A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Física Ciência e Tecnologia para desenvolver o Brasil Sergio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Física Ciência e Tecnologia para desenvolver o Brasil Sergio."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Física Ciência e Tecnologia para desenvolver o Brasil Sergio M. Rezende UNIVASF, Juazeiro/Petrolina 4 de novembro de 2011 Tributo a Miguel Arraes

2  Ciência e tecnologia: Fator de riqueza no mundo  Início tardio da ciência no Brasil  Avanços recentes de C&T no Brasil  Desafios para C&T no Brasil no Século XXI Sumário

3 Ciência = geração de conhecimento Tecnologia = aplicação da ciência Ciência e Tecnologia Fator decisivo para a riqueza das nações Ciência e Tecnologia

4 Ciência no Século 19: Bases do eletromagnetismo ( ) Oersted, Ampère corrente I cria campo magnético B I B I Fio com corrente I no campo sofre ação de força F

5 Ciência e Tecnologia Aplicação tecnológica das descobertas de Oersted e Ampère: Motor elétrico Primeiro motor elétrico Motor elétrico atual

6 ( ) Faraday, Henry: indução magnética variação de B cria corrente I I Ciência e Tecnologia Ciência no Século 19: Bases do eletromagnetismo

7 Ciência e Tecnologia Aplicação tecnológica da indução magnética: Gerador elétrico Primeiro gerador elétrico

8 Ciência e Tecnologia As aplicações tecnológicas dos fenômenos eletromagnéticos transformaram os costumes da sociedade e os processos de produção Geração e distribuição de energia elétrica Geração Transmissão Distribuição e consumo

9 Energia elétrica tornou-se imprescindível para a humanidade

10 ELETRÔNICA Tecnologia que utiliza dispositivos de controle de sinais operando a base de fenômenos com elétrons amplificação chaveamento operações lógicas Tecnologia do Século XX

11 (1907) De Forest inventa a válvula triodo a vácuo ( ) Armstrong inventa o rádio receptor elétrons emitidos pelo catodo são acelerados para a placa por campo elétrico O rádio se torna objeto de desejo da sociedade SMR-11 O nascimento da Eletrônica

12 ( ) Muitos equipamentos eletrônicos são inventados e encontram aplicações na vida cotidiana e na indústria Mas a eletrônica à válvula tinha muitas limitações SMR-12 Evolução da eletrônica

13 ( ) J.J. Thomson “descoberta” do elétron Virada do Século 20: Compreensão do elétron, do fóton e do átomo (1900) Max Planck quantização de osciladores ( ) Einstein, Millikan efeito fotoelétrico, fótons ( ) Bohr, de Broglie teoria quântica do átomo Heisenberg, Schroedinger. e Século 20: Compreensão do átomo e da matéria

14 Elétrons das últimas camadas atômicas são responsáveis pelas ligações que formam a estrutura cristalina dos materiais e por suas principais propriedades Século 20: Compreensão do átomo e da matéria Materiais • Isolantes • Metais • Semicondutores

15 Em Dez/ 1947, Shockley, Bardeen e Bratain anunciaram no Bell Telephone Laboratory a invenção do transistor formado por junções de semicondutores Shockley, Bardeen e Bratain receberam o prêmio Nobel de Física em A invenção do transistor

16 O transistor e outros dispositivos semicondutores revolucionaram a eletrônica 16 A invenção do transistor

17 17 Evolução rápida e contínua da eletrônica Em 1958, Jack Kilby desenvolve o circuito integrado O chip revolucionou a eletrônica E no ano 2000 Kilby recebeu o Prêmio Nobel de Física

18 A eletrônica e a optoletrônica revolucionaram a sociedade C&T: Fator essencial para a riqueza das nações

19 O computador pessoal Microprocessador Apple INTEL e

20 GERAÇÃO DE NOVO PRODUTO CONHECIMENTO USQEPASI Pesquisa aplicada Desenvolvimento do produto-INOVAÇÃO Pesquisa, desenvolvimento e inovação Universidades Institutos tecnológicos Empresas

21 Produtos de alto valor agregado Matérias primas C&T: Fator para má distribuição da riqueza

22 PIBs dos países em US$ trilhões (2008) C&T: Fator essencial para a riqueza das nações EUA JP CH GE FR UK IT BR ES CA

23 Alguns marcos históricos de C&T no Brasil  1900 – Criação do Instituto Soroterápico > FIOCRUZ  1921 – Reestruturação do Observatório Nacional  Criação do Inst. Nacional de Tecnologia, RJ  1934 – Fundação da USP  1935 – Fac. de Filosofia Ciências e Letras da USP  1939 – Faculdade Nacional de Filosofia no RJ O Brasil: início tardio  1948 – Criação da SBPC  1950 – Fundação do ITA

24 1925 Visita de Einstein ao ON Fatos marcantes para a Ciência O Brasil

25  Pouquíssimos cientistas e pesquisadores  Falta de ambiente de pesquisa nas universidades  Não haviam engenheiros ou especialistas em setores básicos da indústria  Parque industrial incipiente  Ausência de cultura de inovação nas empresas Brasil em 1950 O Brasil

