A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO NA CONCEPÇÃO DA PRÁXIS ETSUS/PA 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO NA CONCEPÇÃO DA PRÁXIS ETSUS/PA 2009."— Transcrição da apresentação:

1 METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO NA CONCEPÇÃO DA PRÁXIS ETSUS/PA 2009

2 METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO METODOLOGIA DE ENSINO METODOLOGIA DE ESTUDO ASSOCIADA AO CONCEITO DE PRÁXIS ASSOCIADA AO CONCEITO DE PRÁXIS

3 Proposta de Maguerez Método do Arco Observação da realidade (problema) ‏ Aplicação à realidade (prática) ‏ Pontos Chaves Hipóteses de Solução Teorização

4 METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO REALIDADE SOCIAL: como ponto de partida e de chegada; processo criativo de ação-reflexão sobre um determinado aspecto extraído, observado ou vivido;

5 METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO este aspecto será traduzido em nova ação (mais elaborado); provocar intencionalmente alguma transformação;

6 •Observar algo relacionado à temática de estudo; •Perceber o que é pertinente; •O conhecimento permite ao aluno ver determinado aspecto como problema; •Problematização: exercício intelectual e social OBSERVAÇÃO

7 VÁRIOS PROBLEMAS Dadas as condições, analisar se todos os problemas poderão ser estudados ou se priorizará um deles; Para selecionar o problema (usar critérios);

8 PONTOS CHAVES Identificá-los no problema: a)Quais as suas possíveis causas? b)Quais seus possíveis determinantes contextuais? c)Quais seus componentes e seus desdobramentos? c)Quais seus componentes e seus desdobramentos?

9 TEORIZAÇÃO • Resposta das questões anteriores darão origem à uma lista de: preocupações; afirmações iniciais; novas perguntas; pressupostos orientadores de estudo; tópicos a serem explorados; diferentes formas de elaboração.

10 TEORIZAÇÃO • Usar idéias e teorias já disponíveis sobre o problema; • Se houver necessidade voltar à observação; • Buscar sistematicamente informações técnicas, científicas, empíricas, oficiais, com auxílio de procedimentos de pesquisa;

11 DIFERENTES ÂNGULOS DO PROBLEMA SÃO ANALISADOS A PARTIR DAS INFORMAÇÕES COLHIDAS EM DIVERSAS FONTES.

12 HIPÓTESES DE SOLUÇÃO • Momento de comparar crenças iniciais com as informações atuais; • Pode-se reforçar posições anteriores, reformular posições iniciais; • Aprendizagem efetiva vem da relação da teoria com a percepção dos fenômenos concretos, reais.

13 HIPÓTESES • Encontrar alternativas; • Elaborar propostas de superação do problema central em estudo;

14 Aplicação à realidade (prática)‏ • Ações sobre a realidade, que devem ser tomadas, executadas ou encaminhadas; • Compromisso dos alunos com o seu meio ;

15 Aplicação à realidade • O que fazer • Como fazer, em que condições • Com que estratégias • Com que recursos • Para obter que efeitos • Com que finalidade e para beneficiar a quem

16 CONDIÇÕES OBJETIVAS • Nível de conhecimento • Disponibilidades das pessoas envolvidas • Autoridade; poder necessário para intervenção • Uso das estratégias; momento oportuno • Grau de comprometimento e consciência social

17 Aspectos da Transformação • Do início ao final do processo de estudo, o que acontece com o docente e o discente, em termos de mobilização intelectual, afetiva, política e social • Em termos de método de estudo e de leitura sobre essa realidade, que conseqüências essa experiência poderá ter lhe proporcionado

18 • Que experiência de vida poderá representar a etapa final, da ação para a transformação, por mínima que seja, da realidade social a que pertence

19 CONCEITO DE PRÁXIS E FORMAÇÃO DE UMA CONSCIÊNCIA DA PRÁXIS (VASQUEZ, 1977) – consciência da práxis como atividade material do homem que transforma o mundo natural e social par fazer dele um mundo humano. - Adota concepção marxista; - Guia para interpretar e transformar o mundo; teoria:pratica

20 PRÁXIS É DIFERENTE DE PRÁTICA PRÁXIS: é atividade transformadora, consciente e intencionalmente realizada.

21 COMO SE CHEGA À CONSCIÊNCIA DA PRÁXIS • Superar ponto de vista limitado da consciência idealista; • Ir além da consciência comum; • Superar consciência mistificada

22 • Ascender a um ponto de vista mais objetivo, científico • Unir conscientemente pensamento e ação • Partir da realidade cotidiana para a concepção filosófica; • Ver-se como sujeito histórico;

23 Concepção de práxis humana É à luz da categoria da práxis, que devem ser abordados, segundo a concepção histórico crítica de sociedade, os problemas do conhecimento, da história, da sociedade e do próprio ser. É à luz da categoria da práxis, que devem ser abordados, segundo a concepção histórico crítica de sociedade, os problemas do conhecimento, da história, da sociedade e do próprio ser.


Carregar ppt "METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO NA CONCEPÇÃO DA PRÁXIS ETSUS/PA 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google