A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão Estratégica na Política Pública 5ª CONFERÊNCIA DA CIDADE EMBU DAS ARTES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão Estratégica na Política Pública 5ª CONFERÊNCIA DA CIDADE EMBU DAS ARTES."— Transcrição da apresentação:

1

2 Gestão Estratégica na Política Pública 5ª CONFERÊNCIA DA CIDADE EMBU DAS ARTES

3 Um pouco da história Nas últimas décadas – podemos afirmar que é o período que marca a fase embrionária de aplicação e aprimoramento dos instrumentos de planejamento de uma cidade.

4 Instrumentos de Planejamento Governamental artigo 165 da Constituição Federal: A União, os Estados, Distrito Federal e os Municípios devem instituir os seguintes instrumentos de planejamento governamental Plano Plurianual Lei de Diretrizes Orçamentárias Lei Orçamentária Anual

5 PPA Deve direcionar o planejamento a partir do tripé

6 Execução das políticas públicas de forma integrada Estrutura Administrativa Opções metodológicas para um alcance das metas num horizonte de tempo TRÊS PODERES E REPRESENTATIVIDADE POPULAR

7 LOA – Lei Orçamentária Anual Elaborada pelo Poder Executivo estabelece as despesas e as receitas que serão realizadas no próximo ano.

8 CONSTITUIÇÃO Determina que o Orçamento deve ser votado e aprovado até o final de cada ano Estima as receitas e autoriza as despesas do Governo de acordo com a previsão de arrecadação

9 LDO LEIS DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS é instrumento de planejamento e tem como funções básicas: estabelecer as metas e prioridades da Administração Pública para o exercício financeiro seguinte; orientar a elaboração da Lei Orçamentária Anual - LOA; alteração da legislação tributária

10 Governo Local Modelo de Gestão Participativa que: Rompe a partir de 2001 com a apropriação e /ou privilégios de um grupo em relação ao espaço urbano.

11 Espaço urbano Construído socialmente e esta intimamente ligado ao jogo de interesses entre os mais variados agentes ou atores:

12 Espaço Urbano Proprietários fundiários Proprietários dos meios de produção Especuladores Grupos sociais excluídos

13 Compreender o espaço urbano para além de sua forma como cidade, mas fundamentalmente como um MODO DE VIVER.

14 Não somente como modo de produção econômica Esta indissociavelmente ligado as esferas: cultural – simbólica – psicológica –ambiental – educacional – socioassistencial

15 Articulação A medida que o modelo de gestão articula esses elementos surge a cidade como: POLO DE ATRAÇÃO/REGIONAL

16 Polo de atração Consiste em estruturar a indústria, o comercio e os serviços de modo que seus fluxos de produção e renda alavanquem o crescimento das demais empresas ligadas a esses setores tecnologicamente. Criando progressiva expansão nas mais variadas áreas – mono e multi

17 Passos Fundamentais Criar Leis de Incentivo Desburocratizar a máquina pública Modernizar e profissionalizar a gestão de recursos materiais e humanos Aplicar os recursos de modo racional, com controle, eficácia e transparência.

18 Orçamentariamente Recomenda-se gestão orçamentária por programas e/ou projetos A interação entre - planejamento político, econômico e técnico

19 Outros instrumentos Plano Diretor Municipal – PDM Seus princípios estão contidos no Estatuto da Cidade. Obrigatório para municípios com mais de habitantes

20 Ordenador Instrumento básico para orientar a política de desenvolvimento e de ordenamento da expansão urbana do município. Distribuindo seus avanços e ganhos de forma equitativa Visando garantir um futuro de desenvolvimento equilibrado

21 Principais desafios do ponto de vista macro de Embu das Artes Reabilitação de áreas centrais e sítios históricos Regularização fundiária Transporte e mobilidade Estudos de impactos de vizinhança Instrumentos tributários e indutores de desenvolvimento Uso e ocupação do solo

22 Fontes de financiamento e mecanismos de controle Fontes de financiamentos estáveis Deve ser elaborado de modo participativo Conselhos fortes Movimentos sociais organizados Força regional por meio de consórcio

23 CONSELHO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Construir e promover coletivamente uma gestão de co-responsabilidade frente aos grandes desafios nas mais variadas áreas do desenvolvimento urbano de Embu das Artes, garantindo como órgão colegiado a representatividade de todos os setores da sociedade local.

24 PLANO DIRETOR PLANO DE EDUCAÇÃO PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE PLANO DE TURISMO ÓRGÃO CONSULTIVO PARA A DEFINIÇÃO E MONITORAMENTO DAS POLÍTICAS ESTRATÉGICAS E SUA INTEGRAÇÃO. CONSELHO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO PLANO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS ESTRUTURA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO CONSELHOS SETORIAIS MONITORAM A IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO DOS PLANOS ESPECÍFICOS. PLANOS DE MOBILIDADE, HABITAÇÃO, SANEAMENTO E RESÍDUOS PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO ORIENTA P.P.A

25


Carregar ppt "Gestão Estratégica na Política Pública 5ª CONFERÊNCIA DA CIDADE EMBU DAS ARTES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google