A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEMOCRACIA E ACESSO À INFORMAÇÃO DEMOCRACIA E ACESSO À INFORMAÇÃO IV Seminário Gestão Documental e Tecnologias da informação: análise da lei 12.527/2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEMOCRACIA E ACESSO À INFORMAÇÃO DEMOCRACIA E ACESSO À INFORMAÇÃO IV Seminário Gestão Documental e Tecnologias da informação: análise da lei 12.527/2011."— Transcrição da apresentação:

1 DEMOCRACIA E ACESSO À INFORMAÇÃO DEMOCRACIA E ACESSO À INFORMAÇÃO IV Seminário Gestão Documental e Tecnologias da informação: análise da lei /2011. IV Seminário Gestão Documental e Tecnologias da informação: análise da lei /2011.

2 Plano de exposição

3 A INFORMAÇÃO COMO DIREITO

4 A ditadura e os seus segredos...

5 Democracia e acesso à informação  CONSTITUIÇÃO FEDERAL - Art. 5º XIV – é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional. XIV – é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional.

6 Democracia e acesso à informação  CONSTITUIÇÃO FEDERAL - Art. 5º XXXIII – todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado. XXXIII – todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado. Há que se preservar, ainda, a inviolabilidade da intimidade, da vida privada, da honra e da imagem das pessoas. Há que se preservar, ainda, a inviolabilidade da intimidade, da vida privada, da honra e da imagem das pessoas.

7 Democracia e participação popular   Art   § 3.º A lei disciplinará as formas de participação do usuário na administração pública direta e indireta, regulando especialmente:....   II - o acesso dos usuários a registros administrativos e a informações sobre atos de governo, observado o disposto no art. 5º, X e XXXIII;

8 Diretriz básica da lei /2011  PUBLICIDADE – preceito geral; regra  SIGILO – exceção  O acesso à INFORMAÇÃO integra o rol de direitos fundamentais do cidadão!

9 DEMOCRACIA E TRANSPARÊNCIA  Urge trocar a cultura de segredo pela cultura de transparência da Administração Pública. E o servidor tem papel essencial nessa transformação.  O direito de acesso à informação inclui a orientação sobre procedimentos para a consecução de acesso.

10 O ACERVO DOCUMENTAL COMO PATRIMÔNIO PÚBLICO

11 Patrimônio histórico-cultural  CONSTITUIÇÃO FEDERAL – Art. 216 Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, nos quais se incluem: Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, nos quais se incluem: IV – as obras, objetos, DOCUMENTOS, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais;

12 Patrimônio histórico-cultural  Art § 1.º O poder público, com a colaboração da comunidade, promoverá e protegerá o patrimônio cultural brasileiro, por meio de inventários, registros, vigilância, tombamento e desapropriação, e de outras formas de acautelamento e preservação. § 1.º O poder público, com a colaboração da comunidade, promoverá e protegerá o patrimônio cultural brasileiro, por meio de inventários, registros, vigilância, tombamento e desapropriação, e de outras formas de acautelamento e preservação. § 2.º Cabem à administração pública, na forma da lei, a gestão da documentação governamental e as providências para franquear sua consulta a quantos dela necessitem. § 2.º Cabem à administração pública, na forma da lei, a gestão da documentação governamental e as providências para franquear sua consulta a quantos dela necessitem.

13 DANOS E AMEAÇAS AO PATRIMÔNIO HISTÓRICO-CULTURAL  São punidos na forma da lei (art. 216, § 4º, CF) ATO CRIMINOSO ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA ILÍCITO ADMINISTRATIVO

14 A GESTÃO DOCUMENTAL COMO DEVER DO PODER PÚBLICO

15 Gestão de documentos  Conjunto de procedimentos e operações técnicas à sua produção, tramitação, uso, avaliação e arquivamento em fase corrente e intermediária, visando a sua eliminação ou recolhimento para guarda permanente (art. 3º, lei 8.159/91).

16 Importância do acervo documental organizado  Assegura o acesso útil à informação, garantindo direitos individuais e coletivos  Preserva elementos de prova  Subsidia e apoia a gestão administrativa  Preserva a história, a cultura e a memória da comunidade  Agrega qualidade à prestação dos serviços públicos  Dá suporte à transparência administrativa  Franqueia espaço para a pesquisa e o desenvolvimento científico  Racionaliza a massa documental e o espaço físico etc.

17 A IMPLANTAÇÃO DE POLÍTICA PÚBLICA DE GESTÃO DOCUMENTAL NÃO É FACULDADE, MAS DEVER LEGAL DO PODER PÚBLICO.

18 MP e INQUÉRITO CIVIL

19 A missão constitucional do MINISTÉRIO PÚBLICO DEFESA Ordem jurídica Regime democrático Interesses sociais e individuais indisponíveis

20 INQUÉRITO CIVIL Finalidades  Zelar pelo cumprimento da legislação federal, estadual e municipal sobre arquivos e documentos públicos.  Verificar providências concretas adotadas na gestão do patrimônio arquivístivo de valor documental.  Alavancar a institucionalização dos arquivos públicos municipais e implantação da gestão de documentos.

21 INQUÉRITO CIVIL Finalidades  Verificar a prática de ilícitos contra o patrimônio histórico-cultural e contra direitos individuais e coletivos.  Promover a efetividade do direito de acesso à informação íntegra, autêntica, atualizada e gratuita.  Apurar responsabilidades e subsidiar as medidas penais e civis, por ações ou omissões.

22 INQUÉRITO CIVIL Atividade provocada  REPRESENTAÇÃO – Qualquer cidadão, partido político, associação ou sindicato é parte legítima para, na forma da lei, denunciar irregularidades ou ilegalidades contra o patrimônio histórico-cultural.  Quem pode ser provocado no nível municipal? – Os Promotores de Justiça do Meio Ambiente e do Patrimônio Público e Social.

23 INQUÉRITO CIVIL Desfechos AJUSTAMENTO DE CONDUTA PROVIDÊNCIAS ou RECOMENDAÇÕES AJUIZAMENTO DE AÇÕES ARQUIVAMENTO

24 “Todo poder que se oculta, perverte- se. A publicidade é não só penhor da verdade, como também homenagem aos depositários da justiça”. Rui Barbosa

25 MUITO OBRIGADO! RAUL DE MELLO FRANCO JR.


Carregar ppt "DEMOCRACIA E ACESSO À INFORMAÇÃO DEMOCRACIA E ACESSO À INFORMAÇÃO IV Seminário Gestão Documental e Tecnologias da informação: análise da lei 12.527/2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google