A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HISTÓRIA DA TURQUIA. PERÍODOS: Período pré-histórico (100.000 – 12.000 a.C.): Primeira cidade conhecida do Mundo (Catalhöyuk), tijolos de adobe e a entrada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HISTÓRIA DA TURQUIA. PERÍODOS: Período pré-histórico (100.000 – 12.000 a.C.): Primeira cidade conhecida do Mundo (Catalhöyuk), tijolos de adobe e a entrada."— Transcrição da apresentação:

1 HISTÓRIA DA TURQUIA

2 PERÍODOS: Período pré-histórico ( – a.C.): Primeira cidade conhecida do Mundo (Catalhöyuk), tijolos de adobe e a entrada fazia-se pelo telhado. Período hitita ( a.C.): Dominação pelos Hititas, concentravam-se na Guerra. Tróia era a cidade mais importante, em 1200 a. C. foi destruída e criou-se pequenos estados. Pequenos estados da Anatólia ( a.C.): Gregos aumentaram seu poder. Criação das cidades de Miletos e Éfeso (berço de grandes filósofos). Persas ( a.C.): Grande conquistadora que dominou totalmente a área que hoje corresponde à Turquia moderna. Guerras contínuas com Gregos. Período helenístico ( a.C.): Cidades tiveram um extraordinário desenvolvimento. Tinham as suas próprias leis, autonomia e capacidade defensiva e viviam da agricultura.

3 Império Romano (133 a.C d.C): O Império trouxe a Pax Romana, uma época de paz que permitiu o crescimento econômico e o aparecimento do Cristianismo. No ano 330 o imperador romano Constantino transformou Constantinopla na capital e declarou o cristianismo religião oficial. As partes ocidentais e orientais do Império foram-se desenvolvendo de uma forma divergente e, no ano 395, o Império dividiu-se em dois. Bizâncio ( d.C.): Fronteiras em mudança por causa das Cruzadas as relações entre os cristãos do oriente e cristãos do ocidente pioraram e, em a armada ocidental tomou Constantinopla. A cidade foi governada pelos latinos até ao ano quando foi recuperada novamente por Bizâncio que se foi completamente abaixo quando o sultão Mehmet Ottoman Fatih conquistou Constantinopla, em Estado seljúcida ( ): Desenvolvimento das artes e da arquitetura. A boa organização da administração, a justiça, o comércio, o alto nível de maturidade social e de tolerância permitiram que a arte e a arquitetura cristãs continuassem o seu desenvolvimento ao mesmo tempo que novos estilos vindos da Ásia Central e do norte da Índia introduziam novidades nas cidades de Anatólia.

4 Império Otomano (1.299 – 1.923): O mais pequeno dos Beyliks (principados) que herdaram o Império selúcida de Anatólia, foram-se espalhando por toda a Anatólia. Quando os otomanos conquistaram Constantinopla transformaram-na na capital do Império. As artes e as ciências floresceram nesse período. Em foi redigida uma constituição e instituiu-se o parlamento. Grã Bretanha, a França e a Alemanha tinham uma influência decisiva na política exterior, inclusive nos assuntos internos do Império que, de modo constante perdia territórios.

5 A Turquia foi aliada da Alemanha na Primeira Guerra Mundial e perdeu. Os aliados ocuparam Istambul e planejaram a divisão do país, a Grécia ocupou a Anatólia ocidental com a autorização da Inglaterra. No Tratado de Sèvres, de 1.920, o país foi dividido entre Inglaterra, Itália, França, Grécia e Armênia. Istambul e os estreitos estavam sob o comando comum Britânico-Francês-Italiano e da Turquia faziam parte somente a Anatólia central e uma parte da costa do Mar Negro. O General Mustafá Kemal dirigiu-se a Samsun e reuniu os representantes locais de todo o país com os quais fundou um governo. Também formou um exército composto de tropas otomanas e de camponeses que conseguiram expulsar as forças gregas e armênias, acusadas de colaborar na ocupação com os aliados e de ter cometido atrocidades contra os civis sem sequer respeitar as crianças, mulheres ou idosos. No Tratado de Lausanne, em 1.923, que foi assinado após a guerra da Independência, foram estabelecidas as atuais fronteiras da Turquia.

