A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VYGOTSKY Vygotsky se dedicou aos estudos: Funções psicológicas superiores – funcionamento psicológico tipicamente humano – capacidade de planejamento,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VYGOTSKY Vygotsky se dedicou aos estudos: Funções psicológicas superiores – funcionamento psicológico tipicamente humano – capacidade de planejamento,"— Transcrição da apresentação:

1 VYGOTSKY Vygotsky se dedicou aos estudos: Funções psicológicas superiores – funcionamento psicológico tipicamente humano – capacidade de planejamento, memória voluntária, imaginação... Mecanismos intencionais, ações conscientemente controladas, processos voluntários que dão ao indivíduo a possibilidade de independência em relação às características do momento e espaço presente. Originam-se nas relações entre indivíduos humanos e se desenvolvem ao longo do processo de internalização de formas culturais de comportamento.

2 VYGOTSKY Processos psicológicos elementares = reações automáticas, ações reflexas e associações simples (origem biológica). Trabalhos de Vygotsky pertencem ao campo da psicologia genética – estudo da gênese, formação e evolução dos processos psíquicos superiores do ser humano. A psicologia genética estuda a infância justamente para tentar compreender a formação dos complexos processos psíquicos e das etapas pelos quais eles passam em sua evolução.

3 VYGOTSKY Baseado nos princípios do materialismo dialético procurou construir uma nova Psicologia com o objetivo de integrar, numa mesma perspectiva, o homem enquanto corpo e mente, enquanto ser biológico e social, enquanto membro da espécie humana e participante de um processo histórico.

4 PRINCIPAIS IDÉIAS DE VYGOTSKY 1ª Tese- Relação indivíduo/sociedade – resulta da interação dialética do homem com o seu meio sócio-cultural – ao mesmo tempo em que o ser humano transforma o seu meio para atender suas necessidades básicas, transforma a si mesmo. Interação dos fatores biológicos X fatores culturais

5 2ª Tese - Origem cultural das funções psíquicas: as funções psicológicas humanas se originam nas relações do indivíduo e seu contexto cultural e social. O desenvolvimento mental humano não é dado a priori, não é mutável e universal, não é passivo, nem tampouco independente do desenvolvimento histórico e das formas sociais da vida humana. Cultura – parte constitutiva da natureza humana.

6 3ª Tese - Base biológica do funcionamento psicológico O órgão principal da atividade mental - cérebro. Cérebro - produto de uma longa evolução, e o substrato material da atividade psíquica que cada membro da espécie traz consigo ao nascer (não é um sistema imutável e fixo).

7 4ª Tese - Característica mediação São os instrumentos técnicos e os sistemas de signos, construídos historicamente, que fazem a mediação dos seres humanos entre si e deles com o mundo. Linguagem é um signo mediador – ela carrega em si os conceitos generalizados e elaborados pela cultura humana. A relação do homem com o mundo não é uma relação direta, pois é mediada por meios, que se constituem nas ferramentas auxiliares da atividade humana. Capacidade de criar essas ferramentas é exclusiva da espécie humana. É através dos instrumentos e signos que os processos de funcionamento psicológico são fornecidos pela cultura.

8 A função da mediação

9 VYGOTSKY Mediação: enquanto sujeito do conhecimento o homem não tem acesso direto aos objetos, mas acesso mediado, através de recortes do real, operados pelos sistemas simbólicos de que dispõe, portanto enfatiza a construção do conhecimento como uma interação mediada por várias relações, ou seja, o conhecimento não está sendo visto como uma ação do sujeito sobre a realidade, assim como no construtivismo e sim, pela mediação feita por outros sujeitos. O outro social, pode apresentar-se por meio de objetos, da organização do ambiente, do mundo cultural que rodeia o indivíduo.

10 A linguagem, sistema simbólico dos grupos humanos, fornece os conceitos, as formas de organização do real, a mediação entre o sujeito e o objeto do conhecimento. É por meio dela que as funções mentais superiores são socialmente formadas e culturalmente transmitidas, portanto, sociedades e culturas diferentes produzem estruturas diferenciadas. A cultura fornece ao indivíduo os sistemas simbólicos de representação da realidade, ou seja, o universo de significações que permite construir a interpretação do mundo real. Ela dá o local de negociações no qual seus membros estão em constante processo de recriação e re-interpretação de informações, conceitos e significações. VYGOTSKY

11 5ª Tese – A análise psicológica deve ser capaz de conservar as características básicas dos processos psicológicos, exclusivamente humanos. Este princípio está baseado na idéia de que os processos psicológicos complexos se diferenciam dos mecanismos mais elementares e não podem, portanto, ser reduzidos à cadeia de reflexos. Ao abordar a consciência humana como produto da história social, aponta na direção da necessidade do estudo das mudanças que ocorrem no desenvolvimento mental a partir do contexto social.

