A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Práticas de Apoio à Gestão Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Práticas de Apoio à Gestão Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento."— Transcrição da apresentação:

1 Práticas de Apoio à Gestão Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Informação e Documentação Disciplina: Planejamento e Gestão de Instituições Arquivísticas Prof.: Lillian Alvares

2 Modelo de Excelência em Gestão

3 Conceitos Fundamentais da Excelência em Gestão Os Fundamentos da Excelência em Gestão expressam conceitos que se traduzem em práticas encontradas em organizações de elevado desempenho, líderes de Classe Mundial.

4 Conceitos Fundamentais da Excelência em Gestão O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) está alicerçado sobre um conjunto de conceitos fundamentais e estruturado em critérios e requisitos inerentes à Excelência em Gestão.

5 Conceitos Fundamentais da Excelência em Gestão Ele resume um conjunto de princípios e valores que são incorporados e internalizados por uma organização de qualquer nação, setor ou porte, que os pratica em seu dia-a-dia em todos os seus níveis de funcionamento e de atuação e com todos os seus públicos, interna e externamente.

6 Conceitos Fundamentais da Excelência em Gestão Os Fundamentos da Excelência expressam esses conceitos reconhecidos internacionalmente e que são encontrados em organizações líderes de Classe Mundial.

7 Conceitos Fundamentais da Excelência em Gestão Conceito de aprendizado e melhoria contínua, segundo o ciclo PDCL Plan Do Check Learn

8 Conceitos Fundamentais Os Fundamentos em que se baseiam os Critérios de Excelência são doze:

9 Fundamentos de Excelência 1) Visão sistêmica - Entendimento das relações de interdependência entre os diversos componentes de uma organização, bem como entre a organização e o ambiente externo.

10 Fundamentos de Excelência 2) Aprendizado organizacional - Busca alcançar novo nível de conhecimento, por meio de percepção, reflexão, avaliação e compartilhamento de experiências.

11 Fundamentos de Excelência 3) Proatividade - Capacidade da organização de se antecipar às mudanças de cenários e às necessidades e expectativas dos clientes e das demais partes interessadas.

12 Fundamentos de Excelência 4) Inovação - Implementação de novas idéias geradoras de um diferencial competitivo.

13 Fundamentos de Excelência 5) Liderança e constância de propósitos - Comprometimento dos líderes com os valores e princípios da organização. Capacidade de construir e implementar estratégias e um sistema de gestão que estimule as pessoas a realizar um propósito comum e duradouro.

14 Fundamentos de Excelência 6) Visão de futuro - Compreensão dos fatores que afetam o negócio e o mercado no curto e no longo prazo, permitindo o delineamento de uma perspectiva consistente para o futuro desejado pela organização.

15 Fundamentos de Excelência 7) Foco no cliente e no mercado - Conhecimento e entendimento do cliente e do mercado, visando à criação de valor de forma sustentada para o cliente e maior competitividade nos mercados.

16 Fundamentos de Excelência 8) Responsabilidade social - Atuação baseada em relacionamento ético e transparente com todas as partes interessadas, visando ao desenvolvimento sustentável da sociedade, preservando recursos ambientais e culturais para futuras gerações, respeitando a diversidade e promovendo a redução das desigualdades sociais.

17 Fundamentos de Excelência 9) Gestão baseada em fatos - Tomada de decisões com base na medição e análise do desempenho, levando-se em consideração as informações disponíveis, incluindo os riscos identificados.

18 Fundamentos de Excelência 10) Valorização das pessoas - Compreensão de que o desempenho da organização depende da capacitação, motivação e bem-estar da força de trabalho e da criação de um ambiente de trabalho propício à participação e ao desenvolvimento das pessoas.

19 Fundamentos de Excelência 11) Abordagem por processos - Compreensão e gerenciamento da organização por meio de processos, visando à melhoria do desempenho e à agregação de valor para as parte interessadas.

20 Fundamentos de Excelência 12) Orientação para resultados - Compromisso com a obtenção de resultados que atendam, de forma harmônica e balanceada, às necessidades de todas as partes interessadas na organização.

21 Critérios da Excelência

22 A principal vantagem competitiva das organizações do século XXI está sendo e será cada vez mais a Qualidade da Gestão.

23 Critérios da Excelência Essa análise é feita com base em oito critérios de excelência: Liderança Estratégias e Planos Clientes Sociedade Informações e Conhecimento Pessoas Processos Resultados

24 Modelo de Excelência da Gestão 11 fundamentos e 8 critérios. Como fundamentos podemos definir os pilares, a base teórica de uma boa gestão. Esses fundamentos são colocados em prática por meio dos oito critérios.

25 Modelo de Excelência da Gestão Fundamentos: pensamento sistêmico; aprendizado organizacional; cultura de inovação; liderança e constância de propósitos; orientação por processos e informações; visão de futuro; geração de valor; valorização de pessoas; conhecimento sobre o cliente e o mercado; desenvolvimento de parcerias e responsabilidade social.

26 Modelo de Excelência da Gestão Critérios: liderança; estratégias e planos; clientes; sociedade; informações e conhecimento; pessoas; processos e resultados.

27 Modelo de Excelência da Gestão O sucesso de uma organização está diretamente relacionado à sua capacidade de atender às necessidades e expectativas de seus clientes. Elas devem ser identificadas, entendidas e utilizadas para que se crie o valor necessário para conquistar e reter esses clientes.

