A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desafios para o setor segurador Carlos Maia XVIII Conferência da ASEL www.pwc.com/pt.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desafios para o setor segurador Carlos Maia XVIII Conferência da ASEL www.pwc.com/pt."— Transcrição da apresentação:

1 Desafios para o setor segurador Carlos Maia XVIII Conferência da ASEL

2 Desafios para o setor segurador Agenda setembro 2014 PwC 2 Project Blue (PwC) Tendências internacionais (STEEP) e… em Portugal: -Sociais -Tecnológicas -Económicas -“Environmental” (Ambientais) -Políticas Conclusões: desafios perspetivados para o setor segurador Desafios para o setor segurador

3 “Project Blue” (PwC): Tendências internacionais que condicionarão a estratégia das Seguradoras setembro 2014 STEEP: Sociais Tecnológicas Económicas “Environmental” (Ambientais) Políticas Desafios para o setor segurador PwC 3

4 Tendências internacionais Sociais Alterações demográficas importantes: Envelhecimento da população e aumento significativo da classe média. Crescimento do canal on- line e dos usuários de redes sociais, os quais pesquisam e compram produtos ajustados. As comunidades online constituirão as novas “forças” influenciadoras. setembro 2014 Fonte: Project Blue Desafios para o setor segurador PwC 4

5 Tendências em Portugal Sociais setembro 2014 anos Fonte: INE A esperança média de vida em Portugal atingirá em 2048 os 81,2 anos para os homens e os 87,1 anos para as mulheres. A classe média Portuguesa afetará uma maior percentagem do seu (cada vez menor) rendimento disponível, à poupança. Existem, atualmente, usuários da rede social Facebook. Fonte: INE e Banco de Portugal. Nota: (p) – projetado. A taxa de poupança é expressa em percentagem do rendimento disponível Evolução do rendimento disponível e poupança dos particulares Desafios para o setor segurador PwC 5

6 Tendências internacionais Tecnológicas A massificação de smart phones e de tablets permitirá uma maior eficiência operacional. 50 mil milhões de dispositivos estarão ligados entre si em qualquer hora e em qualquer lugar. Enormes quantidades de dados estarão disponíveis em tempo real (“Big Data”). Novos dispositivos permitirão a monitorização permanente de indicadores vitais de saúde. setembro 2014 milhões Fonte: Project Blue Desafios para o setor segurador PwC 6

7 Tendências em Portugal Tecnológicas Nos próximos anos, grande parte da população portuguesa estará ligada entre si a qualquer hora e em qualquer lugar. Grandes quantidades de dados serão partilhados em tempo real, potenciando a melhoria das condições de vida dos cidadãos. Enorme potencial de otimização de dispositivos médicos, rodoviários e energéticos. setembro 2014 Fonte: Pordata Desafios para o setor segurador PwC 7

8 Tendências internacionais Económicas Os principais países emergentes continuarão a crescer, a taxas menores. As crises de liquidez e de endividamento precipitadas pela crise financeira de 2008, continuam a afetar as economias desenvolvidas, colocando pressão significativa sobre o Estado social. O comércio global de 2000 para 2010 aumentou 150%. Atualmente, cerca de 5 milhões de pessoas migram todos os meses para centros urbanos. Em 2050, 67% da população dos países emergentes e 86% dos países desenvolvidos, será urbana. setembro 2014 BRICS - crescimento do PIB Brasil7,5%2,3% Rússia4,5%1,3% Índia10,6%4,4% China10,4%7,7% África do Sul2,8%1,9% Fonte: Poject BlueFonte: FMI/ Ministério Russo Desafios para o setor segurador PwC 8

9 Tendências em Portugal Económicas Crise da dívida soberana, quebra significativa do PIB, aumento da taxa de desemprego e crescimento das exportações. A balança de bens e serviços teve um excedente de 1,7% em 2013, perspetivando-se um excedente de 2,0% em 2014, após décadas de défices crónicos. Aumento das exportações no peso do PIB. Desequilíbrios na Segurança Social provocados pelo envelhecimento da população. setembro 2014 Fonte: Banco de Portugal Desafios para o setor segurador PwC 9

