A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Op-Art. A expressão “op-art” vem do inglês (optical art) e significa “arte óptica”. Defendia para arte "menos expressão e mais visualização". Apesar do.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Op-Art. A expressão “op-art” vem do inglês (optical art) e significa “arte óptica”. Defendia para arte "menos expressão e mais visualização". Apesar do."— Transcrição da apresentação:

1 Op-Art

2 A expressão “op-art” vem do inglês (optical art) e significa “arte óptica”. Defendia para arte "menos expressão e mais visualização". Apesar do rigor com que é construída, simboliza um mundo precário e instável, que se modifica a cada instante. Apesar de ter ganho força na metade da década de 1950, a Op-Art passou por um desenvolvimento relativamente lento. Ela não tem o ímpeto atual e o apelo emocional da Pop-Art; em comparação, parece excessivamente cerebral e sistemática, mais próxima das ciências do que das humanidades. Por outro lado, suas possibilidades parecem ser tão ilimitadas quanto as da ciência e da tecnologia.

3 Representação de Op-Art.

4 Bridget Riley - Loss

5 Op-art é um movimento artístico que tem por objetivo dar movimento às pinturas, Victor Vassarely foi o pioneiro entre os artistas no aprimoramento dessa arte. A op-art é produzida através da combinação de figuras geométricas especialmente em preto e branco, essas combinações dão ao espectador a impressão de que a imagem na tela está em movimento.

6 Representação de Op-Art.

7

8 Quando o observador troca de posição, a peça em op-art dá a ele a impressão de que a obra sofre transformações. Essa arte encontra-se em constante transformação. Foi por volta da década de 60 que surgiram pesquisas relacionadas a essas sensações ópticas nas telas. A primeira exposição de op-art foi realizada em 1965 e recebeu o nome de The Responsive Eye. Os principais artistas da op-art são: Alexander Calder e Victor Vassarely.

9 Alexander Calder (Lawton, Pensilvânia, 22 de julho de 1898 – Nova Iorque, 11 de novembro de 1976), também conhecido por Sandy Calder, foi um escultor e artista plástico estadunidense famoso por desenvolver seus móbiles, associando os retângulos coloridos das telas de Mondrian à idéia do movimento. Os seus primeiros trabalhos eram movidos manualmente pelo observador.

10 Mas, depois de 1932, ele verificou que se mantivesse as formas suspensas, elas se movimentariam pela simples ação das correntes de ar. Embora, os móbiles pareçam simples, sua montagem é muito complexa, pois exige um sistema de peso e contrapeso muito bem estudado para que o movimento tenha ritmo e sua duração se prolongue.

11

12 Alexander Calder – Móbile, 1941.

13 Alexander Calder – Enseign de Lunettes.

14 Alexander Calder – Caracas, 1955

15

16 Victor Vassarely - nascido Vásárhelyi Győző, (Pécs, 09 de abril de 1908 – Paris, 15 de março de 1997) foi um pintor e escultor húngaro radicado na França, considerado o "pai da OP-ART" (abreviatura de Optical Art). Criou a plástica cinética que se funda em pesquisas e experiências dos fenômenos de percepção ótica.

17 As suas composições se constituem de diferentes figuras geométricas, em preto e branco ou coloridas. São engenhosamente combinadas, de modo que através de constantes excitações ou acomodações retinianas provocam sensações de velocidade e sugestões de dinamismo, que se modificam desde que o contemplador mude de posição.

18 O geometrismo da composição, ao qual não são estranhos efeitos luminosos, mesmo quando em preto e branco, parece obedecer a duas finalidades. Sugerir facilidades de racionalização para a produção mecânica ou para a multiplicidade, como diz o artista; por outro lado, solicitar ou exigir a participação ativa do contemplador para que a composição se realize completamente como "obra aberta". O geometrismo da composição, ao qual não são estranhos efeitos luminosos, mesmo quando em preto e branco, parece obedecer a duas finalidades. Sugerir facilidades de racionalização para a produção mecânica ou para a multiplicidade, como diz o artista; por outro lado, solicitar ou exigir a participação ativa do contemplador para que a composição se realize completamente como "obra aberta".

19

20

21 Victor Vassarely – Opus 2604

22 Victor Vassarely – Quasarte

23 Victor Vassarely – Veja 200

24 Créditos:Professora Mônica Correia Millan

25


Carregar ppt "Op-Art. A expressão “op-art” vem do inglês (optical art) e significa “arte óptica”. Defendia para arte "menos expressão e mais visualização". Apesar do."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google