6 República da Turquia A República foi declarada em 29 de Outubro de 1923 e Mustafá Kemal foi o seu primeiro presidente. A Turquia de hoje A Turquia é uma república parlamentar baseada na separação dos poderes legislativo, executivo e judicial, governada pelo Presidente e pelo Primeiro Ministro. Os partidos variam, desde os nacionalistas conservadores aos socialistas. O país tem uma vocação européia; é membro do Conselho Europeu desde 1949, membro da OTAN desde 1952 e membro aliado da EU (antigo Conselho Econômico Europeu) desde Em 1996 a Turquia estabeleceu acordos alfandegários com a União Européia e atualmente é candidata à entrada na União Européia, num processo de harmonização da sua legislação e administração às normas comunitárias.

7 Geografia Clima Flora

8 Situada na área geográfica do Mediterrâneo, onde as condições climáticas são bastante temperadas, existem significativas diferenças nas condições climáticas de uma região para outra. O verão é quente e seco, com temperaturas acima de 30°C. A primavera e o outono em geral são amenos, no inverno as temperaturas podem chegar abaixo de 0°C. Os litorais do Egeu e do Mediterrâneo apresentam inverno fresco e chuvoso, e verão de moderada secura. Nas regiões do Mediterrâneo, do Egeu e do Mar da Mármara onde os verões são quentes e secos e os Invernos amenos. O litoral e ideal para turistas. A maioria das frutas, hortaliças, algodão, cereais e tabaco crescem na costa. No Mar Negro o clima mais frio e chuvoso propicia o cultivo de milho, arroz, cevada, batatas, beterraba açucareira, cebolas e cânhamo. A Anatólia oriental está a metros aproximadamente acima do nível do mar tendo Verões frescos e Invernos muito frios e com neve. A agricultura e o gado são os principais meios de subsistência da população, Clima

9 Regiões mediterrânica e do Mar Egeu Os arbustos são de folhas duras com capacidade para armazenar água para os meses secos de Verão. As espécies mais comuns desta região são o sândalo, o mirto, o azevinho, a esteva, a urze e o loureiro. A flora da região do Mar Negro A flora do Mar Negro é típica de um clima ameno e chuvoso. A maior parte da região é abundante em bosques. Avelãs e carpas (ou carpinos) são as espécies que mais abundam juntamente com o carvalho, o freixo, o castanheiro, a tília, o arce (de tipo aceráceas), Um terço das espécies de flora são endêmicas. Muitas flores de jardim e plantas decorativas procedem da Turquia, Flora

10 Flora da estepa Estende-se desde Trácia até ao leste da Turquia. Na Primavera milhares de margaridas, açafrão, violetas, papoilas e ranúnculos vermelhos formam brilhantes desenhos que inspiraram os tecelões de tapeçarias durante séculos. Flora alpina Cresce acima da zona de bosque e atinge os cumes nevados nos metros. Entre a flora alpina existem espécies tais como: as dálias, as campainhas de Inverno, os amores-perfeitos, os ranúnculos de turbante, os lilases e os lírios. Flora dos terrenos mais úmidos Lagos, pântanos, charcos e lagoas formam os terrenos húmidos. Massas de plantas de uma só espécie compensam a escassa variedade. Canas, juncos, ranúnculos, hortelã-pimenta de água, lírios, nenúfares e tamargas cobrem, habitualmente, grandes extensões.

11 A cultura turca é bastante diversificada, devido as mistura de tradições e a liberdade religiosa, sendo um país que possui um equilíbrio entre as influencias ocidentais e as tradições religiosas e históricas. Teatro de Aspendos

12 Religião 99% da população são mulçumanos do ramo sunita 1% divididos entre cristãos, judeus e bahá’ís Liberdade religiosa Mesquita Azul, Istambul

13 Tradição Nascimento Circuncisão Funerais Lutas de Camelos

14 Alimentação

15 Artes Arquitetura Música e Dança Museus Miniaturk (Museu em Miniatura), Istambul

16 Turismo A Turquia é o 8º país mais visitado do mundo (2005/OMT) Estreito de Bósforo (passeio a barco) Belek (golfe, locais históricos, Cataratas de Manavgat) Kemer (Bandeiras Azuis concedidas pela EU, devido à segurança e limpeza do local)

