A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

8- 1 Parte II: Aplicações Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "8- 1 Parte II: Aplicações Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet."— Transcrição da apresentação:

1 8- 1 Parte II: Aplicações Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet

2 8- 2 Objetivos do Capítulo 1. Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. 2. Explicar o conceito de sistema de apoio à decisão e como ele difere dos sistemas tradicionais de informação gerencial. 3. Explicar como os sistemas de informação executiva podem apoiar as necessidades de informação dos executivos e gerentes. 4. Descrever como o processamento analítico online pode atender necessidades de informação dos gerentes. 5. Identificar como as redes neurais, lógica difusa, algoritmos genéticos, realidade virtual e agentes inteligentes podem ser utilizados nos negócios. 6. Dar exemplos de diversas maneiras pelas quais os sistemas especialistas podem ser utilizados nas situações de tomada de decisões nos negócios.

3 8- 3 Perspectiva na Concepção de um S.I S.O S.I S.D Ambiente Os “inputs” e “Outputs” O Sistema de Informação DECISÃO

4 8- 4 Para não se afogar em dados (Data Warehouse) Em sua fir- ma, milhões de dados espalhados e pouca informação.

5 8- 5 Requisitos de Informação por Níveis Administrativos Administração Estratégica Administração Tática Administração Operacional Decisões Informações

6 8- 6 Administração Estratégica Administração Tática Administração Operacional Decisões Informações Especiais Não Programadas Resumidas Infrequentes Antecipadoras Externas Perspectiva ampla Especiais Não Programadas Resumidas Infrequentes Antecipadoras Externas Perspectiva ampla Características da Informação Pré-especificadas Programadas Detalhadas Frequentes Históricas Internas Foco específico Pré-especificadas Programadas Detalhadas Frequentes Históricas Internas Foco específico Estrutura das Decisões Não - Estruturadas Semi - Estruturadas Estruturadas Decisões

7 8- 7 Incidência dos Tipos de Decisão por Níveis Administrativos SEMI ESTRUTURADAS Decisões Programáveis (estruturadas) Não-Programáveis (não-estruturadas; semi-estruturadas) Decisões Programáveis (estruturadas) Não-Programáveis (não-estruturadas; semi-estruturadas)

8 8- 8 Tipos de Decisão por Níveis Administrativos (incidência) = Administração- = =Estratégica = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = Administração= = Tática= ====== = = ========= = =========== = = = = = = = = = Administração = = = = = = = = = Operacional+ + = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = Decisões Informações Não - Estruturadas Não - Estruturadas Semi - Estruturadas Semi - Estruturadas Tipos de Decisão Programáveis (estruturadas) Não-Programáveis (semi-estruturadas; não-estruturadas) Tipos de Decisão Programáveis (estruturadas) Não-Programáveis (semi-estruturadas; não-estruturadas)

9 8- 9 Exemplo de Decisões pelo Tipo de Estrutura e Nível Administrativo Estrutura de Administração Administração Administração Decisões Operacional Tática Estratégica Não - Estruturada Administração Reengenharia de Planejamento de de Caixa processo empresarial novos negócios Análise de desempenho Reorganização da de grupo de trabalho empresa Semi - Estruturada Administração de Crédito Avaliação de desempe- Planejamento de Programas de Produção nho dos funcionários Produto Atribuição Diária de Orçamento de capital Localização/ Sede Tarefas Orçamento programas Fusões/ Aquisições Estruturada Controle de Estoques Controle Programação Estrutura de Administração Administração Administração Decisões Operacional Tática Estratégica Não - Estruturada Administração Reengenharia de Planejamento de de Caixa processo empresarial novos negócios Análise de desempenho Reorganização da de grupo de trabalho empresa Semi - Estruturada Administração de Crédito Avaliação de desempe- Planejamento de Programas de Produção nho dos funcionários Produto Atribuição Diária de Orçamento de capital Localização/ Sede Tarefas Orçamento programas Fusões/ Aquisições Estruturada Controle de Estoques Controle Programação

10 8- 10 O Conceito de Sistemas de Informação Gerencial Programas de Aplicação Sistema de Gerenciamento de Bancos de Dados Programas de Aplicação Sistema de Gerenciamento de Bancos de Dados Gerente Estação de Trabalho da Administração Banco de Dados Empresariais Relatórios

11 8- 11 Sistemas de Apoio à Decisão x Sistemas de Informação Gerencial (análise comparativa)

12 8- 12 Utilizando Sistemas de Apoio à Decisão

13 8- 13 Sistemas de Informação Executiva (EIS) Programas de Aplicação Sistema de Gerenciamento de Bancos de Dados Programas de Aplicação Sistema de Gerenciamento de Bancos de Dados Usuário Executivo Estação de Trabalho Banco de Dados Empresariais Consultas e Relatórios Panilhas (modelos) Pacotes estatísticos Informações executivas e de apoio à decisões Panilhas (modelos) Pacotes estatísticos Informações executivas e de apoio à decisões Dados são recuperação e apresentado em suporte gráfico ou em texto para apreciação pelo dirigente. Dados são recuperação e apresentado em suporte gráfico ou em texto para apreciação pelo dirigente. Dados Operacionais

14 8- 14 Processamento Analítico Online - OLAP Servidor OLAP Servidor OLAP Depósitos de Bancos de Dados Depósitos de Bancos de Dados Front End: Usuário Final Middle: Servidor Back-End: Depósitos

15 8- 15 O OLAP permite analisar milhões de dados segundo múltiplas perspec- tivas. Utiliza os recursos dos SIG, SSD e IES. Processamento Analítico Online/ Estrutura de Dados Multidimencional

16 8- 16 Estrutura Multidimencional de Banco de Dados - uma variação do modelo relacional

17 8- 17 Situação real: Como encontrar (e utilizar eficazmente) informações e dados residentes nos sistemas legados, nas novas aplicações em baixa plataforma, nos bancos de dados corporativos disponíveis nos ambientes de rede e servidores ?

