A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Norma 569A Padrões para caminhos e espaços em edifícios comerciais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Norma 569A Padrões para caminhos e espaços em edifícios comerciais."— Transcrição da apresentação:

1 Norma 569A Padrões para caminhos e espaços em edifícios comerciais

2 Definição Os elementos da norma ANSI/EIA/TIA 569A definem e incluem a infra-estrutura física para a construção dos caminhos e espaços, bem como a estrutura de dutos para as seguintes áreas: -Sala de equipamentos; -Conexão entre edifícios; -Entrada de serviços; -Cabeamento vertical (Backbone); -Cabeamento horizontal; -Salas de telecomunicações; -Área de trabalho

3 Diagrama esquemático

4 Instalações de entrada Local onde os serviços de telecomunicações entram num prédio ou onde há rotas de backbone vinculadas a outros edifícios do campus. Para estrutura de entrada são utilizadas caixas de distribuição chamadas: Distribuidor Geral (DG)

5 Distribuidor Geral (DG) Caixas de distribuição: Local onde os blocos de conexão contendo os serviços internos de telefonia são instalados Caixas de DG: Utilizadas para instalação dos cabos externos fornecidos pela concessionária

6 Distribuidor Geral (DG) Caixas de passagem: São utilizadas somente para passagem de cabos (A)caixas de passagem direta (B)caixas de passagem com derivação

7 Simbologia (DG)

8 Dimensões (DG)

9 Rotas inter-edifícios Existem quatro métodos básicos de encaminhamento: -Caminhos para cabos subterrâneos -Caminhos para cabos diretamente enterrados -Caminhos para cabos aéreos -Caminhos utilizando túneis

10 Rotas inter-edifícios Caminhos para cabos subterrâneos

11 Rotas inter-edifícios Caminhos para cabos diretamente enterrados

12 Rotas inter-edifícios Caminhos para cabos aéreos

13 Rotas inter-edifícios Caminhos utilizando túneis

14 Sala de equipamentos

15 Rotas intra-edifícios Backbones Verticais

16 Rotas intra-edifícios Backbones horizontais -Um sleeve ou duto para cada 500m de área útil -Sleeves ou dutos sobressalentes -Outra solução: eletrocalhas ou leitos

17 Proteção contra propagação de fogo e fumaça Firestop pillow Firestop pillow colocado Spec Seal Mortar

18 Cabeamento horizontal Infra-estrutura que se estende da sala de equipamentos até a área de trabalho: - Dutos subterrâneos - Piso de acesso - Conduíte - Eletrocalhas - Rotas de teto - Rotas de perímetro

19 Exemplos: eletrocalha lisa

20 Exemplos: postes condutores

21 Exemplos: Leitos

22 Exemplos: piso de acesso

23 Exemplos: dutos embutidos

24

25 Exemplos: dutos de piso embutidos

26 Exemplos: dutos de piso aparentes

27 Exemplos: rotas de perímetro (eletrocalhas)

28 Exemplos: rotas de perímetro (canaletas)

29 Exemplos: Rotas de teto São necessários 75mm de espaço livre e devem ser incluídas rotas de perímetro

30 Área de trabalho Espaço onde os usuários trabalham com equipamentos de telecomunicações

31 Sala de telecomunicações Contém equipamentos de telecomunicações, terminações e cabos, servindo como ponto de transição entre os dutos destinados a servir o cabeamento vertical e horizontal

32 Armários de telecomunicações -Gabinetes adicionais serão necessários se a área a ser servida ultrapassar 1000m2 -Gabinetes fixados às paredes devem ser considerados se a área for menor que 100m2 -Gabinetes tipo armário (racks) devem ser utilizados quando a área estiver entre 100 e 500m2 -O espaço destinado as salas de telecomunicações devem ser de uso exclusivo dos dispositivos de telecom. -Tamanho mín. da porta: 900mm (larg) por 2000mm(alt) -Tomadas de força com circuitos elétricos dedicados devem estar disponíveis.


Carregar ppt "Norma 569A Padrões para caminhos e espaços em edifícios comerciais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google