26 Lattes, Leite Lopes, Tiomno, Schenberg, Costa Ribeiro e outros cientistas foram decisivos para a criação do CNPq O Brasil Decreto do Pres. Dutra

27 1951 – Criação do Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq) e da CAPES Avanços no Sistema Federal de C&T  CNPq e CAPES apoiam estudantes e pesquisadores individuais (bolsas auxílios à pesquisa)  A atuação do CNPq e da CAPES nas décadas de 1950 e 1960 foi decisiva para a criação e manutenção dos primeiros grupos de pesquisa no Brasil O Brasil

28 1962 – Criação do FUNTEC/BNDES apoio institucional para pós-graduação Reforma universitária criação do tempo integral nas universidades 1967 – Criação da FINEP 1971 – Implantação do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico- FNDCT, através da FINEP Avanços no Sistema Federal de C&T O Brasil 1985 – Criação do Ministério da Ciência e Tecnologia e absorção do CNPq e da FINEP

29 – CNPq, FINEP, CAPES e Fundações Estaduais apoiam a institucionalização da pesquisa e a consolidação da pós-graduação O Brasil

30 Líder em prospecção de óleo e gás em águas profundas Tupi – 7000 m Casos de sucesso em áreas onde governo atuou O Brasil

31 Embraer quando ainda estatal investiu fortemente em inovação e tornou-se um dos maiores fabricantes de aeronaves voltadas para nichos de mercado importantes Casos de sucesso em áreas onde governo atuou O Brasil

32                                          DF  Embrapa Sede 10 Centros Nacionais de Temas Básicos 14 Centros Nacionais de Produtos 14 Centros Ecorregionais de Pesquisa Agroflorestal ou Agropecuária 3 Serviços Especiais 16 Organizações Estaduais   Casos de sucesso em áreas onde governo atuou Criada em 1972, hoje é líder mundial em P&D em agropecuária tropical O Brasil

33 Produção agropecuária Brasileira impulsionada por C,T&I Brasil tem 9% dos artigos científicos do mundo em agricultura trans-disciplinar ProdutoProdução mundial Açucar, Suco de laranja, Café1o1o Soja, Carne bovina, Frango2o2o Milho, Frutas3o3o Casos de sucesso em áreas onde governo atuou O Brasil

34 •Proálcool (1975): bioetanol misturado a gasolina (25%) •Motores Flex-fuel (gasolina, bioetanol or mix) introduzido em 2003 •90% dos carros vendidos hoje são flex-fuel •Total bio-etanol hoje é pouco maior que o de gasolina Bio-etanol de cana-de-açúcar para veículos Casos de sucesso em áreas onde governo atuou O Brasil

35 • criação dos Fundos Setoriais de C&T • início da recuperação do FNDCT • novos formatos de financiamento  estruturação de redes de pesquisa  Programa de Núcleos de Excelência - PRONEX  Institutos do Milênio  editais universais Avanços recentes no Brasil

36  MCT- Política Nacional de C,T&I  MCT/FINEP-Ampliação dos recursos dos Fundos Setoriais/FNDCT  CNPq-Ampliação do número de bolsas e programas Avanços recentes no Brasil

37 Plano de Ação em C,T&I Síntese Avanços recentes no Brasil R$ 41,5 bilhões de verbas federais (sem pessoal)

38 1- Grande aumento nos recursos financeiros federais para C,T&I possibilitando ampliar a formação de recursos humanos e o financiamento adequado da pesquisa básica e aplicada em todas as áreas do conhecimento e em todos os níveis da estrutura do Sistema Nacional de C,T&I, Avanços recentes no Brasil Principais avanços na última década

39 2- Notável avanço no ambiente para inovação tecnológica nas empresas, proporcionado pela criação de um amplo leque de instrumentos para financiar projetos de empresas, operados pela FINEP (subvenção e crédito) e pelo BNDES, por incentivos fiscais, pela criação do Sistema Brasileiro de Tecnologia (SIBRATEC), e por uma lei que dá preferência a produtos e processos desenvolvidos no Brasil nas compras governamentais. Avanços recentes no Brasil Principais avanços na última década

40 Criação dos Fundos Setoriais Evolução Orçamentária do FNDCT R$ bilhões constantes Avanços recentes no Brasil

41 Nota: despesas com pessoal não incluídas CNPq programa nuclear institutos MCT FNDCT programa espacial outras ações MCT LOA 41 Evolução da execução orçamentária do MCT em OCC previsto LOA 2010 R$ milhões correntes Avanços recentes no Brasil

42 Em R$ milhões de 2010 Investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento Notas: em 2009 e 2010 dados estimados; (1) deflacionado pelo deflator do PIB.

