A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Módulo 6: Aplicação do Conhecimento 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Módulo 6: Aplicação do Conhecimento 1."— Transcrição da apresentação:

1 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Módulo 6: Aplicação do Conhecimento 1

2 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista 1.Descrever como promover o uso do conhecimento nos níveis individual, da equipe e da organização. 2.Descrever como desenhar a arquitetura da gestão do conhecimento organizacional. 3.Definir aprendizagem organizacional e descrever as ligações entre aprendizagem individual e organizacional. 4.Comparar e contrastar aprendizagem e compreensão com internalização do conhecimento. Módulo 6. Utilização do Conhecimento. Objetivos 2

3 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Avaliar Contextualizar Atualizar Compartilhamento e disseminação do conhecimento Internalização e utilização do conhecimento Criação e/ou captação do conhecimento Kimiz Dalkir McGill Graduate School of Information and Library Studies Montreal, Quebec Canadá 3 Fonte: DALKIR, 2005

4 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Quanto mais fácil for para o trabalhador do conhecimento encontrar, entender e internalizar o conhecimento, maior será seu sucesso em usar este conhecimento Taxonomia de Objetivos de Aprendizagem de Bloom Bloom (1956) dividiu o conhecimento em uma estrutura hierárquica que diferencia habilidade psicomotora, domínio afetivo (atitudes) e domínio cognitivo (conhecimento) Uso do Conhecimento. Nível Individual 4

5 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista NívelDescriçãoVerbos de Ação 1. ConhecimentoLembrar-se da matéria aprendida anteriormente Lembrar-se de, repetir, definir, descrever, listar, identificar, rotular, nomear, afirmar 2. CompreensãoHabilidade de compreender o significado da matéria (Ex.: traduzir, estimar tendências futuras (prognosticar), explicar ou dar exemplos) Classificar, converter, discutir, explicar, generalizar, exemplificar, parafrasear, reafirmar em suas próprias palavras, resumir, rever 3. UtilizaçãoHabilidade de utilizar a matéria em situações novas e concretas por meio da utilização de: i) regras; ii) métodos; iii) conceitos; iv) princípios, v) leis; e vi) teorias Articular, avaliar, determinar, desenvolver, descobrir, estabelecer, estender, operacionalizar, participar, prever, fornecer, mostrar, resolver, usar, demonstrar, aplicar, praticar, ilustrar Taxonomia de Bloom. Domínio Cognitivo 5

6 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista NívelDescriçãoVerbos de Ação 4. AnáliseHabilidade de dividir a matéria em partes para que sua organização possa ser compreendida. Identificação das partes, relacionamento entre as partes, reconhecimento dos princípios organizacionais Dividir, correlacionar, diferenciar, discriminar, distinguir, detalhar, destacar, reconhecer, separar, subdividir, comparar, contrastar, inspecionar, examinar, inventariar, relacionar 5. SínteseHabilidade de juntar as partes e formar um novo todo. Comportamentos criativos presentes na formulação de algo novo Adaptar, categorizar, colaborar, combinar, comunicar, copiar, compor, criar, desenhar, facilitar, formular, gerar, incorporar, individualizar, iniciar, integrar, planejar, propor, reunir, organizar 6. AvaliarHabilidade de julgar o valor da matéria com base em critérios definidos Avaliar, concluir, criticar, decidir, defender, julgar, justificar, apoiar, medir, priorizar, selecionar Taxonomia de Bloom. Domínio Cognitivo (cont.) 6

7 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Domínio afetivo = inclui a maneira como tratamos as coisas emocionalmente, tais como: i) sentimentos; ii) valores; iii) agradecimentos; iv) entusiasmo; v) motivação; e vi) atitudes. Exemplo: Filho e pai. Domínio psicomotor = inclui movimento físico, coordenação e o uso das áreas motoras Taxonomia de Bloom é útil para avaliar a aplicação do conhecimento Em GC, conclui-se com frequência que acessar conteúdo significa que o trabalhador do conhecimento está utilizando ou reutilizando conhecimento Uso do Conhecimento. Nível Individual 7