18 8- 18 Data warehouse e seus subconjuntos de data marts guardam dados que foram extraí- dos de ocorrências operacionais para análise, pesquisa de mercado, apoio à decisão e aplica- ções de data mining. Lucro Controle de Pedidos Matérias- primas Expedição Logística Controle de Estoques Gerencia- mento de peças MRP Controle de Produção Vendas Marketing Finanças Enge- nharia Contabi- dade Recursos Humanos Práticas Salariais Relató- rios Adm. Aplicações Data Marks

19 8- 19 Mineração de Dados (Data Mining) Dados Dados Pré- Processados Dados Visados Dados TransformadosPadrões Pré-Processa- mento Transfor- mação Data Mining Avaliação Interpretação/ Seleção Conheci- mento (Como um data mining extrai conhecimento a partir de um data warehouse) Data Mining: Instrumento de apoio à gerência para tomada de decisões estratégicas tendo em vista a obtenção de vantagens competitivas para a firma Data Mining: Instrumento de apoio à gerência para tomada de decisões estratégicas tendo em vista a obtenção de vantagens competitivas para a firma Data Warehouse

20 8- 20 Processo de Tomada de Decisão (estudo de suas principais etapas) Inteligência Desenvolvimento Escolha a) b) c)

21 8- 21 Processo de Tomada de Decisão (sequência lógica de etapas)

22 8- 22 Processo de Tomada de Decisão (fases)

23 8- 23 Tomada de Decisão (Processo Cognitivo) c)c) e) 0 uma Sensações (Canais) Cognição Receptores Externos Decisão/ Ação Percepção a) Represen- tação EaEa EbEb EnEn EjEj Receptores Internos Receptores Internos b)b) d)d) f)f) g)g) Rejeitada c) coloca em memória Reorganiza uma Aceita Comunicação (Reemissão de informação) e)e) uma Receptor Organizacional 1 Emissores

24 8- 24 Percepção Cognitiva (o quê vemos e como interpretamos?)

25 8- 25 Sistema de Informação (concepção) Fig Sistema Organizacional SISTEMA OPERANTE FLUXO LOGÍSTICO FLUXO MONETÁRIO FLUXO DE PESSOAL FLUXO DE ATIVOS INFORMAÇÕES DECISÕES OBJETIVOS CONCEPÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO (Coordenação, Imaginação, Finalização) SISTEMA DE INFORMAÇÕES Memorização / Informações Modelagem / Tratamento das Informações SO1 SO2 SO3 SO4 SO5 EXTERNAS (Coordenação, Imaginação, Finalização) SISTEMA DE DECISÃO

26 8- 26 Uma Visão Geral da Inteligência Artificial FIG. 8.9 Atributos do comportamento inteligente: A IA está tentando reproduzir essas faculdades nos sistemas compu- tadorizados FIG. 8.9 Atributos do comportamento inteligente: A IA está tentando reproduzir essas faculdades nos sistemas compu- tadorizados Utilizar a razão para solucionar problemas. Pensar e raciocinar. Aprender e compreender a partir da experiência. Adquirir e aplicar conhecimento. Demonstrar criatividade e imaginação. Lidar com situações complexas ou desconcertantes. Responder pronta e eficazmente a situações novas. Reconhecer a importância relativa de elementosde uma situação. Manipular informações ambíguas, incompletas ou errôneas. Teste de Turing (um computador não passa incólu- me) Teste de Turing (um computador não passa incólu- me)

27 8- 27 Principais Áreas de Aplicação da Inteligência Artificial Aplicações da Ciência Cognitiva Aplicações da Ciência Cognitiva Inteligência Artificial Inteligência Artificial Aplicações da Robótica Aplicações da Robótica Aplicações de Interfaces Naturais Aplicações de Interfaces Naturais

28 8- 28 Agentes Inteligentes Interfaces Tutoriais Agentes de Apresentações Agentes de Navegação de Rede Agentes de Desempenhos de Papéis Agentes de Interface com o Usuário Agentes de Gerenciamento de Informações Agentes de Procura Corretores de Informações Filtros de Informação

29 8- 29 O Sistema Especialista Componentes de um Sistema Especialista Base de Conhecimento Usuário Estação de Trabalho Drivers with Pagers Conselho Especializado Programas de Interface com o Usuário Programas de Interface com o Usuário Programa Utilitário de Inferência Programa Utilitário de Inferência Desenvolvimento do Sistema Especialista Estação de Trabalho Engenharia do Conhecimento Programa de Aquisição de Conhecimento Programa de Aquisição de Conhecimento Especialista e/ou Engenheiro do Conhecimento

30 8- 30 Aplicações do Sistema Especialista Gerenciamento de Decisões Diagnóstico de Problemas de Operação Diagnóstico de Problemas de Operação Manutenção/Programação Projeto/Configuração Seleção/Classificação Principais Categorias de Aplicação de Sistemas Especialistas Monitoração/Controle de Processo Monitoração/Controle de Processo

31 8- 31 Critérios de Adequação para soluções por Sistema Especialista Domínio do problema relativamente pequeno Domínio do problema relativamente pequeno Know-how específico é exigido Know-how específico é exigido Problema complexo Dados e decisões não-estruturados Dados e decisões não-estruturados Critérios para aplicações onde o desenvolvimento de sistemas especia- listas pode tornar-se adequado, conveniente. Disponibilidade de especialista é possível Disponibilidade de especialista é possível


Carregar ppt "8- 1 Parte II: Aplicações Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google