A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que é, e para que serve o jejum? Is.58:3ª; Is.58:3b,4 Mateus 6:16-18.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que é, e para que serve o jejum? Is.58:3ª; Is.58:3b,4 Mateus 6:16-18."— Transcrição da apresentação:

1 O que é, e para que serve o jejum? Is.58:3ª; Is.58:3b,4 Mateus 6:16-18

2 EXEMPLOS BÍBLICOS DE JEJUM a) MOISÉS – 40 dias (Êxodo e Deuteronômio 9.9) b) ELIAS – 40 dias (I Reis 19.8) c) JESUS – 40 dias (Mateus 4.2 e Lucas 4.2) ♦ OBS.: Estes jejuns foram ordenados por Deus e não devemos tentar imitá-los, a não ser que haja uma ordem clara do Senhor Deus. d) DANIEL – 21 dias (Daniel ) e) DAVI – 7 dias (II Samuel ) f) ESTER – 3 dias e 3 noites (Ester ) g) PAULO – 3 dias (Atos 9.9) e também jejuava constantemente ( II Coríntios 11.27) h) A IGREJA DE ANTIOQUIA jejuava (Atos ) i) ISRAEL – celebrava um dia de Jejum (Números 29.7 e Atos 27.9)

3 PARA QUE SERVE O JEJUM? a) O jejum é utilizado para enfraquecer a nossa carne (Salmo ) b) Para quebrantar nossa vida, ou seja, humilhar-nos (Salmo 35.13) c) Castigar a nossa alma (Salmo ), isto significa levar a nossa alma ao pó. d) O jejum não possui um poder mágico para nos abençoar ou trazer- nos vitória.

4 ALGUNS RESULTADOS DA PRÁTICA DO JEJUM a)Uma Nação foi livrada (Ester , comparado com ) b) A cidade de Nínive foi salva (Jonas ) c) Espíritos de demônios são expelidos (Mateus ) d) A vontade de Deus era revelada (Atos ) – Caso de Paulo que foi um vaso escolhido e) Presbíteros foram ordenados (Atos 14.23) f) O Espírito Santo fala, dando direção (Atos )

5 Qual o motivo do seu Jejum? Jejuamos por conquistas, mas, no fundo, não nos questionamos se o objetivo dessas conquistas que desejamos não é a nossa própria satisfação. Nesse sentido, Deus através da boca do profeta Zacarias perguntava "acaso é para mim que jejuais?". Ficamos fascinados com as conquistas, e as queremos. Colocamos com muita freqüência nossas cobiças como um amuleto que aponta para Deus. O objetivo de nossos jejuns, neste caso somos nós mesmos.

6 O jejum era praticado tendo-se em vista o perdão dos pecados diante de um Deus vingativo para com homens e mulheres, o qual deveria ser aplacado com sacrifícios.

7 O que na verdade Jesus quer salientar é uma prática que saia do fundo do coração. É esta a proposta que Jesus nos apresenta para nossas ações. Diante de Deus todos os nossos atos terão o valor proporcional ao que o nosso coração lhes confere. Fazer apenas por fazer, não nos edifica nem nos ajuda na caminhada para Deus.

8 Como Jejuar? Defina Seu Objetivo - Por que você está jejuando? Faça seu compromisso - Ore sobre o tipo de jejum que você deve adotar (Mateus 6:16-18; 9:14,15) Fazer esses compromissos com antecedência irá ajudá-lo a sustentar o seu jejum quando as tentações físicas e as pressões da vida tentarem fazê-lo abandonar o seu jejum Prepare-se Espiritualmente Prepare-se Fisicamente

9 Embora Jesus não esteja mandando jejuar, suas palavras revelam que ele esperava de nós esta prática. Ele nos instruiu até na motivação correta que se deve ter ao jejuar. E quando disse que o Pai recompensaria a atitude correta do jejum, nos mostrou que tal prática produz resultados! Mateus 6:16-18

10 Embora o próprio Senhor Jesus tenha jejuado por quarenta dias e quarenta noites no deserto, e muitas vezes ficava sem comer (quer por falta de tempo ministrando ao povo - Mc.6:31, quer por passar as noites só orando sem comer - Mc.6:46), devemos reconhecer que Ele e seus discípulos não observavam o jejum dos judeus de seus dias (exceto o do dia da Expiação). Era costume dos fariseus jejuar dois dias por semana (Lc.18:12), mas Jesus e seus discípulos não o faziam. Aliás chegaram a questionar Jesus acerca disto: "Disseram-lhe eles: Os discípulos de João e bem assim os fariseus freqüentemente jejuam e fazem orações; os teus, entretanto, comem e bebem. Jesus, porém, lhes disse: Podeis fazer jejuar os convidados para o casamento, enquanto está com eles o noivo? Dias virão, contudo, em que lhes será tirado o noivo; naqueles dias, sim, jejuarão." (Lc.5:33-35). O Mestre mostrou não ser contra o jejum, e disse que depois que Ele fosse "tirado" do convívio direto com os discípulos (voltando ao céu) eles haveriam de jejuar. Jesus não se referiu ao jejum somente para os dias entre sua morte e ressurreição/reaparição aos discípulos (ao mencionar os dias que eles estariam sem o noivo), e sim aos dias a partir de sua morte. Contudo, Jesus deixou bem claro que a prática do jejum nos moldes do que havia em seus dias não era o que Deus esperava. A motivação estava errada, as pessoas jejuavam para provar sua religiosidade e espiritualidade, e Jesus ensinou a faze-lo em secreto, sem alarde.

11 Precisamos entender que o jejum está centrado em Deus: Ana adorava com jejum (Lc 2:37), Os profetas e mestres de Antioquia jejuavam (At. 13:2), No jejum nos libertamos de coisas que tentam nos escravizar (I Cor 6:12), Aprendemos a disciplinar o nosso corpo (I Cor. 9:27) É uma forma de nos humilharmos diante de Deus (Sl 35:13).

12 Gosto de uma afirmação de Kenneth Hagin acerca do jejum: "O jejum não muda a Deus. Ele é o mesmo antes, durante e depois de seu jejum. Mas, jejuar mudará você. Vai lhe ajudar a manter-se mais suscetível ao Espírito de Deus". O jejum não tornará Deus mais bondoso ou misericordioso para conosco, ele está ligado diretamente a nós, à nossa necessidade de romper com as barreiras e limitações da carne.


Carregar ppt "O que é, e para que serve o jejum? Is.58:3ª; Is.58:3b,4 Mateus 6:16-18."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google