8 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista É muito mais útil avaliar o impacto do conhecimento existente na Base de Conhecimentos sobre a aprendizagem, compreensão e convencimento sobre uma nova maneira de executar um trabalho Taxonomia = permite avaliar se o conhecimento foi internalizado É também importante avaliar o componente afetivo quando analisamos a utilização do conhecimento Com frequência, o conhecimento não é utilizado não porque não foi compreendido, mas porque o trabalhador do conhecimento não está convencido que a nova “melhor prática” ou “lição aprendida” representa uma melhoria em relação à maneira como ela está trabalhando Mudança de atitude = pré-requisito importante para a internalização do conhecimento Uso do Conhecimento. Nível Individual 8

9 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Taxonomia de Bloom. Domínio Afetivo 9 CaracterísticaDescrição Recepção ao fenômeno Conscientização, vontade de ouvir, atenção seletiva Resposta ao fenômenoParticipação ativa da parte dos ouvintes. Reage a um fenômeno específico. Os resultados de aprendizagem podem ser verificado por meio da resposta aderente, vontade de responder ou responder com satisfação (motivação) Valor atribuídoO valor que a pessoa dá a um objeto específico, fenômeno ou comportamento. Isso varia de aceitação simples a um estado mais complexo de comprometimento. Atribuir valor está relacionado à internalização de um conjunto de valores. O comportamento aberto do aprendiz expressa esses valores OrganizaçãoOrganiza valores de acordo com prioridades por meio do contraste de diferentes valores, resolvendo conflitos entre eles e criando um sistema de valor

10 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Taxonomia de Bloom. Domínio Afetivo 10 CaracterísticaDescrição Valores internalizados Ter um sistema de valor que controla o comportamento do aprendiz. O comportamento é consistente, previsível e característico do aprendiz. Os objetivos instrucionais se relacionam com os padrões gerais de adaptação do estudante (pessoal, social e emocional)

11 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Domínio psicomotor = menos usado amplamente na gestão do conhecimento e está mais relacionado com habilidades e trabalhos físicos Conhecer o usuário não é suficiente para facilitar o uso do conhecimento É necessário conhecer também as atividades dos usuários e quais são seus objetivos na utilização do conhecimento É necessário um modelo de tarefa Modelo de tarefa = serve para entender o porquê alguém usa um determinado conhecimento Uso do Conhecimento. Nível Individual 11

12 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Método para conhecer o usuário e o método para entender a tarefa é altamente recomendado para facilitar os processos de internalização Precisamos conhecer o suficiente sobre os usuários e sobre o que eles estão tentando fazer para apoiá-los da melhor forma Uso do Conhecimento. Nível Individual 12

13 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Análise da tarefa = estuda o que os trabalhadores do conhecimento devem fazer em relação a ações específicas a serem tomadas ou processos cognitivos que precisam ser executados para realizar determinada tarefa Método mais comum = desdobramento da tarefa em subtarefas Modelagem e Análise da Tarefa 13

14 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Sistemas de Gestão do Conhecimento (SGC) – Ferramentas de apoio à GC – Evoluíram com base em ferramentas de gestão da informação que integraram muitos aspectos do trabalho colaborativo com base no computador, ambiente com informação e sistemas de gestão de documentos Características principais de um SGC. Apoio a: – Comunicação entre diversos usuários – Coordenação das atividades dos usuários – Colaboração entre grupos de usuários na criação, modificação e disseminação de artefatos e produtos – Processos de controle para garantir integridade e acompanhar o andamento dos projetos Utilização do Conhecimento. Equipe e Organização 14

15 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Sistemas de Gestão do Conhecimento (SGC) fornecem serviços específicos relacionados à: – Comunicação: e fóruns de discussão – Coordenação: calendários compartilhados e listas de tarefas – Colaboração: locais de trabalho colaborativos, wikis – Controle: trilhas de auditoria interna e controle automático de versões – Contribui para uma cultura de compartilhamento organizacional ao oferecer um senso de pertencimento a uma comunidade de usuários e ao apoiar a reciprocidade entre eles Utilização do Conhecimento. Equipe e Organização 15

