A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Concepções de Aprendizagem. Visão Behaviorista Aprender significa exibir comportamento apropriado; o objetivo da educação nessa perspectiva é treinar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Concepções de Aprendizagem. Visão Behaviorista Aprender significa exibir comportamento apropriado; o objetivo da educação nessa perspectiva é treinar."— Transcrição da apresentação:

1 Concepções de Aprendizagem

2 Visão Behaviorista Aprender significa exibir comportamento apropriado; o objetivo da educação nessa perspectiva é treinar os estudantes a exibirem um determinado comportamento, por isso usam o reforço para o comportamento desejado. A instrução programada é uma ferramenta de trabalho nessa linha e aplica os princípios de Skinner para o desenvolvimento do comportamento humano.

3 MEIO Estímulo Resposta A aprendizagem depende da relação compreendida entre o estímulo e a resposta Manipulação comportamental

4 Lavar as Mãos Menos Mortes! Menos micróbios Mãos limpas Menos infecções Exemplo

5 A aprendizagem ocorre em função de contingências externas. Papel do ambiente e do contexto.

6 Os fatores de desenvolvimento, segundo Piaget, são a maturação, a experiência física com objetos, a transmissão social (informação que o adulto passa à criança) e a equilibração. A equilibração contrabalança os três primeiros fatores, ou seja, equilibra uma nova descoberta com todo o conhecimento até então construído pelo sujeito. Os mecanismos de equilíbrio são a ASSIMILAÇÃO e a ACOMODAÇÃO. Visão Construtivista

7 Estímulo/Desequilíbrio Resposta/Equilibração/Aprendizagem Assimilação Quem muda é o sujeito O estímulo em diferentes fases da vida, produz respostas diferentes Fases: 1)Sensório Motor 2)Pré-Operatório 3)Operatório Concreto 4)Lógico Formal

8 A aprendizagem ocorre quando a informação é processada pelos esquemas mentais e agregada a esses esquemas. Assim, o conhecimento construído vai sendo incorporado aos esquemas mentais anteriores ou novas que são colocados para funcionar diante de situações desafiadoras e problematizadoras. Piaget aborda a inteligência como algo dinâmico, decorrente da construção de estruturas de conhecimento que à medida que vão sendo construídas, vão se alojando no cérebro. Visão Construtivista

9 O indivíduo usa as estruturas psíquicas que já possui. Se elas não são suficientes, é preciso construir novas estruturas. Isso é Acomodação.

10 O Aprendizado é Contínuo. A evolução intelectual é caracterizada por saltos qualitativos de um nível de conhecimento para outro. A fim de explicar esse processo, ele desenvolveu o conceito de ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL VYGOTSKY

11 DESENVOLVIMENTO REAL ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL É determinado por aquilo que a criança é capaz de fazer sozinha porque já tem um conhecimento consolidado. Se domina a adição, por exemplo, esse é um nível de desenvolvimento real. É a distância entre o desenvolvimento real e o potencial, que está próximo mas ainda não foi atingido. VYGOTSKY

12 O MEDIADOR DESENVOLVIMENTO POTENCIAL É quem ajuda a criança concretizar um desenvolvimento que ela ainda não atinge sozinha. Na escola, o professor e os colegas mais experientes são os principais. É determinado por aquilo que a criança ainda não domina, mas é capaz de realizar com auxílio de alguém mais experiente. Por exemplo, uma multiplicação simples, quando ela já sabe somar.

13 O IMPORTANTE Para o pensador, é apresentar às crianças formas de pensamento, não sem antes detectar que condições elas têm de absorvê-las.

14 SOCIOCONSTRUTIVISMO SOCIOINTERACIONISMO Termos usados para fazer distinção entre a corrente teórica de Vygotsky e o construtivismo Jean Piaget. Ambos são construtivistas em suas concepções do desenvolvimento intelectual. Ou seja, sustentam que a inteligência é construída a partir das relações recíprocas do homem com o meio.

15 Por que aprendizagem e não ensino? Afinal...

16 Sociedade do Conhecimento Competências necessárias para os atuais profissionais: participar ativamente participar ativamente trabalhar em grupo trabalhar em grupo pensar e criar pensar e criar aprender a aprender aprender a aprender ter consciência do potencial cognitivo/ afetivo/ social. ter consciência do potencial cognitivo/ afetivo/ social. A pedagogia passa do fazer para o compreender

17 Ensino Preparar Informação Instrução

18 Ensino Preparar Informação Instrução

19 Ensino Preparar Informação Instrução Memorização da informação

20 Ensino Aprendizagem Preparar Informação Instrução

21 Estruturas Cognitivas: construção do conhecimento pelo sujeito (aluno)

22 Transmissão da Informação ENSINO Transformar o ambiente de APRENDIZAGEM Foco no Ensino Foco na Aprendizagem ProfessorENCICLOPÉDIAProfessor PARCEIRO ESPECIAL Preparado para organizar conteúdo e INFORMAÇÃO Preparado para colaborar com a construção de SIGNIFICADOS

23

24 Transmissão da Informação ENSINO Transformar o ambiente de APRENDIZAGEM Quadro Negro RetroprojetorExercitaçãoTutoriais Projetos e Produção Solução de Problemas SimulaçãoComunicação CriaçãoRepetição

25 INFORMAÇÃO CONHECIMENTO Diferentes Estruturas de Ambientes

26 Esta mudança acontece... Esta mudança acontece... com um questionamento da função da escola e do papel do professor. A ênfase deixa de ser a memorização da informação transmitida pelo professor e passa a ser a construção do conhecimento realizada pelo aluno.

27 O fato essencial de que convém partir é que nenhum conhecimento, mesmo perceptivo, constitui uma simples cópia do real, porque comporta sempre um processo de assimilação (integração) a estruturas anteriores. Jean Piaget

28 A PRENDIZAGEM? ENSINAR? APRENDER? O que é?

29 Mudança significa sair de uma Escola tradicional E passar para uma Escola na qual o aprendizado é fruto do processo da construção de conhecimento

30 PARADIGMA EMERGENTE? O que é

31 Paradigma Emergente Paradigma Emergente Moraes (1996) e Ramos (1996) Deve ser capaz de gerar ambientes de aprendizagem que compreendam o ser humano em sua totalidade, com seus diferentes estilos de aprendizagem e distintas formas de resolver problemas, levando em consideração os aspectos físicos, biológicos, mentais, psicológicos, culturais e sociais dos aprendizes.

32 Paradigma Emergente Paradigma Emergente (continuação) Preocupação em formar indivíduos autônomos, criativos, críticos, cooperativos, solidários, fraternos, mais integrados e harmoniosos, isto é, indivíduos intelectual e humanamente competentes.

33 Paradigma Emergente Paradigma Emergente (continuação) - CONSTRUTIVISTA - conhecimento sempre em construção; - INTERACIONISTA - o conhecimento ocorre na interação com o outro; - SÓCIO-CULTURAL - o conhecimento acontece a partir do diálogo do homem consigo mesmo e com o mundo que o cerca;

34 " É preciso criar pessoas que se atrevam a sair das trilhas aprendidas, com coragem de explorar novos caminhos, pois a ciência constitui-se pela ousadia dos que sonham e o conhecimento é a aventura pelo desconhecido em busca da terra sonhada". Rubem Alves


Carregar ppt "Concepções de Aprendizagem. Visão Behaviorista Aprender significa exibir comportamento apropriado; o objetivo da educação nessa perspectiva é treinar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google