A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Orientador: Professor Especialista Nuno Bordalo Pacheco Mestranda : Anabela Protásio Escola Superior de Educação de Santarém Ferramentas web ao serviço.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Orientador: Professor Especialista Nuno Bordalo Pacheco Mestranda : Anabela Protásio Escola Superior de Educação de Santarém Ferramentas web ao serviço."— Transcrição da apresentação:

1 Orientador: Professor Especialista Nuno Bordalo Pacheco Mestranda : Anabela Protásio Escola Superior de Educação de Santarém Ferramentas web ao serviço da formação Instituto Politécnico de Santarém

2 Sumário Contextualização Questão da investigação Objetivos da investigação Justificação da investigação Enquadramento teórico Metodologia Calendarização Imagem e estrutura dos eworkshopImagem e estrutura dos eworkshops Hipóteses Conclusões Referências Bibliográfica

3 Contextualização Medidas nacionais e internacionais de inovação- Plano tecnológico Ensino hibrido, eLearning e modelos colaborativos são uma tendência Personalização, colaboração e informalização Crise e cortes orçamentais levam as Instituições a reavaliar os métodos de aprendizagem e a procurarem alternativas ao ensino presencial

4 Como construir conteúdos e desenvolver workshops para professores em regime de elearning sobre ferramentas da web ? Questão da Investigação

5 Objetivos da Investigação Planear, desenvolver e iniciar Workshops de formação gratuita para professores em regime de elearning com o apoio do Centro de Competências TIC da ESE de Santarém. Identificar procedimentos e estratégias de sucesso ou fracasso no ensino em regime de elearning. Identificar ferramentas que aumentem a interação dos formandos com os workshops Desenvolver nos formandos o gosto pela utilização de ferramentas da web.

6 Justificação da investigação Pressupostos: Com o aumento da crise económica os professores e as pessoas em geral tendem: aumentar a procura de formação por sua conta e risco a procurar formação gratuita a preferir ferramentas gratuitas Professores procuram: situações colaborativas de desenvolvimento das suas áreas e conhecimentos aproximar-se dos seus alunos e da comunidade envolvente Interesse pessoal Dar continuidade ao projeto iniciado no anterior na U.C. de Metodologias do Projeto Tecnológico Pertinência cientifica e educativa Desconhecemos exemplos de formação certificada e gratuita para professores em regime de elearning.

7 Enquadramento teórico O Futuro do Ensino – (Agenda Digital 2015; NMC Horizon Project Short List, 2011; Redecker, et al., 2011) Conceito e evolução de Web 2.0 – (O'Reilly, 2005; Attwell, 2007; Valerio, 2010; Wahlster, et al., 2006) eLearning – (Modelo ADDIE)

8 Tipo de Investigação Investigação - ação Estudo plurimetodológico (misto) pesquisa qualitativa pesquisa quantitativa. Instrumentos de avaliação: Inquérito por questionário (41 respondentes) Análise de conteúdo (respostas abertas) Análise de dados da plataforma Moodle “O primeiro passo na formação de professores para a diversidade é constituído pela assunção de uma postura de investigação-ação para que o professor adquira a capacidade de atravessar fronteiras” (Cortesão & Stephen, 1997: p. 8) Metodologia

9 Calendarização Timing OutubroNovembroDezembroJaneiroFevereiroMarçoAbril 10 a 1417 a 2024 a 2831 a 47 a 1114 a 1821 a 2528 a 25 a 912 a a a 30 2 a 79 a 1316 a 2023 a 2730 a 36 a a a a 25 a 912 a a a 30 2 a 69 a a a 27 Atividade Investigação Ferramentas Projetos afins Parceiros Produção Espaço online de divulgação Materiais para formação em regime de autoestudo Materiais para workshop Promoção- Divulgação A definir Implementaçã p dos Materiais- Workshops Avaliação

10 Imagem dos eworkshops eworkshop

11 Estrutura de conteúdo dos eworkshops

12 Hipóteses (H1): Os professores independentemente da sua localização geográfica ou nível de ensino têm interesse em realizar formação sobre ferramentas da web. 47 escolas de 16 municípios do distrito de Santarém receberam s de divulgação do FormLab. Participaram professores de : 12 escolas do distrito de Santarém 5 escolas fora da lista (1 de Santarém, 2 Leiria, 1 Porto, 1 Lisboa) Os formandos/professores residiam em 14 municípios: 12 municípios do distrito de Santarém, 1 município do distrito de Lisboa 1 município do distrito do Porto

13 Hipóteses (H2): A utilização de ferramentas da web como voicethread, slideshare, ou colibri aumentam a interação dos formandos com a formação As ferramentas podem ser um elemento de apoio mas, se a sua utilização for facultativa e/ou se a calendarização coincidir com períodos de avaliação escolar os formandos não fazem uso delas.