17 Estrutura política e administrativa

18 A Turquia é um estado unitário, governado por uma democracia parlamentarista. Os poderes soberanos são o Legislativo, o Executivo e o Judiciário. O Poder Legislativo fica a cargo da Grande Assembléia Nacional da Turquia. A Assembléia é composta por 550 parlamentares eleitos pelo voto direto dos cidadãos a cada cinco anos. O Poder Executivo é exercido pelo Presidente da República e pelo Conselho de Ministros. O Presidente da República é o Chefe de Estado e fiscaliza o funcionamento dos órgãos do Estado. O Presidente é eleito para um mandato de sete anos pela Grande Assembléia Nacional da Turquia, escolhido entre seus próprios membros ou entre cidadãos habilitados para o cargo. O Conselho de Ministros é formado pelo Primeiro-Ministro e demais ministros, nomeado pelo Presidente da República e escolhido entre os membros da Grande Assembléia Nacional da Turquia. Os Ministros são designados pelo Presidente da República, selecionados entre os membros da Grande Assembléia Nacional da Turquia, ou entre aqueles habilitados para o cargo. O Poder Judiciário funciona por meio dos tribunais e juízes independentes.

19 BRASIL – TURQUIA

20 O volume do comércio bilateral entre o Brasil e a Turquia tem oscilado nos últimos anos. O volume de comércio, que era de apenas 395 milhões de dólares em 2003, aumentou para 902 milhões de dólares em 2007 e continua crescendo. O saldo comercial que era de 279,4 milhões de dólares em 2003 foi de 483,8 milhões de dólares em 2007.

21 Dados de intercâmbio comercial Brasil-Turquia (US$ mil, fob) F ONTE : MDIC/SECEX/A LICEWEB Exportação Part(%) no total das exportações brasileiras 0,5% 0,4% Importação Part(%) no total das importações brasileiras 0,1%. 0,2%.0,2% Intercambio comercial Part(%) no total do intercâmbio brasileiro 0,3% Saldo comercial

22 Investimentos bilaterais Há apenas um único investimento turco no Brasil. Trata-se de uma joint venture entre a Sabanci Holding of Turkey e a Dupont Nordeste S.A. O sócio turco investiu US$ 3 milhões de dólares na parceria em 1998 e tem 50% das ações. A fábrica produz tecidos de corda. O Brasil possui participação em oito empresas turcas, localizadas nas cidades de Istambul, Bursa, Antalya.

23 Setores industriais Seu parque industrial é tão variado quanto o brasileiro, produz aviões de caças F-16, carros modernos, navios, têxteis de alta qualidade e móveis. As empresas de construção civil possuem diversos contratos no exterior, construindo pontes, represas, estradas, aeroportos e imponentes prédios modernos. Empresas do mundo inteiro - inclusive grande número de européias e norte-americanas - instalaram no país para, com base no mercado interno de mais de 70 milhões de pessoas, terem melhores condições de colocação de seus produtos na Europa Ocidental como nas demais regiões vizinhas à Turquia. O setor textil, atualmente, é um dos mais importantes setores da economia turca, em termos de PIB, emprego e exportações

24

25

26 FRANÇA ÁUSTRIA ALEMANHA ITALIA POLONIA

27 “ Se hoje a Turquia integrasse a União Européia, seria o estado mais pobre. A sua integração representaria, sob o plano econômico, um desafio comparável ao último alargamento de 1 de Maio de 2004, porque a população e o tamanho da Turquia correspondem grosso modo ao conjunto desses novos 10 Estados Membros (...) A Turquia viria a ser rapidamente o Estado Membro com maior número, pois prevê-se que atinja os 89 milhões de habitantes em 2025 ou seja, 18,5% da população total da União Européia (incluindo a Bulgária e a Romênia)”. Marta Reis em seu artigo “Turquia – Os Islamistas no poder”.

28 “ Atualmente (2005), a Turquia tem 71 milhões de habitantes e o crescimento médio da população situa-se em 1,8% por ano. O PIB por habitante não representa mais do que 28,5% da média da União Européia, um nível comparável ao da Romênia e da Bulgária. Um terço da população trabalha no setor agrícola e convém salientar que existe uma comunidade considerável de emigrantes turcos na Europa, que em 2002 rondavam os 3,5 milhões de pessoas, isto na Europa. É um país pobre. Seria o mais pobre da UE, competindo apenas com Romênia e Bulgária. Quer dizer que sugaria, também, grande parte dos recursos dedicados a desenvolvimento da União. Todos os países reclamariam”. Marta Reis em seu artigo “Turquia – Os Islamistas no poder”.

