A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Argumentos em filosofia Lição 4 e 5. Estrutura do argumento RACIOCÍNIO RACIOCINAR = inferir uma proposição a partir de outras; O raciocínio inclui sempre.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Argumentos em filosofia Lição 4 e 5. Estrutura do argumento RACIOCÍNIO RACIOCINAR = inferir uma proposição a partir de outras; O raciocínio inclui sempre."— Transcrição da apresentação:

1 Argumentos em filosofia Lição 4 e 5

2 Estrutura do argumento RACIOCÍNIO RACIOCINAR = inferir uma proposição a partir de outras; O raciocínio inclui sempre uma CONCLUSÃO e uma ou mais PREMISSAS.

3 Estrutura do argumento Suponhamos que alguém diz: # 1 "Neste momento ninguém pode garantir que o sonho de viver para sempre, de ser imortal, se poderá realizar, embora muitos afirmem que isso está dentro do horizonte humano."

4 Estrutura do argumento E outra pessoa acrescenta: #2 "Viver eternamente é impossível, pois segundo as leis da física, todos os sistemas tendem para a desordem e acabam por se desintegrar.”

5 Estrutura do argumento Existe uma grande diferença no texto #2 face ao texto #1 Qual?

6 Estrutura do argumento (i)' Premissa: "segundo as leis da física, todos os sistemas tendem para a desordem e acabam por se desintegrar" (ii)' Conclusão: "viver eternamente é impossível". (iii) Existe uma relação lógica entre (i) e (ii), pois (i) suporta ou implica a ideia (ii).

7 Estrutura do argumento CONCLUSÃO = proposição que desejamos provar ou justificar PREMISSA = proposição que serve de justificação ou prova para a conclusão

8 Estrutura do argumento INDICADORES DE PREMISSA = expressões linguísticas que indicam a ocorrência de uma premissa ou razão num argumento INDICADORES DE CONCLUSÃO = expressões linguísticas que indicam a ocorrência de uma conclusão num argumento

9 Estrutura do argumento O raciocínio pode ser apresentado: - de forma canónica ou padrão (estruturados, de forma explícita, com conclusão no fim); - de forma natural (tal como surgem na linguagem portuguesa, no dia a dia)

10 Estrutura do argumento ENTIMEMAS = são raciocínios que possuem alguma premissa implícita ou escondida Ex. O aborto é imoral, logo não deve ser praticado.

11 TIPOS DE RACIOCÍNIO A. DEDUTIVO = é impossível as premissas serem verdadeiras e a conclusão falsa B. NÃO DEDUTIVO = é improvável as premissas serem verdadeiras e a conclusão falsa, mas não é impossível que isso suceda

12 TREINO EXERCÍCIOS

13 TREINO 1. «Se é usual, hoje, vermos crianças muito pequenas a lidar com facilidade com telemóveis e tablets, então podemos afirmar que essas tecnologias foram desenhadas para serem fáceis de usar.» Qual a conclusão deste argumento?

14 TREINO 2. «A tecnologia está ao serviço das pessoas comuns, mas também está ao serviço da guerra, na medida em que hoje há aviões não tripulados e controlados à distância (drones) que podem lançar mísseis com muita precisão sobre um alvo. Por outro lado, os sistemas de vigilância usados pelos exércitos são cada vez mais computorizados.» É um argumento? Porquê?

15 TREINO 3. «Uma investigação da universidade de Wisconsin (nos EUA) provou que crianças pequenas respondem mais a écrans que as solicitam a tocar com as mãos, como os tablets, do que a écrans que não exigem interação por parte da criança, como o caso da televisão.» É um argumento? Porquê?

16 TREINO 4. “Há quem considere assustador o poder que certas boys band, como os One Direction, têm sobre as adolescentes, já que os membros dessas bandas as influenciam facilmente, como sucedeu com o caso de Zayn Malik que usou a sua página da internet para apelar à fé islâmica.”A conclusão deste argumento é?

17 TREINO 5. “Considerando que os One Direction venderam mais de 12 milhões de discos em pouco de mais de um ano, é aceitável referir que se trata da melhor banda pop da atualidade.” Qual a premissa deste argumento?

18 TREINO 6. “No ano passado, a banda One Direction foi acusada de ter copiado os acordes da música «Summer Nights» cantada por John Travolta e Olivia Newton-John no filme Grease. Além disso, este ano, a boys band do momento está a ser acusada por alguns de plagiar os acordes iniciais da música punk «Should I Stay or should I go», da banda The Clash.”

19 TREINO Indica qual das seguintes afirmações é a provável conclusão do texto anterior. A) A música pop é inferior à música rock ou jazz. B) O principal objetivo das boys band é agradar ao público, recorrendo a fórmulas musicais já conhecidas. C) Os One Direction, tal como muitas boys band, são um fenómeno de vendas mundial e agradam a um público jovem com gostos musicias básicos.

20 AVALIAÇÃO DE ARGUMENTOS Como avaliar um argumento? Como sei se um argumento é bom?

21 AVALIAÇÃO DE ARGUMENTOS Será bom se responder afirmativamente a 3 perguntas…

22 AVALIAÇÃO DE ARGUMENTOS Questão 1 O argumento é válido? Se aceitar as premissas sou logicamente forçado a aceitar a conclusão?

23 AVALIAÇÃO DE ARGUMENTOS Questão 2 O argumento é sólido? As premissas são realmente verdadeiras?

24 AVALIAÇÃO DE ARGUMENTOS Questão 3 O argumento é cogente? As premissas são mais plausíveis do que a conclusão?

25 AVALIAÇÃO DE ARGUMENTOS Segundo investigadores da Universidade de Cardiff, o transtorno e deficit de atenção e hiperatividade (TDAH) resulta de um problema do cérebro e não do tipo de educação a que as crianças são submetidas, pois há partes do ADN de 366 crianças diagnosticadas com TDAH que são diferentes de partes do ADN de 1046 crianças que não sofrem desta condição. Além disso, os investigadores constataram que 15% das crianças com distúrbio tinham alterações raras no ADN, em comparação com apenas 5% no grupo das outras crianças.

26 EXEMPLO DE PADRÕES DE ARGUMENTOS Há muitos padrões de argumentos, como argumentos baseados em condicionais, analogias, de autoridade, etc… Eis um padrão muito útil, designado REDUÇÃO AO ABSURDO: 1.A DEMONSTRAR: P 2.ASSUME-SE: NÃO-P (QUE P É FALSO) 3.DA ASSUNÇÃO DERIVA-SE: Q 4.PROVA-SE QUE Q É ABSURDO, CONTRADITÓRIO, IMPOSSÍVEL, INACEITÁVEL… 5.CONCLUI-SE QUE P É VERDADEIRO

27 EXEMPLO DE PADRÕES DE ARGUMENTOS Argumento por analogia 1.A possui a propriedade a, b, c, d 2.B possui as propriedades a, b, c, d, tal como A 3.A possui ainda a propriedade x 4.Logo, B, por analogia, também possui a propriedade x

28 EXEMPLO DE PADRÕES DE ARGUMENTOS Argumento baseado na melhor explicação 1.A, B e C são teorias que tentam explicar x 2.A, B e C não conseguem explicar satisfatoriamente x 3.C, contudo, explica melhor os factos relacionados com x, do que as outras alternativas 4.Logo, devemos assumir que C é uma teoria verdadeira

29 E agora….?


Carregar ppt "Argumentos em filosofia Lição 4 e 5. Estrutura do argumento RACIOCÍNIO RACIOCINAR = inferir uma proposição a partir de outras; O raciocínio inclui sempre."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google