16 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Sistemas de Gestão do Conhecimento (SGC) – Ampliam oportunidades para os trabalhadores do conhecimento ao fornecer a eles meios para criar conhecimento e contribuir ativamente para um conjunto de conhecimento (“body of knowledge”) comum e dinâmico. Contribui para as seguintes atividades de gestão da informação: Aquisição e indexação, captação e arquivamento Busca e acesso à informação Criação e registro Combinação e modificação Acompanhamento Utilização do Conhecimento. Equipe e Organização 16

17 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Tecnologias dos Sistemas de Gestão do Conhecimento (SGC) – Nova geração de sistemas de gestão da informação – Desenvolvida para múltiplos usuários com demandas diferentes e em processo de mudança Existe uma variedade de técnicas e ferramentas disponíveis para a fase de utilização do conhecimento no Ciclo de GC – Ferramentas de publicação e disseminação: Repositório do Conhecimento – e “workflow” = exemplos de tecnologias de notificação dos usuários (quando qualquer mudança como um novo conteúdo é postado) – Outras ferramentas ajudam a estruturar e navegar por meio do conteúdo. Utilização do Conhecimento. Equipe e Organização 17

18 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Utilizados para preservar, gerenciar e disseminar a memória organizacional Contém mais que documentos. É uma mistura de conhecimento tácito e explícito Davenport, De Long e Beers encontraram três tipos distintos de repositórios: – Conhecimento externo: inteligência competitiva, dados estatísticos e demográficos; – Conhecimento interno estruturado: relatórios de pesquisa, material de marketing com foco em produtos, técnicas e métodos – Conhecimento interno informal: registros de discussão cheios de know-how (lições aprendidas) Repositórios do Conhecimento 18

19 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista A utilização do conhecimento significa que os funcionários na organização podem encontrar respostas rapidamente para os seguintes tipos de questões: – O que a organização já escreveu ou publicou sobre este tema? – Quem são os especialistas nesta área e como podemos contatá-los? – Alguns dos nossos parceiros, contatos e clientes trataram deste tema? – Que fontes utilizamos para preparar publicações sobre este tema? – Quais são os melhores sítios da internet e banco de dados internos para encontrar mais informação? – Como eu posso adicionar minha própria experiência ao usar um conhecimento específico? Repositório do Conhecimento = funcionários devem ser capazes de encontrar o que eles precisam para acessar, entender e usar a experiência acumulada e o “expertise” da organização Implicações Estratégicas da Utilização do Conhecimento 19

20 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Reutilizar conhecimento testado serve não somente para aumentar a eficiência e efetividade, mas pode liberar os trabalhadores do conhecimento para realizar trabalhos inovadores e conhecimento criativo pode ser agregado à memória organizacional Implicações Estratégicas da Utilização do Conhecimento 20

21 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Cria uma base do conhecimento organizacional para armazenar ativos do conhecimento Cria “Yellow Page” organizacional que permite identificar quem sabe o que Organização capta melhores práticas e lições aprendidas e as disponibiliza a todos funcionários por meio da Base de Conhecimento Empodera o Gestor Chefe do Conhecimento para desenvolver e implementar uma estratégia para a organização Assegura que a cultura organizacional ajudará a facilitar as fases chave do Ciclo de GC (captar, criar, compartilhar, disseminar, adquirir e utilizar conhecimento valioso) Implicações Práticas da Utilização do Conhecimento 21

22 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Organização deve motivar os usuários do repositório a contribuir com melhores práticas, lições aprendidas, comentários e observações sobre conteúdos, dicas e ferramentas, exemplos e estudos de caso Não se trata de apenas armazenar conteúdo, mas conteúdo utilizável Repositório deve ter conhecimento tácito contextualizado de quando ele deve ser usado, onde ele pode ou não ser usado, porque usá-lo e porque não útilizá-lo Implicações Práticas da Utilização do Conhecimento 22

23 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Repositório do Conhecimento do Ipea - RCIpea 23

