A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nome: Maria das Dores Oliveira de Araújo Tema: o ensino da disciplina de História nos 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental da Escola Artur Teixeira, numa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nome: Maria das Dores Oliveira de Araújo Tema: o ensino da disciplina de História nos 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental da Escola Artur Teixeira, numa."— Transcrição da apresentação:

1 Nome: Maria das Dores Oliveira de Araújo Tema: o ensino da disciplina de História nos 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental da Escola Artur Teixeira, numa perspectiva crítica. Faculdade Internacional de Curitiba FACINTER.

2 JUSTIFICATIVA A educação nos dias de hoje não pode mais atrelar ao contexto estritamente escolar. Esta afirmação, cada vez mais presente entre os educadores enfatiza o papel de espaço de educação não formal para a alfabetização dos indivíduos. A educação nos dias de hoje não pode mais atrelar ao contexto estritamente escolar. Esta afirmação, cada vez mais presente entre os educadores enfatiza o papel de espaço de educação não formal para a alfabetização dos indivíduos. A relação humana inter-pessoal constitui o centro da nossa vida social e reflete na educação; vais mais além quando nossos educandos sentem dificuldades no aprendizado. A relação humana inter-pessoal constitui o centro da nossa vida social e reflete na educação; vais mais além quando nossos educandos sentem dificuldades no aprendizado. A reformulação dos programas de ensino tornam possíveis por meio da descentralização do ensino, cabendo ao professor a tarefa de selecionar conteúdos de ensino adequados as peculiaridades locais, plano de estabelecimentos e diferenças individuais, o que é uma das características mais marcantes presente nas tendências pedagógicas que sugerem essa linha, com a pedagogia liberal, teoria crítico-social do ensino na proposta de Libâneo, investigação – ação e a teoria histórica social de Vigotsky, onde propõe que a origem da vida consciente e do pensamento abstrato, deveriam ser procurados na interação do organismo com as condições de vida social e nas formas histórico-social de vida da espécie humana e não como muitas acreditam no mundo espiritual e sensorial, procurando analisar o reflexivo mundo exterior no mundo interior desses sujeitos com a realidade, lembrando que a origem das mudanças que ocorrem no homem, ao longo do seu desenvolvimento, está, segundo seus princípios, na sociedade, na cultura e na história. A reformulação dos programas de ensino tornam possíveis por meio da descentralização do ensino, cabendo ao professor a tarefa de selecionar conteúdos de ensino adequados as peculiaridades locais, plano de estabelecimentos e diferenças individuais, o que é uma das características mais marcantes presente nas tendências pedagógicas que sugerem essa linha, com a pedagogia liberal, teoria crítico-social do ensino na proposta de Libâneo, investigação – ação e a teoria histórica social de Vigotsky, onde propõe que a origem da vida consciente e do pensamento abstrato, deveriam ser procurados na interação do organismo com as condições de vida social e nas formas histórico-social de vida da espécie humana e não como muitas acreditam no mundo espiritual e sensorial, procurando analisar o reflexivo mundo exterior no mundo interior desses sujeitos com a realidade, lembrando que a origem das mudanças que ocorrem no homem, ao longo do seu desenvolvimento, está, segundo seus princípios, na sociedade, na cultura e na história. Esse processo de ensino-aprendizagem tem grande valor, pois se compõem de conteúdos organizados que são transmitidos por meio de uma interação social que tem como finalidade o desenvolvimento cognitivo, afetivo, cultural e social do educando é, portanto, a sua integração na sociedade como agente ativo de transformação social. Esse processo de ensino-aprendizagem tem grande valor, pois se compõem de conteúdos organizados que são transmitidos por meio de uma interação social que tem como finalidade o desenvolvimento cognitivo, afetivo, cultural e social do educando é, portanto, a sua integração na sociedade como agente ativo de transformação social.

3 OBJETIVOS - Geral: Reconhecer a importância do estudo da disciplina de História nos 3º e 4º ciclos do ensino fundamental da escola Artur Teixeira, através do desenvolvimento do sendo crítico e reflexivo analisando as dificuldades vivenciadas neste campo, evidenciando a inter- relação do passado com o presente, buscando uma nova forma de vê-la e compreendê-la estruturada no tempo, aprofundada em suas raízes sócio-políticas, econômica e social. - Especifico: Verificar os procedimentos de ensino utilizados pelos professores aos alunos com dificuldades de aprendizagem na disciplina de história. - Especifico: Verificar os procedimentos de ensino utilizados pelos professores aos alunos com dificuldades de aprendizagem na disciplina de história. - Identificar os obstáculos encontrados pelos educandos de 3º e 4º ciclos do ensino fundamental, na realização da pesquisa de campo e bibliografia. - Identificar os obstáculos encontrados pelos educandos de 3º e 4º ciclos do ensino fundamental, na realização da pesquisa de campo e bibliografia. - Analisar o aprendizado da disciplina de história através dos conhecimentos passados aos alunos, no decorrer do ano letivo, mediante acompanhamento do professor. - Analisar o aprendizado da disciplina de história através dos conhecimentos passados aos alunos, no decorrer do ano letivo, mediante acompanhamento do professor.

