A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso de Formação Geografia Rural I - Início e diversificação. A35 Geografia Registo de acreditação: CCPFC/ACC-77763/14.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso de Formação Geografia Rural I - Início e diversificação. A35 Geografia Registo de acreditação: CCPFC/ACC-77763/14."— Transcrição da apresentação:

1 Curso de Formação Geografia Rural I - Início e diversificação. A35 Geografia Registo de acreditação: CCPFC/ACC-77763/14

2 Razões justificativas da ação Formação científica complementar e de actualização para docentes do grupo 420 Geografia. os conteúdos relativos à geografia rural constam dos programas do ensino

3 Objetivos a atingir 1. Obter formação complementar para a compreensão das dinâmicas dos territórios da ruralidade - percurso e principais transformações no espaço rural no mundo antigo. 2. Desenvolver a disponibilidade permanente para a reconstrução crítica do próprio saber. 3. Desenvolver a criatividade e a imaginação na utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação, nomeadamente as relacionadas com informação estatística de base territorial. 4. Obter a informação estatística utilizando a página do INE (RGA- Recenseamento Geral da Agricultura). 5. Sistematizar dados, dando-lhes coerência e organizando-os em categorias, na procura de descrições explicativas de organização dos territórios. 6. Utilizar a informação dos RGA’s para caracterizar o mundo rural.

4 Conteúdos da ação -1 I) Componente Teórica – 8 horas A temática dos territórios da ruralidade será percorrida de forma sinóptica. A ruralidade é uma entidade ontológica, mutável a ritmos cada vez mais acentuados. Sinóptica - em resumo ou uma síntese; Ontológica – a ruralidade em si, porque se manifesta de um modo próprio.

5 Conteúdos da ação -2 Introdução: A Ruralidade, da produção material ao consumo do imaterial. 1. Principais centros de difusão e diversidade dos sistemas produtivos agrícolas, pastoris e agro-pastoris na apropriação dos territórios no mundo Antigo. 2. A génese do mercado mundial de produtos agrícolas e a diversificação de culturas.

6 Conteúdos da ação -2 II) Componente Teórico/Prática – 7 horas O recenseamento geral da agricultura. 1- Evolução recente da agricultura em Portugal através dos RGAs. 2- A família rural e os enlaces com a actividade agrícola (agricultura a tempo parcial, pluriactividade e plurirrendimento). 3- Estudo de segmentos e nichos específicos (designações de origem, agricultura biológica, etc.).

7 Metodologias de realização da ação -1 Os métodos pedagógicos serão tanto mais eficazes quanto mais proporcionarem aos docentes em formação a oportunidade para aplicarem os conhecimentos adquiridos. Serão proporcionadas oportunidades de participação activa no desenvolvimentos dos conteúdos e, além disso, quanto mais essa actividade estiver integrada na própria formação melhores serão as aprendizagens.

8 Metodologias de realização da ação -2 Atendendo ao nível de formação que os docentes já possuem, o incentivo para a aprendizagem é mais forte se os docentes, individualmente, puderem participar nas actividades: dialogando, investigando, confrontando as suas opiniões com as dos outros elementos do grupo e mesmo, produzindo trabalhos. O método participativo proporciona a actividade dos formandos, melhora a possibilidade de controlar a transmissão de informações ao mesmo tempo que proporciona a possibilidade de adaptar o ensino ao grupo, pelo que a predisposição para a realização de aprendizagens é maior. Entenda-se que este método tem maiores necessidades de tempo para tratar os assuntos, mas a relação tempo/eficácia é geralmente melhor.

9 Regime de avaliação -1 Elaboração de um documento escrito individual (teórico ou prático) relativo a um dos conteúdos da acção. a) dimensão máxima de 5 páginas A4, em formato digital, capa incluída; b) letra Arial 12, espaçamento 1.5, com 2,5 cm de margens e sem anexos.

10 Regime de avaliação -2 Componentes da avaliação / peso : –Assiduidade (10%) –Participação (20%) –Documento escrito individual (70%) Escala avaliativa / Menção qualitativa : 1 a 4,9 – Insuficiente 5 a 6,4 – Regular 6,5 a 7,9 – Bom 8 a 8,9 – Muito Bom 9 a 10 – Excelente

11 Bibliografia fundamental -1 Foi seleccionada para funcionar como ponto de partida, ou seja, como leitura e reflexão preliminar por parte dos docentes em formação, limitando e enquadrando, desta forma, a investigação posterior, se assim for entendido.

12 Bibliografia fundamental -2 BATH, B. H. Slicher Van (1984) História Agrária da Europa Ocidental (500 – 1850), Ed. Presença, Lisboa. CORDOVIL, Francisco et alii (2004) A Política Agrícola e Rural Comum e a União Europeia, Principia, Cascais. COVAS, António; COVAS, Maria (2012) A caminho da 2ª ruralidade: Uma introdução à temática dos sistemas territoriais, Edições Colibri, Lisboa. FERRÃO, João (2000) Relações entre mundo rural e mundo urbano: evolução histórica, situação actual e pistas para o futuro, Sociologia Problemas e Práticas, n° 33, Celta Editora, Oeiras. FRAGATA, António; PORTELA, José (2000) Agricultores idosos de Trás-os-Montes: exclusão e reconhecimento, Análise Social, Vol. XXXV. MARGARIDO, Alfredo (1994) As Surpresas da Flora no Tempo dos Descobrimentos, Edição ELO, Lisboa. MARQUES, Hélder (2000) Douro: a construção de um território. in Viver e saber fazer. Tecnologias tradicionais na Região do Douro. Estudos preliminares, Museu do Douro, Peso da Régua. MAZOYER, Marcel; ROUDART, Laurence (2001) História das Agriculturas do Mundo, Instituo Piaget, Lisboa. PINHEIRO, António; CARVALHO, Maria (2003) Economia e Política Agrícolas, Edições Sílabo, Lisboa. RAMON, Mª Dolores Garcia et alii (1995) Geografia Rural, Editorial Sintesis, Madrid. RIBEIRO, M. Manuela (1994) Estratégias de reprodução socioeconómica das unidades familiares camponesas em regiões de montanha: Barroso , UTAD, pol. Vila Real. RIBEIRO, Orlando (1987) Portugal, o Mediterrâneo e o Atlântico, 5ª Ed., Livraria Sá da Costa, Lisboa. RIBEIRO, Orlando (2012) O ensino da Geografia, Porto Editora, Porto TABORDA, Vergílio (1932) Alto Trás-os-Montes: Estudo Geográfico, Imprensa da Universidade, Coimbra. Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar (2003) Portugal Rural: Territórios e Dinâmicas, Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, Lisboa, em CD-room. Célula de Animação da Rede Portuguesa LEADER II (2003) O desenvolvimento local em meio rural face ao desafio da sustentabilidade. Os ensinamentos de 10 anos de Iniciativa Comunitária LEADER em Portugal através de 16 cadernos temáticos, Luís Chaves, Lisboa.

13 Bibliografia fundamental -3 Mundo rural: g,french/http://www.ruraleurope.org/content/blogcategory/16/4/lan g,french/ pt.htmhttp://ec.europa.eu/agriculture/rur/leader2/infolead/intro- pt.htm Revistas:


Carregar ppt "Curso de Formação Geografia Rural I - Início e diversificação. A35 Geografia Registo de acreditação: CCPFC/ACC-77763/14."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google