A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O ENSINO DE JORNALISMO E AS NOVAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS Adriana Cristina Omena dos Santos Universidade Federal do Tocantins.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O ENSINO DE JORNALISMO E AS NOVAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS Adriana Cristina Omena dos Santos Universidade Federal do Tocantins."— Transcrição da apresentação:

1 O ENSINO DE JORNALISMO E AS NOVAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS Adriana Cristina Omena dos Santos Universidade Federal do Tocantins -UFT Escola de Com. e Artes - ECA/USP

2 Sociedade da informação e do conhecimento  Terceira Revolução Industrial •tecnologias da informação e comunicação  Sociedade da Informação •mudanças econômicas, políticas e sociais •meios de comunicação •transição para a era digital

3 Sociedade da informação e do conhecimento  Era da Informação e do Conhecimento •termo “conhecimento” no lugar de “informação”; •“conhecimento” é um desdobramento das discussões sobre políticas de comunicação que indicam que os sistemas da Sociedade da Informação são os instrumentos fundamentais para promover o conhecimento.  Sociedade da Informação •etapa no processo permanente de desenvolvimento do capitalismo, do conhecimento e da acumulação de capital humano e de capital organizacional das empresas.

4 Sociedade da informação e do conhecimento  Transformação da economia da informação em economia do conhecimento •Sociedade do Conhecimento é, antes de tudo, uma expressão empresarial (...) referente à informática, telecomunicações, redes de comunicação digitais (banda larga) e sistemas de comunicação móveis, que incluem, entre suas preocupações o ensino à distância e os serviços de telemática para pequenas e médias empresas. (NAGEL, 2002).

5 Sociedade da informação e do conhecimento  Lógica do discurso de educação direcionada para a Sociedade do Conhecimento: •impossibilidade de superação da desigualdade via conhecimento ensinado nas escolas; •adequação dos educadores aos cânones da telemática; •garantem a implantação de inúmeros projetos supostamente inclusivos na Sociedade da Informação ou do Conhecimento.

6 Sociedade da informação e do conhecimento  Sociedade do Conhecimento ou Sociedade da Aprendizagem: •requer uma nova leitura do mundo; •ser humano como sujeito da construção do conhecimento;

7 Sociedade da informação e do conhecimento  Sociedade do Conhecimento ou Sociedade da Aprendizagem: •obriga à criação de condições para se reconhecer o conhecimento adquirido por formas não convencionais à da escola; •requer adequação do ensino e dos educadores.

8 O ensino de jornalismo na Sociedade do Conhecimento  Migração da sociedade para uma era digital (VILCHES, 2003): •No século XXI tem início uma nova ordem social e cultural que obrigará uma revisão nas teorias da recepção e da mediação;

9 O ensino de jornalismo na Sociedade do Conhecimento •Surge no bojo dessa nova ordem uma nova comunicação, novos receptores e usuários que são menos dependentes da cultura tradicional e muito mais dependentes das relações interpessoais geradas na rede; •nasce “uma nova raça de transumantes da comunicação”, que não se caracteriza pelo espectador passivo, nem por usuários somente interativos.

10 O ensino de jornalismo na Sociedade do Conhecimento  A migração digital e o processo ensino- aprendizagem: •Novas tecnologias, convergência tecnológica, e comunicação digital são realidades aparentemente irreversíveis. •Trazem impactos ainda imprevisíveis em sua magnitude, pois dentre os alunos e educadores muitos já apresentam as características híbridas de espectador e usuário

11 O ensino de jornalismo na Sociedade do Conhecimento  A migração digital e o processo ensino- aprendizagem: •evolução dos conhecimentos e da correspondente desatualização do conhecimento dos profissionais egressos das universidades; •desatualizados modelos clássicos e “verticais de transmissão” de informação frente a informação e comunicação acessíveis junto às novas tecnologias e comunidades virtuais; •necessidade de estudar o posicionamento do ensino de comunicação frente a esse novo modelo comunicacional.

