A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Painel I: Avaliação de programas de formação e suas estratégias pedagógicas Cléria Bittar Bueno Vice Coordenadora do PPG/PS da Universidade de Franca Coordenação:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Painel I: Avaliação de programas de formação e suas estratégias pedagógicas Cléria Bittar Bueno Vice Coordenadora do PPG/PS da Universidade de Franca Coordenação:"— Transcrição da apresentação:

1 Painel I: Avaliação de programas de formação e suas estratégias pedagógicas Cléria Bittar Bueno Vice Coordenadora do PPG/PS da Universidade de Franca Coordenação: Mônica de Andrade Morraye

2 Trajetória da implantação de um Programa de Pós graduação stricto sensu em Promoção da Saúde na Universidade de Franca/SP PPG PROMOÇÃO DE SAÚDE

3 3 Municipio de Franca - SP Entorno de Franca

4 4 Mestrado aprovado pela CAPES em agosto de1999 Primeira defesa: 2002 Reestruturação a partir de 2005 Conceito CAPES no Triênio : 4 Doutorado aprovado pela CAPES em março de HISTÓRICO DO PROGRAMA

5 5 Formar pesquisadores e docentes, comprometidos com as cinco estratégias da Carta de Ottawa: construção de políticas públicas saudáveis; criação de ambientes favoráveis; reforço da ação comunitária; desenvolvimento de habilidades pessoais reorientação dos serviços de saúde. OBJETIVOS

6 6 13 docentes + 1 colaborador Enfermeiras (2) + 1 Psicólogas (2) Educadores Físicos (2) Biólogos (2) Médicos (2) Dentista (1) Fisioterapeuta (1) Médico Veterinário (1) CORPO DOCENTE 2011

7 7 Área de Concentração: Promoção da Saúde Linhas de pesquisa: Políticas, Práticas e Tecnologia em Promoção de Saúde Vulnerabilidade Social, Riscos e Promoção de Saúde 20 créditos de disciplinas obrigatórias 12 créditos de disciplinas optativas demais créditos M/D (dissertação / tese) ESTRUTURA CURRICULAR

8 8 Promoção de Saúde: Aspectos Históricos, Conceituais e Metodológicos Políticas de Saúde no Brasil Fontes de Informação em Ciência e Tecnologia em Saúde Metodologia da Pesquisa Científica em Promoção de Saúde Ambiente e Promoção de Saúde Seminários de Dissertação (M) e de Pesquisa (D) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

9 DISCIPLINAS OPTATIVAS 9 Abordagens Qualitativas de Pesquisa Bioestatística Epidemiologia Promoção de Saúde em Grupos Vulneráveis Promoção de Saúde na Família Atividades e Exercícios Físicos como Modelo de Intervenção em Promoção de Saúde Saúde e Desenvolvimento Sustentável Tópicos em Promoção de Saúde Apoio social e promoção de saúde (D) Promoção de saúde em comunidades: empowerment e advocacy (D) Metodologias participativas para promoção de saúde (D) Redação científica (D) Tópicos avançados em promoção de saúde (D)

10 Projetos Linha Políticas, Práticas e Tecnologia em Promoção de Saúde 1.Formação profissional para promoção de saúde; 2.Integralidade em saúde: ações e concepções; 3.Promoção de saúde na família; 4.Subsídios para a implementação de ações, políticas e avaliação de estratégias em promoção de saúde. Linha Vulnerabilidade Social, Riscos e Promoção: 1. Atividade física e laboral para promoção de saúde; 2. Diagnóstico ambiental em saúde; 3. Fatores de proteção, risco e vulnerabilidade para grupos populacionais específicos; 4. Promoção de saúde, mudanças ambientais e desenvolvimento sustentável e regional.

11 11 Fisioterapeutas ( 25%), Enfermeiros (15%), Odontólogos (11,5%), Psicólogos (10,3%), Educadores físicos (10,3%), Fonoaudiólogos (8%) Cerca de 90% são docentes em universidades públicas e privadas e profissionais de saúde (principalmente em Minas Gerais e São Paulo). Predominância de mulheres (72%) PERFIL DO EGRESSO

12 ORIGEM DOS EGRESSOS 12

13 13 Até maio de dissertações defendidas Participação docente/discente nos principais congressos nacionais e internacionais da área da PS RESULTADOS

14 14 TEMAS MAIS PESQUISADOS

15 Sujeitos Cenários 15 Crianças e adolescentes Instituições sociais Pré-escola Escolas fundamentais Escolas de Ensino Médio Famílias Unidades de Saúde Hospitais TEMÁTICA 1 Nutrição, alimentação, atividade física, melhoria do ambiente físico (ergonomia), fatores de risco, violência, grupos especiais.

16 Sujeitos Cenários 16 Mulheres Famílias Unidades de Saúde TEMÁTICA 2 Nutrição, alimentação, atividade física, obesidade, enfrentamentos, risco de doenças crônicas

17 Sujeitos Cenários 17 Idosos Institucionalizados Famílias Unidades de Saúde TEMÁTICA 3 Atividade física, perfil sócio-economico, equilíbro postural, risco de doenças crônicas

18 Sujeitos Cenários 18 Trabalhadores Unidades de Saúde Coleta de resíduos TEMÁTICA 4 Condições de vida e trabalho, risco de adoecer, conhecimentos sobre saúde ambiental, papel no SUS.

19 19 Técnicas Metódicas Comunicação Sociais Organização de cuidado de serviço pessoais Sócio-políticas Sócio-ambientais : DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS

20 20 Diagnósticos com propostas de intervenção na reorientacão dos serviços públicos de saúde. Alguns foram apresentados aos gestores, para subsidiá-los em ações concretas. DISSERTAÇÕES

21 21 Edital de Pesquisa em Mudanças Climáticas Globais na interface com a saúde humana (FAPESP – Prof. Manuel Cesário e Profa. Monica Morraye) Recursos do Projeto Temático FAPESP ( ) R$ ,00 sendo o único Projeto Temático FAPESP na UNIFRAN PROJETOS EM ANDAMENTO COM FINANCIAMENTO

22 22 Em projeto com a FACEMA (Maranhão) a ser submetido em junho de MINTER

23 23


Carregar ppt "Painel I: Avaliação de programas de formação e suas estratégias pedagógicas Cléria Bittar Bueno Vice Coordenadora do PPG/PS da Universidade de Franca Coordenação:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google