A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Poder das Corporações Globais Professor: João Cláudio Alcantara dos Santos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Poder das Corporações Globais Professor: João Cláudio Alcantara dos Santos."— Transcrição da apresentação:

1 O Poder das Corporações Globais Professor: João Cláudio Alcantara dos Santos

2 As corporações transnacionais são definidas como empresas que tem pelo menos 10% da participação nos negócios em filiais em território estrangeiro. Empregam 54 milhões de pessoas no mundo Representam 2/3 de todo o comércio internacional (bens e serviços)

3 As corporações globais geram lucros e os remetem para as suas sedes, beneficiando, a economia do seu pais de origem. Os países mais pobres vem vendo a diminuição dos valores de suas produções nos setores primário e secundário.

4 Consequência das corporações globais para os países pobres Competições pelo investimento pelos conglomerados internacionais Necessidade de ampliar a exploração de produtos primários par apagar tecnologia cada vez mais cara; Comprometimento de recursos naturais e energéticos Sujeição politica, controle das opiniões e o poder politico.

5 As corporações globais e os recursos naturais Desde o inicio do século XXI até o ano de 2008, os países em desenvolvimento foram beneficiados por um forte aumento global dos preços das chamadas commodities. Apesar de ter beneficiado os países em desenvolvimento, a forte elevação dos preços do petróleo, soja, alumínio também contribuiu para o fortalecimento das corporações globais.

6 O poder paralelo- narcotráfico e atividades ilícitas A rapidez, o anonimato, a eficiência, a falta de controle e a grande segurança desse mundo financeiro dão uma forte proteção os tipos de rede ligadas ao comercio imoral e principalmente a lavagem de dinheiro. O setor do narcotráfico internacional movimenta 400 bilhões de dólares por ano.

7 Colômbia Em meados do século XX grupos antagônicos (liberais e conservadores) tomaram medidas que geraram caos e a violência. Conservadores: aliaram a politica externa dos EUA. Liberais: partiu para luta de guerrilhas criando as FARC – Forças revolucionárias da Colômbia.

8 Mais da metade dos departamentos (estados) colombianos tem ao menos uma parcela dos seus territórios controlada pela as FARC, onde são acusadas de se financiarem com venda de cocaína Essa vulnerabilidade serviu de justificativa para uma intervenção indireta dos EUA na América do Sul, através do Plano Colômbia.

9 Sob a presidência de Álvaro Uribe ( ) a Colômbia implementou uma politica agressiva contra as FARC, transformando isso em uma questão internacional, aumentando a interferência externa dos EUA. O atual presidente Juan Manoel Santos vem eliminando o risco de intervenção direta dos EUA ao dar ao caso da guerrilha um caráter de questão interna.


Carregar ppt "O Poder das Corporações Globais Professor: João Cláudio Alcantara dos Santos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google