A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade da Madeira Controlo da Qualidade Da Criação à Certificação Bolsa Bordado Madeira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade da Madeira Controlo da Qualidade Da Criação à Certificação Bolsa Bordado Madeira."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade da Madeira Controlo da Qualidade Da Criação à Certificação Bolsa Bordado Madeira

2 Processo de Criação

3 O Processo pode ser dividido em várias etapas até chegar num determinado objectivo, também considerada uma forma de conduzir a pesquisa e a criação do produto seguindo determinadas regras. É dividido em 3 fases. Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Processo de Criação

4 Fase A – Estruturação do problema Definição do problema Objectivos: Mensagem - Promoção de técnicas têxteis regionais Público-alvo - Sexo Feminino. Recolha de dados Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema

5 Fase B – Projecto de experimentação Criatividade - Registo de ideias; síntese de dados recolhidos Análise de meios técnicos e materiais Representação e experimentação Testes e avaliação das alternativas Escolha de alternativas Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação

6 Fase C – Realização do projecto Criação do protótipo Pré-série - Experimentação antes da produção em série Procurar erros e fazer as correcções necessárias Produção em série Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto

7 Protecção do Produto e do Criador Registo do Produto

8 Protecção do Produto e Criador A protecção de um produto, marca e logótipo, tem vindo a ganhar mais importância, nos presentes dias, cada vez mais há uma necessidade de salvaguardar o produto e o criador do mesmo. Quais as vantagens da protecção Como se protege O que pode ser registado Exigências da U.E. na aprovação de produtos Duração e manutenção Processo de criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Protecção do Produto e Criador

9 Quais as vantagens da Protecção Permite valorizar o esforço financeiro e o investimento em capital humano e intelectual utilizado na concepção de novos produtos. Confere um direito exclusivo ao autor que impede terceiros, sem o consentimento do titular do registo, produzam, fabriquem, vendam ou explorem o objecto protegido. Impede que outros registem o mesmo design ou Design idêntico para outro produto. Processo de criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Protecção do Produto e Criador Quais as vantagens da protecção

10 O que pode ser Registado O "desenho ou modelo" tem que ser novo. Antes da data do pedido de registo nenhum desenho ou modelo idêntico foi divulgado ao público. O "desenho ou modelo" tem um carácter singular. É um desenho ou modelo passível de ser registado não havendo algo semelhante no mercado regional nem nacional. Condições para que a divulgação não obste ao registo: Tem que ser efectuada pelo próprio criador do desenho ou modelo; Tem que ser efectuada no prazo improrrogável de 12 meses que antecede o pedido de registo; Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Protecção do Produto e Criador Quais as vantagens da protecção O que pode ser Registado

11 Exigências do U.E. A Marcação CE evidência que um determinado produto está em conformidade com as disposições e requisitos das directivas comunitárias. Dar cumprimento a requisitos legais; Evidenciar que os produtos são adequados para o fim a que se destinam; Assegurar a remoção de barreiras ao comércio e à livre circulação de produtos dentro da UE; Potenciar o aumento da confiança dos consumidores e clientes. Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Protecção do Produto e Criador Quais as vantagens da protecção O que pode ser Registado Exigências da U.E.

12 Protecção do Consumidor Certificação do Produto

13 Protecção do Consumidor Certificar um produto é uma forma de assegurar o consumidor quotidiano, que ao saber que o produto encontra-se certificado terá maior certeza da sua qualidade. O processo de certificação de produto é um processo totalmente voluntário Vários passos para a Certificação: -Pedido de Certificação -Análise do pedido de Certificação -Processo de Avaliação -Decisão -Acompanhamento Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Protecção do Produto e Criador Quais as vantagens da protecção O que pode ser Registado Exigências da U.E. Protecção do Consumidor

14 Processo de Avaliação Análise da documentação da entidade candidata. Nomeação da Equipa Auditora. Ensaios de Amostras do Produto. Auditoria de concessão num período de 4 meses após decisão. Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Protecção do Produto e Criador Quais as vantagens da protecção O que pode ser Registado Exigências da U.E. Protecção do Consumidor Processo de Avaliação

15 Decisão de Certificação Supondo que o produto cumpra os requisitos e que tenha os documentos em ordem. Os resultados dos ensaios ao produto estão conformes com o documento de referência; Caso existam não conformidades decorrentes dos ensaios ao produto, as acções correctivas propostas pela entidade candidata são eficazes e garantem o cumprimento do documento de referência. Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Protecção do Produto e Criador Quais as vantagens da protecção O que pode ser Registado Exigências da U.E. Protecção do Consumidor Processo de Avaliação Decisão de Certificação

16 Conclusão Para a criação de um produto é preciso ter em conta que não se pode saltar etapas, pois pode levar a uma criação defeituosa. Passamos a conhecer passos necessários para adquirir a protecção e a certificação de um produto, as suas regras e as suas vantagens. Tomamos mais consciência dos órgãos existentes na defesa da qualidade por parte do consumidor, vendo também pela óptica do criador ou de quem oferece os serviços. Implementação de normas nos serviços internos de modo a rendibiliza-los oferecendo assim mais garantias de qualidade aos consumidores Processo de Criação Fase A – Estruturação do problema Fase B – Projecto de experimentação Fase C – Realização do projecto Protecção do Produto e Criador Quais as vantagens da protecção O que pode ser Registado Exigências da U.E. Protecção do Consumidor Processo de Avaliação Decisão de Certificação Conclusão

17 Controlo da Qualidade Trabalho elaborado por: Ana Gouveia – João Nóbrega – Luís Tranquada –


Carregar ppt "Universidade da Madeira Controlo da Qualidade Da Criação à Certificação Bolsa Bordado Madeira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google