A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

79º Fórum do Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz MITOS, RITOS E SÍMBOLOS EM BUSCA DE SIGNIFICADO - ALICERÇANDO A PAZ - Robert Walter SP Abr.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "79º Fórum do Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz MITOS, RITOS E SÍMBOLOS EM BUSCA DE SIGNIFICADO - ALICERÇANDO A PAZ - Robert Walter SP Abr."— Transcrição da apresentação:

1 79º Fórum do Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz MITOS, RITOS E SÍMBOLOS EM BUSCA DE SIGNIFICADO - ALICERÇANDO A PAZ - Robert Walter SP Abr 2010

2 Conjurando a Paz

3 Violência

4 (Houaiss) n substantivo feminino lat. violentìa,ae 'violência, impetuosidade (do vento), ardor (do sol); arrebatamento, caráter violento; ferocidade, sanha; rigor, severidade', der. de violéntus,a,um 'impetuoso, furioso, arrebatado'; ver 1viol-; f.hist. sXV violemçia, sXV vyolencia 1 qualidade do que é violento Ex.: a v. da guerra 2 ação ou efeito de violentar, de empregar força física (contra alguém ou algo) ou intimidação moral contra (alguém); ato violento, crueldade, força Ex.: 3 exercício injusto ou discricionário, ger. ilegal, de força ou de poder Ex.: v. de um golpe de Estado 3.1 cerceamento da justiça e do direito; coação, opressão, tirania Ex.: viver num regime de v. 4 força súbita que se faz sentir com intensidade; fúria, veemência Ex.: 5 dano causado por uma distorção ou alteração não autorizada Ex.: v. da censura pouco esclarecida 6 o gênio irascível de quem se encoleriza facilmente, e o demonstra com palavras e/ou ações Ex.: temia a v. com que o avô recebia tais notícias 7 Rubrica: termo jurídico. constrangimento físico ou moral exercido sobre alguém, para obrigá-lo a submeter-se à vontade de outrem; coação Violência

5 - Quebra da conexão, uma ruptura, no tecido da vida que provoca reações primais: medo ou raiva: ou seja, respostas de sobrevivência há graus de desconexão, graus de violência modos diferentes de expressão medo ou raiva direcionados para dentro ou para fora Violência

6 Reações primais Medo Raiva

7 Medo e raiva respostas de sobrevivência direcionadas dentro fora

8 As pessoas da outra vila Thomas Lux

9

10

11

12 Agora não há mais nada que dure. Os mitos conhecidos não duram mais. Os deuses conhecidos não duram mais. Hoje não há horizontes, nem zonas mitogenéticas. Joseph Campbell

13 Vivemos, hoje, em uma moraina terminal de mitos e símbolos míticos, grandes e pequenos fragmentos de tradições que outrora inspiraram e ergueram civilizações. Joseph Campbell

14

15 Moraina: Depósito de fragmentos de rochas transportado pelas geleiras

16

17 Estórias

18 A importância das estórias

19 Mitos

20 Quatro funções do mito: 1. Mística 2. Cosmológica 3. Sociológica 4. Pedagógica/Psicológica

21 Como se conectar através das quatro funções do mito: 1. Psicologicamente 2. Sociologicamente 3. Cosmologicamente 4. Misticamente

22 A vida se alimenta da vida

23 As três fases: 1. Sobrevivência 2. Identidade 3. Visão do mundo centrada na paz

24 A saga de Ig e Og

25

26 Sabedoria e felicidade Jim Dodge

27 Mitologia é uma função da biologia Joseph Campbell

28 Direito Processador Paralelo Esquerdo Processador Serial

29 As três metas David Budbill

30 O cérebro tripartido

31 Reptiliano O cérebro tripartido

32

33 Reptiliano O cérebro tripartido Mamífero

34

35

36 Reptiliano O cérebro tripartido Mamífero Sapiente

37

38 Quando a sequência do genoma humano foi totalmente mapeada, em 2003, os pesquisadores também descobriram algo que não haviam antecipado: nossos corpos servem de lata de lixo para os cacos de retro vírus, fragmentos do código químico do qual todo material genético é feito. Precisamos de menos de 2% do nosso genoma para criar todas as proteínas necessárias para que vivamos. 8%, no entanto, é composto de retro vírus quebrados e inertes, os quais, milhões de anos atrás se embrenharam no DNA de nossos ancestrais. Eles são chamados de retro vírus endógenos porque um vez tendo infectado o DNA de uma espécie, eles se tornam parte daquela espécie. Um a um, no entanto, depois de batalhas moleculares que duraram milhares de gerações, eles foram derrotados pela evolução. Assim como os ossos de dinossauros, estes fragmentos virais são fósseis. Ao invés de serem enterrados na areia, eles residem dentro de cada um de nós, levando um registro que pode chegar a milhões de anos atrás. Por não parecerem servir a nenhum propósito ou por não causarem nenhum dano, são normalmente chamados de DNA tranqueira. Alguns ainda conseguem produzir proteínas, mas os cientistas jamais encontraram um que tivesse uma função adequada nos humanos ou que pudessem nos causar qualquer doença.

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56 Questões Míticas

57 Sem Mapas Stephen Dobyns

58 Às vezes Sheenagh Pugh


Carregar ppt "79º Fórum do Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz MITOS, RITOS E SÍMBOLOS EM BUSCA DE SIGNIFICADO - ALICERÇANDO A PAZ - Robert Walter SP Abr."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google