29 Subsídios agrários. Xenofobia? Holanda, França e Alemanha, em particular, enfrentam uma onda anti- muçulmana violenta, difícil de ser manobrada por seus governantes.

30 “ Tanto nos atentados de 11 de Setembro, como nas explosões dos trens em Madri em março deste ano, os autores, ou parte deles, eram cidadãos que deixaram o mundo árabe islâmico para viver na Europa.” noticias.terra.com.br – 28/04/2004 – Reprodução de noticia publicada por e com direitos autorais de: BBC Brasil

31 “Grupos radicais islâmicos ou ultranacionalistas da Turquia, minoritários no país, denunciam os planos do governo de Ankara de fazer profundas reformas para poder integrar o que consideram um clube cristão. ‘Os fundamentalistas islâmicos dizem que a União Européia é um clube cristão que rejeita a Turquia por ela ser muçulmana’, explica Sami Kohen, colunista especializado em política internacional do diário turco Millyiet. Por essa razão, eles argumentam que a Turquia não deveria nem tentar ser um membro da UE. Dizem que ela deveria optar por estabelecer relações com o mundo islâmico e formar um mercado comum do mundo islâmico". noticias.terra.com.br – 28/04/2004 – Reprodução de noticia publicada por e com direitos autorais de: BBC Brasil

32 “ As sondagens revelaram que 70% dos turcos queriam que a Turquia fosse um membro da União Européia. Mas as dificuldades no caminho acalmaram os ânimos – são neste momento (2005) cerca de 60%. e o número está a baixar”. Marta Reis em seu artigo “Turquia – Os Islamistas no poder”.

33 A Turquia trará diversidade cultural à UE.

34 “Em resumo, o que aconteceu na Turquia moderna foi a reconstrução da tradição islâmica que foi feita em novos termos e com o objetivo primordial de criar uma nova Turquia que se tornasse um exemplo político, econômico e cultural de sucesso para os muçulmanos em todo o mundo. (...) os slogans prometendo que um retorno ao Islão traria benefícios econômicos e resolveria inúmeros problemas burocráticos teve o apoio suficiente para facilitar a vitória dos candidatos religiosos nas eleições gerais em Istambul e Ancara, as duas cidades mais secularizadas. Estes movimentos de líderes no Partido Refah (...) com origem na Anatólia e orientados economicamente para a classe média alta querem orientar a Turquia em direção a uma política mais aberta para levar a bom porto as suas aspirações na União Européia. Marta Reis

35 “O que se tem passado na Turquia moderna é uma reconstrução da tradição de uma linguagem islâmica com vista a criar uma nova Turquia que pode tornar-se um exemplo político econômico e de sucesso cultural para os muçulmanos de todo o mundo”. Yavuz, citado por Marta Reis

36 “ Não há data marcada para a entrada (da Turquia, Croácia e Macedônia na UE), mas há um processo de inscrição. São processos longos porque os países têm de cumprir certos CRITÉRIOS para entrar. Não basta bater à porta, dizer que quer entrar, e entrar. Eles (os países) têm que cumprir certos critérios, como economia de mercado, por exemplo. Há uma discussão longa, tema por tema, que já está andando. Mas não há data prevista para a entrada desses países. No caso da Turquia, especificamente, há uma indicação de que os processos teriam que ser longos e não terminariam antes de 2013 e A Turquia tem que fazer ainda um certo número de reformas importantes para o processo se concretizar”. “A Turquia precisa garantir certos direitos fundamentais, direitos dos indivíduos, direitos da mulher, direitos de liberdade religiosa. Há ainda passos que a Turquia tem que dar, e parece disposta a dar. Portugal, por exemplo, iniciou os processos para aderir à União Européia em 1976, e foi entrar só em 1986, ou seja, levou dez anos para ingressar. Com a Espanha, a mesma coisa. Os processos longos não são específicos da Turquia, tudo isso demora muito tempo“. Embaixador-chefe da delegação da Comissão Européia no Brasil, João Pacheco, em entrevista concedida ao portal G1 em 29/09/2006

