A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 A transformação pela EXCELÊNCIA EM GESTÃO - VIII Congresso do SICOMERCIO - 6/11/2007 Antonio Tadeu Pagliuso Superintendente Geral

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 A transformação pela EXCELÊNCIA EM GESTÃO - VIII Congresso do SICOMERCIO - 6/11/2007 Antonio Tadeu Pagliuso Superintendente Geral"— Transcrição da apresentação:

1 1 A transformação pela EXCELÊNCIA EM GESTÃO - VIII Congresso do SICOMERCIO - 6/11/2007 Antonio Tadeu Pagliuso Superintendente Geral

2 2 FUNDAÇÃO NACIONAL DA QUALIDADE

3 3 MISSÃO Disseminar os fundamentos da excelência em gestão para o aumento de competitividade das organizações e do Brasil. VISÃO 2010 Ser um dos principais centros mundiais de estudo, debate e irradiação de conhecimento sobre a excelência em gestão.

4 4 Rede Brasileira da Qualidade, Produtividade & Competitividade -16 ANOS DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO- “Um Brasil melhor se faz com qualidade de vida para todos”

5 5 Destaques Dados atualizados até setembro/ MOVIMENTOS DA QUALIDADE, PRODUTIVIDADE E COMPETITIVIDADE 16 ANOS DE MOVIMENTO+10MILHÕESPESSOASRELACIONADAS COM O MEG ~5.000ORGANIZAÇÕESUSUÁRIAS DO MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO ® - MEG CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃODISTRIBUÍDOS HORAS DE TRABALHOVOLUNTÁRIO VOLUNTÁRIOS NA COMUNIDADE DA QUALIDADE ORGANIZAÇÕESMEMBROSAPOIADORAS DA REDE QP&C 2.103ORGANIZAÇÕESPREMIADAS15.321ORGANIZAÇÕESCANDIDATAS PRÊMIOS NACIONAL, REGIONAIS E SETRORIAIS

6 6 CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO E A EXCELÊNCIA EM GESTÃO

7 7 Bamerindus

8 8 Redes e integração horizontal.Pirâmide e integração vertical. Estrutura Competição e cooperação, “globalidade” e relacionamento de qualidade. Competição, regionalidade e relacionamento utilitário. Interação Partes integrantes do ecossistema da organização. Restrições sujeitas a considerações de custo/benefício. Sociedade e meio ambiente Sistema vivo, ecossistema, interdependência e adaptabilidade. Máquina como metáfora, sistema isolado e independente. Organizações Turbulência, descontinuidade e mudança exponencial. Estabilidade, mudança progressiva e linearidade. Ambiente Externo ParaDe Novos paradigmas nas organizações

9 9 (continuação) Maior conteúdo intelectual e o trabalho experiência mais rica e desafiadora. Automação. Mais tecnologia, menos pessoas. Tecnologia da Informação Função da escola e organização. Aprendizado contínuo para toda a vida. Função da escola e que se aprende uma vez para o resto da vida. Aprendizado/ educação Crescimento exponencial e acesso universal. Crescimento linear e acesso restrito. Conhecimento Cultural, distribuída e abrangendo o ecossistema. Localizada, tarefa de experts. Inovação Avaliação subjetiva de ativos intangíveis. Avaliação objetiva de ativos tangíveis. Percepção de Valor Líder: mentor, focalizador e símbolo.Liderança distribuída e abrangente. Comando e controle, liderança centralizadora e restrita à organização. Liderança ParaDe Novos paradigmas nas organizações

10 10 Posicionamento Conceitual “A FNQ entende as organizações como sistemas vivos, integrantes de ecossistemas complexos com os quais interagem e dos quais dependem” “A excelência em uma organização depende fundamentalmente de sua capacidade de perseguir seus propósitos em completa harmonia com seu ecossistema”

11 11 DESEMPENHO DAS ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS Estudo SERASA e FNQ

12 12 O estudo foi elaborado a partir de uma amostra de 130 demonstrativos contábeis de empresas membros da Fundação Nacional da Qualidade, com o objetivo de avaliar o desempenho destas empresas com o desempenho das demais empresas dos respectivos setores de atuação. Os índices econômicos-financeiros das empresas membros da Fundação Nacional da Qualidade foram comparados ao desempenho das empresas do setor em que atuam, durante um período de sete anos. Para as empresas holdings utilizou-se o demonstrativo consolidado do grupo. Considerou-se todas as demonstrações financeiras independente do ano de filiação ou premiação.

13 13 EVOLUÇÃO DO FATURAMENTO Variação acumulada, descontada a inflação (IGPM) Estudo SERASA/FNQ Indústria Serviços Comércio 34,9 54,0 30,8 Membros da FNQ e usuários do MEG Setor Setor Grandes Empresas 29,8 31,6 22,4 51,9 85,5 40,5

14 14 MARGEM EBITDA % sobre o faturamento líquido IndústriaServiços Comércio Estudo SERASA/FNQ Membros da FNQ e usuários do MEG Setor Setor Grandes Empresas

15 15 Indústria Serviços Comércio MARGEM DE LUCRO % sobre o faturamento líquido Estudo SERASA/FNQ Membros da FNQ e usuários do MEG Setor Setor Grandes Empresas