4 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA O ensino da disciplina de História no seriado do ensino fundamental 5ª a 8ª série, tem sido a preocupação de boa parte dos professores que a ministram o rendimento escolar nesta disciplina não tem resultados satisfatórios, pois limitou-se em classificar os educandos em inteligentes ou rudes, bons ou ruins, ocasionando um processo de seleção com tendências exclusivas e discriminatórias aqueles que não conseguem atingir os padrões exigidos pela escola. Padrões qualitativos e quantitativos, onde raramente os educandos atingem um grau de escolaridade com eficácia, devido não terem uma escola estruturada de acordo com o seu tipo de clientela. O ensino da disciplina de História no seriado do ensino fundamental 5ª a 8ª série, tem sido a preocupação de boa parte dos professores que a ministram o rendimento escolar nesta disciplina não tem resultados satisfatórios, pois limitou-se em classificar os educandos em inteligentes ou rudes, bons ou ruins, ocasionando um processo de seleção com tendências exclusivas e discriminatórias aqueles que não conseguem atingir os padrões exigidos pela escola. Padrões qualitativos e quantitativos, onde raramente os educandos atingem um grau de escolaridade com eficácia, devido não terem uma escola estruturada de acordo com o seu tipo de clientela. Dados como estes tem preocupado bastante os gestores, bem como os educadores da rede de ensino, inclusive os da Escola Municipal de Ensino Fundamental Artur Teixeira em buscarem uma nova forma de ensino e nesta inserir uma metodologia eficaz dentro do processo de ensino-aprendizagem que permita agir no cotidiano escolar. Dados como estes tem preocupado bastante os gestores, bem como os educadores da rede de ensino, inclusive os da Escola Municipal de Ensino Fundamental Artur Teixeira em buscarem uma nova forma de ensino e nesta inserir uma metodologia eficaz dentro do processo de ensino-aprendizagem que permita agir no cotidiano escolar. Segundo Schmidt (2002) o desafio do professor de história é saber “realizar a transposição didática dos conteúdos e do procedimento histórico e também da relação entre as inovações tecnológicas e o ensino de história” (p. 58) – Segundo ele que permita pensar a transformação de um saber dito científico em saber o ensinar, possibilitando ao educando ser parte integrada na construção do conhecimento assumindo assim um papel importante, o do aluno como sujeito ativo, consciente, capaz de refazer e construir seus próprios conceitos e deles tirar suas próprias conclusões. Segundo Schmidt (2002) o desafio do professor de história é saber “realizar a transposição didática dos conteúdos e do procedimento histórico e também da relação entre as inovações tecnológicas e o ensino de história” (p. 58) – Segundo ele que permita pensar a transformação de um saber dito científico em saber o ensinar, possibilitando ao educando ser parte integrada na construção do conhecimento assumindo assim um papel importante, o do aluno como sujeito ativo, consciente, capaz de refazer e construir seus próprios conceitos e deles tirar suas próprias conclusões.

5 AUTORES PESQUISADOS ALMEIDA. L. S., (1992) ALMEIDA. L. S., (1992) BORUCHOVITCH, E., (1995) BORUCHOVITCH, E., (1995) BORUCHOVITCH, E., (1993) BORUCHOVITCH, E., (1993) POZO, J.J., (1996) POZO, J.J., (1996) DEMO, Pedro., (1993) DEMO, Pedro., (1993) DOSSE, François., (1988) DOSSE, François., (1988) FERNANDEZ, Alicia., (2001) FERNANDEZ, Alicia., (2001) FREIRE, Paulo., (2006) FREIRE, Paulo., (2006) GONÇALVES, Nádia Gaiofato, (2002) GONÇALVES, Nádia Gaiofato, (2002) LOCH, John, (1973) LOCH, John, (1973) PFROMM, Netto, S., (1987) PFROMM, Netto, S., (1987) SANTIS, Profª., Chislene, (2000) SANTIS, Profª., Chislene, (2000) VIGOTSKY. Lev. Semynovith, (1987) VIGOTSKY. Lev. Semynovith, (1987)