37 Pólo de distribuição de produtos na UE.

38 TECNOLOGIA Deixa de ser predominantemente agrícola; Exportacoes - nos últimos 4 anos houve um aumento de 36 para 85 Bilhões (Euros) Produtos Industrializados: Têxtil Automóveis Eletrodomésticos Destaque feira Industrial de Hannover (2007); Exportação de Tecnologia de ponta para a Alemanha; Mão-de-obra barata; Tecnologia Militar;

39 FEIRA INDUSTRIAL DE HANNOVER (2007) A Feira Industrial de Hannover é o principal fórum mundial de exibição de novas tecnologias de produção e infra-estrutura. Alemanha é o principal mercado para as exportações turcas. Angela Merkel (d) e o primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan visitam estande de empresa que fabrica rolamentos na Turquia

40 INVESTIMENTO BRASILEIRO  Petrobrás inicia atividades de extração de petróleo no Mar Negro em 2006;  Parceria com Turkish Petroleum Corporation (TPAO) para exploração dos blocos Kirklareli e Sinop.  Acordo para cessão de Sonda (Leiv Eiriksson) a TPAO. (Visita Presidente Lula 22/05/09);  Investimento total poderá chagar a US$ 400 milhões na Turquia.

41 40% da População Brasileira não se interessam ou dizem não compreender ciência e tecnologia; Fato diretamente ligado a educação. Deste total, apenas 3% dos entrevistados participaram ou se Interaram de atividades da semana nacional da Ciência e Tecnologia DADO PREOCUPANTE

42

43 Assinou o protocolo de Kyoto em 05/02/2009 (após ser pressionada pela UE) “Atualmente, o Protocolo de Kyoto conta com a adesão de 37 nações desenvolvidas e tem o objetivo de cortar, até 2012, a emissão de gases causadores do efeito estufa em 5% abaixo dos níveis de Mesmo com apenas quatro anos para completar o trabalho, a Turquia se comprometeu a atingir a meta.” AE-AP - Agencia Estado – o5/02/2009

44 UE é uma grande potência no desenvolvimento e aplicação de energias renováveis e portanto, deverá exercer influencia sobre a Turquia para que a mesma desenvolva atividades semelhantes com base no modelo Europeu.

45 Istambul sediou em 2009 o 5° fórum mundial da água onde segundo o Deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP), membro da Comissão Mista Permanente de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional Brasileiro o “impacto das mudanças climáticas foi amplamente debatido, assim como, a sustentabilidade na produção de biocombustíveis, apontada como um vetor da democratização da produção e do uso de energias agrícolas renováveis nos países em desenvolvimento” Assessoria de imprensa do Deputado.

46 De acordo com o consultor Maurício Waldman, geógrafo da USP “ao alterar o fluxo dos rios, que corriam naturalmente para a Síria e Iraque (pelo represamento das águas do rio Tigres e Eufrates), a Turquia acabou por prejudicar o abastecimento nesses países”. As águas dos rios Tigre e Eufrates, que sustentaram a agricultura durante milhares de anos na Turquia, Síria e Iraque, foi a causa de vários importantes choques entre esses países. Os dois rios nascem na Turquia, cuja posição oficial é “A água é tão nossa como o petróleo do Iraque é do Iraque”.

47 Brasil é hoje o 10º maior exportador de “água virtual" do mundo em lista encabeçada pelos Estados Unidos, que anualmente vendem ao exterior em média 164 milhões de metros cúbicos de água. Entre 1995 e 1999, os EUA foram responsáveis pela comercialização no mercado internacional, de algo entre 10 e 100 milhões de m³ de água embutida em produtos. A maior parte deles teve como destino a Europa. De acordo com importante relatório do PNUD, manter o déficit de água e saneamento custa nove vezes mais do que resolvê-lo. Só os sistemas de saúde dos países em desenvolvimento economizariam US$ 1,6 bilhão ao ano. O custo total do déficit chega a US$ 170 bilhões, ou seja, mais do que o Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina, ou 2,6% do PIB de todos os países em desenvolvimento juntos.

