A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profa. Juliana Johann. ESTADOS PREPONDERANTES E SUAS FONTES DE PODER, 1500-2000  PERÍODO ESTADO RECURSOS PRINCIPAIS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profa. Juliana Johann. ESTADOS PREPONDERANTES E SUAS FONTES DE PODER, 1500-2000  PERÍODO ESTADO RECURSOS PRINCIPAIS."— Transcrição da apresentação:

1 Profa. Juliana Johann

2 ESTADOS PREPONDERANTES E SUAS FONTES DE PODER,  PERÍODO ESTADO RECURSOS PRINCIPAIS

3 Séc. XV-XVI PORTUGAL  Comércio com o Oriente

4 Séc. XVI ESPANHA  Ouro maciço, prata, comércio colonial, exércitos mercenários, laços dinásticos

5 Séc. XVII HOLANDA  Comércio  Mercados de capital  marinha

6 Séc. XVIII FRANÇA  População  Indústria rural  Administração pública  Exército  Cultura (poder brando)

7 Séc. XIX INGLATERRA  Indústria  Coesão política  Finanças e crédito  Marinha  Normas liberais (poder brando)  Localização insular (defesa facilitada)

8 Séc. XX EUA  Superioridade econômica  Liderança científica e técnica  Localização  Forças e alianças militares  Cultura universalista e regimes internacionais liberais (poder brando)

9 Séc. XXI EUA (?)  Liderança tecnológica  Superioridade militar e econômica (poder brando)  Centro de comunicações transnacionais

10 História da mudança nas RI ocidentais –  Geralmente, foco em rupturas radicais com o passado que ocorreram geralmente após guerras momentosas (Guerra dos 30 anos, Guerras Napoleônicas, 1ª. e 2ª. Guerras mundiais, desmantelamento da URSS, etc) – Assim,  1648 – Paz de Westfália  Utrecht  Congresso de Viena  1919 – Paz de Versalhes  (Teerã, Yalta, Potsdam, S. Fco, Durbanton Oaks)  1991

11 A ERA DOS IMPÉRIOS EUROPEUS

12  Para a maioria da humanidade e pelos períodos mais longos da história, o império tem sido o modelo de governo típico.   Impérios não têm o menor interesse em operar dentro de um SISTEMA INTERNACIONAL.   Eles aspiram SER o sistema internacional.  Impérios não têm nenhuma necessidade de um equilíbrio de poder. 

13 Impérios Antigos  Império Acadiano · Império Acadiano  Antigo Egito ·Antigo Egito  Império Neo-Assírio ·Império Neo-Assírio  Império Hitita · Império Hitita  Império Persa Acamênida · Império Persa Acamênida  Império Ateniense ·Império Ateniense  Império Macedônio (Império Ptolomaico · Império Selêucida) · Império MacedônioImpério PtolomaicoImpério Selêucida  Império Cartaginês · Império Cartaginês  Império Indiano Máuria · Império Indiano Máuria  Império Indiano Gupta ·Império Indiano Gupta  Império Chinês Chin · Império Chinês Chin  Império Chinês Han ·Império Chinês Han  Império Romano (Império Romano do Ocidente · Império Romano do Oriente) · Império RomanoImpério Romano do OcidenteImpério Romano do Oriente  Império Persa Sassânida Império Persa Sassânida

14 Impérios Medievais  Império Bizantino · Império Bizantino  Império Huno ·Império Huno  Império Árabe (Império Rashidun · Império Omíada · Império Abássida · Império Fatímida · Império Almóada) ·Império ÁrabeImpério RashidunImpério OmíadaImpério Abássida Império FatímidaImpério Almóada  Império Gaznavida ·Império Gaznavida  Império Seljúcida ·Império Seljúcida  Império Corásmio · Império Corásmio  Império Timúrida ·Império Timúrida  Império Indiano Chola ·Império Indiano Chola  Império Mongol ·Império Mongol  Império Sérvio · Império Sérvio  Império Búlgaro · Império Búlgaro  Império Carolíngio · Império Carolíngio  Sacro Império Romano-Germânico ·Sacro Império Romano-Germânico  Império Plantageneta ·Império Plantageneta  Império Mali ·Império Mali  Império Chinês Tang · Império Chinês Tang  Império Chinês Song · Império Chinês Song  Império Chinês Yuan ·Império Chinês Yuan  Império Inca Império Inca

15 Impérios Modernos  Império Indiano Mogol · Império Indiano Mogol  Império Chinês Ming · Império Chinês Ming  Império Chinês Qing Império Chinês Qing  · Império Otomano ·  Império Persa Safávida ·Império Persa Safávida  Império Etíope ·Império Etíope  Império Português Império Português  · Império Espanhol ·Império Espanhol  Império da União Ibérica · Império da União Ibérica  Império Holandês ·Império Holandês  Império Britânico ·Império Britânico  Império Francês de Napoleão · Império Francês de Napoleão  Império Colonial Francês · Império Colonial Francês  Império Alemão Império Alemão  Império colonial alemão ·Império colonial alemão  Império Russo ·Império Russo  Império Sueco · Império Sueco  Império Austro-Húngaro · Império Austro-Húngaro  Império BrasileiroImpério Brasileiro

16  O novo sistema de estados nacionais - que formou- se após a prevalência do sistema anterior formado pelas cidades e pelas “ unidades imperiais” menores que os estados - manteve as características principais do sistema que o antecedeu.   Ele também nasceu competitivo e bélico, e se expandiu graças às suas disputas territoriais e às suas guerras de conquista. 

