- dout/Jov. Pesq. 2000/2005 2G3G4G2* * Contemplados em 2010

20 Bolsistas de Produtividade Em 2007, apenas 1 bolsista de produtividade do CNPq (nível 2) No fim de 2008, possuíamos 4 bolsistas de produtividade do CNPq (nível 2) e 1 bolsista de produtividade da Fundação Araucária No fim de 2009, novas bolsas de produtividade foram concedidas e desta forma no início de 2010, o programa possui 10 bolsistas de produtividade em pesquisa, sendo 7 bolsistas de produtividade do CNPq no seu corpo permanente e 2 bolsistas do CNPq e 1 da Fundação Araucária como colaboradores.

21 Corpo Discente e Dissertações Ano Número de dissertações defendidas Total de discentes Total de docentes Percentual em relação ao corpo docente permanente Percentual em relação à dimensão do corpo discente M/5D13P/7C0.23M/-D0.2M/-D Número de teses e dissertações defendidas no período de avaliação, percentual em relação ao corpo docente permanente e à dimensão do corpo discente Bolsas atuais: Mestrado: 4 Bolsas DS da CAPES e 1 Bolsa da Fundação Araucária/PR Doutorado: 4 Bolsas DS da CAPES, 2 Bolsas da Fundação Araucária/PR, 1 Bolsa da UEPG e 1 INCT

22 Distribuição das orientações das teses e dissertações defendidas no período de avaliação em relação aos docentes do programa DOCENTE Número de dissertações defendidas em 2007 Número de dissertações defendidas em 2008 Número de dissertações defendidas em 2009 Alcione Roberto Jurelo André Belmont Pereira Antonio Marcos Batista 21 Antonio Sergio M. de Castro 2 Carlos Eugênio Foerster Christiana Andrade Pessoa Fabiana Cristina Nascimento Fabio Augusto Meira Cássaro 21 Fernando Luis Semião da Silva Francisco Carlos Serbena 1 Gerson Kniphoff da Cruz 1 Jarem Raul Garcia José Tadeu Teles Lunardi Karen Wohnrath Luiz Fernando Pires Marcelo Emilio 1 Pedro Rodrigues Junior 11 Rosane Falate (colaborador) Sandro Ely de Souza Pinto 11 Sérgio da Costa Saab 1 Sergio Leonardo Gómez

23 Trabalhos Publicados associados a cada Dissertação, Tempo de Formação de Mestres e Distribuição de Publicações Qualificadas em relação ao Corpo Discente Trabalhos publicados por discente Total de discentes Trabalhos discentes/total discentes tempo médio de titulação m m M/5D0.36M/-D 27.6 m M/-D

24 Publicações Qualificadas do Programa Estrato Fator de Impacto Número de Publicações 2007 Distribuição (%) Número de Publicações 2008 Distribuição (%) Número de Publicações 2009 Distribuição (%) TOTAL 2007/2008 Distribuição (%) A1j ³ 615%00 00% 11% A26 > j ³ 3,500% B13,5 > j ³ 2836% %1927% B22 > j ³ 1,5418% %1116% B31,5 > j ³ 1418% %1623% B41 > j ³ 0,5314% %811% B5J < 0,5 e ¹ 029% %1217% C0% 3 13%34% TOTAL22100% %70100% 2007: 1.5 artigos/docente2009: 1.7 artigos/docente 2008: 1.6 artigos/docente * 3 JMMM

25 Publicações Qualificadas do Programa

26

27 Distribuição de Publicações Qualificadas em relação ao Corpo Docente

28 Inserção e Impacto Regional e(ou) Nacional do Programa Artigo no Journal of Optics B escolhido para a seção “Highlights” da Europhysics News Participação na coordenação do Simpósio C - Propriedades Mecânicas de Superfícies, Filmes Finos e Revestimentos –SBPMat 2008 Referees de revistas internacionais O programa de pós-graduação tem conseguido nos últimos anos ser implementado e está em fase de consolidação. No ano de 2009 iniciou-se o curso de doutorado. Temos tido uma procura constante de alunos para a realização do mestrado nos últimos anos da região dos Campos Gerais, de outras regiões do estado e também de alunos de outras instituições nos quais não há pós- graduação na área de Física. É o caso da UTFPR–Ponta Grossa e de alunos egressos da UNICENTRO de Irati e Guarapuava e do centro-norte catarinense (Mafra, Canoinhas, etc). Atividades de extensão: realização anual da Semana da Física (15 o edição em 2009)

29 Integração e Cooperação com outros Programas Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Informação Quântica (INCT-IQ). Coordenador: Prof. Dr. Ordacgi Amir (UNICAMP) Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Fluidos Complexos (INCT-FC) Coordenador do INCT: Prof. Dr. Antônio Martins Figueiredo Neto (IF-USP) Edital PROCAD/CAPES 01/2007 Projeto: Correlação eletrônica em sólidos: supercondutividade e magnetismo. Instituições Participantes: UFRGS, UEPG, UFSM e UFPel Inúmeras outras colaborações nacionais: UNICAMP, UFPR, USP/São Paulo, UFSCAR, UEM, UFRGS, UTFPR, USP/ESALQ, UNESP, UFPel, USP/CENA, EMBRAPA/São Carlos, INPE, UFRN, IAPAR, IAG/USP, IFT/UNESP, UNB Inúmeras outras colaborações internacionais: Imperial College (UK), University of Guelph (Canadá), University of Queensland (Austrália), University of Aberdeen (Escócia), Instituto Técnico e Nuclear (ITN - Portugal), INESC PORTO (Portugal), The State University of New Jersey (USA), Universidade do Hawaí (USA), Macalester College (USA), Universita’ degli Studi di Palermo (Itália)

30 Planejamento Melhora nos indicadores do programa número e qualidade das publicações número de bolsistas de produtividade em pesquisa participação dos alunos nas publicações tempo médio de titulação Pós-Doutorado no exterior Infraestrutura laboratorial: aprovação de projetos individuais e institucionais Curso de Doutorado Colaborações Nacionais e Internacionais

31 VISIBILIDADE Página web Informações diversas processo de seleção de alunos número de vagas produção intelectual de professores disciplinas ofertadas e número de créditos regulamentos linhas de pesquisas versões em pdf das dissertações informes sobre seminários do programa de pós-graduação.

32


Carregar ppt "Workshop sobre Avaliação Continuada 2007/2008/2009 Astronomia e Física CAPES Brasilia – 14 e 15 de junho de 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google