A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

27-09-20141 Março 2010 Prevenção de Transmissão Vertical em Moçambique.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "27-09-20141 Março 2010 Prevenção de Transmissão Vertical em Moçambique."— Transcrição da apresentação:

1 Março 2010 Prevenção de Transmissão Vertical em Moçambique

2 Introdução Estima-se que existam 1.7 milhões de Moçambicanos infectados em 2010, dos quais: crianças crianças homens homens mulheres mulheres Destas infecções, estima-se que ocorram diariamente cerca de 450 infecções por dia

3 Introdução O PTV é uma das prioridades da estratégia de aceleração da prevenção do HIV-SIDA. Em Moçambique o número estimado de mulheres grávidas HIV + é de /ano. O MISAU tem adoptado politicas e actualizado normas para responder a situação do HIV na mulher tendo como base as recomendações da OMS.

4 Implementação e expansão do programa Início do programa em 2002 (8 US) 1. Actualização das normas de PTV em 2006: Aconselhamento e Testagem Iniciado pelo Provedor (ATIP) nas CPN e maternidades Colheita de amostras de sangue para CD4 nas CPN Teste de PCR-DNA para crianças expostas ao HIV Em US: cobertura de 76,3%

5 Cobertura das US com Serviços Pré- Natais e com PTV, Moçambique 2009 <70% 70-79% 80-89% 90-99% 100%

6 Mulheres grávidas que receberam profilaxia ARV, Moçambique ( )

7 Situação actual Em 2009 a percentagem estimada das crianças nascidas de mãe seropositivas que tornaram-se positivas é de 29%. F actores Perda da mulher grávida das CPN Baixa cobertura dos partos institucionais Exposição longa ao HIV durante a amamentação (22 meses em média) Baixa % de crianças expostas que fazem aleitamento materno exclusivo nos primeiros 6 meses de vida

8 Cascata pré-natal e pós-natal para o PTV, Moçambique 2009

9 Desafios Insuficiente acesso ao TARV para mulheres grávidas elegíveis Baixa cobertura de partos institucionais Baixa cobertura dos serviços de PTV Baixa cobertura de TARVs para crianças Fraco seguimento das crianças expostas na consulta de Criança em Risco; Inconsistente adopção de práticas seguras de aleitamento materno-infantil Frágil inclusão da família, dos parceiros masculinos e de outras pessoas com poder de decisão na família

10 Perspectivas para 2010  Assegurar uma provisão adequada e abrangente de serviços de PTV  Integração de temáticas de PTV/TARV/componente psicossocial  nos curricula de formação pré-serviço de enfermeiras básicas de SMI  Envolvimento comunitário  Iniciar o TARV nas mulheres grávidas HIV+ elegíveis  Reforçar o aconselhamento para a alimentação infantil mais segura

11 Perspectivas para 2010  Definir modalidades de envolvimento da família/comunidade  Homem, sogras e idosas notáveis  Parteiras Tradicionais  Praticantes de Medicina Tradicional  Reforça adesão ao programa PTV  A assistência alimentar e nutricional a mulheres em PTV e a crianças, deverá merecer atenção porque contribui para adesao.  Reforçar o diagnóstico precoce do HIV  Aumentar o acesso ao TARV para crianças HIV+

12 OBRIGADA


Carregar ppt "27-09-20141 Março 2010 Prevenção de Transmissão Vertical em Moçambique."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google