24 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Sistema para organizar, armazenar, preservar, recuperar e disseminar a produção técnica e científica do Ipea em qualquer suporte e formato eletrônico RCIpea. O que é 24

25 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Aumentar a visibilidade e o acesso à pesquisa e a interoperabilidade de toda a produção do Ipea em rede Recuperar os documentos pelo texto completo ou por meio de buscas simples e avançada Disponibilizar informações estatísticas de acesso e “download” Identificar as publicações mais acessadas Mostrar as relações existentes entre as publicações do Ipea, em seus diversos suportes eletrônicos Observações: – O RCIpea foi construído segundo recomendações internacionais para disseminação da informação – Não tem limite em relação ao tamanho e formato dos arquivos – Indica como foi feito o acesso e a origem do usuário (país, cidade) RCIpea. Objetivos 25

26 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Visão – Conhecimento produzido pelo Ipea armazenado de forma estruturada, seguindo as recomendações internacionais para a disseminação, acesso e utilização da informação permitindo, assim, sua utilização adequada pelo público interno e externo Estratégia – Implantar processo sistematizado de armazenamento, renovação, disseminação, acesso e utilização do conhecimento produzido nos projetos e processos de apoio e finalísticos do Ipea. RCIpea. Visão e Estratégia 26

27 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Armazenamento/Disseminação: – Índice de cada uma das publicações do Ipea armazenada de forma estruturada – Número de trabalhos apresentados por pesquisadores em evento no Brasil e no exterior armazenados de forma estruturada – Índice de vídeos de eventos realizados pelo Ipea armazenado de forma estruturada – Índice de áudios de entrevistas com pesquisadores armazenados de forma estruturada RCIpea. Indicadores da Estratégia 27

28 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Acesso: – Número de acessos (público interno) – Número de acessos (público externo) – Número de downloads (público interno) – Número de downloads (público externo) – Número de visualizações (público interno) – Número de visualizações (público externo) RCIpea. Indicadores da Estratégia (cont.) 28

29 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Utilização: – Índice de usuários (que responderam o formulário de pesquisa) que afirmam ter utilizado o material para fins acadêmicos – Índice de usuários (que responderam o formulário de pesquisa) que afirmam ter utilizado o material em órgãos e entidades da administração pública – Índice de usuários (que responderam o formulário de pesquisa) que afirmam ter utilizado o material em empresas privadas – Índice de usuários (que responderam o formulário de pesquisa) que afirmam ter utilizado o material em organizações não-governamentais. 6. RCIpea. Indicadores da Estratégia (cont.) 29

30 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Repositório do Conhecimento do Ipea RCIpea APRENDER ANTES Objetivos Resultados APRENDER DEPOIS PROJETO DO PROGRAMA DE TRABALHO / PROCESSO DE APOIO/FINALÍSTICO Acessa e Aplica Aprendizado Continuo Valida e Renova APRENDER DURANTE GESTÃO DO CONHECIMENTO Adaptado do modelo de GC da British Petroleum (APO, 2009) RCIpea e o Ciclo Operacional de GC Figura 2: Ciclo Operacional de GC 30

31 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista RCIpea e o Modelo de GC para a APB 31 Figura 3: Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira (Batista, 2012, p. 52)

32 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista FIM DO MÓDULO 5. Obrigado! Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Técnico de Planejamento e Pesquisa Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) Presidência da República Tel.: (61) Professor do Mestrado em Gestão do Conhecimento e da Tecnologia da Informação (MGCTI) Universidade Católica de Brasília 32

33 Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Próximo Módulo: O Papel da Cultura Organizacional (Módulo 7) Texto a ser resumido para a próxima aula: SVEIBY, Karl-Erik e SIMONS, Roland. Collaborative climate and effectiveness of knowledge work – na empirical study. Journal of Knowledge Management, Vol. 6, No 5, Leitura para a próxima aula


Carregar ppt "Módulo 6: Utilização do Conhecimento Versão: abril de 2014 © Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Módulo 6: Aplicação do Conhecimento 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google