A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VYGOTSKY. DESENVOLVIMENTO  FILOGENÉTICO: espécie ( carac. orgânicas, possibilidades ação)  Limites e possibilidades de desenvolvimento psicológico 

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VYGOTSKY. DESENVOLVIMENTO  FILOGENÉTICO: espécie ( carac. orgânicas, possibilidades ação)  Limites e possibilidades de desenvolvimento psicológico "— Transcrição da apresentação:

1 VYGOTSKY

2 DESENVOLVIMENTO  FILOGENÉTICO: espécie ( carac. orgânicas, possibilidades ação)  Limites e possibilidades de desenvolvimento psicológico  Plasticidade cerebral: adapta-se a diferentes circunstâncias  (imaturidade ao nascer)  ambiente oferecer: funcionamento  ONTOGÉTICO: indivíduo dentro da espécie  1 indivíduo, 1 história (meio, experiências, ritmo de desenvolv. etc.)  ligado à filogênese (caract. org., possib.de ação)  SOCIOGÉTICO: funcionamento cultural  Históricocultural:experiências caract. funcionamento psicol.   alargamento das possibilidades (instrumentos por exemplo)   organização do desenvolvimento relido pelas diferentes culturas (ex. adolesc.)  MICROGENÉTICO:f foco em cada fenômeno psicológico  cada fenômeno psicológico tem sua história também  não determinismo: cd pessoa, cd fenômeno => singularidades e pluralidade.

3 MEDIAÇÃO  “relação homem - mundo é mediada”   material (instrumentos)   simbólico (não material) = signos  Signos = instrumentos psicológicos (mentais) para solucionar “problemas” (psicológicos) como lembrar, comparar, relatar, escolher etc.  Representações com significado compartilhado socialmente

4 MEDIAÇÃO SIMBÓLICA  1. SIGNOS “CONCRETOS”:  Visível para os outros, marcado no mundo  Exemplo: símbolos de feminino e masculino  2. SIGNOS INTERIORIZADOS:  Representação mental  Trânsito simbólico: tempo (passado/lembrança; futuro/antecipação); espaço (ausente); invenção...  Exemplo: “conceitos” (significados)

5 APRENDIZAGEM MEDIADA  PELA INFORMAÇÃO  EXPERIÊNCIA DO OUTRO  NÃO REINVENTA A RODA, EVOLUI A PARTIR => GRANDE VALOR DA EDUCAÇÃO, ENSINO:  “grande parte da experiência humana é mediada pela experiência do outro, o que é essencial para a evolução histórica da humanidade.”

6 PENSAMENTO E LINGUAGEM  Signos => pensamento  Possibilidade de representação mental  Transitar no que é só simbólico  Linguagem (língua, fala, discurso)  Principal instrumento de represent. simbólica:  é um sistema simbólico articulado, compartilhado e organizado por regras, que permite nomear coisas  e => abstrair, classificar, generalizar etc.

7 Funções da linguagem:  1. comunicação  2. pensamento generalizante:  Compreensão generalizada do mundo (significado socialmente compartilhado)  Forte ligação entre pensamento e lgg:  Nomear é classificar (abstrair, generalizar etc.), ou seja, é um fenômeno do pensamento.

8 LINGUAGEM E PENSAMENTO  Inicialmente existe linguagem e pensamento separadamente (comunicação e inteligência prática – mundo concreto em contexto perceptual imediato) => bebê pré lingüístico  A partir de determinado momento, pensamento e lgg articulam-se definitivamente=> inteligência abstrata (planos simbólicos, representando parte substancial do desenvolvimento psicológico humano). Exemplo, tempos verbais permitem trânsito em tempos simbólicos, negação permite pensar na ausência  Pensamento representado e originado pela palavra (lgg)

9 IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS  1. se lgg promove desenv. do pensamento e a lgg é culturalmente construída:  => desenv. psi se dá pela imersão sociocultural  => a aprendizagem promove o desenvolv. Psi  (o caminho do desenv. psi está aberto ao meio)  => o indivíduo se desenvolve porque aprende  => brincadeira (faz-de-conta) promove desenvolvimento e aprendizagem

10 IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS  2. LÚDICO (aprender brincando):  Pelo brinquedo (brincadeira) a criança relaciona-se com o significado (trazendo o mundo adulto para o mundo da criança por meio de uma atividade tipicamente infantil):  a) pelas regras das brincadeiras as crianças “simulam” e aprendem as regras da cultura => elas vão além do que seriam capazes no mundo “real”, por isso o desenvolvimento

11 IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS  LÚDICO:  b) pela brincadeira as crianças lidam com o significado (simbólico, faz-de-conta) e não com o real : promove o descolamento do plano perceptual e imediato do concreto para agir no plano simbólico, da representação e, portanto, do atrelamento entre pensamento e linguagem.

12 ZONA DE DESENVOLVIMENTO POTENCIAL  Nível de desenvolvimento real: o que a criança já é capaz de realizar efetivamente  Nível de desenvolvimento potencial: o que está latente, aquilo que ela está prestes a ser capaz de realizar  => ela é capaz de fazer com a ajuda de alguém mais experiente (ZDP)

13 IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS: ZPD  Intervenção pedagógica   promove o desenvolvimento que está em vias de acontecer   fundamental para a promoção do desenvolvimento dentro dos padrões da cultura  A internvenção do outro na aprend. e desenv.  Ambiente estruturado pela cultura  E sujeito é retroativo: dialoga, impõe significados  Trabalho em grupos: aprendizagem coletiva

14 Exercícios de fixação  1. Por que a teoria sociocultural é interacionista?  2. Por que nesta vertente os trabalhos em grupo são considerados importantes sob o ponto de vista pedagógico?  3. Qual é a relação entre desenvolvimento e aprendizagem?  3. Explique a importância da brincadeira para o desenvolvimento


Carregar ppt "VYGOTSKY. DESENVOLVIMENTO  FILOGENÉTICO: espécie ( carac. orgânicas, possibilidades ação)  Limites e possibilidades de desenvolvimento psicológico "

Apresentações semelhantes


Anúncios Google