A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

6º ENEMET ------------------------- Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Metalúrgica e de Materiais Formação e Atuação do Engenheiro no Exterior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "6º ENEMET ------------------------- Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Metalúrgica e de Materiais Formação e Atuação do Engenheiro no Exterior."— Transcrição da apresentação:

1 6º ENEMET Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Metalúrgica e de Materiais Formação e Atuação do Engenheiro no Exterior Prof. Maria Angela Loyola de Oliveira

2 Tópicos abordados : 1 - Perfil e Situação dos cursos de engenharia metalúrgica e de materiais no exterior 2 - Perspectiva de trabalho para engenheiros brasileiros no exterior 3 - Visão do engenheiro brasileiro perante os demais países 4 - Relatos de experiências de trabalho no exterior

3 1) Perfil e Situação dos cursos de engenharia metalúrgica e de materiais no exterior Fontes : Depoimentos de alunos e ex alunos ( brasileiros e estrangeiros) de engenharia participantes de programas de formação no exterior. Depoimentos de alunos e ex alunos ( brasileiros e estrangeiros) de engenharia participantes de programas de formação no exterior. Colaborações de professores, pesquisadores e coordenadores de estágios e programas de formação de engenheiros no exterior. Colaborações de professores, pesquisadores e coordenadores de estágios e programas de formação de engenheiros no exterior. Artigo : Organization and Trends in Materials Science and Engineering Education in the US and Europe – Acta Materiallia 48 (2000) pg – Flemming M.C and Cahn R.W ( MIT USA e Cambridge University UK) Artigo : Organization and Trends in Materials Science and Engineering Education in the US and Europe – Acta Materiallia 48 (2000) pg – Flemming M.C and Cahn R.W ( MIT USA e Cambridge University UK) Edição especial com uma seleção dos tópicos mais importantes em Ciências e Engenharia de Materiais : Status atual e direções futuras.

4 1) Perfil e Situação dos cursos Importância global da área de materiais Importância global da área de materiais - importância histórica no desenvolvimento da civilização humana. - atualmente três grandes áreas são citadas como chaves para o desenvolvimento das nações e forças motrizes para o crescimento da economia global : Tecnologia da informação Biotecnologia e Ciência e engenharia dos materiais

5 1) Perfil e Situação dos cursos Dificuldades na sistematização da educação: Dificuldades na sistematização da educação: Enorme abrangência dos campos do conhecimento Propriedades Composição/ estrutura: nano, meso, micro, macro Síntese/ Processo Performance

6 1) Perfil e Situação dos cursos Área multidisciplinar, interdisciplinar : MetaisPolímerosCerâmicosCompósitos biomateriaisSupercondutoresSemicondutores materiais eletrônicos materiais óticos materiais magnéticos

7 1) Perfil e Situação dos cursos Em função desta abrangência e desta multidisciplinariedade, alguns departamentos ou centros de formação de engenheiros de materiais fracionaram a área de acordo com seus interesses em pesquisa ou por interesses regionais: Em função desta abrangência e desta multidisciplinariedade, alguns departamentos ou centros de formação de engenheiros de materiais fracionaram a área de acordo com seus interesses em pesquisa ou por interesses regionais: Exemplos : - polímeros estudados nos cursos de química - obtenção e transformação de metais especificamente em cursos de metalurgia. - processos de conformação em cursos de mecânica. - estrutura da matéria condensada em cursos de física.

8 1) Perfil e Situação dos cursos Toda esta dificuldade de sistematizar em termos globais as matrizes curriculares de um curso de Ciência / Engenharia dos Materiais causou uma dispersão nas nomenclaturas e nas especificidades da carreira e habilitações do engenheiro de materiais. O agrupamento maior das grades curriculares se deu em torno do mais antigo dos cursos : Engenharia metalúrgica, que tinha maior tradição e aplicação, tratando de um dos metais mais usados : o ferro e suas ligas. Esta é uma das razões históricas do nome metalurgia e materiais no Brasil, embora os grandes centros de excelência em metalurgia na Europa e EUA já adotem Engenharia de Materiais (englobando os cursos de metalurgia).

9 1) Perfil e Situação dos cursos Os Centros de excelência mais tradicionais na formação de engenheiros metalúrgicos e especializados em siderurgia estão na Europa/ França – Écoles des Mines. (grandes écoles – o nome Mines é conservado por razões históricas) Os Centros de excelência mais tradicionais na formação de engenheiros metalúrgicos e especializados em siderurgia estão na Europa/ França – Écoles des Mines. (grandes écoles – o nome Mines é conservado por razões históricas) Atualmente a formação é mais abrangente e os departamentos ou Institutos são denominados materiais ECOLE DES MINES D ALES Alès - Nîmes - Pau

10 1) Perfil e Situação dos cursos Perfil de formação do engenheiro nas Grandes Écoles Perfil de formação do engenheiro nas Grandes Écoles - 2 anos de formação básica numa Universidade com ênfase em matemática e fundamentos. - 2 anos de formação básica numa Universidade com ênfase em matemática e fundamentos. - concurso para ingresso após o básico. - concurso para ingresso após o básico. - 3 anos de formação profissional totalizando cinco anos para diplomação - 3 anos de formação profissional totalizando cinco anos para diplomação - Carga horária dos cursos divididas em aulas/ conferências + TD + TP em horário integral diurno. - leque obrigatório de disciplinas em humanidades - leque obrigatório de disciplinas em humanidades - obrigatoriedade de proficiência em uma língua estrangeira (a escola oferece os cursos - o exame de proficiência é fora). - obrigatoriedade de proficiência em uma língua estrangeira (a escola oferece os cursos - o exame de proficiência é fora). - grade flexível com várias disciplinas opcionais. - Perfil generalista

