A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MATRIZ SETFI GRUPO: Matheus Vidigal, Mateus Batista, Felipe Barbosa, Daniel Bragança, Gustavo Catae, Rafael Romaskevis, Luís Mól Alves.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MATRIZ SETFI GRUPO: Matheus Vidigal, Mateus Batista, Felipe Barbosa, Daniel Bragança, Gustavo Catae, Rafael Romaskevis, Luís Mól Alves."— Transcrição da apresentação:

1 MATRIZ SETFI GRUPO: Matheus Vidigal, Mateus Batista, Felipe Barbosa, Daniel Bragança, Gustavo Catae, Rafael Romaskevis, Luís Mól Alves

2 MATRIZ SETFI FLUXOGRAMA DE UM PROCESSO INDUSTRIAL – Fluxo para manutenção de lona de freio do caminhão Mercedes-Benz 1725;

3 MATRIZ SETFI

4 DIAGRAMA DE CAUSA-EFEITO (ISHIKAWA) – Redução de 15% dos gastos com à manutenção até dezembro de 2014;

5 MATRIZ SETFI

6 “Matriz para seleção de alternativas com base nos critérios de Segurança, Emergência, Tendência, Facilidade e Investimento, os quais indicam uma priorização.” ELABORAÇÃO DA MATRIZ SETFI

7 MATRIZ SETFI ELABORAÇÃO DA MATRIZ SETFI – S SEGURANÇA; – E EMERGÊNCIA; – T TENDÊNCIA; – F FACILIDADE; – I INVESTIMENTO.

8 MATRIZ SETFI ELABORAÇÃO DA MATRIZ SETFI Níveis de classificação:

9 MATRIZ SETFI

10

11 PLANO DE AÇÃO Objetivo do Plano de Ação: – Planejamento Inadequado Das Atividades Da Manutenção.

12 MATRIZ SETFI

13 MUITO OBRIGADO!

14 GESTÃO DA QUALIDADE Anderson Soares Caio Gomes Cássio Host Isabela Batista Leonardo Goulart Moisés Mageste Reginaldo Morais

15 FLUXOGRAMA Processo de compra e recebimento de materiais. – Fluxograma. Fluxograma.

16

17 MELHORIA Implementar uma rotina de acompanhamento dos níveis em estoque pelo Suprimentos, de modo a reduzir o número de atividades do processo e evitar a possibilidade de falta de materiais. – Fluxograma após melhoria. Fluxograma após melhoria.

18

19 DIAGRAMA DE ISHIKAWA Diagrama.

20

21 MATRIZ DE PRIORIZAÇÃO “Esta técnica permite hierarquizar diversas causas de um problema, ajustando a pontuação relativa apontada por cada pessoa da equipe.”

22 MATRIZ DE PRIORIZAÇÃO CAUSASORIGEM AVALIAÇÃO MOTIVO FRACOMÉDIOFORTE 0 A 45 A 78 A 10 Pouca integração entre as etapas do processo Comunicação Falha X Integração entre as etapas do processo, assim como sua padronização, são requisitos básicos para qualquer fluxo de processo. Solicitações mal elaboradas Comunicação Falha X Solicitações padronizadas, que não geram dúvidas, é essencial para qualquer fluxo de processo. Altos custos de implantação Inexitência de um sistema de controle X Apesar da importância de se ter um sistema de controle, os custos podem ser um entrave. Pouca preocupação da alta gerência Inexitência de um sistema de controle X Para implantar um sistema de controle eficaz, é necessário que haja uma padronização dos processos e, posteriormente, a determinação de KPIs Planejamento de prazos inadequado Exigência de prazos muito curtos X Para uma boa análise de prioridades é necessário que as requisições recebidas sejam padronizadas. Processos de seleção falhos Funcionários mal qualificados X Antes de selecionar novos funcionários é necessário padronizar os processos, para posteriormente estabelecer os perfis dos cargos. Baixo nível de treinamento Funcionários mal qualificados X Treinamentos são de extrema importância para minimizar erros nos processos. Poucas opções no mercado Má qualidade de fornecedores X Classificado como fraco por apresentar poucas opções de empresas que atuam no ramo, e a falta de produtos substitutos. Pouca preocupação com a qualidade Má qualidade de fornecedores X É de extrema importância que a qualidade tenha um peso maior que o preço na escolha do fornecedor.

23 PLANO DE AÇÃO Plano de ação.

24

25 REFERÊNCIAS Professor Márcio Bambirra. Disponível em: Acesso em: 28 mai 2014.


Carregar ppt "MATRIZ SETFI GRUPO: Matheus Vidigal, Mateus Batista, Felipe Barbosa, Daniel Bragança, Gustavo Catae, Rafael Romaskevis, Luís Mól Alves."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google