A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL SOCIOLOGIA DO LAZER E TURISMO PROF. DANIEL MARTINS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL SOCIOLOGIA DO LAZER E TURISMO PROF. DANIEL MARTINS."— Transcrição da apresentação:

1 ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL SOCIOLOGIA DO LAZER E TURISMO PROF. DANIEL MARTINS

2 1. Controle Social 2. Grupos Sociais 3. Estratificação Social 4. Mobilidade Social

3 Controle Social Conceito: É qualquer meio que leva os indivíduos a se comportarem da forma como a sociedade a qual eles são membros tem como correta, são os meios empregados para que o indivíduo seja obediente aos valores sociais predominantes.

4 Controle Social AÇÃO DO INDIVIDUO.. O individuo age não por acreditar que tal comportamento é o correto mas por acreditar que agindo da maneira imposta será recompensado por seu grupo social e por último temos a punição o meio de controle que impõe certo comportamento ao individuo, se o individuo não se comporta da maneira tida como correta sofre uma sanção(IMPEDIMENTO).

5 O Controle Social poderá ser: Positivo: São os que orientam a conduta do individuo, o individuo é induzido a agir conforme as normas e valores predominam na sociedade.

6 O Controle Social poderá ser: Negativo: São os que levam o individuo a não agir de determinada maneira (ex. não chegar tarde em casa, não beber, fumar, dirigir s. hab.).

7 O Controle Social poderá ser: Formal: São aqueles elaborados para submeter todos os indivíduos do mesmo grupo ao mesmo comportamento. Ex. constituição, as normas estatutárias de uma associação, os mandamentos de uma religião.

8 O Controle Social poderá ser: Informal: São aqueles que partem de atitudes espontâneas dos diversos indivíduos daquele grupo social. Ex. a fofoca, o aplauso, a exposição ao ridículo etc. O individuo tem seu agir condicionado pela aprovação das pessoas ou pelo medo de essas pessoas lhe excluírem.

9 2. Grupos Sociais Conceito: Grupos não é apenas um conjunto de pessoas, mas quando essas pessoas compartilham de objetivos em comum, quando os sentimentos de pertencer aquele grupo são partilhados, quando há contato continuo e relação de reciprocidade.

10 2. Grupos Sociais COMO FAZER PARTE Para as pessoas fazerem parte do mesmo grupo não precisa necessariamente está juntos fisicamente, pois, o grupo é uma entidade inter-mental, as pessoas que fazem parte de um grupo de combate às drogas, por exemplo, podem residir em cidades diferentes e nem por isso perderam seu caráter de grupo, pois o que importa é o caráter de coletividade que há.

11 Os grupos podem ser: Primários: É composto por um número reduzido de pessoas, o contato é muito freqüente, a relação entre as pessoas constituem o próprio fim do grupo, uma família, por exemplo, a relação entre as pessoas que a compõe é a razão de existir do grupo familiar. A relação é marcada pela intimidade, a informalidade e o contato direto.

12 Os grupos podem ser: Secundário: Possui certas características que se apresentam como opostas às do grupo primário. A relação é marcada pela formalidade, o contato é indireto, não há intimidade entre as pessoas que compõe o grupo e a relação entre as pessoas é apenas um meio para se chegar a um objetivo. Associações, grêmios, clubes, igrejas, partidos...

13 Os grupos podem ser: De participação: As pessoas compartilham o sentimento de participar daquele grupo, eles querem pertencer ao grupo porque se identificam com os membros do grupo, com os objetivos e com as ações do grupo. Ex.: Pessoa pacifista, que tende a participar de grupos que pregam a paz e a não-violência. Torcidas, comunidades virtuais.. Orkut, Messenger...

14 Os grupos podem ser: De não Participação: O sentimento nesse caso é de não participar, de não pertencer ao grupo, de agir contrario ao as ações do grupo por não se identificarem com as ações e não compartilharem dos mesmos objetivos desse grupo. Ex.: Pessoas pacifistas não querem participar de gangues de discriminação ou extermínio.

15 Os grupos podem ser: De Referência: Geralmente, a pessoa não pertence (mas pode pertencer), o grupo tem o poder de influenciar originando uma "assimilação" psicológica, funcionando como quadro de referência para as aspirações, tomada de consciência, opiniões, atitudes e padrões de comportamento do indivíduo. Pode então acontecer a aceitação antecipada da pessoa aquele grupo. Ex. seitas, filosofias,crenças, tribos urbanas...

16 Os grupos podem ser: Categorias: Pluralidade de pessoas que são consideradas como uma unidade social pelo fato de serem efetivamente semelhantes em um ou vários aspecto. Não há necessidade de proximidade ou contacto mútuo para que as pessoas pertençam a uma categoria social, pois, a categoria é uma elaboração intelectual feita fins determinados. Ex.: Metalúrgicos, médicos, rodoviários...

17 3. Estratificação Social Conceito: é a diferenciação de indivíduos e grupos em posições (status), estamentos ou classes, diferenciação esta feita de maneira hierárquica.

18 A estratificação social pode ser feita através de: Castas: Um sistema de castas compõe- se de um número muito grande de grupos hereditários, os papeis das pessoas é determinado por sua ascendência, esse é um modelo de estratificação que não apresenta nenhuma possibilidade de mudança de posição social.

19 A estratificação social pode ser feita através de: Estamentos: Constitui uma forma de estratificação social com camadas sociais mais fechadas do que as classes e mais abertas do que as castas pó isso se diz que semi- aberto,são reconhecidos por lei e geralmente ligados ao conceito de honra.... Reis, condes, coronel,....

20 A estratificação social pode ser feita através de: Classes: Constitui uma forma de estratificação social onde a diferenciação dos individuo é feito de acordo com o poder aquisitivo, não há desigualdade de Direito, pois, a lei prevê que todos são iguais, independente de sua condição de nascimento, mas há uma desigualdade de fato, como é facilmente percebível por todos.

21 4. Mobilidade Social Conceito: É a possibilidade que o individuo tem de migrar de uma classe a outra, ou, de uma camada a outra, só ocorre se o sistema de estratificação for aberto como é o caso das classes sociais

22 A mobilidade social poderá ser: Horizontal: Ocorre quando o individuo muda de uma camada social para outra Vertical: Ocorre quando uma pessoa muda de uma classe social para outra.

23 Referências LAKATOS, Eva Maria. Sociologia Geral. 7 ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, NOVA, Sebastião Vila. Introdução à Sociologia. 5 ed. rev. e aum. São Paulo: Atlas, 2000.


Carregar ppt "ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL SOCIOLOGIA DO LAZER E TURISMO PROF. DANIEL MARTINS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google