11 1) Perfil e Situação dos cursos Estágios programados em conjunto com as empresas, supervisionados e valorizados : Estágios programados em conjunto com as empresas, supervisionados e valorizados : - 2 estágios em tempo integral durante o curso - no início – 6 semanas (operário) - no início – 6 semanas (operário) - no final de curso - 6 meses (como aluno engenheiro) - no final de curso - 6 meses (como aluno engenheiro) Escolas Públicas (pagamento de taxas anuais) regidas pelo Ministério da Educação ou da Indústria. Escolas Públicas (pagamento de taxas anuais) regidas pelo Ministério da Educação ou da Indústria. Os egressos das grandes écoles são mais valorizados no mercado de trabalho ( maiores salários e maiores possibilidades de carreira) Os egressos das grandes écoles são mais valorizados no mercado de trabalho ( maiores salários e maiores possibilidades de carreira)

12 1) Perfil e Situação dos cursos Acesso de alunos brasileiros às Escolas no exterior Para Graduação ou pós graduação (mestrado ou doutorado) Admissão através de convênios interinstitucionais ou redes de pesquisas Admissão através de convênios interinstitucionais ou redes de pesquisas É necessário comprovar renda ou obter bolsa para manutenção É necessário comprovar renda ou obter bolsa para manutenção Principais barreiras à aprendizagem e ao desempenho do aluno: Principais barreiras à aprendizagem e ao desempenho do aluno: - comunicação (proficiência na língua local) - comunicação (proficiência na língua local) - base matemática ou conceitual fraca - base matemática ou conceitual fraca - dificuldades de adaptação com conteúdos e metodologias de ensino. - dificuldades de adaptação com conteúdos e metodologias de ensino. - outras de aspecto emocional ou social (relacionamento humano) - outras de aspecto emocional ou social (relacionamento humano)

13 2) Perspectiva de trabalho para engenheiros brasileiros no exterior As maiores possibilidades são em Instituições de pesquisa após uma formação doutoral com destaque. As maiores possibilidades são em Instituições de pesquisa após uma formação doutoral com destaque. Possibilidades de estágios profissionais em empresas multinacionais instaladas no Brasil (absorção de cultura e tecnologia do país sede) Possibilidades de estágios profissionais em empresas multinacionais instaladas no Brasil (absorção de cultura e tecnologia do país sede) Possibilidades razoáveis de empregos para engenheiros com duplo diploma brasileiro/estrangeiro em empresas multinacionais. Possibilidades razoáveis de empregos para engenheiros com duplo diploma brasileiro/estrangeiro em empresas multinacionais. As possibilidades de emprego de engenheiros no exterior são boas em alguns países: EUA, Canadá, etc e pequenas em alguns países na Europa tais como França e Alemanha. A chave é a demanda por mão de obra tecnológica. As possibilidades de emprego de engenheiros no exterior são boas em alguns países: EUA, Canadá, etc e pequenas em alguns países na Europa tais como França e Alemanha. A chave é a demanda por mão de obra tecnológica.

14 3) Visão do engenheiro brasileiro perante os demais países As seguintes características são destacadas no engenheiro brasileiro Criatividade/ inventividade Criatividade/ inventividade Boa Formação Tecnológica Boa Formação Tecnológica Adaptabilidade a ambientes difíceis/ bom moderador Adaptabilidade a ambientes difíceis/ bom moderador Boa capacidade de comunicação e relacionamento Boa capacidade de comunicação e relacionamento Pouca capacidade de síntese e dificuldades na elaboração de relatórios claros e concisos. Pouca capacidade de síntese e dificuldades na elaboração de relatórios claros e concisos.

15 4 - Relatos de experiências de trabalho no exterior Alunos do programa de complementação de estudos atuando como estagiários de engenharia na Vallourec - Mannesman, Coflexip, Arcelor, Lafarge (França) Alunos do programa de complementação de estudos atuando como estagiários de engenharia na Vallourec - Mannesman, Coflexip, Arcelor, Lafarge (França) - Bom ambiente de trabalho com desafios importantes na área profissional - Remuneração boa compatível com a valorização do futuro engenheiro - Atribuição de responsabilidades de acordo com o programa estabelecido - Não foram observados casos de discriminação racial.

16 4 - Relatos de experiências de trabalho no exterior Pesquisadores ( França, Inglaterra, Espanha, Portugal, Alemanha, Bélgica, EUA) - Bom ambiente de trabalho, relacionamento fácil - Valorização do trabalho (na maioria dos casos) - Quando bolsistas do governo brasileiro - dificuldades financeiras. Engenheiros ( Casos de empregados em empresas multinacionais com sede no Brasil ou não) : - ótimas condições gerais de trabalho - ótimas perspectivas de carreiras - relacionamento de igual para igual com engenheiros formados nos países desenvolvidos.

17 Conclusões Para pleitear uma carreira no exterior é necessário: - Adquirir proficiência em língua estrangeira ( inglês ou…) - Investir em conhecimento de alto nível na área pretendida. - Investir em relacionamentos no exterior (estágios, complementações de estudos) ainda como estudante para ganhar cultura internacional. - Ter capacidade de adaptação / Ser independente


Carregar ppt "6º ENEMET ------------------------- Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Metalúrgica e de Materiais Formação e Atuação do Engenheiro no Exterior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google