A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento do Turismo em Área Rural O caso da Travessia do Pantanal MT & MS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento do Turismo em Área Rural O caso da Travessia do Pantanal MT & MS."— Transcrição da apresentação:

1 Planejamento do Turismo em Área Rural O caso da Travessia do Pantanal MT & MS

2

3 CARACTERÍSTICAS DA REGIÃO - P A N T A N A L Pantanal Mato-grossense = Área de Km² Formação: Planaltos e elevações maiores, que abrangem a maior parte da Bacia; a Planície que é o Pantanal na sua posição central ; e as elevações residuais adjacentes a planície e suas depressões. A concentração de fauna é uma das maiores do planeta. Já catalogado: 650 espécies de Aves; 262 espécies de Peixes; espécies de borboletas; 80 espécies de Mamíferos; 50 espécies de répteis; espécies de Plantas.

4 Critérios utilizados para a seleção dos Municípios O uso do ecossistema Pantanal como territ ó rio b á sico; A inclusão de munic í pios com potencialidades tur í sticas, localizados dentro dos limites do bioma Pantanal; Inclusão de munic í pios que ampliassem a atratividade e competitividade dos produtos; Escolha dos munic í pios Pantaneiros nos quais existissem a ç ões estruturastes para o turismo;

5 Recorte do Território - 05 Municípios \ Potencialidades Mato Grosso Cáceres – Turismo de Pesca Esportiva- Turismo Rural - Ecoturismo Poconé - Ecoturismo - Turismo Rural - Pesca Esportiva Mato grosso do Sul Corumbá – Turismo de Pesca Esportiva – Ecoturismo e Turismo Rural Miranda – Turismo Rural – Ecoturismo e Pesca Esportiva Porto Murtinho – Pesca Esportiva - Ecoturismo

6 MT S egmento do Ecoturismo – Estradas Parques

7 MT Segmento do Turismo Rural – Pousos Pantaneiros

8 MT Segmento da Pesca Esportiva – Cáceres e Poconé

9 MS Segmento do Ecoturismo – Estrada Parque Estrada Parque

10 MS Segmento do Turismo Rural – Fazendas Pantaneiras

11 MS Segmento da Pesca Esportiva – Corumbá, Miranda e Porto Murtinho

12 Pt. Cercado 1.Roteiro Integrado MS\MT\MS 6. Roteiros Regionais E P Característica da Região – Mapa do Roteiro Integrado

13 1. Desafios Promoção e comercialização desintegrada no território Pantanal; Comercialização direta e individualizada; Imagem centrada no turismo de pesca; Oferta desorganizada e sem práticas comuns de mercado;

14 2. ESTRATÉGIAS ADOTADAS PARA MUDAR A SITUAÇÃO

15 PROBLEMA: Promoção e comercialização desintegrada do produto Pantanal - Aproximação comercial entre os operadores do território; - Desenvolvimento de produtos integrados; - Criação da marca Travessia do Pantanal; - Criação do slogan Dois estados um só destino - Produção de material promocional de forma integrada; - Desenvolvimento de website

16 Marca e slogan

17 Material (pasta)

18

19

20 Diretório de roteiros – Salão do Turismo 2010

21 Diretório - roteiros

22 PROBLEMA: Comercialização direta e individualizada: Sensibilização e capacitação de operadores e fornecedores através de diversas oficinas e cursos objetivando o entendimento da dinâmica de mercado e funcionamento da cadeia produtiva do turismo.

23 PROBLEMA: Imagem de Turismo de Pesca Desenvolvimento de roteiros que valorizem a cultura pantaneira: - Envolvendo a produção associada ao turismo - Focando os aspectos rurais do Pantanal - Focando os aspectos naturais do Pantanal - Introduzindo atividades de aventura nos roteiros

24 Alguns roteiros criados: - De Miranda a caminhos de Coimbra no rio Paraguai - Emoção e aventura no Pantanal do rio Miranda - Um dia de peão nos caminhos pantaneiros - Corumbá com navio Kalypso no coração do Pantanal - Trieco: Aventura esportiva no Pantanal - Cavalgada Pantaneira - Comitiva Pantaneira - Expedição onça - Pousos Pantaneiros

25 PROBLEMA: Oferta desorganizada e sem práticas comuns de mercado - Organização da oferta através de roteiros atrativos e competitivos - Criação e estabelecimento de critérios de comercialização - Criação e estabelecimento de requisitos para agências e operadoras de turismo - Criação e estabelecimento de requisitos para fornecedores

26 3. O PAPEL DO(S) DESTINO(S) INDUTOR(ES) - Campo Grande e Cuiabá – portões de entrada e irradiadores de fluxo turístico para os demais destinos - Cáceres e Corumbá são destinos turístico mais interiorizados no território e estimulam fluxo para os demais - Estes destinos servem como padrão para a análise de produto, para todo o território do roteiro e como estimuladores de capacitação, melhorias, desenvolvimento do trade do turismo nos estados MT/ MS. - A Travessia conta com 4 destinos indutores = indução de desenvolvimento e qualidade para o território geral deste produto

27 4. INDICADORES, METAS E RESULTADOS ALCANÇADOS - Mais de 160 empreendimentos envolvidos na Travessia do Pantanal - Cinco operadores trabalhando, comercializando e provendo integradamente o produto Pantanal - Formatação de 36 roteiros diferenciados, atrativos e competitivos - Participação na ABAV/2009 com stand próprio - Participação no Salão do Turismo/2010 com stand próprio - Participação em mais de 15 feiras e eventos nacionais e internacionais

28 REGIÃO CENTRO OESTE - ROTA TRAVESSIA DO PANTANAL Adonis Zimmermann Consultor Coordenador Rejane Pasquali Consultora de P. Associada

29 Obrigado! Daniel Fernando (65)


Carregar ppt "Planejamento do Turismo em Área Rural O caso da Travessia do Pantanal MT & MS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google