12 O ensino de jornalismo na Sociedade do Conhecimento A comunicação digital e as adequações no ensino de jornalismo  estudo teórico, pesquisa documental, levantamento de material e análise comparativa das matrizes curriculares dos cursos ;  seleção aleatória de 26 cursos de Comunicação com habilitação em Jornalismo seguida de análise comparativa;

13 O ensino de jornalismo na Sociedade do Conhecimento A comunicação digital e as adequações no ensino de jornalismo  Universidade de Brasília – UnB  Universidade Federal da Amazônia –UFAM  Universidade Federal da Bahia – UFBA  Universidade Federal da Paraíba – UFPB  Universidade Fed. Campina Grande – UFCG  Universidade Federal do Ceará – UFC  Universidade Fed. do Espírito Santo – UFES  Universidade Federal do Maranhão – UFMA  Universidade Fed. do Mato Grosso – UFMT  Univ. Fed. do Mato Grosso do Sul – UFMS  Universidade Federal do Pará – UFPA  Universidade Federal do Paraná – UFPR

14 O ensino de jornalismo na Sociedade do Conhecimento A comunicação digital e as adequações no ensino de jornalismo  Universidade Federal de Goiás – UFG  Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF  Universidade Fed. de Minas Gerais – UFMG  Universidade Federal de Santa Maria – UFSM  Universidade Federal de Sergipe – UFS  Universidade Federal de Viçosa – UFV •Universidade Federal do Acre – UFAC  Universidade Federal do Pernambuco – UFPE  Universidade Federal do Piauí – UFPI  Universidade Fed. do Rio de Janeiro – UFRJ  Univ. Fed. do Rio Grande do Norte – UFRN  Univ. Fed. do Rio Grande do Sul – UFRGS  Universidade Federal do Tocantins – UFT  Universidade Federal Fluminense – UFF

15 O ensino de Jornalismo na Sociedade do Conhecimento  Posicionamento não conclusivo, algumas informações levantadas merecem ser comentadas: •14 instituições (UFBA, UFMA, UFPA, UFV, UFC, UFMS, UFS, UFRN, UnB, UFRJ, UFMG, UFRGS, UFJF e UFPB) disponibilizam informações sobre a grade curricular no site •12 delas (UFAC, UFAM, UFPI, UFPE, UFG, UFMT, UFMS, UFES, UFF, UFPR, UFCG e UFT) não disponibilizavam grade curricular no site ou o link do mesmo não estava correto.

16 O ensino de Jornalismo na Sociedade do Conhecimento  Das 15 instituições (14 listadas acima + UFT) que disponibilizaram a matriz curricular  6 delas (UFBA, UFMA, UFPA, UFV, UFC, UFMS) oferecem em seus cursos disciplinas específicas sobre Novas Tecnologias da Comunicação - NTC e Jornalismo;

17 O ensino de Jornalismo na Sociedade do Conhecimento •outras 6 (UFS, UFRN, UnB, UFRJ, UFMG, UFRGS)  oferecem disciplinas voltadas para as NTC, porém não específicas à Jornalismo–on-line ou similar. A UFRN, no entanto, oferece a disciplina jornalismo-on-line como complementar. •3 instituições (UFJF, UFPB e UFT)  não oferecem em sua estrutura curricular nenhuma disciplina específica ou obrigatória voltada para as NTC, no entanto, UFPB e UFT permitem disciplinas optativas que talvez possam vir a suprir tal necessidade.

18 O ensino de Jornalismo na Sociedade do Conhecimento

19 O ensino de Jornalismo na Sociedade do Conhecimento As informações levantadas: •mostram um momento específico do ensino de jornalismo; •podem indicar uma tendência; •Para serem mais conclusivas necessitam de outros estudos, com outras técnicas de análise e mais subsídios informacionais como, por exemplo, entrevistas amostrais junto ao corpo docente e discente das instituições.


Carregar ppt "O ENSINO DE JORNALISMO E AS NOVAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS Adriana Cristina Omena dos Santos Universidade Federal do Tocantins."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google