A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA AULA EXPOSITIVA DIALÓGICA DISCIPLINA: SENSORIAMENTO REMOTO E SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PROF. MS. JEAN SANTOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA AULA EXPOSITIVA DIALÓGICA DISCIPLINA: SENSORIAMENTO REMOTO E SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PROF. MS. JEAN SANTOS."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA AULA EXPOSITIVA DIALÓGICA DISCIPLINA: SENSORIAMENTO REMOTO E SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PROF. MS. JEAN SANTOS

2 PROPOSTA PARA A AULA EXPOSITIVA-DIALÓGICA Primeiro momento: >Apresentação (pessoal, didática, objetivos das aulas); >Dinâmica de integração: Coelho na toca (formação de equipes); >Exibição de curta-metragem >Contrato didático (aulas/avaliação). Segundo momento: >Aula expositiva-dialógica: Introdução ao Sensoriamento Remoto; Considerações Finais.

3 ATIVIDADES AVALIATIVAS: Participação e assiduidade; Projeto temático (de acordo com as normas da ABNT); Apresentação do projeto; Prova discursiva.

4 OBJETIVO GERAL Pretende-se, ao final dos encontros, que os estudantes tenham a capacidade conceitual de selecionar e elaborar esquemas de investigação do espaço geográfico através das ferramentas do Sistema de Informações Geográficas (SIG) em suas diversas intencionalidades, tanto nos aspectos humanos como nas análises físicas do espaço.

5 vídeo

6 O QUE É SENSORIAMENTO REMOTO

7 “Sensoriamento Remoto é a ciência e a arte de obter informação acerca de um objeto, área ou fenômeno, através da análise de dados adquiridos por um dispositivo que não está em contato com o objeto, área ou fenômeno sob investigação” (LILLESAND e KIEFER 1994)

8 O QUE É SENSORIAMENTO REMOTO O Sensoriamento Remoto (SR) pode ser entendido como um processo de leitura. Por meio de vários sensores, dados são coletados remotamente, para que sejam analisados no intuito de gerar informação acerca de objetos, áreas ou fenômenos sob investigação. Os dados coletados remotamente podem apresentar-se de muitas formas: variações na distribuição de forças, distribuição de ondas acústicas ou distribuição de ondas eletromagnéticas – percebida, em parte, pelo olho humano.

9 HISTÓRICO DO SENSORIAMENTO REMOTO A origem do SR moderno descende da fotografia convencional a partir da evolução das técnicas que permitem detectar e registrar outras formas de radiação eletromagnética além da luz visível; O SR teve seu crescimento lada a lado com a ciência da computação, a partir do final da década de 50, graças a grande necessidade do programa espacial norte- americano; O SR passou a englobar diferenciados tipos de imagens e sensores, mas também propiciou a geração de uma gama de produtos mais variados do que aqueles oferecidos pelos sensores fotográficos tradicionais.

10 CONSIDERAÇÕES FINAIS

11 FIGUEIREDO, D. Conceitos básicos em Sensoriamento Remoto. CONAB, NOVO, E.M.L.M. Sensoriamento Remoto: princípios e aplicações. São Paulo. Edgar Blucher, REFERÊNCIA

12 Contato:


Carregar ppt "UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA AULA EXPOSITIVA DIALÓGICA DISCIPLINA: SENSORIAMENTO REMOTO E SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PROF. MS. JEAN SANTOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google