16 16 MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO ®

17 17 + de 75 prêmios, em 100 países Japan Quality Award Fundação Européia da Qualidade Malcolm Baldrige Fundação Nacional da Qualidade - FNQ Singapore Quality Award Australia Quality Award South Africa Quality Award Principais Prêmios / Modelos de Excelência em Gestão

18 18 Modelo Brasileiro de Excelência em Gestão ®

19 19 O Modelo de Excelência em Gestão  (MEG) está alicerçado sobre um conjunto de conceitos fundamentais e estruturado em critérios e requisitos, que expressam a compreensão sobre a Excelência em Gestão. Os Fundamentos da Excelência expressam esses conceitos reconhecidos internacionalmente e que se traduzem em práticas ou fatores de desempenho encontrados em organizações líderes de classe mundial, que buscam constantemente se aperfeiçoar e se adaptar à mudança. Além disso, o modelo utiliza o conceito de aprendizado e melhoria contínua, segundo o ciclo de PDCL (Plan, Do, Check, Learn). Modelo de Excelência em Gestão ®

20 20 Fundamentos da Excelência “Expressam conceitos reconhecidos internacionalmente e que se traduzem em práticas ou fatores de desempenho encontrados em organizações líderes de “Classe Mundial”, que buscam constantemente se aperfeiçoar e se adaptar às mudanças globais.”

21 21 Fundamentos da Excelência 1. Pensamento sistêmico 2. Aprendizado organizacional 3. Cultura de inovação 4. Liderança e constância de propósitos 5. Visão de futuro 6. Orientação por processos e informações 7. Geração de valor 8. Valorização de pessoas 9. Conhecimento sobre o cliente e o mercado 10. Desenvolvimento de parcerias 11. Responsabilidade social

22 22 CRITÉRIOS DE EXCELÊNCIA

23 23 Critérios de Excelência Critérios e Itens Pontuação Máxima 1 Liderança Sistema de liderança Cultura da excelência Análise do desempenho da organização 30 2 Estratégias e planos Formulação das estratégias Implementação das estratégias 30 3 Clientes Imagem e conhecimento de mercado Relacionamento com clientes30 4 Sociedade Responsabilidade socioambiental Ética e desenvolvimento social 30 5 Informações e conhecimento Informações da organização Informações comparativas Ativos intangíveis20

24 24 Critérios e Itens Pontuação Máxima 6 Pessoas Sistemas de trabalho Capacitação e desenvolvimento Qualidade de vida 30 7 Processos Processos principais do negócio e dos processos de apoio Processos de relacionamento com os fornecedores Processos econômico- financeiros 30 8 Resultados Resultados econômico - financeiros Resultados relativos aos clientes e ao mercado Resultados relativos à sociedade Resultados relativos às pessoas Resultados dos proc. principais do negócio e dos proc. de apoio Resultados relativos aos fornecedores 30 Total de Pontos 1000 Critérios de Excelência

25 25 O caminho para excelência Esforço Nível de Maturidade Classe Mundial Excelência Compromisso com a Excelência Rumo a Excelência Implementando as práticas de gestão Estado da Arte

26 26 CONHECIMENTO DISPONÍVEL

27 27 C URSO V IRTUAL DO MEG (GRATUITO) Portal FNQ (www.fnq.org.br)

28 28 Webcasting Jorge Gerdau Johannpeter (Gerdau) Sucessão Familiar 02/08/2007 Jorge Gerdau Johannpeter (Gerdau) Sucessão Familiar 02/08/2007

29 29 •Posicionamento conceitual da FNQ •Contexto social, tecnológico e econômico •Conceitos Fundamentais da Excelência em Gestão C ONCEITOS F UNDAMENTAIS E C RITÉRIOS DE A VALIAÇÃO DA E XCELÊNCIA EM G ESTÃO •Critérios de Avaliação utilizados por organizações com altos níveis de maturidade da gestão •Critérios de Avaliação utilizados por organizações com níveis de maturidade da gestão iniciais e intermediários

30 30 R ELATÓRIOS DA G ESTÃO E R ELATÓRIOS DOS C OMITÊS T EMÁTICOS

31 31 Software de Diagnóstico Visão global do modelo, seus fundamentos e sua aplicação S ÉRIE C ADERNOS DE E XCELÊNCIA E S OFTWARE DE A UTO - A VALIAÇÃO Convênio Cadernos Liderança, Estratégias e Planos, Clientes, Sociedade, Pessoas, Processos e Resultados Visão global do ciclo do PDCL, gestão de melhorias, enfatizando a auto- avaliação

32 32 Muere lentamente quien evita la pasión del cambio quien prefiere el negro sobre el blanco y los puntos sobre las "ies" a un remolino de emociones... Muere lentamente quien se transforma en esclavo del hábito, repitiendo todos los días los mismos trayectos…quien no cambia de marca, quien no arriesga vestir un color nuevo y no le habla a quien no conoce…. Muere lentamente, quien abandona un proyecto antes de iniciarlo, no preguntando de un asunto que desconoce o no respondiendo cuando le indagan sobre algo que sabe. Evitemos la muerte en suaves cuotas, recordando SIEMPRE que estar vivo exige un esfuerzo mucho mayor que el simple hecho de respirar. Solamente la ardiente paciencia hará que conquistemos una espléndida felicidad. PABLO NERUDA


Carregar ppt "1 A transformação pela EXCELÊNCIA EM GESTÃO - VIII Congresso do SICOMERCIO - 6/11/2007 Antonio Tadeu Pagliuso Superintendente Geral"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google