A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Relato sobre Evento Empreendedorismo  Fernando Dolabela – Empreendedorismo no Brasil  O empreendedorismo é inevitável para quem quer gerar renda e justiça.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Relato sobre Evento Empreendedorismo  Fernando Dolabela – Empreendedorismo no Brasil  O empreendedorismo é inevitável para quem quer gerar renda e justiça."— Transcrição da apresentação:

1 Relato sobre Evento Empreendedorismo  Fernando Dolabela – Empreendedorismo no Brasil  O empreendedorismo é inevitável para quem quer gerar renda e justiça social.  Empreendedorismo significa conhecimento, sonho, gera riqueza que pode ser material ou imaterial.  O empreendedorismo não é um ensino é cultura e que o 1º passo para o empreendedorismo está em nossa raiz.  Como vamos desenvolver o potencial empreendedor das pessoas?  É um processo de desenvolvimento cultural.  Trabalhar com crianças é o primeiro passo, entende que a abordagem universitária não é o adequado.  Aplica uma metodologia diferente em 127 cidades. COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

2 Relato sobre Evento Empreendedorismo  Boas notícias:  A economia vai bem;  As empresas duram mais, programa Prime – FINEP – empresas inovadoras, 1 bi e 200 MM em 3 anos, atender 5000 empresas;  Leis da Microempresa e Empreendedor Individual;  Semana do Empreendedor;  Ministério da Micro e Pequena Empresa;  Programa MDS-SEBRAE – Brasil sem Miséria.  Notícias nem tão boas:  Inovação é baixa;  GEM: 42º (43) no lançamento de produtos novos e uso de tecnologias disponíveis há menos de 1 ano no mercado;  Somente 3,3% dos empreendimento inovam;  Taxa de intra-empreendedorismo: 6% dos empregados. COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

3 Relato sobre Evento Empreendedorismo  Notícias nem tão boas:  Informalidade  Cultura empreendedora  Sistema tributário inadequado  Legislação trabalhista desfavorável  Oferta de crédito insuficiente  Burocracia - Doing Business - Banco Mundial  Abrir um negócio  Lidar com alvarás de construção  Empregar trabalhadores  Registro da propriedade  Obtenção de crédito  Proteção de investidores  Pagar impostos  Comércio entre fronteiras  Cumprir contratos  Fechar um negócio COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

4 Relato sobre Evento Empreendedorismo  World Entrepreneurship Forum  Criado pelo governo Francês e Universidade de Lyon, a exemplo do Fórum Econômico Mundial.  Emite recomendações: das nove recomendações, três dizem respeito a educação. Todo o mundo está investindo em educação em intensidade, principalmente, para crianças e adolescentes.  Educação empreendedora para crianças e adolescentes  Educação empreendedora para jovens  Educação continuada para empreendedores. COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

5 Relato sobre Evento Empreendedorismo  O que é mudança cultural?  Mudança cultural é mudar a percepção que se tem sobre o mundo.  O modelo mental é cunhado pelo poder industrialista - propõe ruptura entre emoção e trabalho, fragmentação da emoção e trabalho.  Temas ausentes na educação voltada para a competência para o emprego:  Auto-conhecimento, emoção, sonho, inconformismo, transgressão, entender o que se passa depois da porta da rua, etc.  Oportunidade, Criatividade e Inovação. COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

6 Relato sobre Evento Empreendedorismo  O que é mudança cultural?  Qual é o seu sonho? qual é o futuro que você quer?  Qual a sua concepção de futuro?  O que define tudo é a concepção de futuro que o indivíduo tem. “Isso significa mudança cultural”  O que fazer? O grande esforço na sociedade  Tirar o empreendedorismo da margem e colocá-lo no centro.  Incluir o empreendedorismo nas plataformas de governo.  Criar a Fala anual da (o) Presidente da República sobre empreendedorismo.  Alterar marcos regulatórios para acolher a nano, a micro e a pequena empresa COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

7 Relato sobre Evento Empreendedorismo  O que é mudança cultural?  Qual é o seu sonho? qual é o futuro que você quer?  Qual a sua concepção de futuro?  O que define tudo é a concepção de futuro que o indivíduo tem. “Isso significa mudança cultural”  O que fazer? O grande esforço na sociedade  Tirar o empreendedorismo da margem e colocá-lo no centro.  Incluir o empreendedorismo nas plataformas de governo.  Criar a Fala anual da (o) Presidente da República sobre empreendedorismo.  Alterar marcos regulatórios para acolher a nano, a micro e a pequena empresa COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

