A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Nervoso Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Nervoso Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Nervoso Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências

2 O sistema nervoso Como os impulsos nervosos passam de um neurônio para outro? PASIEKA / SCIENCE PHOTO LIBRARY / LATINSTOCK 2 Quais são as partes do sistema nervoso e que funções elas executam no organismo?

3 Tecido nervoso As mensagens recebidas e analisadas pelo sistema nervoso são conduzidas por células chamadas neurônios. Os neurônios recebem mensagens de diversas partes do corpo e as transmitem a outros neurônios, glândulas e músculos. cérebro mensagens de outros neurônios dendritos axônio mensagens para outros neurônios núcleo corpo celular 3 HIROE SASAKI / ARQUIVO DA EDITORA

4 INGEBORG ASBACH / ARQUIVO DA EDITORA A comunicação entre os neurônios O impulso nervoso pode ser transmitido de um neurônio para outro ou para músculos e glândulas. Quando um neurônio é estimulado, ocorrem mudanças de cargas elétricas em sua membrana plasmática, formando o impulso nervoso. encéfalo medula espinal nervos dentritos corpo celular músculo ou glândula sentido do impulso nervoso axônio sinapse neurônios órgão do sentido 4

5 Quando o impulso nervoso chega à ponta do axônio, pequenas vesículas se abrem e despejam substâncias químicas no neurônio seguinte. Essas substâncias provocam mudanças elétricas no outro neurônio. A região de contato entre dois neurônios é chamada de sinapse. As substâncias químicas são chamadas de mediadores químicos ou neurotransmissores. mediadores químicos JOHN BAVOSI / SCIENCE PHOTO LIBRARY / LATINSTOCK 5

6 Como os mediadores químicos estão acumulados somente no final do axônio, a sinapse faz com que o impulso nervoso ao longo do neurônio siga um caminho único: dendrito  corpo celular  axônio Globo News

7 O sistema nervoso central recebe as informações recolhidas pelos órgãos dos sentidos. Depois de processá-las, envia mensagens de resposta aos músculos e glândulas. O conjunto de nervos que recebe as mensagens e leva as respostas é chamado de sistema nervoso periférico. nervos cranianos nervos espinais FONTE: THE HUMAN BODY; AN ILLUSTRATED GUIDE TO ITS STRUCTURE, FUNCTION, AND DISORDERS, DORLING KINDERSLEY. sistema nervoso periférico sistema nervoso central encéfalo medula espinal 7

8 osso dura-máter aracnoide pia-máter vaso sanguíneo tecido nervoso INGEBORG ASBACH / ARQUIVO DA EDITORA O sistema nervoso central é protegido ossos (crânio e coluna vertebral) 3 membranas (as meninges) dura-máter pia-máter aracnoide meninges

9 Muitas funções do organismo dependem do trabalho conjunto de mais de uma região do encéfalo. Algumas regiões, porém, têm um controle maior sobre determinadas funções. Regiões do encéfalo Cerebelo Bulbo Ponte Tálamo Hipotálamo Cérebro HIROE SASAKI / ARQUIVO DA EDITORA hipotálamo tálamo cérebro cerebelo medula espinal bulbo (medula oblonga) ponte hipófise 9

10 Cérebro HIROE SASAKI / ARQUIVO DA EDITORA hipotálamo tálamo cérebro cerebelo medula espinal bulbo (medula oblonga) ponte hipófise Maior parte do encéfalo. Dividido em 2 hemisférios: direito e esquerdo. Estão as áreas responsáveis pelos sentidos, linguagem (falada e escrita), raciocínio, aprendizagem, memória, consciência, controle voluntário dos músculos, entre outros. Controla a postura e o equilíbrio, coordena os movimentos. Cerebelo

11 HIROE SASAKI / ARQUIVO DA EDITORA hipotálamo tálamo cérebro cerebelo medula espinal bulbo (medula oblonga) ponte hipófise Controla a parte automática da respiração, batimento do coração, pressão do sangue, reflexo da tosse e espirro, ato de engolir, entre outros. Retransmite mensagens do cérebro  cerebelo; e do cérebro  bulbo. Junto com o bulbo, participa da respiração automática. Bulbo Ponte

12 HIROE SASAKI / ARQUIVO DA EDITORA hipotálamo tálamo cérebro cerebelo medula espinal bulbo (medula oblonga) ponte hipófise Recebe as mensagens dos órgãos dos sentidos e as transmite para regiões apropriadas do cérebro. Controla a temperatura do corpo, batimento cardíaco, a pressão do sangue, ritmo respiratório (junto com o bulbo), a digestão, a sede, a fome, impulsos sexuais e interfere nas emoções (medo, raiva, prazer). Além de produzir hormônios que serão acumulados na hipófise e controlar essa glândula. Tálamo Hipotálamo

13 A medula espinal A medula recebe mensagens nervosas de diversas partes do corpo e as retransmite ao encéfalo. O conjunto dos nervos forma o sistema nervoso periférico. Ele é formado por 12 pares de nervos cranianos e 31 pares de nervos espinais. É um cordão com cerca de 40 cm de comprimento que passa pelo canal vertebral. Possui uma região cinzenta, mais interna, e uma região branca, mais externa. medula espinal disco invertebral nervo vértebra VISUALS UNLIMITED / CORBIS / LATINSTOCK 13

14 O sistema nervoso autônomo O sistema nervoso autônomo (SNA) comanda diversas funções do organismo sem que você tenha consciência desse trabalho. SNA Simpático Parassimpático Principais funções controladas: batimento cardíaco, digestão, pressão do sangue, trabalho das glândulas, entre outras. órgãos genitais externos 14 JOEL BUENO / ARQUIVO DA EDITORA bexiga útero intestinos rim suprarrenal pâncreas estômago fígado e vesícula coração brônquios glândulas salivares pupila nervo gânglio nervoso Sistema nervoso parassimpáticoSistema nervoso simpático

15

16 Quando estamos em uma situação de perigo ou de fortes emoções, o sistema nervoso simpático controla uma série de reações do organismo, como o aumento do ritmo dos batimentos do coração e da respiração, o estímulo à glândula suprarrenal, que produz adrenalina, entre outras. Passado o perigo, o sistema nervoso parassimpático faz o corpo voltar ao normal: diminui o ritmo cardíaco, restabelece a circulação normal no tubo digestório, etc. ATABOY / THE IMAGE BANK / GETTY IMAGES 16

17 Os atos reflexos neurônio sensitivo neurônio de associação (medula espinal) neurônio motor = ARCO REFLEXO Reações rápidas e automáticas que executamos sem pensar são chamadas de atos reflexos ou reflexos. ADILSON SECCO / ARQUIVO DA EDITORA estímulo receptor neurônio sensitivo impulso nervoso corpo celular do neurônio sensitivo neurônio motor músculo medula espinal neurônio de associação 17

18 Problemas no sistema nervoso Traumatismos na medula espinal: resultam em paralisia dos membros inferiores (paraplegia) ou dos membros superiores e inferiores (tetraplegia). Lesões nos vasos sanguíneos, infecções, tumores, drogas e traumatismos: podem causar danos aos neurônios e prejudicar a atividade de certas regiões do encéfalo. Poliomielite: provocada por um vírus que destrói os neurônios. Ocorre a paralisia e a atrofia dos músculos esqueléticos. LUÍS MOURA / ARQUIVO DA EDITORA tetraplegia paraplegia vista lateral vértebras cervicais (7) vértebras cervicais (12) vértebras cervicais (5) sacro (5 vértebras fundidas) cóccix (4 vértebras fundidas) 18

19


Carregar ppt "Sistema Nervoso Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google