A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RELAÇÕES INTERPESSOAIS UERJ ADAPTADA. PROPOSTAS SUBJETIVAS Amizade (2007) - FUVEST Imagem (2010) - FUVEST Altruísmo (2011) – FUVEST Empobrecimento ou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RELAÇÕES INTERPESSOAIS UERJ ADAPTADA. PROPOSTAS SUBJETIVAS Amizade (2007) - FUVEST Imagem (2010) - FUVEST Altruísmo (2011) – FUVEST Empobrecimento ou."— Transcrição da apresentação:

1 RELAÇÕES INTERPESSOAIS UERJ ADAPTADA

2 PROPOSTAS SUBJETIVAS Amizade (2007) - FUVEST Imagem (2010) - FUVEST Altruísmo (2011) – FUVEST Empobrecimento ou não da COMUNICAÇÃO (2011) - UERJ

3 DO SUBJETIVO PARA O OBJETIVO Trazer para o concreto. Ex: Tema = Amizade A vida sem amizade é que nem cachorro-quente sem salsicha. A amizade é um sentimento belo, que está no coração dos homens bons. A sociedade atual é extremamente individualista. Nela, por vezes, os indivíduos são criados para lidar desde cedo com a concorrência e a competitividade. Passa-se, assim, a enxergar as pessoas não como possíveis amigos, mas como futuros concorrentes, seja na escola, na busca pelo título de “melhor aluno”, ou no trabalho, aspirando-se a elogios, bonificações e promoções. Além disso, o capitalismo reforça o individualismo ao pregar a autossuficiência humana, com o desenvolvimento de tecnologias que, apesar de trazerem praticidade, enfraquecem as relações interpessoais. É o caso, por exemplo, dos inúmeros serviços disponibilizados pela internet, os quais dispensam o contato presencial, limitando as possibilidades de convivência entre as pessoas e, consequentemente, as chances de se construir uma amizade.

4 SUGESTÕES DE CONHECIMENTOS PRÉVIOS

5 1) A cidade e as serras – Eça de Queirós (publicado em1901) “Nem este meu supercivilizado amigo compreendia que, longe de armazéns servidos por três mil caixeiros; e de Mercados onde se despejam os vergéis e lezírias de trinta províncias; e de Bancos em que retine o ouro universal;e de fábricas fumegando com ânsia; e de Bibliotecas abarrotadas, a estalar, com a papelada dos séculos; e de fundas milhas de ruas, cortadas, por baixo e por cima, de fios de telégrafos, de fios de telefones, de canos de gases, de canos de fezes; e da fila atroante dos ônibus, tramas, carroças, velocípedes, calhambeques, parelhas de luxo; e de dois milhões duma vaga humanidade, fervilhando, a ofegar, através da Polícia, na busca dura do pão ou sob a ilusão do gozo – o homem do século XIX pudesse saborear, plenamente, a delícia de viver!”

6 Exemplo de referência No romance realista “A cidade e as serras”, escrito pelo autor português Eça de Queirós, o protagonista vivia cercado da mais alta tecnologia disponível no século XIX. A praticidade e o conforto proporcionados pela modernidade, entretanto, não lhe traziam felicidade. Além disso, os relacionamentos que ele cultivava na cidade eram extremamente superficiais – uma característica das relações na sociedade real e atual.

7 2) 1984 – George Orwell (escrito em1948) A novilíngua: idioma oficial da sociedade criada por Orwell no livro Vocabulário e palavras reduzidas dificultariam a articulação do pensamento. “Cada ano, menos e menos palavras, e a gama da consciência sempre um pouco menor”.

8 Exemplo de referência Os avanços tecnológicos presentes na sociedade moderna trouxeram evidentes mudanças na comunicação. As salas de “bate-papo” virtuais, as redes sociais, entre outros sites, popularizaram um tipo de linguagem extremamente reduzido, com palavras abreviadas, refletindo a velocidade da informação na era digital. Como a “Novilíngua” – idioma elaborado por George Orwell em seu romance “1984”, o vocabulário típico da internet revela um empobrecimento da língua, que se associa, também, à superficialidade das relações interpessoais nesse contexto.

9 3) Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley (escrito em 1931) “- (...) O mundo estava cheio de pais - e, em consequência, cheio de aflição; cheio de mães - e, portanto, cheio de toda espécie de perversões, desde o sadismo até a castidade; cheio de irmãos e irmãs, de tios e tias -cheio de loucura e suicídio. (...) A família, a monogamia, o romantismo. Em toda parte o sentimento de exclusividade, em toda parte a concentração do interesse, uma estreita canalização dos impulsos e da energia. Mas cada um pertence a todos - concluiu, citando o provérbio hipnopédico. Os estudantes aprovaram com um sinal de cabeça manifestando vigorosamente sua concordância a uma afirmação que mais de sessenta e duas mil repetições lhes tinham feito aceitar, não apenas como verdadeira, mas como axiomática, evidente por si mesma, absolutamente indiscutível.”

10 Exemplo de referência A fragilidade das relações interpessoais na atualidade remete à obra de Aldous Huxley, “Admirável Mundo Novo”. Escrito na década de 30, esse romance aparenta ser extremamente atual, visto que retrata uma sociedade na qual a superficialidade nos relacionamentos, além de presente, é incentivada.

11 Entrevista do sociólogo polonês Zygmunt Bauman à organização Fronteiras do Pensamento

12 EXERCÍCIOS 1)Elaborar um esquema de texto sobre o tema “Relações interpessoais na atualidade”. 2) Escolher uma das sugestões de conhecimentos prévios e escrever um parágrafo relacionando essa referência ao tema.

13 ESQUEMA DE TEXTO Esclarecer o objetivo de cada parágrafo. Ex: 1º p. : Apontar a expansão das redes sociais e afirmar que as relações interpessoais nesse contexto costumam ser frágeis. 2º p.: Relacionar... 3º p.: Demonstrar que... 4° p.: Concluir que...

14 ESQUEMA DE TEXTO Apresentar o tópico frasal a ser utilizado em cada parágrafo. Ex: 1º p.: As redes sociais revolucionaram a comunicação e as relações entre os indivíduos. 2º p. Essa nova maneira de se relacionar...


Carregar ppt "RELAÇÕES INTERPESSOAIS UERJ ADAPTADA. PROPOSTAS SUBJETIVAS Amizade (2007) - FUVEST Imagem (2010) - FUVEST Altruísmo (2011) – FUVEST Empobrecimento ou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google