43 Universidades Centros de ciência e P&D Instituições de C&T 348 Drs NúmeroDrs Federais Estaduais Municipais6542 Privadas TOTAL NúmeroDrs Federais Estaduais Outras10309 TOTAL Avanços recentes no Brasil 43 Sistema Nacional de C&T em 2009

44 Universidades Federais: 2002 Sedes ( ) = Expansão das universidades federais

45 Universidades Federais: 2009 Sedes ( ) = Expansão das universidades federais

46 Universidades Federais: 2009 Sedes ( ) = 59 Outros campi ( ) = 171 Total = Expansão das universidades federais

47 fonte: Capes/MEC Mestres e Doutores titulados anualmente 11,4 mil doutores titulados em ,8 mil mestres * titulados em 2009 * inclui o mestrado profissional a partir de /04/2010 Avanço do Brasil nas últimas décadas

48 Publicações científicas Ano Número de Publicações India Austrália Coréia do Sul Brasil Holanda Rússia Suíça Turquia Suécia Polônia México África do Sul Argentina Arábia Saudita Indonésia Avanço do Brasil nas últimas décadas

49 Crescimento médio anual de 10,5% em 28 anos 3 x média mundial 2,7% publicações do mundo em 2009 Valor relativo Crescimento das publicações científicas Avanço do Brasil nas últimas décadas

50 50 Consolidação do Sistema Nacional de C,T&I Universidades Institutos Tecnológicos Centros de P&D Governo Empresas Sibratec $ $ $ Inovação P&D novos produtos patentes Formação de RH Pesquisa básica e aplicada conhecimento publicações Avanço recente no Brasil

51 PDP (Política industrial) PACTI MCT/FINEP MDIC/BNDES inovação : Convergência das políticas federais Avanços recentes no Brasil

52 Brasil começa a ganhar atenção internacional

53

54 54 Brasil começa a ganhar atenção internacional

55 Novo governo continua a apoiar C&T Programa anunciado pela Presidenta Dilma Roussef para conceder bolsas até 2014 para estudantes de graduação e de pós-graduação para estudarem no exterior

56 C&T: Fator essencial para a riqueza das nações 1- Correlação entre o grau de desenvolvimento de um país e investimentos em P&D Investimento em P&D (%PIB) PIB per capita (US$ PPP) 0,00 0,50 1,00 1,50 2,00 2,50 3,00 3,50 4, Coreia 1976 India China Brasil 2000 Brasil 2007 Rússia Argentina México Reino Unido Itália Espanha EUA Canada União Européia França Alemanha Japão Ano base: 2007 Países com > 30 M/hab Fonte: OCDE e MCT 56

57 C&T: Fator essencial para a riqueza das nações 1- Correlação entre o grau de desenvolvimento de um país e número de pesquisadores PIB per capita (US$ PPP) Nº pesquisadores por 1000 habitantes - 1,00 2,00 3,00 4,00 5,00 6, India China Brasil Rússia Argentina México Reino Unido Itália Espanha EUA Canadá União Européia FrançaAlemanha Japão Ano base: 2007 Países com > 30 M/hab Fonte: OCDE e MCT 57

58 Desafios para C,T&I no Brasil em : População estimada- 225 milhões Com crescimento médio anual de 5% no PIB, em 2022 o PIB/capita atingirá US$ Desafios e perspectivas para C&T&I no Brasil

59 Investimento em P&D (%PIB) 1,00 1,50 2,00 2,50 3,00 3,50 4,00 India China Coreia 2007 Brasil 2007 Rússia Reino Unido Itália Espanha EUA Canada União Européia França Alemanha Japão Ano base: 2007 Países com > 30 M/hab PIB per capita (US$ PPP) 0,00 0, Argentina México Fonte: OCDE e MCT Brasil 2022 Para C,T&I se tornar Motor da economia Brasil 2010 Desafios e perspectivas para C&T&I no Brasil

60 PIB per capita (US$ PPP) Nº pesquisadores por 1000 habitantes - 1,00 2,00 3,00 4,00 5,00 6, India China Coreia Brasil Rússia Argentina México Reino Unido Itália Espanha EUA Canadá União Européia FrançaAlemanha Japão Ano base: 2007 Países com > 30 M/hab Fonte: OCDE e MCT Brasil 2022 Para C,T&I se tornar Motor da economia Desafios e perspectivas para C&T&I no Brasil

61 Nas últimas décadas o País construiu um sistema de C&T robusto e qualificado. Porém é necessário ampliar o esforço em C&T para: 1- Expandir a comunidade de pesquisa, melhorar a qualidade da produção científica e a formação de pessoal. Para isto é fundamental melhorar o ensino das ciências nas escolas e aumentar a difusão da ciência na sociedade. 2- Aumentar muito a pesquisa industrial e fazer com que a inovação tecnológica entre definitivamente no processo produtivo das empresas. Desafios e perspectivas para C&T&I no Brasil

62 Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Física MUITO OBRIGADO E BOA SORTE PARA VOCÊS


Carregar ppt "Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Física Ciência e Tecnologia para desenvolver o Brasil Sergio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google