14 Hipóteses (H3): A utilização de múltiplas ferramentas aumenta a duração prevista do curso. Os formandos concluíram as atividades dos eworkshops dentro do previsto. (excetuando no caso de Blogger II e Wix, nestes casos verificámos que se o timing dos eworkshops coincidir com as atividades de final de período, os formandos na sua maioria têm dificuldade em cumprir prazos chegando mesmo a solicitar adiamentos).

15 Hipóteses (H4): Neste tipo de formação prática sobre ferramentas da web os formandos preferem tutoriais em formato de vídeo. Se o nº total de recursos variasse entre os 30 e os 45, o nº médio de visualização de recursos vídeo era mais elevado que o nº médio de visualização de recursos tipo manual; Se o nº total de recursos fosse superior a 90, o nº médio de visualizações de recursos tipo manual ultrapassava os recursos vídeo. Quando inquiridos 80,5% dos formandos prefere tutoriais vídeo.

16 Hipóteses H5: Os formandos preferem a utilização de sessões síncronas (webconference) no início da formação. Esta hipótese não se confirma, verificámos que quando questionados a maioria dos formandos prefere as sessões síncronas a meio da formação para esclarecimento de dúvidas. Blogger I 1ª Semana 1 formando Slideshare 2ª semana 5 formandos Blogger II 3ª semana 1 formando Wix 3ª semana 2 formandos

17 Conclusões 1.As características sociodemográficas dos formandos podem indiciar que: As novas gerações de professores não sentem necessidade de frequentar este tipo de formação. A faixa etária acima dos 55 anos também não aparece representada, podendo indicar desinteresse ou infoexclusão. O género feminino demonstra mais interesse neste tipo de formação. Os dados relativos à área de residência indicam que existe interesse da parte dos professores em realizar formação em eLearning. 2.Quanto a sessões síncronas os resultados obtidos indicam que os dois momentos mas importantes para a realização de webconferences são o meio e o inicio da formação. Concluímos que, se os conteúdos forem claros alguns formandos dispensam as sessões síncronas de webconference.

18 Conclusões Ferramentas que possam aumentem a interação dos formandos com os eworkshops : – os fóruns foram a atividade com mais visualizações, contudo a sua subscrição era obrigatória – os guias de atividade foram a segunda atividade mais visualizada e não tinham qualquer obrigatoriedade associada. – Os recursos em vídeo foram os que os formandos indicaram como o material didático mais útil na consolidação da aprendizagem. A preferência de recursos em vídeo pelos formandos pode estar relacionada com o menor esforço, uma vez que não exige grandes níveis de concentração, bastando apenas replicar os passos e ouvir as dicas do formador. 3.No que respeita ao objetivo de desenvolver nos formandos o gosto pela utilização de ferramentas da web foram vários os formandos que mostraram interesse e solicitaram a receção de informação sobre próximas formações chegando até a sugerir temáticas, demonstrando assim intuito de continuar com este projeto.

19 Conclusões Avaliação global dos 4 eworkshops

20 Principais Referências  O Futuro do Ensino  Redecker, C., Leis, M., s Leendertse, M., Punie, Y., Gijsbers, G., Kirschner, P.,... Hoogveld, B. (2011). The Future of Learning:Preparing for Change. European Commission, Institute for Prospective Technological Studies. Luxembourg: Publications Office of the European Union  NMC Horizon Project Short List. (2011). Obtido em 19 de Dezembro de 2011, de NMC - New Media Consortium:  Agenda Digital (s.d.). Obtido em 22 de 11 de 2011, de UMIC - Agência para a sociedade do Conhecimento:  Conceito e evolução de Web 2.0  O'Reilly, T. (30 de Setembro de 2005). What is Web Design Patterns and Business Models for the Next Generation of Software. Obtido em 17 de 4 de 2011, de O'Reilly Media,Inc - Techonology Books, Tech Conferences, IT Courses, News:  Attwell, G. (1 de Agosto de 2007). Web 2.0 and the Changing Ways We are Using Computers for Learning:What are the Implications for Pedagogy and Curriculum? Obtido em 2 de 5 de 2011, de eLearningEurope.infoDirector:  Valerio, G. (31 de Maio de 2010). Web 2.0 para el Aprendizage. Obtido em 17 de 4 de 2011, de Aprendizage2.0 - Participo luego aprendo:  Wahlster, W., Schwarzkopf, E., Sauermann, L., Roth-Berghofer, T., Pfalzgraf, A., Kiesel, M., & Heckmann, D. e. (2006). Web 3.0: Convergence of Web 2.0 and the Semantic Web. (G. R. (DFKI), Ed.) Obtido em 27 de 12 de 2011, de

21 Obrigada pela Vossa atenção!


Carregar ppt "Orientador: Professor Especialista Nuno Bordalo Pacheco Mestranda : Anabela Protásio Escola Superior de Educação de Santarém Ferramentas web ao serviço."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google