10 Tendências internacionais Ambientais A severidade e a frequência de catástrofes naturais e/ou provocadas pelo homem aumentaram nos últimos 20 anos. Entre 1990 e 2009, furacões e tempestades tropicais foram responsáveis por 45,2% do total das perdas das seguradoras com catástrofes. As alterações climáticas provocarão um aumento deste tipo de catástrofes naturais. setembro 2014 Fonte: Poject Blue (1) (1) Outros: Terramotos/tsunamis e catástrofes provocadas pelo homem Desafios para o setor segurador PwC 10

11 Tendências em Portugal Ambientais setembro 2014 Milhares toneladas Kg Fonte: Pordata Os resultados do “Eurobarómetro” colocam Portugal num dos lugares de topo dos países com maiores preocupações ambientais. Apesar de estar no bom caminho, Portugal não deixará de sofrer com as alterações climáticas verificadas no Planeta. Mais dias de seca por ano, mais tempestades severas e menos metros de terreno, perdidos para o mar. Desafios para o setor segurador PwC 11

12 Tendências internacionais Políticas setembro 2014 Reguladores financeiros mais exigentes e dialogantes entre si tenderão a harmonizar a regulação nos seguros, conduzindo a uma maior standardização dos produtos a comercializar a uma escala mundial. Ataques terroristas mais frequentes. Um em cada 4 dias, em média. Desafios para o setor segurador PwC 12

13 Tendências em Portugal Políticas Uma regulação financeira mais exigente, mas menos autónoma. Um aparelho fiscal mais pesado e simultaneamente mais eficaz. A instabilidade social associada a uma instabilidade político-económica perdurará durante os próximos anos. setembro 2014 Desafios para o setor segurador PwC 13

14 setembro 2014 Conclusões – desafios perspetivados para o setor segurador Social Consumidor com papel mais interventivo na compra de seguros (mais seguros serão comprados pelos consumidores por oposição à atual venda por agentes - exemplos: auto, saúde, vida). A exigência dos consumidores no respeitante a mobilidade e a velocidade de serviço obrigará à realização de investimentos em conteúdos de multimédia interativos para smartphones e tablets. O envelhecimento da população beneficiará a comercialização de produtos de poupança para a reforma e de saúde (face à diminuição dos benefícios proporcionados pelo Estado Social). Desafios para o setor segurador PwC 14

15 setembro 2014 Conclusões – desafios perspetivados para o setor segurador Tecnológico As Seguradoras utilizarão uma maior quantidade de informação disponível (“Big Data”) para melhor gerirem o risco, definindo um “pricing” mais adequado em função do perfil de cliente / negócios seguráveis. No caso específico dos ramos vida e de saúde, instrumentos de monitorização do “nível de bem estar” dos segurados permitirão tomar ações preventivas catalisadoras do aumento da esperança de vida. Desafios para o setor segurador PwC 15

16 setembro 2014 Conclusões – desafios perspetivados para o setor segurador Económico As Seguradoras multinacionais continuarão a direcionar os seus investimentos para mercados emergentes. Em Portugal, Um aumento relativo da poupança (face a um menor rendimento disponível) alimentará os seguros de vida de capitalização (em concorrência com os produtos bancários). Também o envelhecimento da população beneficiará a comercialização de produtos de poupança para a reforma e de saúde (face à diminuição dos benefícios proporcionados pelo Estado Social). Provável concentração de Seguradoras nos ramos reais, permitindo o aumento do retorno dos capitais investidos. Retoma progressiva, em função da melhoria da atividade económica. O aumento das exportações e do investimento em novos mercados, trará oportunidades ao nível de novos riscos seguráveis. Desafios para o setor segurador PwC 16

17 setembro 2014 Conclusões – desafios perspetivados para o setor segurador Ambiental Maior sofisticação na modelização de riscos catastróficos e ambientais e criação de novos mecanismos de transferência / partilha de risco. Em Portugal, existe um Anteprojeto de Decreto-Lei para implementação de um sistema de cobertura do risco de fenómenos sísmicos, o qual incluirá a criação de um Fundo Sísmico. Político A harmonização crescente da regulação, conduzirá a uma maior standardização ao nível de produtos e de processos de negócio. Potencial redução da capacidade das autoridades de supervisão nacionais na emissão de regulamentação a nível local. Desafios para o setor segurador PwC 17

18 “(…)there are a number of actions you can take to prepare yourself for the uncertain future and exploit the emerging opportunities” Project Blue - PwC

19


Carregar ppt "Desafios para o setor segurador Carlos Maia XVIII Conferência da ASEL www.pwc.com/pt."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google