28 Modelo de Excelência da Gestão Para que haja continuidade em suas operações, a empresa também deve identificar, entender e satisfazer as necessidades e expectativas da sociedade e das comunidades com as quais interage sempre de forma ética, cumprindo as leis e preservando o ambiente.

29 Modelo de Excelência da Gestão De posse de todas essas informações, a liderança estabelece os princípios da organização, pratica e vivencia os fundamentos da excelência, impulsionando, com seu exemplo, a cultura da excelência na organização. Os líderes analisam o desempenho e executam, sempre que necessário, as ações requeridas, consolidando o aprendizado organizacional.

30 Modelo de Excelência da Gestão As estratégias são formuladas pelos líderes para direcionar a organização e o seu desempenho, determinando sua posição competitiva. Elas são desdobradas em todos os níveis da organização, com planos de ação de curto a longo prazos.

31 Modelo de Excelência da Gestão A organização avalia permanentemente a implementação das estratégias e monitora os respectivos planos e responde rapidamente às mudanças nos ambientes interno e externo.

32 Modelo de Excelência da Gestão As pessoas que compõem a força de trabalho devem estar capacitadas e satisfeitas, atuando em um ambiente propício à consolidação da cultura da excelência.

33 Modelo de Excelência da Gestão Com isso, é possível executar e gerenciar adequadamente os processos, criando valor para os clientes e aperfeiçoando o relacionamento com os fornecedores. A organização planeja e controla os seus custos e investimentos. Os riscos financeiros são quantificados e monitorados.

34 Modelo de Excelência da Gestão Para efetivar a etapa do Controle (C), são mensurados os resultados em relação a: situação econômico-financeira, clientes e mercado, pessoas, sociedade, processos principais do negócio e processos de apoio, e fornecedores. Os efeitos gerados pela implementação sinérgica das práticas de gestão e pela dinâmica externa à organização podem ser comparados às metas estabelecidas para eventuais correções de rumo ou reforços das ações implementadas.

35 Modelo de Excelência da Gestão Esses resultados, apresentados sob a forma de informações e conhecimento, retornam a toda a organização, complementando o ciclo PDCA com a etapa referente à ação (A).

36 Modelo de Excelência da Gestão Essas informações representam a inteligência da organização, viabilizando a análise do desempenho e a execução das ações necessárias em todos os níveis. A gestão das informações e dos ativos intangíveis é um elemento essencial à jornada em busca da excelência.

37 Modelo de Excelência da Gestão Uma visão sistêmica da gestão organizacional

38 Modelo de Excelência da Gestão Os benefícios trazidos pela adoção dos fundamentos de excelência ficam claros quando se sabe que 40 das 100 maiores e melhores empresas do País apontadas no ranking da revista Exame adotam seu modelo de excelência.

39 Modelo de Excelência da Gestão Esses números apenas apontam que, mesmo em tempos de incertezas, as empresas brasileiras vêm fazendo sua parte modernizando seus equipamentos, capacitando e treinando pessoas, reestruturando e melhorando seus processos, tornando-se mais competitivas e gerando riquezas para o País e toda a sociedade.

40 Excelência na Gestão Pública O Programa Nacional de Gestão, Objetivos Específicos: Estimular e promover a implementação de práticas modernas de gestão organizacional Implementar Planos de Melhoria de Gestão.

41 Excelência em Gestão Pública Excelência dirigida ao cidadão A excelência em gestão pública pressupõe atenção prioritária ao cidadão e à sociedade na condição de usuários de serviços públicos e destinatários da ação decorrente do poder de Estado exercido pelas organizações públicas.

42 Excelência em Gestão Pública Excelência dirigida ao cidadão As organizações públicas, mesmo aquelas que prestam serviços exclusivos de Estado, devem submeter-se à avaliação de seus usuários, obtendo o conhecimento necessário para gerar produtos e serviços de valor para esses cidadãos e com isso proporcionar-lhes maior satisfação. Este fundamento envolve não apenas o cidadão individualmente, mas todas as formas pelas quais se faça representar: empresas, associações, organizações e representações comunitárias

43 Excelência em Gestão Pública Gestão participativa O estilo da gestão pública de excelência é participativo. Isso determina uma atitude gerencial de liderança, que busque o máximo de cooperação das pessoas, reconhecendo a capacidade e o potencial diferenciado de cada um e harmonizando os interesses individuais e coletivos, a fim de conseguir a sinergia das equipes de trabalho.

44 Excelência em Gestão Pública Gestão participativa Uma gestão participativa genuína requer cooperação, compartilhamento de informações e confiança para delegar, dando autonomia para atingir metas. Como resposta, as pessoas tomam posse dos desafios e dos processos de trabalho dos quais participam, tomam decisões, criam, inovam e dão à organização um clima organizacional saudável.

45 Modelo de Excelência em Gestão Pública

46 Ser excelente sem deixar de ser público

47 Excelência dirigida ao Cidadão Publicidade Moralidade Eficiência Legalidade Impessoalidade Ser pública Excelência dirigida ao cidadão Respeito aos princípios da publicidade, da impessoalidade, da moralidade, da eficiência e da legalidade.

48 Ser contemporânea Caracterizam os sistemas de gestão de classe mundial Pensamento sistêmico Aprendizado organizacional Cultura de inovação Liderança e constância de propósitos Orientação por processos e informações Visão de futuro Geração de valor Valorização das pessoas Responsabilidade social/Controle social Desenvolvimento de parcerias

49 A mudança


Carregar ppt "Práticas de Apoio à Gestão Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google