17  Antes do surgimento dos estados nacionais, a competição e a guerra entre os primeiros “ núcleos imperiais” apontava na direção do “ poder global”, mas este não estava ao alcance dos recursos destes primeiros poderes territoriais.

18  Mais à frente, quando eles chegaram próximos a um poder de tipo global, como no caso do Império Habsburgo no período de Carlos V, as resistências externas e internas cresceram, e os custos aumentaram até o ponto em que o projeto ficou insustentável.  Carlos V declarou moratória com relação a seus banqueiros, renunciou e dividiu seu império para impedir sua decomposição.

19  Depois de Carlos V, nos séculos posteriores, a França e a Alemanha tentaram, várias vezes, e sem sucesso, impor a sua hegemonia à Europa.  O Japão também fracassou ao tentar impor a sua hegemonia na Ásia depois de  Só os EUA conquistaram e mantiveram, desde o séc. XIX, uma posição hegemônica incontestável dentro do continente americano.  E só a Inglaterra e os EUA – os “ estados-impérios capitalistas” por excelência – se colocaram o objetivo do “ poder global”.   No caso da Inglaterra, com a limitação de que jamais teve poder territorial sobre a Europa e nunca disputou de fato o continente americano com os EUA.

20  A formação do sistema político mundial não foi o produto de uma somatória simples e progressiva de territórios, países e regiões, foi uma criação do poder expansivo de alguns estados nacionais europeus que conquistaram e colonizaram o mundo, durante os 5 séculos que lutaram entre si pela conquista e monopolização das hegemonias regionais e do “ poder global”  Como resultado deste movimento competitivo e expansivo, os europeus criaram seus “ territórios políticos” supranacionais e seus impérios coloniais de onde vieram a nascer a maioria dos estados do Sistema Mundial, criados fora da Europa, e sem as características econômicas das Grandes Potências.

21

22 Paz de Westphalia  Soberania  Razão de Estado  SI  Equilíbrio de Poder / Balança de Poder

23  A despeito de MUITAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS terem dado-se nos diferentes domínios e através dos distintos agentes ‘orientais’ (chineses, árabes, persas, turcos, indianos, japoneses, etc)  costuma-se, no Ocidente, iniciar-se o estudo das RI quando verifica-se no ocidente o surgimento da RAZÃO DE ESTADO.

24  Hobbes  Grotius

25  Por último e mais importante, sob o ponto de vista do direito internacional, a Paz de Westfália assegurou um novo ordenamento jurídico entre os reinos europeus.

26  Além disso, formou uma nova ideologia do estado soberano: a chamada Razão de Estado.

27 Equilíbrio de poder  Quando nenhum Estado é poderoso o suficiente para dominar todos os demais, as pretensões do membro mais agressivo da comunidade internacional são mantidas sob controle através de uma combinação entre os novos membros.  EM OUTRAS PALAVRAS, por intermédio da operação do equilíbrio de poder. 

28

29 Projetos de Hegemonia

30 HEGEMONIA  Em Geopolítica, hegemonia é a supremacia de um povo sobre outros, seja através da introdução de sua cultura ou por meios militares.Geopolítica  Ver: BOBBIO, Norberto. Dicionário de Ciência Política, Ed. UNB

31

32

33

34

35 Resumindo  Estima-se que as Grandes Potências tenham estado em guerra durante 75% do período que vai de 1495 a 1975, começando uma nova guerra a cada 7 ou 8 anos.  E mesmo no período mais pacífico desta história, entre 1816 e 1913, contabiliza-se 100 guerras coloniais, a maioria delas envolvendo a Inglaterra, a França e a Rússia.  Por isso alguns afirmam que as guerras foram a principal atividade dos estados nacionais europeus durante seus 5 séculos de existência, consumindo cerca de 80 a 90% dos seus orçamentos nacionais até o séc. XIX.

36  De acordo com a teoria realista (que, embora predominante, não é a única teoria disponível para a análise de fenômenos em RI), na relação entre os estados nacionais, a mera preservação da existência social exige, na livre competição, uma expansão constante. Quem não sobe cai.  Mearsheimer chamou de “ realismo ofensivo” esta condenação ou “ tragédia das Grandes Potencias”..  “ as grandes potencias têm um comportamento agressivo não porque elas queiram, mas porque elas têm que buscar acumular mais poder se quiserem maximizar suas probabilidades de sobrevivência, porque o sistema internacional cria incentivos poderosos para que os estados estejam sempre procurando oportunidades de ganhar mais poder aas custas de seus rivais...”

37 Dever de casa

38  “Para que a globalização funcione, os EUA não devem ter medo de agir como a superpotência invencível que na verdade já o são.  A mão invisível do mercado jamais funcionará sem um punho invisível.  A cadeia McDonald’s não irá se expandir sem a McDonnel Douglas (fabricantes de aviões F16), assim como o punho invisível que garante a segurança mundial das tecnologias do Silicon Valley chama-se exército, forca aérea, força naval e corpo de fuzileiros navais dos EUA.¨ Thomas Friedman, assessor da ex-Secretária de Estado Madeleine Albright, em artigo na New York Times Magazine,


Carregar ppt "Profa. Juliana Johann. ESTADOS PREPONDERANTES E SUAS FONTES DE PODER, 1500-2000  PERÍODO ESTADO RECURSOS PRINCIPAIS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google