A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Exército Português Auto-diagnóstico do CID Identificar os pontos fracos, face aos Requisitos da Acreditação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Exército Português Auto-diagnóstico do CID Identificar os pontos fracos, face aos Requisitos da Acreditação."— Transcrição da apresentação:

1 Exército Português Auto-diagnóstico do CID Identificar os pontos fracos, face aos Requisitos da Acreditação

2 Exército Português Requisitos Gerais Politica e Planeamento Estratégico Gestão e Recursos Humanos Práticas e Normas de conduta Orientação para resultados e Melhoria Continua

3 Exército Português Requisitos Gerais Politica e Planeamento Estratégico Auto-diagnóstico Documentação pouco Operacional - Objectivos mensuráveis - Metas e indicadores definidos - Ver Exemplo :

4 Exército Português ENTIDADEOBJECTIVOACÇÕES ESTRATÉGIA META INDICADOR CID Ministrar a formação necessária á qualificação do Quadros do Exército Dec2008, 50% dos cursos de Praças validados 1 - % de cursos de Praças validados Entidades Formadoras executam a Validação Externa do maior nº de cursos de formação de Praças, pelos quais são responsáveis 1 - Jun2008, 25% dos cursos de Praças validados; Dec2008, 50% dos cursos validados 1 - % de cursos de Praças validados DF Validar os cursos de formação existente, exercer o esforço nos cursos de Praças 1 -DF valida os cursos de formação existentes, exerce o esforço nos cursos de Praças

5 Exército Português ENTIDADEOBJECTIVOACÇÕES ESTRATÉGIA META INDICADOR 1 - Jun2008, 25% dos cursos de Praças validados; Dec2008, 50% dos cursos validados 1 - % de cursos de Praças validados DF Validar os cursos de formação existente, exercer o esforço nos cursos de Praças Entidades Formadoras 1 -DirForm executa a Validação Externa de 7 cursos de formação de Praças, pelos quais somos responsáveis Jun2008, 4 cursos de Praças validados; Dec2008, 7 cursos validados nº de cursos de Praças validados Entidades Formadoras executam a Validação Externa do maior nº de cursos de formação de Praças, pelos quais são responsáveis Efectuar a Validação Externa do maior nº de cursos de Praças,pelos quais somos responsáveis (14 cursos)

6 Exército Português Requisitos Gerais Auto-diagnóstico Gestão e Recursos Humanos - Trabalhar por objectivos - Avaliar de acordo com o cumprimento dos mesmo Falta de marcação de Objectivos Individuais

7 Exército Português Requisitos Gerais Auto-diagnóstico Doc pouco Operacionais - Objectivos mensuráveis - Metas e indicadores definidos Orientação para resultados e Melhoria Continua Avaliações objectivas, mas sem leitura directa dos documentos de planeamento Inconsequência das propostas - Documentos de seguimento - Acções desenvolvidas

8 Exército Português Requisitos Gerais Auto-diagnóstico Práticas e Normas de conduta Falta de divulgação das normas de Protecção de dados pessoais - Incluir informação em documentos tipo

9 Exército Português Requisitos Específicos Diagnóstico de Necessidades de Formação Concepção das Acções de Formação, Instrumentos e Suportes Formativos Planeamento das Acções ou Actividades Formativas Organização e Promoção das Acções ou Actividades Formativas Desenvolvimento das Acções ou Actividades Formativas Acompanhamento e Avaliação das Acções ou Actividades Formativas

10 Exército Português Requisitos Específicos Auto-diagnóstico Diagnóstico de Necessidades de Formação - Definição do Processo - Ajustamento de IT e Doc Tipo Falta de normalização dos fluxos da Informação

11 Exército Português Requisitos Específicos Auto-diagnóstico Concepção das Acções de Formação, Instrumentos e Suportes Formativos Falta de normalização quanto ao processo de execução e controlo de qualidade da Concepção - Definição do Processo - Ajustamento de IT e Doc Tipo Metodologia de Concepção, insuficiente - Ajustar Metodologia de Concepção - Formar conceptores de Formação

12 Exército Português Requisitos Específicos Auto-diagnóstico Falta evidenciar procedimentos para garantir os recurso (humanos/materiais), necessários para execução das Acções de Formação Planeamento das Acções ou Actividades Formativas - Ajustar IT para a consolidação do PNF até ao PFA Doc pouco Operacionais - Objectivos mensuráveis - Metas e indicadores definidos

13 Exército Português Requisitos Específicos Auto-diagnóstico Organização e Promoção das Acções ou Actividades Formativas Falta evidenciar procedimentos de coordenação necessários para execução das Acções de Formação - Implementar a constituição dos PTP

14 Exército Português Requisitos Específicos Auto-diagnóstico Desenvolvimento das Acções ou Actividades Formativas Falta evidenciar procedimentos de avaliação de reacção/nível 1Kkk e de avaliação de Desempenho dos Formadores - Formar avaliadores - Ajustamento de IT e Doc Tipo Falta evidenciar procedimentos de execução da Acção de Formação - Implementar a constituição dos PTP

15 Exército Português Requisitos Específicos Auto-diagnóstico Acompanhamento e Avaliação das Acções ou Actividades Formativas - Ajustamento de IT e Doc Tipo - Formar conceptores de Avaliação Falta de normalização quanto ao processo de controlo de qualidade das Acções Formativas - Definição do Processo Níveis de avaliação em falta - Nivel 1Kkk/Reacção - Nivel 3Kkk/Comportamento - Avaliação de Desempenho dos Formadores (Nivel 4Kkk/Resultados *) (Retorno do Investimento da Formação *) * não exigidos para a Acreditação em 2007

16 Exército Português Revisão do RGIE Regulamento Geral Instrução Exercito Finalidade Enquadrar o papel da Formação no Sistema de Instrução do Exército Enquadrar o Sistema de Instrução do Exército na política de Gestão de Recursos Humanos do Exército Enquadrar o papel da Doutrina no Sistema de Instrução do Exército Ajustar os procedimentos ás exigências da Qualidade, servindo de evidência, na candidatura do CID a Entidade Acreditada

17 Exército Português SubSistema Formação SISTEMA DE INSTRUÇÃO DO EXÉRCITO Regulamento Geral Instrução Exercito Processos - Chave Processos - Chave Processos - Chave SISTEMA DE DOUTRINA DO EXÉRCITO SubSistema Educação SubSistema Treino

18 Exército Português Regulamento Geral Instrução Exercito Processos–Chave da Formação Concepção da Formação Planeamento da Formação outras actividades Diagnóstico de Necessidades de Formação Organização da Formação Execução da Formação Avaliação da Formação outras actividades Controlo de Qualidade (Educação) (Treino) - Formação outras actividades

19 Exército Português Acreditação do CID Plano de Trabalhos Conclusão dos Processos Implementação do modelo/Formação * Avaliação e melhoria Implementação do modelo global Acções de Formação * Altura adequada para apresentar a candidatura do CID ao Estatuto de Entidade Acreditada


Carregar ppt "Exército Português Auto-diagnóstico do CID Identificar os pontos fracos, face aos Requisitos da Acreditação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google