6 METODOLOGIA O trabalho que se intitula “O Ensino da disciplina de História nos 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental da Escola Artur Teixeira, numa perspectiva crítica, constitui-se numa abordagem sobre a importância de um estudo bem mais repensado onde os educadores possam rever uma nova forma de como introduzir atividades e avaliações mais práticas as quais atendam as necessidades dos nossos alunos. O trabalho que se intitula “O Ensino da disciplina de História nos 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental da Escola Artur Teixeira, numa perspectiva crítica, constitui-se numa abordagem sobre a importância de um estudo bem mais repensado onde os educadores possam rever uma nova forma de como introduzir atividades e avaliações mais práticas as quais atendam as necessidades dos nossos alunos. A metodologia aplicada teve como marco inicial a revisão da literatura, a qual deu rumo a fundamental teórica da pesquisa ora realizada. Usou-se uma metodologia construtiva e eficaz onde forma traçadas metas envolvendo aulas práticas, expositivas e trabalhos em grupos, todos centralizados no aprendizado do aluno com o intuito de despertar neste o interesse e o desenvolvimento do senso crítico e reflexivo potencializando ao máximo as possibilidades de uma aprendizagem autônomo de modo a assegurar a interação do mesmo com o sistemas de ensino em vigor, possibilitando assim um maior desempenho no processo do conhecimento, do pensamento e na reflexão do seu espírito, qualificando-o para viver consciente numa sociedade plurativa em permanente busca da transformação. A metodologia aplicada teve como marco inicial a revisão da literatura, a qual deu rumo a fundamental teórica da pesquisa ora realizada. Usou-se uma metodologia construtiva e eficaz onde forma traçadas metas envolvendo aulas práticas, expositivas e trabalhos em grupos, todos centralizados no aprendizado do aluno com o intuito de despertar neste o interesse e o desenvolvimento do senso crítico e reflexivo potencializando ao máximo as possibilidades de uma aprendizagem autônomo de modo a assegurar a interação do mesmo com o sistemas de ensino em vigor, possibilitando assim um maior desempenho no processo do conhecimento, do pensamento e na reflexão do seu espírito, qualificando-o para viver consciente numa sociedade plurativa em permanente busca da transformação.

7 CONSIDERAÇÕES FINAIS Diante de tantos desafios se faz necessário o aprimoramento no uso de estratégias de aprendizagens por parte de nossos alunos de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental da Escola Municipal de Ensino Fundamental Artur Teixeira e das escolas públicas de Altamira, bem como cursos de capacitação e formação para professores da disciplina de história como também em outras áreas do conhecimento, numa nova proposta sobre o ensino-aprendizagem. Diante de tantos desafios se faz necessário o aprimoramento no uso de estratégias de aprendizagens por parte de nossos alunos de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental da Escola Municipal de Ensino Fundamental Artur Teixeira e das escolas públicas de Altamira, bem como cursos de capacitação e formação para professores da disciplina de história como também em outras áreas do conhecimento, numa nova proposta sobre o ensino-aprendizagem. Esforços por parte dos educadores, devem também ser direcionados no sentido de uma reflexão crítica sobre a maneira preconceituosa e discriminadora o que estudantes das escolas públicas, principalmente com rendimentos escolar insatisfatórios vêm sendo alvos, para que transformar o discurso do aluno “culpado pelo seu fracasso escolar” numa atitude de confiança e credibilidade na capacidade do mesmo no “aprender a aprender” e se tornar um aluno crítico e auto-reflexivo, inserido num novo processo de transformação social. Então ao invés de transmitir um conteúdo que seria definido “por grupo de especialista, o conteúdo a ser trabalho seja definido a partir das necessidade colocadas pelas práticas sociais. Assim não se trata apenas de transmitir conhecimentos, embora o inclua, mas é sobretudo instrumentalizar, prática e teoricamente as pessoas para darem conta de problemas igualmente práticos. Esforços por parte dos educadores, devem também ser direcionados no sentido de uma reflexão crítica sobre a maneira preconceituosa e discriminadora o que estudantes das escolas públicas, principalmente com rendimentos escolar insatisfatórios vêm sendo alvos, para que transformar o discurso do aluno “culpado pelo seu fracasso escolar” numa atitude de confiança e credibilidade na capacidade do mesmo no “aprender a aprender” e se tornar um aluno crítico e auto-reflexivo, inserido num novo processo de transformação social. Então ao invés de transmitir um conteúdo que seria definido “por grupo de especialista, o conteúdo a ser trabalho seja definido a partir das necessidade colocadas pelas práticas sociais. Assim não se trata apenas de transmitir conhecimentos, embora o inclua, mas é sobretudo instrumentalizar, prática e teoricamente as pessoas para darem conta de problemas igualmente práticos.


Carregar ppt "Nome: Maria das Dores Oliveira de Araújo Tema: o ensino da disciplina de História nos 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental da Escola Artur Teixeira, numa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google