8 Relato sobre Evento Empreendedorismo  O que fazer enquanto isso?  Pilares  Empreendedorismo como instrumento de geração de riqueza e justiça social;  Sociedade civil deve ser protagonista;  Qualquer política: rede e não hierarquia.  Foco:  Empreendedorismo de alto impacto – tecnologia, conhecimento.  Empreendedorismo BoP – (empreendedorismo de cadeias produtivas relação ganha-ganha)  Empreendedorismo sustentável em substituição ao assistencialismo COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

9 Relato sobre Evento Empreendedorismo  O que fazer?  Estratégias  Educação empreendedora:  Mudança cultural (sem ela ferramentas são supérfluas)  Universidades devem formar empreendedores e não empresas.  Deve começar a partir de 4 anos até a graduação.  Jovens em situação de risco, mulheres, minorias, handcaped  Rede (e não centralismo):  Redes empreendedoras: empreendedores são mentores de empreendedores.  Empreendedores geram e distribuem conhecimento.  Valor compartilhado (M.Porter): O econômico depende do social  Cidades COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

10 Relato sobre Evento Empreendedorismo  Enio Pinto: Desafios para as Pequenas Empresas  Contexto Mundial: Mercado globalizado, Economia em expansão e conectado com mercados internacionais, competição com padrões internacionais.  O Brasil é empreendedor – TEA – 17,5% (10º país) – de cada 100 brasileiros em idade adulta, 17,5% realizavam alguma atividade empreendedora. (aproximadamente 21 milhões de empreendedores)  No G-20, o Brasil é o país mais empreendedor. Está à frente dos EUA que é extremamente empreendedor dos países do G-20.  No Japão apenas 3% empreende – Não empreende por necessidade e sim por oportunidade. COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

11 Relato sobre Evento Empreendedorismo  Porque inovar? Motivação: Oportunidade vence a necessidade 2,1 x 1.  Participação das MPEs na economia – gira em torno de 99% em todos os países do G-20;  A participação no emprego gira em torno de 50% também em todos G-20;  A participação do PIB do Brasil é de 20%, nos demais estão acima de 30%;  A taxa de sobrevivência de 2005 medida em 2007 é de 78%;  Mortalidade empresarial elevada nos 2 primeiros anos causas:  Falhas gerenciais 68%  Causas econômicas conjunturais 62%  Politicas públicas e arcabouços legais 54%  Carga tributária elevada 43%  Falta de capital de giro 37%  Falta de clientes 27%  Concorrência forte 25%  Problemas financeiros 25%  Ponto inadequado 19%. COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

12 Relato sobre Evento Empreendedorismo  Porque inovar? Motivação: Oportunidade vence a necessidade 2,1 x 1.  Participação das MPEs na economia – gira em torno de 99% em todos os países do G-20;  A participação no emprego gira em torno de 50% também em todos G-20;  A participação do PIB do Brasil é de 20%, nos demais estão acima de 30%;  A taxa de sobrevivência de 2005 medida em 2007 é de 78%;  Mortalidade empresarial elevada nos 2 primeiros anos causas:  Falhas gerenciais ( buscou auxílio 55%) 68% Causas econômicas conjunturais 62%  Politicas públicas e arcabouços legais 54%  Carga tributária elevada 43%  Falta de capital de giro 37%  Falta de clientes 27%  Concorrência forte 25%  Problemas financeiros 25%  Ponto inadequado 19%. COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

13 Relato sobre Evento Empreendedorismo  O que nos influencia – Tendências consolidadas 1 - Crescimento e envelhecimento da população vai gerar novas oportunidades de negócios; 2 - Mulheres estão à frente dos negócios e do poder; 3 – Uso intensivo de processos inovadores; 4 – Globalização; 5 – Atuação associada (cooperar para competir); 6 – Confluência do ócio com o negócio (maior valorização da qualidade de vida, associação de prazer ao trabalho); 7 – Preocupação com a sustentabilidade: social, econômica e ambiental; 8 – Conexão plena com o mundo virtual; 9 – Aumento das classes C, D, e E; 10 – Interiorização (equilíbrio, tempo para lazer, saúde, espiritual..) COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

14 Relato sobre Evento Empreendedorismo  Grandes desafios:  Sensibilização e Difusão  Acesso a serviços tecnológicos às MPE  Prospecção de práticas vanguardistas COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO

15 Relato sobre Evento Empreendedorismo  Grandes Desafios  Sensibilização e Difusão  Acesso a serviços tecnológicos às MPE  Prospecção de práticas vanguardistas COMITÊ INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO


Carregar ppt "Relato sobre Evento Empreendedorismo  Fernando Dolabela – Empreendedorismo no Brasil  O empreendedorismo é inevitável para quem quer gerar renda e justiça."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google