12 VYGOTSKY Para Vygotsky, as potencialidades do indivíduo devem ser levadas em conta durante o processo de ensino-aprendizagem. Isto porque, a partir do contato com uma pessoa mais experiente e com o quadro histórico-cultural, as potencialidades do aprendiz são transformadas em situações que lhe ativam esquemas processuais cognitivos ou comportamentais, de tal forma que este convívio produza no indivíduo novas potencialidades, num processo dialético contínuo. Para ele a aprendizagem impulsiona o desenvolvimento, a escola tem um papel essencial na construção desse ser; ela deveria dirigir o ensino não para etapas intelectuais já alcançadas, mas sim, para etapas ainda não alcançadas pelos alunos, funcionando como incentivadora de novas conquistas, do desenvolvimento potencial do aluno.

13 1. Todo comportamento animal, diferentemente do comportamento humano, conserva sua ligação com os motivos biológicos. A maior parte das habilidades humanas não se baseiam em inclinações biológicas. A ação do homem é baseada em complexas necessidades: Novos conhecimentos; comunicar-se Ocupar determinado papel na sociedade Ser coerente com seus princípios e valores DIFERENÇA ENTRE COMPORTAMENTO ANIMAL E HUMANO

14 2. O comportamento humano não é forçosamente determinado por estímulos imediatamente perceptíveis ou pela experiência passada. O ser humano não se orienta somente pela impressão imediata e pela experiência anterior, pois pode abstrair, fazer relações, reconhecer as causas e fazer previsões sobre dos acontecimentos, e depois de refletir e interpretar, tomas decisões. O homem não vive somente no mundo das impressões imediatas ( como os animais), mas também no universo dos conceitos abstratos, já que dispõe, não só de conhecimento sensorial, mas também de conhecimento racional.

15 3. As diferenças das fontes de comportamento do homem e do animal Animal Experiência da espécie é transmitida hereditariamente - comportamento instintivo e inato. Experiência imediata e individual – mecanismos de adaptação individual ao meio. Não transmite sua experiência Não assimila a experiência alheia Não é capaz de transmitir ou aprender a experiência das gerações anteriores.

16 3. As diferenças das fontes de comportamento do homem e do animal Homem Definições hereditárias Experiência individual Assimilação da experiência de toda a humanidade Submetido às leis do desenvolvimento sociocultural

17 Vygotsky Profundamente influenciado pelos postulados marxistas, afirma que a origem das atividades psicológicas devem ser procuradas nas relações sociais do indivíduo com o meio externo. Entende que o ser humano não é um produto de seu contexto social, mas também um agente ativo da criação desse contexto. Para compreender as formas especificamente humanas é necessário descobrir a relação entre a dimensão biológica - os processos naturais - maturação física e os mecanismos sensoriais - e a cultural - mecanismos gerais através do qual a sociedade e a história moldam a estrutura humana.

18 PIAGET X VYGOTSKY Piaget não aceita em suas provas "ajudas externas", por considerá-las inviáveis para detectar e possibilitar a evolução mental do sujeito. Vygotsky não só as aceita, como as considera fundamentais para o processo evolutivo.

19 PIAGET X VYGOTSKY Um dos pontos divergentes entre Piaget e Vygotsky está centrado na concepção de desenvolvimento. A teoria piagetiana considera o desenvolvimento em sua forma retrospectiva, isto é, o nível mental atingido determina o que o sujeito pode fazer. A teoria vygotskyana, considera desenvolvimento na dimensão prospectiva, ou seja, enfatiza que o processo em formação pode ser concluído através da ajuda oferecida ao sujeito na realização de uma tarefa.

20 Piaget leva em conta o desenvolvimento como um limite para adequar o tipo de conteúdo de ensino a um nível evolutivo do aluno. Vygotsky tem estabelecido que o conteúdo é uma seqüência que permite o progresso de forma adequada, impulsionando ao longo de novas aquisições, sem esperar a maturação "mecânica" e com isso evitando que possa pressupor dificuldades para prosperar por não gerar um desequilíbrio adequado. É desta concepção que Vygotsky afirma que a aprendizagem vai à frente do desenvolvimento. Piaget X Vygotsky


Carregar ppt "VYGOTSKY Vygotsky se dedicou aos estudos: Funções psicológicas superiores – funcionamento psicológico tipicamente humano – capacidade de planejamento,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google