48 De todo o consumo mundial, 70% é de responsabilidade da agricultura. Caso não sejam tomadas medidas para conter o uso dos recursos hídricos pelo setor agrícola a procura mundial por água vai crescer entre 70% e 90% até Ainda segundo um relatório da ONU, a expansão da produção de biocombustíveis também contribuiu para aumentar o consumo de água. A produção de etanol, de acordo com o documento, triplicou entre 2000 e 2007 e pode chegar a 127 bilhões de litros até O Brasil e os Estados Unidos são os principais produtores, tendo como matrizes, respectivamente, a cana-de-açúcar e o milho. (Agência Envolverde)

49 “A ONU anunciou que sua campanha "Um Bilhão de Árvores" acaba de bater o novo recorde de 3 bilhões de unidades em todo o mundo. A marca foi alcançada após a confirmação do governo da Turquia de que o país plantou 300 milhões de unidades no ano passado.” OUVIR NOTICIA

50 Norteando as iniciativas de investimento em sustentabilidade da Turquia esta o interesse em ser bem visto pelos países dos dois continentes dos quais a Turquia faz parte, de um lado, para pertencer a um bloco econômico sólido, de outro para manter a visão de “bons moços” pelos países islâmicos.

51

52 Dados dos Expatriados Nome: Paulo Eduardo Tobaldini Idade: 23 anos O que faz no Brasil: formação em nível técnico na área de Automação Industrial Objetivo na Turquia: atuar na indústria, aproveitando o crescimento industrial do país, que anteriormente era basicamente agrário.

53 Dados do Expatriado Nome: Lucas Vieira Barboza Fontes Idade: 18 anos O que faz no Brasil: estudante Objetivo na Turquia: cursar faculdade de música

54 Documentação Necessária DECRETO Nº 5.124, DE 1º DE JULHO DE 2004 Acordo entre Brasil e Turquia, que dispensa o visto para acesso entre estes dois países em viagens com duração inferiores a 90 dias. Documentação para visto de trabalho A pessoa só pode solicitar um visto de trabalho depois que ele/ela assinou um contrato de trabalho com um empregador turco e solicitou uma licença de trabalho junto ao Ministério da Segurança de Trabalho e Social (MLSS) da república da Turquia. O Passaporte deve ter validade superior a 3 meses ao término do visto de trabalho requerido. Cópia de contrato de trabalho. Ao chegar na Turquia a pessoa tem 30 dias para procurar o departamento de polícia local para obter a licença de residência. Fonte:

55 Documentação para visto de educação: Os estrangeiros podem solicitar o visto de educação só depois que eles se registrarem em uma universidade turca, escola ou um curso de língua certificado pelo Ministério da Educação. O Passaporte deve ter validade superior a 3 meses ao término do visto de educação requerido. Uma carta com o aceite oficial da universidade turca, escola ou um curso de língua certificado pelo Ministério de Educação. Ao chegar na Turquia a pessoa tem 30 dias para procurar o departamento de polícia local para obter a licença de residência. Fonte:

56 Cidade Escolhida Istambul Foi a capital da Turquia até 1923, quando foi constituída a República, e Ancara então passou a ser a capital Até 1930, quando foi oficializado o nome Istambul, era chamada de Constantinopla Maior cidade da Turquia Conhecida como “Ponte entre a Ásia e a Europa” ou “lugar onde o Oriente se encontra com o Ocidente” Situada nos dois lados do Estreito de Bósforo, é a única cidade do mundo a se estender sobre dois continentes: Europa e Ásia. Muitas pessoas vivem num continente e trabalham no outro Principal pólo industrial, comercial, cultural e universitário

57 Istambul Atualmente com cerca de 12 milhões de habitantes, sendo que em 1980 eram 3 milhões, teve uma forte explosão demográfica devido a migração de cidadões de outras regiões turcas Possui cerca de 20 universidades, sendo as principais: Universidade Politécnica de Istambul e Universidade de Istambul, ambas instituições de ensino seculares Há diversos meios de transporte eficientes como: trem de superfície e subterrâneo, ônibus, taxis e minivans (que lembram as nossas lotações) Apesar de ser um país com cerca de 95% da população muçulmana, sofre fortes influências ocidentais por ter parte de seu território na Europa, por isso, tem uma vida noturna badalada.

58 Cidades Custo de vida mais alto Istambul ficou em 23º lugar na lista de cidades mais caras do mundo para trabalhadores estrangeiros, conforme divulgado no site em 27/07/ Fazendo uma comparação com o Brasil, São Paulo ficou na 25ª colocação, e o Rio de Janeiro na 31ª.


Carregar ppt "HISTÓRIA DA TURQUIA. PERÍODOS: Período pré-histórico (100.000 – 12.000 a.C.): Primeira cidade conhecida do Mundo (Catalhöyuk), tijolos de adobe e a entrada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google