A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

 D.1- Capa  D.2- Índice  D.3- Introdução  D.4- Consumo  D.5- Consumismo  D.6- Globalização  D.7- Consumo de produtos estrangeiros  D.8- Consumo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: " D.1- Capa  D.2- Índice  D.3- Introdução  D.4- Consumo  D.5- Consumismo  D.6- Globalização  D.7- Consumo de produtos estrangeiros  D.8- Consumo."— Transcrição da apresentação:

1

2  D.1- Capa  D.2- Índice  D.3- Introdução  D.4- Consumo  D.5- Consumismo  D.6- Globalização  D.7- Consumo de produtos estrangeiros  D.8- Consumo de produtos nacionais  D.9- Logótipo “Compro o Que é Nosso”  D.10-O que é o projecto “Compro o Que é Nosso”  D.11-  D.12-  D.13-  D.14-  D.15-  D.16-  D.17-  D.18-

3  Com este trabalho, pretendemos informar a nossa turma, sobre o consumo de vários produtos/serviços. No final do trabalho terão escritas as palavras de mais difícil compreensão.

4  Definição: é a actividade que consiste na fruição* de bens e serviços pelos indivíduos, pelas empresas ou pelo governo, e que implica na posse e destruição material (no caso dos bens) ou imaterial (no caso dos serviços). Constitui-se na fase final do processo produtivo, precedido pelas etapas da produção, distribuição e comercialização.

5  Definição: é o acto de consumir produtos e/ou serviços, indiscriminadamente, isto é, sem noção de que podem ser nocivos ou prejudiciais para a saúde ou para o ambiente. Há várias discussões a respeito do tema, entre estas, o tipo de influência que as empresas, por meio da propaganda* e da publicidade, bem como a cultura industrial, por meio da TV e do cinema, exercem nas pessoas. Muitos alegam* que elas induzem ao consumo desnecessário, sendo este, um fruto do capitalismo e um fenómeno da sociedade actual.

6  Definição: diz respeito à forma como os países interagem e aproximam pessoas, ou seja, interliga* o mundo, levando em consideração aspectos económicos, sociais, culturais e políticos.

7  Como sabes, hoje em dia consumimos imensos produtos estrangeiros. Quando pensamos em produtos estrangeiros e/ou marcas, relacionamo- los a uma qualidade superior ao dos produtos/marcas nacionais. Sendo esta noção, nem sempre correcta.

8  Actualmente, no nosso país, existe uma campanha chamada “Compro o que é nosso”, que tenta incentivar* os portugueses à compra de produtos nacionais. Apesar desta campanha existir, há, ainda, extensos números de portugueses que preferem produtos/marcas internacionais.

9

10  A Associação Empresarial de Portugal (AEP), ciente* de que os problemas económicos do país só se resolvem criando riqueza e trabalho, lança uma campanha de sensibilização para o consumo de produtos e marcas que contribuem para criar valor, acrescentado em Portugal, com a assinatura “Compro o que é nosso”. A marca “Compro o que é nosso” é um testemunho de convicção*, dado na primeira pessoa, inspirado num logótipo que reflecte três mensagens: Os valores patrióticos* identificados pelas cores da bandeira nacional; A letra “P”, normalmente presente em todas as aplicações em que é necessário abreviar o nome Portugal; A forma de gota como símbolo de unidade que representa o pequeno esforço “gota a gota” necessário à recuperação plena da economia.

11  No consumo de energia existem vários tipos de tarifas:  Tarifa bi-horária: caracteriza-se por preços diferenciados do kWh*, consoante a utilização em horas de vazio ou fora de vazio, cujos períodos de duração são visíveis em 'Horários'.  Tarifa tri-horária: diferencia o preço da energia por kWh* de acordo com três períodos horários: horas de vazio, horas cheias e horas de ponta. As horas de vazio são, fundamentalmente, as horas do período nocturno e fins-de-semana, em que é mais frequente a utilização de electrodomésticos com um peso elevado no consumo como máquinas de lavar roupa e loiça, forno ou aquecimento. As horas fora de vazio dividem-se em cheias e ponta.

12

13 Compro o que é nosso

14 Simulador de Consumo Conselho de eficiência em casa

15 Simulador EPAL

16  Com este trabalho já concluído, esperamos que tenham feito um bom uso desta pesquisa.

17  Fruição: acto ou efeito de possuir.  Propaganda: conjunto de actos que têm por fim transmitir uma ideia, opinião.  Alegam: emitir (razões) para autorizar um facto.  Interliga: fazer a ligação entre duas ou mais coisas.  Incentivar: (sinónimo)encorajar.  Ciente: (sinónimo) sabedor.  Convicção: certeza dum facto de que apenas temos provas morais. Patrióticos: que revelam amor à pátria.  kWh: kilowatt por hora.

18


Carregar ppt " D.1- Capa  D.2- Índice  D.3- Introdução  D.4- Consumo  D.5- Consumismo  D.6- Globalização  D.7- Consumo de produtos estrangeiros  D.8- Consumo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google